Mamãe queria uma Filha | Capítulo 10: A verdade

Amores, aqui é a Bia T! Vamos para o capítulo 10!

Mamãe queria uma Filha | Capítulo 10: A verdade

Eu estava absolutamente pasma, ver o meu pai no portão de casa era a última coisa que eu esperava para um fim de tarde de meio de semana. Após três anos sem vê-lo, percebi que ele não mudara, continuava igualzinho, vestia roupas simples e exibia um bigodinho ralo. Após passar o susto da surpresa, resolvi questioná-lo sobre seu sumiço.

– Agora, pai? D-Depois de três anos você aparece? Jura? Assim, do nada, sem nem avisar? – Eu estava ressentida, magoada pelo o que ele fez.

– Como assim, 'pai'? Você está me estranhando, menina? Eu sou o pai do... – Meu pai parou por um momento e sua ficha caiu.

– M-Meu Deus! N-Não! Não é possível! É você, Arthur? – Neste momento, lágrimas começaram a brotar nos olhos do meu pai.

– Sou eu, pai.. Por que você nunca apareceu? Nunca me ligou! – Comecei a chorar.

– E-Eu tive medo... medo de que você nunca mais me perdoasse por eu ter saído de casa... me perdoe filho, eu vim aqui para te ver!

Após um breve momento, resolvi abraçar meu pai, que retribuiu com um forte abraço que me deixou sem ar.

– Mas o que aconteceu com você, meu filho? Por que você virou uma garota? Você gosta de ser mulher? – Meu pai perguntou, olhando para o meu corpo enquanto enxugava suas lágrimas.

– Bom... eu... bem, eu... – Eu não sabia o que responder.

Percebendo que eu titubeava, meu pai pediu para entrar em casa para 'tomar um copo d'água'. Na verdade, ele queria ver se a minha mãe estava lá para questioná-la sobre a minha mudança. Quando entramos em casa, minha mãe, assim que viu meu pai, já se levantou do sofá com cara de assustada.

– O-O que está fazendo aqui, Rogério? Quem deixou você entrar? – Minha mãe começou.

– O Arthur! E afinal, Vanessa, o que você fez com ele?? Você fez ele virar mulher, não foi? – Meu pai já levantava a voz nesta hora.

– E o que isso tem a ver com você?? Ora, você some por três anos e acha que lhe devemos satisfação? Cadê aquela baranga que você comia pelas minhas costas? Em!? – Minha mãe nunca baixou a cabeça para o meu pai.

Bom, após um barraco de quase vinte minutos, com acusações e gritaria por parte dos dois lados, meu pai resolveu mirar sua frustração em mim.

– E você, garoto! Que decepção! Você é meu filho, entendeu!? MEU FILHO!! Não é um travesti mal criado! Por que deixou sua mãe fazer isso com você?? Isso aí que você tem são SEIOS!? Você pelo menos ainda tem suas BOLAS?? Droga!!

Vendo que eu só chorava e não respondia nada, minha mãe se posicionou entre mim e meu pai e começou a me defender.

– Há, cala essa boca! Quem você pensa que é? Chega do nada e começa a querer saber de tudo? Não xinga ELA! Você não vê que ELA está chorando?

– 'ELA'? Meu Deus, Vanessa, você ficou louca? É o nosso filho, o ARTHUR!

– O nome dela não é mais ARTHUR! – Minha mãe respondeu na hora, sem hesitar – O nome dela é LARISSA!

– Que Larissa, o quê! Isso tudo é coisa da sua cabeça, Vanessa! Você sempre quis uma filha, nunca aceitou o Arthur de verdade!! Por que não mostra as fotos pro Arthur do aniversário dele de um ano (ver capítulo 1)? Você enfeitou essa casa toda de rosa, droga! Eu tinha que ficar te barrando senão você teria feito ele virar uma garota bem antes!! – Meu pai estava possesso, furioso.

Após mais um momento de questionamentos e discussão, meu pai nos fez uma promessa que nos atormentaria por meses.

– Há, mas isso não vai ficar assim! – Meu pai parou por um instante e me olhou nos olhos, com cara de tristeza – Eu vou prometer uma coisa pra vocês: ME DESCULPE PELA DEMORA FILHO, ESPERO QUE UM DIA VOCÊ ME PERDOE MAS VOU LUTAR POR VOCÊ ATÉ O ÚLTIMO DIA DA MINHA VIDA! VOU LUTAR PELO ARTHUR, MEU FILHO! – Após dizer isto, meu pai saiu de casa a passos largos, sem olhar para trás. Minha mãe veio me abraçar naquela hora, e começou a enxugar as minhas lágrimas.

Era óbvio que um dia tudo aquilo iria acontecer. Todo o plano da minha mãe para me transformar em sua filha estava sendo questionado e posto em xeque pelo meu pai. Apesar de o barraco ter sido grande, a ponto de os vizinhos sairem na rua para fazer fofocas, o que mais preocupava minha mãe era a promessa que meu pai fizera. Ela sabia que ele não era de se fazer promessas vagas, quando botava uma coisa na cabeça ia até o fim. Eu ainda chorei por bastante tempo, reencontrar meu pai após três anos deveria ser um momento de alegria, não de tristeza.

Após nos acalmarmos, comecei a pensar em tudo o que havia acontecido na minha vida. O fato de o meu pai aparecer em casa e me questionar me fez voltar a ter lucidez, eu finalmente havia saído daquele casulo em que eu me encontrava, lugar onde eu era a Larissa, a filhinha perfeita da minha mãe. Eu tinha que fazer alguma coisa, voltar a ter as rédeas da minha vida. RESOLVI QUESTIONAR A MINHA MÃE SOBRE TUDO, para que ela pudesse se explicar.

Minha mãe não tinha mais forças para discutir ou para esconder as coisas de mim. Nos sentamos nas cadeiras da mesa da cozinha e ELA ME DISSE TODA A VERDADE, desde o começo. E qual era a verdade?

– … e sinto muito filha.. – minha mãe voltava a chorar – Eu sempre, sempre quis ter uma filha! Mas, no começo, eu não queria fazer tudo isso com você! Eu te aceitei sim, eu juro! Só que eu... eu.. fui fazendo as coisas sem pensar, e você foi aceitando, você quase nunca me questionava! Desde a primeira vez.. eu pedia para você pôr roupas de menina e você vestia e quase não reclamava! Eu inventava de te maquiar e você também não se importava! Eu sei que errei, meu sonho era ter uma filha e eu não consegui evitar de fazer essas coisas com você! Mas você sempre aceitou.. espera aí, vou te mostrar umas fotos! – enquanto ainda chorava, mamãe foi no quarto dela e voltou com um álbum de fotos.

Quando minha mãe me mostrou o álbum que tinha ido buscar, eu simplesmente não acreditei no que via. Eram fotos de toda a minha vida, fotos que ela guardava em segredo só para ela. E o que tinha nestas fotos? Eu vestida com roupas femininas, desde criancinha. Imagens esquecidas de que eu nem me lembrava mais, como por exemplo do meu aniversário de um ano, das minhas festas de aniversário de 4 e 6 anos, e de coisas que eu me lembrava, como quando me vesti como menina na fazenda da minha tia, quando fomos no shopping comprar roupas de mulher para mim pela primeira vez e quando tirei fotos no meu aniversário de treze anos. Em algumas fotos eu olhava para a câmera, ou seja, eu sabia que estava sendo fotografada mas em outras fotos eu estava completamente distraída. Mas o que me chocou não foi o fato de estar vestido de garota nas fotos: FOI O FATO DE QUE EU SORRIA EM TODAS ELAS. E eu sorria de uma maneira tão sincera, tão honesta... eu simplesmente estava FELIZ.

– Tá vendo, filha? Você sorriu em todas as fotos, sem exceção! Agora presta atenção nestas outras fotos! – Mamãe estava focada – Consegue ver a diferença?

Minha mãe me mostrou novas fotos, e nestas outras imagens eu estava vestido com roupas de menino. E eu parecia tão TRISTE, eu não sorri em nenhuma, absolutamente nenhuma foto.

– M-Mas mãe, isso são só fotos! Não quer dizer nada...

– Há não? Então vamos na sala para eu te mostrar uns vídeos!

Mamãe começou a me mostrar diversos vídeos antigos que, mais uma vez, tinham imagens minhas sorrindo, toda feliz, vestindo roupas de menina. Entretanto, em outras imagens eu estava vestido de menino, emburrado e triste.

– I-Isso... isso é só coincidência, certo? N-Não é p-possível! E-Eu... eu gostava de vestir roupas femininas?

– Gostava? Você GOSTA sim, e MUITO! Eu sempre quis ter uma filha, mas eu não teria feito nada disto com você se não percebesse que você gostava! Tem mais uma coisa que quero que você veja!

Enquanto minha mãe voltava para seu quarto e procurava alguma coisa, eu continuei vendo os vídeos na minha TV. Eu simplesmente não acreditava naquilo, eu não só parecia feliz nas imagens como me comportava como uma menina! Assim que minha mãe voltou para a sala, pude ver que ela trazia consigo um envelope branco.

– Você está vendo este envelope? Dá uma olhada no que tem aqui, eu nunca mostrei isso para ninguém, nem para o seu pai! – Minha mãe disse séria, me fazendo ficar preocupada.

Tremendo, abri o envelope e vi que dentro havia um papel com timbre de uma clínica médica e uma assinatura de um médico PSICÓLOGO, datada de oito anos atrás, ou seja, era o resultado de uma consulta médica que eu havia feito quando tinha apenas sete anos. Resultado da consulta médica: O paciente Arthur apresenta SÍNDROME DA DISFORIA DE GÊNERO (síndrome que causa desconforto em pessoas transexuais que não aceitam o sexo de nascimento).

– Tá vendo, filha? Você já tinha a síndrome mas não aceitava aquilo, você preferiu se esconder do que ser feliz! Eu perguntei para o médico quando você cairia na real, qual a idade que você iria perceber que gostava de ser mulher... e ele me disse que era impossível prever aquilo, que só você saberia! Eu comecei a ficar preocupada.. eu só queria que você fosse feliz!

– Q-Quê!? M-mas.. mãe.. – eu estava assombrada por tudo aquilo – Você me manipulou! Você ameaçava me mandar para a escola com roupas femininas! Você planejou tudo isso!... não foi?

– Foi filha, eu realmente planejei tudo isso, sei que peguei pesado mas eu queria que você acordasse pra vida! Se você demorasse demais para perceber que gostava de ser mulher, com qual idade você iria querer começar a tomar hormônios? Antes ou depois de se tornar adulta? Eu queria te poupar de se tornar uma pessoa frustrada, entende? Se você ainda não acredita em mim, então me responde uma pergunta: Você nunca se perguntou como conseguiu ter este corpo de mulher?

– N-Não sei... eu..

Eu realmente não sabia responder aquilo mas minha mãe tinha razão, por que nunca perguntei nada? Por que nunca perguntei para ninguém como meus seios cresceram? Ora, eu era um menino e mesmo assim não fiquei preocupado quando meu corpo ficou feminino? Vendo que eu estava confusa e não sabia responder àquela pergunta, minha mãe continuou.

– Vou te responder essa, filha: PORQUE VOCÊ ESTAVA TÃO FELIZ QUE FICOU COM MEDO DE SABER A VERDADE! E a verdade é que eu te dei hormônios femininos! Aqueles dois comprimidos que você toma de manhã não são vitaminas e você sabe muito bem disso, filha! Para pra pensar direito, não se engane! No fundo, você sabia que não eram vitaminas!

– N-Não, m-mãe, isso é m-mentira! Esse papel de consulta médica, essa história, t-tudo isso é mentira!

– Mentira? Eu juro por tudo que é sagrado, filha! Por que é tão difícil pra você encarar a realidade, Larissa?

– Q-que realidade?

– Que você é uma TRANSEXUAL! VOCÊ SEMPRE QUIS ISSO FILHA, SEMPRE QUIS SER UMA GAROTA, MAS NUNCA ADMITIU!!

O baque de saber tudo aquilo foi tão violento que minha cabeça começou a doer e minhas vistas se escureceram...

– Não, mãe! I-isso.. isso não é verdade, eu.. eu! – Me levantei do sofá, tremendo, depois de ter ouvido da minha mãe a pesada e cruel verdade que eu, inconscientemente, escondi de mim mesma por anos.

De repente, tudo começou a girar e eu cai no tapete da sala, atordoada. Tudo foi se apagando e eu só podia escutar minha mãe, bem ao fundo, gritando desesperada.

– Larissa? filha?! LARISSA!?!?

:-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0 :-0

Gente, dei dicas em letras MAIÚSCULAS durante todo o conto para que pudéssemos chegar neste ponto, espero que tenham percebido!

Até o próximo e ÚLTIMO capítulo! Beijinhos!


Este conto recebeu 26 estrelas.
Incentive Bia Trans a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
28/01/2020 00:21:29
Fantastica a conduçao ate aqui ... linda, excitante e um desejo de muitos(as) como eu ... parabens ... amando muito.
18/12/2019 20:10:50
Uaaaau!!!!
15/12/2019 19:50:00
Pessoal, quem quiser falar comigo procura por bia trans no skype!
15/12/2019 13:55:20
Vou esperar ansiosa... S2... Ahhh a propósito hoje não sai mais um capítulo??? Kkk
15/12/2019 13:12:50
Miga, só vou poder acessar meu skype a noite, td bem?
15/12/2019 12:22:24
Mandei mensagem não sei se é vc :( olha lá... meu tá Fernandinha Canedo
15/12/2019 10:25:09
Bom dia! Obrigada pelos comentários! Fê Canedo, eu nao tenho whats miga, mas tenho skype, procura por BiaT, a gente conversa, eu sou legal 😁 Obrigada Odranoel!
15/12/2019 01:16:41
Nossa bia parabéns chegou a onde eu queria ficou excelente.
14/12/2019 23:57:27
Excellent
14/12/2019 14:44:55
Continua amiga está ótimo... só uma idéia envolve mais a tia e as primas... as primas vão mostrar a ela q ela nasceu pra ser uma menina q nem pipi tem pra ser um menino... amando ansiosa pra ver os próximos capítulos... me add no whats???

Online porn video at mobile phone


novinha com sabonete batendo uma no chuveiropra um homemdoce nanda parte IV contos eroticosver vidio d padrasto dotado fz sexo com entiado dormindomulata baixinha muito gostosa arretada na zoofiliavidio tio trepamo ma sobrimhavarios enchendo abuceta de poraxcontos eroticos transex minha irma e meu cunhado me transformo e bonecaxvideo filhover mae dormindo sofa fica pau duro coloca na boca delarelato d novinha perdendo o cabacinho com padrasto e mae juntoporno estupro larissa piru grande de mais a mulher morrecontos eroticos minha irma novinha peidou quando tirei o cabaco delaXVídeos de sexo brasileiro pai vaisi cavi filhaeu adotei um negao para arreberta a milha esposa porno eu sou cornodei de mamar pro meninos contos eroticosfilme de sexo com mulher f****** e chupando pica arrotando galaler contos eroticos menageconto erotico flagrei meu irmao comendo mamaeconto erotico gay vaquejada capcomtos eroticos comi minha filha quamdo ela timha quatro anosIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.rux video a intiada virge aproveit q a mae saiu e traza com padrastocasos amad fragra irm gosand ponh casa favela cariocavovó e netinha chegando junto com pirocudo mamando dando o cuzinhonovińhas xvideo gozando sem fazer parulhocontos eiroticos leilapornvidio cazeru mai finha novinhas danu padratucontos erotico no orfanatoO doce nas suas veias (Capitulo 17) Autor Vamp19porno com baby boneca ecesto pai velho tarado e pausudoesposa fica brava amate gosa dentro xvidiopornota doendo gosa logodei pro técnico pornofilme de sexo homem transando com a irmã formatando computadortia masturba sobrinho qe esta doenteessa coroa coloco varias calcinhas p meterquero ver o filme porno o irmao cariciando a irma para foder ela pela primeira vez beijando muita elaxxxvidios so pau porreta de grandepapai me chamou para ir lanchar no shoiping.mentira foi desculpas para ir no motel comigo cumer a minha bucetaadryelli pornodoidocontos de novinhos no menage masculinoXVIII minha mulher com negaozelador fudendo coroa no aptabaxa vidio porno de tio ifiano a mão na buseta da supria para baixar nu selula brasileiro mais safadia gostosa e meter meu na sua bocaflagrei minha irmasinha cagando na pica do viscache:bXi9Mcaf17gJ:http://zdorovsreda.ru/texto/201603808+meu dogue meu amante chorei mas gostei contocontos eroticos mamae subjugadabaixar as brasileira dois munto xnvdeoContos eróticos procurando aventura no clube de campofotos novinhas de collant rasgado e buceta aparecerbonekinha do titionovinha gostozinha de bejo com novinhonovinha inosente foi da pra um pareseu tresabaichar o Homens com penis enorme gosso grande dotadao..com pirses na cabesa..dos palzudo.contos eroticos seduzi professor na aula vaga e ele me chupousfez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornoesposa revoutada com o marido da o cu na frente dele pornodoidoliloca faz ananl pa ter akele rabovideo porno de velho comendo nifetinha gostosa no yootubex videos empurando pra demtrocontos gay ajudando meu pai fechar a venda 2belo sexo dormindo de conchinha com a titiacontos eroticos sou safada mostrei meu cu para amiga como estava largoamigos fodem o casal bi que arranham na rua pornodvd porno vizinho come cu vizinha a forcacontos eiroticos leilaporncomi a minha tia pela primeira vezmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1Eu dei aminha buceta para o conpadrecoroa safada deixa emcanador estigado xvideoxividio vai maxuca meu cuirmão bem dotado tirando o c***** da sua Irmã Dulcecontos erotico flagrado pela a sogra no banhomulheres distraidas xvidiis.commeu marido chorou quando viu o cracudo me arrombando contos eroticosnao adianta chorar vou rasgar sua bucetinhaxiv padrasto peganfo aentiada sexso analnegao roludo mente ei gey vijeHistória de sexoem que filho foi passar protetor na mãe,acabou comendo ela ,contos erótico contos eroticos. na sezala com as escravashttps://rigertacademy.ru/texto/201008250contoerotico eu namorada mae e tioGeoMatheus -Votos |zdorovsreda.ruxvideo do negao do zaisSou mulher casada meu compadre me fodeuvendeos Ian pega sogra nua no quarto