Metendo Com A Ruiva Gordelicia na Praia

Era madrugada, estávamos conversando ao pé da piscina. Contando casos e besteiras. Todos estavam bêbados. Decidimos ir para a praia para ver o mar. Que por mais que estivesse um calor insuportável. O movimento era bem baixo, poucos quiosques abertos, os que estavam abertos já estavam basicamente encerrando suas atividades.

Fomos indo mais para praia, ela levando uma bolsa e de biquíni e uma blusinha por cima, eu só com uma bermuda. Ela uma gordelícia ruiva com algumas tatuagens. Um pouco altos, queríamos queimar um em frente ao mar. Ainda, não descemos para praia, ficamos escorados numa barragem de pedras, onde as ondas quebravam.

Ali, eu estava encostado nas pedras, ela recostada com a cabeça em meu peito e a gente conversando.

Um clima foi nascendo, a começou a se beijar como dois adolescentes apaixonados, em pouco tempo o tesão tomou conta de nós, então eu já estava com as mãos por baixo de sua camisetinha bolinando em seus peitões que mal cabiam no próprio biquíni, assim eu ia engolindo e testa o gosto do seu beijo.

Ela pressionava sua pélvis contra a minha para sentir meu instrumento duro, e de fato, com a paixão que nós estávamos não demorou muito e ele se enrijeceu. Ela me beijava suculentamente, chamando de pirocudo. Agora é sua mão direita que está a me punhetar por cima da bermuda, tudo isso ainda quando estamos nos beijando. Eu arranco meu pau para fora e mal preciso pedir e ela já está punhetando ele. O que antes discreto, agora, perdemos a vergonha e não nos importamos com qualquer pessoa que passasse. Por nossa sorte, ninguém passou.

Decidimos descer para a praia e procurar um cantinho para meter gostoso. E não importava se areia entrasse em lugares obscuros, o tesão dois dois era tão alto que isso definitivamente não seria um entrave. Achamos um cantinho entre umas pedras, estendeu a tolha sobre a areia, ascendeu o beck, deu um trago e me ofereceu. Peguei, puxei e soltei. Devolvo para ela, segurando o beck ela começa a elogiar, meus olhos, meu sorriso e meu pau, nessa hora ela dá um risadinha sacana, me puxa para perto dela e me beija gostoso, eu acabo espalhado todo seu batom. Ela me avisa que tô com o queixo sujo, eu falo pra ela limpar, ela pula em cima de mim e me beija e lambe o rosto como uma cadela.

Me derruba na toalha, me fazendo ficar deitado. Ela me beija o pescoço e vai descendo, me beija a o peito, a barriga, abaixa a bermuda, me beija a virilha e obviamente, meu pau está duraço nesse momento. Segurei sua cabeça com minhas duas mãos e forçava ela contra meu mastro, ela se engasgava um pouco, mas nunca vomitava, adorava quando eu forçava sua boquinha pra engolir o pau inteirinho, eu estava em completo êxtase com o seu babão, e eu olhava para o céu e curtia a brisa do mar. Avisei que ia gozar e travei ela com as minhas pernas, para que engolisse tudinho sem desperdiçar, e assim foi, gozei em sua boquinha e bebeu minha porra todinha sem deixar escorrer. Limpou a boca, deu uma tragada no baseado que a essa altura estava ali do lado, e se recostou em meu peito, mas já com a mau em meu pinto, agora mole já querendo um segundo fight e torcendo para que alguns resquício de gala escorresse dele em seus dedinhos ela pudesse saborear.

Íamos nos beijando demoradamente, como um casal apaixonado, e de fato estávamos. Ela tira a blusinha, a parte de cima do biquíni deita na toalha e sem pestanejar eu subo em cima dela e saboreio aqueles melões docinhos e rosados. Eu sugava, mordiscava, mamava cada pedaço de teta que eu via pela frente. Estava faminto por aquela gostosa, rapidamente desci puxei a parte de baixo de seu biquíni e já bebia o melzinho escorrido da xoxotinha. Lambia com um cão faminto, estava com tanto tesão que mal raciocinava, eu só queria aproveitar daquela carne quente. A esta altura ela gemia muito alto, sem se importar com nada, me apertava de um lado para o outro. Eu suguei cada pedaço daquela xota como um esfomeado. Esfomeado por aquela buceta rosadinha de amanda. Não tarda muito ela goza a minha cara e eu me lambuzo todinho com seu sulco de fêmea.

Novamente, abaixo minha bermuda, encaixo meu caralho dentro dela e começo a enterrada, enfiando minha língua dentro dela, minhas mão a acariciavam, riscavam, apertavam, sufocavam seus gemidos, e eu tomado pelo demônio do sexo a tomava como putinha. Fala putarias em seu ouvido, mordia com força seus mamilos, estapeava sua cara. Que adorava me ver macho excitado currando ela como um animal. Sem qualquer pudor.

Ela manhosa, gritava já, eu bombando cada vez mais forte, cada vez mais vadio, xingava ela de puta para baixo. Definitivamente, a fazendo escrava sexual de um homem de verdade. Ela implorava para fodê-la cada mais forte, com mais volúpia. E eu tão fora de mim, virei ela de bruços, fiz ela arrebitar aquele bundão branco e eu espalmava tanto aquela bunda até ficar vermelha. Montei nela, encaixei o meu cacete, com a mão esquerda segurei seus cabelos e dava fortes trancos, enquanto com a mão direita enrolada em sua anca, puxo-a para perto sem dar a chance de seu corpo fugir das fortes bombada que eu estou dando em sua buceta.

Ela gritava falando eu ia matar ela de tanto meter, e cada vez mais que ela gritava, eu bombava com mais força como um bom amante. Até que encho sua xana como meu leite espesso de macho. Ela geme ao mesmo tempo e fraqueza ao sentir meu pau jorrando porra dentro acaba gozando junto comigo. Suados e exaustos, caímos na tolha exaustos, ainda em êxtase, eu fico sarrado aquela bunda grande, no tempo que o sol nasce e banha nossas pele nuas. Nos trocamos e voltamos para a casa, ao mesmo tempo que as primeiras pessoas começam a chegar na praia...


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive Domadordecus a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


XVídeos irmã brincando com pênis do irmão baleia orca baleiaContos eroticos , o sobrinho do meu maridoVer mulheres deitada com a buceta sem calcinha e a bertinha saino galaconto erotico machucou o cu da casadinhamulher com aberada da buceta toda esticada pra filha vercrioula perdendo a virgindade de bruçonegao esplodino um cusimhoXvidos emtianda de chortinho ja aguentaporno fui ajudar minha conhada na cozinha qui ela em gancho a mãoxvideo montadord moveisencoixo empregada safada e goza na piaminha sogra cagandodesse jeito eu gosp dentro xvideosvídeo de mulher pelada nua vídeo mulher pelada mostrando o pinto também amor quer vir aqui também é muito periquita Minha louca vida de mulher pelada nuaporno pai entrega a filhinha virgem para o agiotacristina loirinha sem juizoxvideos gordinha bem feitinhamaei depilando pau do filho e nao aguenta baicha aboca chupando e setando abuseta ensimaPeido d bao xxvideoscache:8t-ncrFAFncJ:zdorovsreda.ru/texto/201108246 www.sex.porno.pauzudopadre.Contos eróticos procurando aventura no clube de campoConto porno ui ui ui meteadoro ser encoxada no trem contos eroticoscontos eroticos arretando novinha na hora da janta na meaacorno veno esposa dano cu e falano que nao guenta pornodoidoloiras da bunda gigante areganham o cucontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaominha vizinha ficouloca pra mim dasafadeza mulher e homem laranhandomeninas que gota de gozada na boca pornocontos eroticos alimentando os caes da vizinhaxvideos sentando no pau gostasentemulher pelada com a b***** cheia de goza cobrindo a telacontos sinhozinho mamou meu grelinhoInfiando o pau na menina de deis anos no xvidioCasada amigo do.meu marido ceueu cuzinho contossurfistas de rola duraxxxvideio foçado profesor e alunamulher Fazendo Estripetise Para Seu Marido E Depois Acabado em sexocontos eroticos gay virei chupeteiro dos senhoreContos mulheres amamentandoscontos verdadeiros decheirar calcinhaconto meu sobrinho cheirou minha calcinha "virando uma mulher com hipnose"Contos gay crentinho cabacinhoContos er com fotominha eaposa me contou que gosta de super picaporno brasileiras novinha da sua buceta e se arrepende e chora e chama palavrao nuacondo o marido sai potrabalho pornoautor,Vamp19-Contos Eroticoscontos patroa com a empregadawattpad historias gays sobre escravo finalistascontos eroticos foi dar o troco no maridao mas se deu mal grupalas menina gostosinha em casa malhando sermãover pauzão inteiro no cu gosando jatao de vazar e pingaconto erotico escrava canil nuanauvia rabudaporque.menina.uza.shortinho.agarado.na.bumdaUm hétero machista e homofóbico apaixonado por um índio 4incesto tirando virgindade de garota de oito anos no semáforoxvideosvelhopegandonovinhaboquinha lizinha vidiomeu marido me pediu pra chupa outra rola contos eróticoscorpao cross friksdei xoxota para meu pai pausado de manhã, contos incesto fotoscontos eroticos casal novinho e o velhinho bem dotadomulher.cal.fiudentalContoerotico estuprarao e comerao minha mae no onibusconto esposa peida pinto comedorvídeo pornô vídeo pornô novinha mais gostosa que tem um cavaquinho seco e gostosoContos eroticos sapatao machaonegao roludo emfio tudo ela assustodago do r**** gostosa de short curtocontos eroticos o novato da escola 8paticinhas perdendo as pregas do cuXVídeosgarota lindas de olhos verdesgostosas não aguento melo pau de merdamundobicha montado picaochupei lambi os pés da minha prima mais nova dormindohomem do pau grande rascando a buceta da cachorapornomenina bofinho pegando uma morena gostosafoto de baxinho cassetudocontos eróticos da esposa pegou a amante na cama e castigoucontos eroticos amiguinhaspulei o muro da fazenda e a dona mim taradacontos erotico de puta querendo rolacontos eiroticos leilapornmimha esposa enfiou objetos no meu cu conto eroticopornota doendo gosa logonrenad peladaspincelar no grelo XVídeospornobrasil.meus.amigos.gozano.na.boca.de.uma.diarista.casadawww.xvideo rola fina que a camissinha fica fougada