Gravidade | Um

Um conto erótico de Nick
Categoria: Homossexual
Data: 14/01/2020 02:07:22
Nota 10.00

"Desafie-se sempre, desafie a gravidade dos limites e encoraje-se a superar todos aqueles problemas e barreiras que aparecem em sua vida. Faça com que as limitações se tornem apenas uma forma de ganhar ainda mas força."

(Autor desconhecido).

É assim. Eu sempre fui uma pessoa "na minha", calma, tranquila. Parecia até que nada me abalava. Minha vida sempre foi um turbilhão de emoções e sentimentos. Eu nunca tinha o controle sobre nada que acontecia, e parecia que nunca ia mudar. De um jeito ou de outro, e sempre, eu acabava entrando em várias confusões. Isso sempre acontece comigo, independente de onde eu esteja, como eu esteja ou com quem eu esteja, eu sempre vou me dar mal. E por muito tempo acreditei que isso fosse verdade, até que ele chegou.

Olá. Me chamo Nicolas, tenho 22 anos. E o que vou contar aqui é real. Aconteceu comigo há dois anos, quando eu estava iniciando na casa dos vinte. Eu decidi que não vou narrar a estética dos personagens - acho isso super estimado - então, você está livre para imaginar cada um à sua própria maneira.

Tudo começou emConversa por WhatsApp, 22:40)

Eu: E aí amiga, tudo certo pra amanhã?

Amanda: Sim amigo, antes de irmos no shopping vamos na ótica que fica numa rua por trás, preciso pagar meu óculos novo.

Eu: Tá certo amiga. A gente se encontra de 12h em frente a McDonald's da praça de alimentação.

Amanda: Ok Nick, bjão pra tu. Até amanhã :)

Eu: Até. Bj

(Fim)

Amanda é minha amiga desde os tempos de escola. Nos conhecemos em 2005, quando eu cheguei pra estudar na escola onde ela estudava, e permanecemos até 2014, quando terminamos o ensino médio. E nossa amizade continuou pós ensino médio. Uma das poucas amizades, na verdade. Há alguns dias havíamos combinado de nos encontrar, pois fazia cerca de 6 meses que não nos víamos. Então, no dia marcado iríamos almoçar em algum restaurante aleatório no shopping, e continuar conversando amenidades. Mal sabia eu que aquele dia mudaria a minha vida.

No dia seguinte, acordei às 8h30 - o que é engraçado, porque eu não costumo acordar cedo - e, incrivelmente, acordei bem disposto. Antes de me arrumar pra sair lavei os pratos, fiz almoço pra quando minha mãe chegasse do trabalho, coloquei roupas para lavar e arrumei a casa. Nada fora do comum. Mandei mensagem pra minha mãe dizendo que iria sair, e provavelmente iria demorar a voltar. Ela é professora, trabalha perto de casa, então na hora do almoço vai comer em casa, para de tarde voltar a escola. Então, sempre passo os dias sozinho praticamente o dia inteiro.

Naquela quarta-feira não teria aula na faculdade, e a Amanda estuda só pela manhã, então tava tudo tranquilo pra gente ir. Quando o relógio marcou 10:20 eu fui me arrumar. Mas, antes, o primeiro desafio: escolher uma roupa. Optei por uma calça jeans vinho, uma camisa simples preta, sem estampas, e um tênis também preto.

- Dou pro gasto. - Pensei comigo mesmo.

Às 11h saio de casa, mas antes, mando mensagem pra minha mãe, dizendo que o almoço estava pronto, e pedindo pra ela tirar as roupas da máquina e estender, antes de sair pra escola novamente.

Enfim. Decido pegar um carro de aplicativo para poder chegar mais rápido ao shopping, já que era distante e a hora marcada com Amanda já se aproximava. Passo cerca de 5 minutos esperando, e já estou dentro do carro, conversando amenidades com o motorista. Muito agradável por sinal.

Chego no local marcado às 11:45. Bom, como havia tempo ainda, resolvi dar uma andada por ali mesmo, e já procurar algum lugar pra almoçar pra quando Amanda chegasse já ter algum lugar em mente pra irmos comer.

Às 12:15 Amanda chega, pedindo desculpas pelo atraso. Logo em seguida, vamos a ótica que ela havia dito.

No caminho, conversamos sobre várias coisas, boys magias, sugar daddys, reta final das nossas faculdades etc. Amanda era estudante de Enfermagem, e eu de Ciências Biológicas,mas em universidades diferentes.

- Amigo - Fala Amanda. - É muita pressão viu! Além de estar chegando na reta final do curso, últimos períodos e tal, ainda tem todo estágio no hospital, monografia, pressão dos pais pra casar ou arranjar um namorado. Eu não aguento!

- Ai amiga, fala não. - Respondi - Acredita que eu nem tô tendo tempo de fazer nada? Ainda bem que tive esse tempo hoje, na verdade, nas quartas é o meu dia mais livre, já que não tenho aula em dia de quarta-feira. Mas fora isso, tá punk. Faculdade, trabalho, vida social que quase não tenho. É triste.

Enquanto conversávamos, chegamos na ótica. Amanda logo se afastou e pediu pra eu ficar com suas coisas.

Quando voltou, ela foi responder uma conversa no whatsapp, e eu não pude deixar de olhar as outras conversas mais recentes, vi uma pessoa que chamou minha atenção a miniatura da foto. O nome? Ramon!

- Hummm, Ramon. Novo contatinho? - Perguntei.

- Que nada bicho, ele é só amigo de um amigo. Felipe, acho que tu conhece. Ele é amigo de Felipe. Aí Felipe foi lá em casa uma vez num jantar que teve, e levou Ramon, conheci ele lá. - Ela respondeu.

- Ele é bonito. É gay?

- Nick, acho que sim. Se não for, pelo menos é bi, ou curte uma brotheragem. Inclusive, eu e Felipe estamos querendo descobrir.

- Eu tô passado com vocês - Rimos - Mas quem sabe né?! Me manda o número dele, gostei dele, é bonitinho.

- Tá certo - Ela enviou pelo whatsapp - Pronto, tá aí. Agora fala com ele. Ele é gente boa, vocês vão se dar bem.

Após isso, saímos da ótica e fomos comer. Como já tinha visto antes, indiquei a ela um restaurante pra irmos, ela concordou, e fomos. Pedimos nosso almoço, nos sentamos em uma das mesas, e voltamos a conversar. Falamos sobre tudo, amigos, fofocas sobre outros amigos, ranço em comum, planos para o futuro, etc. Decidimos ir dar uma andada, entrar em lojas pra experimentar roupas e não levar nada também. Quando vi no celular, já eram 18:40. Já era hora de voltar pra casa

- Amiga, preciso ir, já tá tarde. Minha mãe deve ter chegado já.

- Eita! Nem percebi o tempo passar, amigo. - Ela respondeu- A gente se fala mais, quando chegar em casa avise.

- Pode deixar.

Peguei mais um carro de aplicativo, voltei pra casa. Cheguei em casa as 20:00. Morto de cansado, comi, e fui para o quarto, afinal no dia seguinte eu teria aula. Antes, falei com minha mãe, mandei mensagem para Amanda avisando que cheguei bem e já ia dormir.

Nos dias que se seguiram não aconteceu nada de interessante. Passaram várias semanas, e eu não havia mandado mensagem ainda pra Ramon, estava meio com vergonha e tímido, confesso. Acabei deixando pra lá e não falei nada.

Quase dois meses depois que encontrei com Amanda no shopping, em uma de nossas conversas pelo whatsapp ela toca no assunto de Ramon.

(Conversa no whatsap)

Amanda: Nicolas, meu amor, e aí? Já falou com Ramon?

Eu: Ainda não kk Eu tô com muita vergonha minha filha.

Amanda: Pois fale logo viu, ele tá precisando. Deixa eu te contar o babado. Sabe Felipe? Pronto. Ele me contou que tava com Ramon, aí Ramon contou pra ele que tava na casa de uma amiga, e do nada essa amiga foi tomar banho, e deixou Ramon lá S O Z I N H O na casa dela, enquanto ela foi tomar banho. Aí ela deixou a porta do banheiro aberta, e ele não fez nada, nem do canto saiu. Eu e Felipe achamos que essa coca é fanta…..

Eu: Aí amiga, tá bom, vou mandar mensagem, quem sabe descubro algo sobre ele? Por ser de fora e tal.

Amanda: Tem razão, talvez tu descole algo, ou descole ele pra tu Hahaha

Eu: Amada, pare viu!! Kkk

(Fim de conversa no WhatsApp)

Nos despedimos, ela foi dormir, e eu fui pensar no que enviar pra Ramon.

Sabe aqueles momentos em que você digita um texto, envia, joga o celular longe e sai correndo? Pronto. Foi o que eu fiz naquela noite.

(Conversa no whatsapp)

Eu: Olá. Você não me conhece. Sou Nicolas, amigo de Amanda. Eu vi teu contato no whatsapp dela e te achei gato, e ela me desafiou a mandar mensagem pra tu, e cá estou eu. Vamos virar amiguinhos?


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Nickolash a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
14/01/2020 07:42:03
muito bom esse conto.
14/01/2020 07:30:46
quero beijo na boca e muito sexo.... né
14/01/2020 07:30:15
14/01/2020 07:30:09
nota milhão
14/01/2020 07:29:52
bem legal
14/01/2020 07:29:34
contínua please
14/01/2020 07:29:19
nora mil.
14/01/2020 07:29:12
gostei do conto. conta mais por favor abraços
14/01/2020 03:14:55
Juro., sem paciencia pra contos com papos de comadres.
14/01/2020 02:34:42
Interessante continue

Online porn video at mobile phone


xtubinho zofilia com cadela no ciocontos de crossdresser forçadocontos fio terra marido broxafode_me mas esporra_te fora da conacasadoscontos estrupada por pivetesMulheres fudeno escandalosas gritando vou goja no xvideoswww.xvideos- GAYZINHO loirinho.e gosta de dar somente uma chupadiha no peniz gigante ate gozar em um viadinho .comgraças a um cano estourado comi minha irmãcontos gay. meu vizinho de 12a me comeu.negrinho fuendu gostoso xvideosWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOSxvideo entiada gozando e perdendo a vidademachos suvacos e salivasconto pornpai comendo filha e a sobrinhavarioscontoeroticoporno sublinho sentadono nocolo da titiaquando o pau do cara entrou em mim eu quase demaiei de tanta tesão meu msrido tambem vidiocontos na bundinhanovinhaContos erotico fazendeira nova seduzindo o caseiro bem dotadonudismome homem olhando pau do meninoai tio taduedoxisvideo negau pau rasgou noviacontos eróticos meninas de 25 anos transando cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhomulher faze do sabao segano boceta da outaContos erticos-sapatilhas chulezentascontos arronbaram meu cuzinho de menininha virgemcontos eróticos de sinhozinho comendo escravamorena com os pentelhos enroladinhos trepando gostosoCapítulo 2 segunda temporada contos erótico sempre te quisfui dormi com a madrinha contoencoixo novinha de pau torto e gozalevandopicadecavalomeu cao me fodeu na brincadeira contos gayxvideos novinha c esquivabda rolameu tio me comeu contoscadelas bucerudas fudendo no cioconto lavador de carro pauzudoloirinhas da minha região, estou doidinho para acabar com seu sufrimento sexualvídeo porno mulher magra estuprada ofoca pó tarrado no sitiocontos de sexo depilando a sograeu ti aguarrei novinha pede paarombei minha mae contos eroticos pornohistorias eroticas gaysegurança negronegas bomtudasesposa trai o esposo na fantasia c mularo de 1:90bundas grandes. apavoradas torturaComendo a novinha em pe por trais nua ela discuidou colocou no cu ate gritouXvideo xaZinhotanzada com a prima de vestido curtoMeu pai é meu padrasto ele é tarado parte9xvideo negrinha fudendo no meio das pilha de lenha com pauzueu quero ver mulher excitada sela de cavalo de p*******contos eróticos esposa ficou bebada marido distraiucontos eroticos casada estuprada pelo empregadoxxxvideo mamae chupando xoxoxtampornodoido quando mamae nao esta em casa. eu fodo assim com papaimulher levanta o vedtido e leva rola na bundaele sarou tanto q minha piriquita inxou conto eróticonovia fudeno com escadloContos de primas de fio dental e boquetecontos eroticos sobrinha menininhapequena gosta de chupa cacetecontos eroticos sou casada e chupei o pau do negao pelo buraco da paredexvideomoreninhastitia gostosa peituda bate punheta enquanto o sobrinho novo lhe aperta as mamas peitudas Historias erosticas baitola sendo enrabado pelo o padrasto e choracontos de cú de solteironaadoro ser enrabada conto eroticofantasia eroticonegraobrincando com a amiga acabei transando com elasexocasadinha pacata contosfrutaporno corno pega esposa dando o cu para outro e faz dpintiada chega em casa com o padastro roludo lica pra dar o cuzinho sexoincesto com meu vô contosconto erotico mendiga novinha