Legado - Capítulo 3

Um conto erótico de Bento-Santiago
Categoria: Gay
Data: 13/02/2020 14:46:35
Nota 9.60

CAPÍTULO 3 - NARRADO POR ANTÔNIO

OBS: Este capítulo diferente dos anterior é narrado por Antônio e não por Marcelo.

Descobrir que meu primo Marcelo não tinha conhecimento nenhum relacionado a sexo, mexeu com a minha mente que aquela altura já era pervertida. É claro que o lerdo do Jorge não percebeu meu interesse naquelas informações, meu irmãozinho sempre foi mais desligado. Contudo algo me incomodou, o modo que meu pai olhou para Marcelo, e o ouvir chamando o mesmo de Marcelinho, da forma que eu tinha chamado anteriormente, será que meu pai tinha planos para com meu primo? Não me surpreenderia, porém queria ser eu o responsável, por ensinar tudo para meu priminho amado, a ideia de ser eu o professor, o orientador, alimentava meu ego de uma maneira que eu amava.

E com apenas 16 anos meu ego já era enorme, na escola as meninas se jogavam para cima de mim, e eu adorava poder escolher com que ficaria, a sensação de ter poder era ótima e eu aproveitava muito tudo isso. Já meu irmão era o oposto, só éramos idênticos na aparência porque na personalidade, totalmente opostos, eu tinha mais atitude, quando queria uma coisa corria atrás, com as garotas eu tinha ousadia, Jorge era mais contido, não tímido, na verdade tão safado quanto eu, mas ele não conseguia ser tão ousado, era de sua personalidade, eu era um alfa nato, um dominador, já ele no máximo era um beta, um segundo melhor.

No jantar fiquei calado, enquanto mamãe e papai, faziam perguntas para Marcelo, não acho que eles tivessem tanto interesse, era mais por questão de assunto mesmo. Fiquei de olho em papai para verificar se ele dava olhadas “diferentes” para meu primo. Será que papai estava planejando fazer algo com seu próximo sobrinho, sangue do seu sangue?

Eu não deixaria.

Não que eu tivesse interesse amoroso no meu primo, afinal ele é um homem assim como eu, novamente meu interesse era apenas questão de ego, queria ser eu a iniciá-lo, a mostrar os prazeres que ele pode ter. Mas não posso negar que meu primo tinha uma presença forte, ele apesar de mais quieto, tem estilo de líder, se dá bem em todos esportes, e estava criando um corpo definido, apesar da sua recusa de puxar pesos, ele estava ficando definido, porém não maromba, já eu e Jorge estávamos focados em pegar pesos durante 2 horas todos os dias, nossos corpos já estavam um deleite.

O que eu estava planejando com Marcelo não era nada demais, eu queria apenas prepará-lo para a vida adulta dos machos, como disse meu próprio pai anos antes, isso não era ser gay, com certeza não, era coisa de homens, machos e seus segredos, e principalmente segredos de nossa família.

No meu colégio tinha apenas um garoto gay - Enzo - ele era delicado, só andava com as meninas, se requebrava todo quando passava pelos meninos, os meninos o zuavam sem parar, ele nem ligava, quando questionado ele sempre negava, afinal ainda era 2003, os homossexuais não andavam se assumindo por aí, ainda mais na escola. Enzo era do primeiro ano, e eu do segundo, vê-lo andar rebolando aquela bundinha pequena, mas empinada, me despertava a rola, e o putinho percebeu e usava isso a seu favor. Conclusão: todas as quartas-feiras nos encontrávamos no vestiário e eu recebia uma mamada, até ter as bolas esvaziadas pelo garoto. Isso já durava quatro meses, Jorge é claro não desconfiava, eu pretendia colocá-lo no esquema, mas tinha momentos que o achava imaturo demais.

Marcelo não era viado igual Enzo, era macho. Eu sabia disso.

Jorge começou a me cutucar na mesa de jantar, por que eu estava calado, e me envolvi no assunto, conversando com mamãe e Marcelo, percebi que meu pai me encarou alguns momentos, ele estava querendo falar algo comigo e tinha certeza que o tema era meu primo.

Após o jantar, Jorge e Marcelo voltaram animados para o vídeo game, eu fiquei enrolando na sala, até que resolvi procurar papai em seu escritório.

Eu, meu irmão e mamãe éramos muito parecidos na aparência, pele clara, cabelos loiros, já papai era o contrário, sua pele morena escura, traços latinos, resultado de sua descendência de espanhóis. Só tínhamos herdado sua musculatura grande, eu e Jorge possuíamos facilidade para ganhar massa muscular, já estávamos ficando “grandes”.

- Já estava te esperando - papai disse assim que entrei, ele estava sentado atrás de seu computador, vestindo uma samba canção e camiseta regata que realçava seu corpo malhado - Acredito que o assunto seja seu primo.

Me sentei na cadeira confortável em sua frente, meu pai estava com sua expressão de sempre, taciturno, parecia que ele sempre estava de mal humor, eu já estava acostumado com esse seu jeito de ser.

- O que você quis dizer com descobrir que seu primo precisa aprender coisas básicas de homem? - começou ele.

- Ele não sabe de nada pai, é totalmente inocente, ingênuo, não sabe nem o que é bater uma bronha - expliquei e vi que meu pai não estava acreditando.

- Isso é impossível, esse menino já tem 12 anos, como não pode entender dessas coisas e principalmente como pode não ter desejos?

- Ele pode estar tendo uma puberdade tardia - falei, pois já havia estudado sobre - primeiro o corpo dele se desenvolve e só depois ele tem um “despertar” sexual.

- Não fale comigo se eu não entendesse dessas coisas moleque - repreendeu meu velho - Não se esqueça que sou médico. Esse despertar sexual tardio eu até compreendo, o que não dá pra entender é que ele fazendo diversos esportes rodeado de outros garotos não tenha escutado nenhuma conversa mais perversa, ou visto alguma coisa atípica como um troca-troca ou mão amiga que esses meninos fazem para se aliviar.

- Eu sei que é difícil de acreditar papai, mas pelo que vi lá no quarto, o garoto está zerado, não entende nada de nada.

- Como Marcos nunca conversou sobre essas coisas com o garoto?

- Não faço ideia, mas eu estou disposto a dar algumas aulas para ele - falei em tom firme, vi as sobrancelhas grossas de meu pai se arquearem.

- Tá bom, um pirralho como você? - desdenhou.

- Melhor um pirralho que é quase da idade dele do que você um velho - debochei.

- Eu exijo respeito seu moleque, não se esqueça de que tudo que você sabe fui eu que ensinei seu fedelho sem educação - ele bateu com a mão na mesa irritado, respirou fundo e sorriu sarcástico - Qual seu interesse em fazer isso, não estou vendo seu irmão tão empolgado com isso. Não vá me dizer que gosta de homens, não te criei para ser um viado sem vergonha não.

- É claro que não sou viado, Jorge não tem interesse em nada você sabe bem disso, tenho interesse em ajudar meu primo, porque tenho. Não preciso te dar justificativas, mas e o seu interesse no garoto, seu próprio sobrinho? Eu querer fazer essas sacanagens de garotos beleza, mas e você um homem feito e casado? Cadê o respeito com sua mulher, aliás minha mãe? - enquanto falava via meu pai engolindo em seco, minhas palavras de alguma forma o atingiram, ele se levantou da cadeira e foi até a porta e a abriu, logo entendi: era um convite para que eu saísse.

Levantei e antes de sair ele sussurrou:

- Só espero que você não vire um maldito viado - suas palavras eram duras - Apenas ensino o que ele precisa saber, lembre-se bem disso.

Voltei a meu quarto e os dois garotos continuavam no vídeo game, em um jogo de corrida, chamei meu irmão, que de primeira é claro não deu atenção, apenas quando gritei pela terceira vez.

- Hoje você vai dormir no quarto de hóspedes - informei e vi que ele iria protestar - Sem mais nem menos, eu e Marcelo temos muitas coisas para conversar noite adentro.

- E por que não posso ficar, que papo é esse? - reclamou fazendo sua cara de bebezão de sempre.

- Não interessa Jorge, saí logo porra - peguei seu travesseiro e joguei - E outra arrumo esquema com a Melissa pra você - vi seu sorriso se abrir, não esperei mais nada abri a porta e o joguei pra fora - Boa noite.

Fechei a porta e tranquei com a chave, ao me virar para Marcelo vi que ele tinha uma expressão confusa no rosto. Agora éramos apenas nós dois: eu tinha muito a ensinar ao meu primo virgenzinho e inexperiente.

---

Resolvi dividir o capítulo para que não ficasse tão grande e cansativa a leitura. Caso encontrem erros de língua portuguesa, podem me notificar. Obrigado aos que comentaram nos capítulos anteriores, esses primeiros capítulos são introdutórios para acontecimentos futuros, espero que estejam curtindo.


Este conto recebeu 24 estrelas.
Incentive Bento-Santiago a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/02/2020 07:44:24
continua
14/02/2020 13:39:49
amei.
14/02/2020 01:42:18
Seus contos são maravilhosos!
14/02/2020 00:05:55
Tirando alguns erros de português, o conto está ficando interessante.
13/02/2020 20:47:35
NÃO HÁ ERROS NO CONTO. MAS HÁ SIM UM PRECONCEITO GIGANTESCO DO SEU PAI E ATÉ DE VC MESMO COM RELAÇÃO AO SEU PRIMO. SÓ O FATO DE DIZER QUE VC NÃO É VIADO. E O SEU PAI DIZER QUE NÃO CRIOU VC PRA SER UM MALDITO VIADO. LAMENTÁVEL ISSO. MAS DE FATO O CONTO ESTÁ FICANDO INTERESSANTE, CONTINUE. SEU PAI É AUTORITÁRIO, E VC MUITO ARROGANTE. MACHO ALFA E JORGE UM MERO BETA. RSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS FOI DEMAIS.
13/02/2020 16:43:44
O conto esta ficando interessante. Parabéns por mais 1 conto muito bom. Aguardando o próximo capítulo.

Online porn video at mobile phone


videos porno de pai pegando a norimha nemor deidadeincesto irmão bota irmã no colo e ficar bolinando elaXVídeos hétero bundudo obrigadinho chupar sua bundaconto erotico meu pai meu macho meu homemlouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraoencanador comeu a cliente a forca e ela gostouporno caseiro no vestiario da loja de.roupas da loja uma estranha olha muito pra o.meu.pauvidei de porno de novinha magrinha tira o cabaço do novinho casarocontos eroticos geme porraContos de podolatria 2017vovo do bumdao toma banho com neto do picaoruıva se mastu e goża muitomae sentou no colo do filho acidentalmente e sentiu sua pica endurecer embaixo da xoxotaeu quero assisti um fi LP me porno c duais lesbica etreis travestinovinha louca pra mamar um cacete do coroa bebadocalçinha ate amarotada na bucetamaiza e carolzinha trepano"felipe e guilherme- amor em londres"contos eroticos entre primos bieu e meu irmao fomos brincar de medico pornodoidoContos eroticos incestos a forca netinhassmosa esfregado ocabaso ate gosargay nao aguentou o pica exagerada do macho peidou e levou porrada xvideoschupeicontosfilmes lesbiscos rapaz dando um trato na madrastafotos de negues comendo cu das casadas no motelmoler dencendo com os peito aparesendmundobicha médico usa consolo no pacienteprofessora safada falando putaria pro donzelocasada foi pra oficina dar pros mecanicoscontos eiroticos leilapornxvideo casero so no cu de entiada bunda grandeirmão cantou a sua irmã para comer a b******** ela topou XVídeosso fotos de gueis novihos dotadosnovinho cabaco de 15 menino sendo pego pelo tiozaono motel eu não tava acreditando que eu tava fundendo a buceta virgem da minha cunhada solteira coroa conto eróticonegao nao guenta e entra no quato. dais finha dormindocontos erotico gay brincando de verdade ou desafiocontos erotico eu e minha mae fodida por um roludotio negro de 40cm de pau no cu da intiadaler contos eroticos de padres reaiscontoseroticosvariasgosadascache:8yqS6YPkl0gJ:zdorovsreda.ru/texto/201411845 novinha de biquine cavadissimo.conto eroticos de perigosas gasela mas brancas fud com pica bem grande e grutanoboafodamorenaboaxvideu viado napina comedo uviadoxvidio consolo vinguemmae tira i cabaço do filho oica do filho nivo nicu choracontos eróticos gay cunete entre molequessafada veste ropa com apora dento da bucetaver videos de travestis dotadas acariciando o penis dentro da roupaporno metendo de levinho atrasmegao gpsano n poetacrente safada contostextos contos mulheres e viadinhos etrupados por camioneiro dulpa penetracao gozada boquinhafazendeira metendo com piao pretoraffa_ka maromba safadocarolzinha santos e suas amigas trepano no churrascocontos eroticos de cm fuder uma velha mocambicanapornodoidolucianacomendo a gostoza demadrgada escondido da namoradacontos eroticos de coroas com seus inquilinosmuher tento fujir mais negao roludo enpuro tudocontos eroticos sobrinha menininhapequena gosta de chupa cacetevideo sexo mulherzinha nova traino seu marido com cunhado mulecaonovinhas de bayby doll e com a mao na bucetacontos eroticos novinho gay viciei em mamar viajandorelatos de minha sogra e muinto greluda e pentelhudaxvideogay foram acampar e so tinha uma cobertacontos eroticos diaristaeu virei mariquinha de negão xvideos gayxvideo estrupa mae disaiacontos eiroticos leilapornVideo de pai comendo a filha e tira o cabaço cem do no yootubexvideos dotado resolveu medir o picaovizinha do intestino curto fodendonovınha fudeno a prımeıra vezxxvideosMulheres tremendo ate cai gozandocontos eroticos meninas de dez anos transando com cachorro com calcinha vermelha com lacinhos pretoagarrou e comeu gostoso kookver vidioporno das secretaria mas bonitas de oculoeuconfessosograXvideos mlheres com a buceta pegando fogo de vontade de da buceta pra mendigo sujoflagrei as jogadoras de volei transando ate gosarminha mulher de peito e Tonzinho XVídeoswww.com lesbicas pedindo pra a outra morde o pigeloflagrei minha patroa na siririca contosmulher chama encanador para o manobrista shortbucetinhasequinha