Amante de Gordinhas 2 - Lucia, a gordinha casada em um luau inesquecível

Um conto erótico de Caio Moreno
Categoria: Heterossexual
Data: 13/02/2020 20:47:58
Nota -

“A noite estava com clima ameno no litoral paulista. A cidade de Santos recebia naquela época do ano, um número de turistas bem abaixo do que recebia nas festas de fim de ano e no Carnaval. Mas ainda assim era um atrativo muito procurado pelos moradores de outras cidades.

Lucia aproveitava os últimos dias antes de voltar para a rotina de trabalho. Estava a quatro dias na cidade, acompanhada por sua mãe e sua filha de 3 anos. O seu marido Rubens não quis ir, alegando muita carga de trabalho que tinha em um escritório de contabilidade.

Ela até insistiu, que uns dias, nem que fosse o fim de semana, poderia aliviar um pouco do estresse que passavam. Eles estavam quase se separando de vez, pois a muito tempo já não eram “marido e mulher”. A tensão em sua casa era constante e ela só desejava finalizar o processo e ter paz.

Lucia é uma loira de 34 anos, gordinha, pele branca, 1,65 de altura, 90 kg, olhos verdes e um corpo bem delineado. Sua boca carnuda sempre chamou atenção e naqueles dias na praia, ela chegou a notar os olhares e elogios discretos de alguns homens. O casamento, há muito tempo desgastado, prejudicara sua auto-estima e aqueles elogios a agradavam superficialmente.

Mas ela não estava ali para aventuras e sim para pensar nos rumos de sua vida dali pra frente. Conversando com sua mãe, iria alugar uma casa na volta e viver tranquila com a filha. Para ela a vida iria se resumir a cuidar do trabalho e do lar. Mas foi no sábado, antes da volta pra casa, que algo aconteceu que a marcaria para sempre.

No prédio em que estavam hospedada, ela conheceu Mariana, hospedada no apartamento ao lado. Logo criaram uma amizade e iam juntas à praia. Na noite do sábado Mariana convidou Lúcia para irem num quiosque ali próximo, pois iria ter um luau já conhecido. Lucia respondeu que até poderia aparecer por lá, mas só depois que a filha dormisse.

Por volta das 23h ela conseguiu chegar no quiosque. O lugar era agradável e decorado com simplicidade, mas bom gosto. No pequeno palco na areia um grupo de reggae embalava o público. A noite estava quente e Lúcia usava um vestido branco decotado, sem sutiã e rasteirinha. Seus seios fartos ficavam evidenciados sem ser vulgar e logo que chegou chamou a atenção de alguns homens.

Ela encontrou Mariana com um grupo de mulheres e se juntou à elas. O grupo se diverte bebendo algumas cervejas e drinks. Brincam e sorriem entre si e de vez em quando alguma aceita dançar com algum dos homens que atrevem chamá-las para o meio da pista.

A banda começa uma sequência de forró universitário e de repente Lucia nota em um outro grupo, um moreno alto de barba lhe olhando. Tímida, de início pensou que não era pra ela, mas como sabe que é uma mulher bonita, poderia muito bem ser o objetivo daquele flerte.

Ela retribui os olhares e sorri eventualmente. O moreno toma coragem e balança a cabeça de leve convidando-a para dançar uma música. Mariana ao lado percebe e incentiva mais Lúcia, praticamente a empurrando para aquele moreno. Ela aceita a dança e ambos se agarram e se movem pela pista.

O moreno que se apresentou como Caio é bem simpático e educado. Perguntou o nome dela, com quem estava, se era da cidade, entre outras formalidades. Da parte dele, ela soube que Caio estava à trabalho para uma rede de hotéis que pretendia construir uma unidade na cidade. Ele passou a semana visitando terrenos e aproveitava aquela noite para sair, beber e se distrair. Após a dança, Caio pergunta se poderia conversar um pouco mais com ela.

Lucia por um segundo pensou em seu casamento, se seria condenada por aceitar conversar com outro homem sozinha, mas sabia que ninguém iria saber e mesmo que soubessem, não devia satisfação. Ela aceita e ambos saem para caminhar na praia. A noite amena e a lua brilhante ditam um clima gostoso. Caio muito gentil começa a tecer elogios ao sorriso, vestido, o jeito de Lucia.

Em uma certa distância ele pergunta se ela quer voltar com as amigas. Lúcia diz que não, que a conversa está muito boa. Ele a pega olhando para a lua e se aproxima. O moreno fita seus olhos com a “desculpa” de querer ver o brilho da lua nos olhos belos de Lucia. Ela sorri com o galanteio e é surpreendida com a aproximação e um beijo roubado. Caio encosta os lábios em sua boca e segura devagar seus cabelos loiros a beijando.

Ela se entrega e o abraça. Os corpos quentes colam um no outro e curtem o beijo molhado. Caio a conduz para próximo ao quebra-mar que circunda a faixa de areia. Ele se encosta na mureta e a abraça. A noite esconde seus corpos e ao longe eles observam o luau ainda a todo o vapor.

Caio a beija mais e começa a descer as mãos em seu corpo. A alça do vestido é abaixada devagar e ele vislumbra a pele branca dos seios de Lucia. Os pesados melões caem em suas mãos. Ele se inclina e abocanha os mamilos. A boca carnuda engole as auréolas rosadas e suga os bicos. Ela geme e também o alisa, descendo as mãos no volume da bermuda. Lucia percebe a ereção daquele moreno que se mostra bem safado e começa a apertar o membro.

Ele mama os peitos fartos dela e segura sua cintura para mais perto. Lucia abre o zíper da bermuda e faz desabrochar o membro duro e grosso de Caio. Totalmente entregues ao desejo e prazer, eles se tocam. Os dedos compridos dele colocam a calcinha de Lucia de lado e sente a xana lisa e inchada. Lúcia começa a masturbar o moreno e sente o pau latejar em suas mãos.

Caio pega a camisinha no bolso e reveste o caralho grosso. Lucia beija os lábios desejando aquele membro dentro de sua buceta já encharcada. Ele a debruça de quatro na mureta do quebra-mar e coloca mais a calcinha de lado. Encosta a cabeça inchada na entrada molhada da xana de Lucia e devagar empurra o membro, abrindo mais o sexo da gordinha.

Lucia geme quando o pau se aloja dentro de sua vulva quente e úmida. Caio começa movimentos compassados. Começa a bombar o pau com vontade enquanto segura as ancas largas de Lucia. Ela geme mais, quer gritar, mas ali em público tem medo de alguém ouvir. Estão sozinhos mas ainda em uma praia. Ela não quer nenhum escândalo, mas se entrega com tudo naquele sexo com pitadas de perigo. Seu casamento foi marcado por rotina e transas burocráticas.

Caio dá estocadas vigorosas fazendo a imensa bunda dela tremer a cada metida. O pau incha mais dentro dela e pulsa quente. O moreno sussurra obscenidades em seu ouvido e anuncia que vai gozar. Os dedos dele por trás tocam o grelho inchado dela. Lucia geme e se contorce de prazer, o orgasmo vai ser simultâneo.

Ele grita abafado e goza forte! A porra enche a camisinha e arromba mais a buceta de Lucia. Ela sente o latejar e num movimento no quadril, tem o grelho estimulado de uma forma que seu gozo vem intendo. Ela grita e tem a boca tapada por ele!

Mas o gozo é intenso e ela quase desmaia de prazer. O moreno lhe ampara beijando sua nuca. Ambos se recompõe e voltam ao luau juntos. No fim da noite ele leva ela e a amiga até o apartamento e se despede com um beijo apaixonado.

Para Lúcia era o início de um jeito de viver. Nunca mais seus desejos seriam reprimidos e ela estava pronta pra se libertar…”

*****************************************************************

Me chamo Caio, tenho 30 anos, sou moreno, cabelos e olhos pretos. Tenho 1,85 de altura, 90 kg, ombros largos, mãos grandes e boca carnuda.

Sou apaixonado por gordinhas de todas as idades, cor, raça, estado civil, profissão...não importa. O que importa é o quanto as considero lindas, charmosas, interessantes, sensuais.

Quero saber o que achou do conto, minha escrita e narrativa. Todas as histórias são baseadas em fatos reais (altero nomes e lugares) e adoraria saber se alguma gordinha partilha desses meus desejos de uma boa conversa ou algo a mais.

Se quiser é só me mandar um e-mail ou conversar no Skype:

[email protected]

Beijos e aguardo!


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive Teu Moreno2020 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


italianinha dormiu e pai comeu elaficamos nuas e sastifeitasfudendo a filia gostozacontos eroticos quando eu tinha doze anos viagei pra fazenda com meu paiporno escondido seguestro dpcasa dos contos eroticos/julianaNetinha de 10 aninhos contos eroticoscontos eroticos meu pai fez eu dar pro meu tioporno. filio vou. xoracontosdatifany.blogspot.comcontos gay chule do padrinhocontos eiroticos leilapornmulheres loucas de tesão que deixa a melhoria de tesão com a b******* buseta colchão gostosaleticia postal xvideosnovinha 18 aninhos foje pra cama do papai pra trepagay chupando no rancho de pescariajenro prende sogra muito gostosa no banheiro efode ate goza na boca dela chorandoagarei minha sogra afosa ela fez cu doce e comi elahomem core atrais de menininha secuestra leva estrupa com varios amigos cu e buceta estora vidio pornocabeçao gg gosadas ptwattpad enteado gay adora chupar a rola do padrasto musculosocontos de sexo raspei minha bucetaporno ele e louco pra fuder a tia " depois de tantas punheitas ela deixa foderWww.mulheresemaridoscornos/porno ragador um cu com mao redtuberxvideo tranzando no centro de macumba com pomba giraver x vedeo comendo cu a fosa das novenhasporno meninas cortido asferias brasilconto com foto deesposacontos eroticos numa ilha desertacontos eroticos de homens que gosta de leite materno e chupar bucetaquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidaspono vinha.neguinhaconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoo vizinho do meu amigo Autor drriconto deram tesao de vaca pra minha esposacontos eróticos de incesto mamae muito carente dengosacontos eróticos minha esposa queria saber do apelido do meu amigo negaotexto amor quando você for me fuder,eu quero que você me trate como uma puta, como aquelas atrises de pornoporno vidios mulher vestida de mamae noeu engatada com cachorropratico anal com meu cachorropeito bicuodo de mulherfoto devigilante pintudoconto erotico de irmao do meu colegar saradao mim comeu brutalmente gayhappy love casa dos contos paradigmas de uma paixaoxvideos maromba rebolando no pau bunda grande durinhamae forssando a filha movinha a fuder com o paigurias morenas dimemores lesbicas fodecontos erotico comendo a subria dormindotio trepa ma sobrimhaconto erotico dormindo e encoxada por estranhogravida do tio contostio pega sobrinha dentro do barco com a cabeça da pica bem grossa e mete toda na b***** dela sentadaele a enrabala e ela a cagar.se pornocontos eróticos gordinho afeminadoflagrei minha tia dormindo de sorte largo pornoporno novinha catadora de latinhacontos erotico com muito tesao dei para um velho pintudo nojentocontos eroticos insestos família unida papai mamãe e meu irmaomostrano a mae a pica duraGozada na buceta contoseduzida por um estranho contos pornoMulheres enfiando dildo animalesco na buceta xvideosxxvidio pega de surpresa dpcontos eroticos da mulher vxs negao dando o cuvideos porno tio estrupando a sobrinha no cu er na buceta agoca com seu iaoConto erótico menina e deixa pelada na escola e humilhdavideos de mulheres ficando toda impinadinha ao perceber a encoxadaporno tarado castigando buceta visivelmentepunindo escrava sadomasoquismocontos erotico surubapau pequeno contosflagrei meu irmao comendo nossa mãeContos eroticos patricinhas transando com namorados das primas e engravidavalkuiria fudenoconto erotico pomba gira na esposalevei minha esposa num glory hole conto realContos eroticos me vinguei da minha esposa e comi dois cuzinho finalquero ver um pauzao numa buceta e o negao batendo com uma pinhola p dar o cu gostosoasisti filme de porno de graca e sem se escreverver