senzala VIII

Um conto erótico de tuco
Categoria: Homossexual
Data: 08/11/2019 19:05:23
Nota 9.67

Senzala VIII

Dormi com seu José que acordou cedo e com o cacetão duro. Olhou pra mim e falou: vai buscar o café da manhã e peça bastante manteiga no pão. Traga pra você também. Levantei e fui me vestir e seu José disse: só coloca o shorts no corredor, aqui no quarto quero você pelado. Peguei o shorts e coloquei no corredor e vi Dona Zefa na cozinha preparando a bandeija. Cheguei na cozinha e ela falou: Aguentou tudo? Apenas acenei a cabeça afirmativamente e ela falou: a infusão ajudou a aliviar a dor? Também acenei afirmativamente com a cabeça. Leva o café pro seu Zé. Eu to colocando mais manteiga, pois seu Zé vai te comer logo depois do café. Vê se chora menos hoje, pois ontem ninguém dormiu aqui com seus berros. Fiquei vermelho, mas sabia que ela tinha razão.

Peguei a bandeja e fui para o quarto com um pote de manteiga que eu já sabia para que seria. Abria porta e seu José falou: tira a roupa lá fora e já entra pelado. Sai com a bandeja e tirei o shorts e entrei novamente. Ele estava deitado, pelado com o mastro em riste, alisava suavemente com as mãos e mandou que eu colocasse a bandeja sobre a mesinha no canto do quarto. Ao me debruçar para colocar a bandeja, ele me abraçou e aquela tora foi forçando para passar entre as minhas pernas.

Quis sair, mas ele logo falou: fica calmo e relaxa. Me abraçou com a mesma suavidade que havia ocorrido na noite anterior e mordiscou minha orelha. Pedi quase chorando: por favor hoje não, agora não. Meu cu ta doendo muito ainda. Ele não me respondeu e começou a me alisar, acariciar e roçar aquele naco de carne entre as minhas coxas e eu percebi que estava ficando cada vez mais duro e que eu ia ser comido mais uma vez.

Beijou meu cangote e foi me debruçando sobre a mesa. Olho para o lado e vejo ele pegar com dois dedos a manteiga e logo estava colocando no meu cu. Inicialmente senti dor ao entrar os dois dedos, mas ele ficou algum tempo entrando e saído com eles. Novamente foi ao pote de manteiga e agora eram três dedos que entravam, rodavam e quase entrava a mão inteira, pois já estava com quatro dedos no meu cu.

Continuava me acariciando, falando que eu era muito lindo, que minha bunda era deliciosa e que meu cu era muito gostoso. Em ato continuo saíram os quatro dedos e sinto a chapeleta de seu pau encostar no meu cu. Foi forçando e eu comecei a sentir dor e para não berrar novamente comecei a morder o guardanapo, mas de repente dou um grito. Havia entrado a cabeçona. Procurei empurrá-lo fora de mim, mas os braços fortes de seu José não deixaram sair um milímetro. Parou um pouco nessa posição e vi que estava se posicionando para enterrar o resto de pau, que não deu tempo nem mesmo de eu pedir para ele não fazer, e começou a deslizar toda aquela geba para dentro de mim. Eu mordia a guardanapo, pedia para ele para, mas não adiantava nada.

De repente sinto os pelos do saco dele na minha bunda. Tinha entra do tudo. Ele puxou uma cadeira e sentou comigo espetado em seu pau e falou: pode tomar café e coloca para mim uma xicara de café e um pouco de açúcar e assim foi o café da manhã.

Depois que acabei de comer ele começou a fazer eu subir e descer no mastro dele e eu percebi que estava ficando com o pau duro. Fiquei subindo e descendo por um bom tempo e de repente a porta se abre e é o seu Joaquim que entrou falando: ai cunhado, como sempre, aproveitando as férias para tirar o atraso. Seu José falou para eu continuar a subir e descer pois eu havia parado com a surpresa de alguém entrar.

Seu José falou: cunhado esse cu realmente é de primeira, apertadinho e o moleque gosta de rola mesmo. Seu Joaquim olhou pra mim e perguntou: já tomou leitinho hoje. Eu pensando que era do café da manhã disse que sim e ele então falou acho que está precisando de mais leite para aguentar o dia e tirou para fora o seu pau e pos para eu chupar. Era uma festança um tronco enorme no meu cu e um delicioso e avantajado pau na minha boca.

Seu Joaquim, deveria fazer tempo que não metia pois em pouco tempo encheu minha boca de leite que engoli tudo e isso fez seu José acelerar as estocadas e me presentear com uma boa gozada no meu que começou a escorrer.

Seu José mandou eu sair de cima e ir tomar banho e vi que seu Joaquim estava contente e animado com a felicidade de seu José. Fiquei imaginando como seria os outros dias pois seu José falou: vou passar duas semanas desta vez com você. Preciso gozar muito e esse menino já vi que chupa bem também e completou Robertinho vai tomar banho e lava bem a boca pois vamos passear até a cachoeira e você vai chupar meu pau la pois foi onde eu tive a minha primeira transa quando era menino. Pensei comigo: eu também. Estava até com as pernas bambas pois havia gozado muito também com o pau dele no meu cu.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/11/2019 18:19:41
Muito bom, sem dúvida, porém esperava mais aventura no conto. Mande o outro logo e principalmente saber como foi a primeira transa de Sr. José na cachoeira
09/11/2019 16:11:18
Como sempre muito bom . Excelente.
08/11/2019 22:04:20
Continua
08/11/2019 21:10:06
INTERESSANTE. MAS NÃO GOSTO DE SURUBAS.

Online porn video at mobile phone


zoofilia com animais iniciaçaovideo mae destraida arrumando a casa e filho bulinando querendo fude videoxvideos gay pega medingo na rua e leva p casaheteros caseiros fedidoa.gozandopai louco. da chinelada na buceta da filha e abusa dela sexo pornodoidocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorge100foto cu e grelo peladanovinha linda engolindo pora do carteiro pausudover x vedeo comendo cu a fosa das novenhasajudanu cume u cu d amigamoças todas cagadas e meladasmeninas de beydoll nuaConto erotico a honra da nossa casaler conto erotico meu delegadoxnxx bundas etanguinhasirma novia estava no quarto escolhendo uma roupa para vestir ela pedi uma opuniao por irmao porno doidomulher e ca.comhordo fudendoquero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasamenina nao agetou opau donegraocliente fica de p******* e depiladora Bate uma p****** contos eróticosmulheres que gostam de ser encostada no ônibus contosconto erotico de casado o perigo mora ao ladonovinha arregaca buceta doendo muitocontos eroticos com novinhas atiçadasContos eróticos de incesto mamei no pintao do do meu filhao na cozinhapediu carona irma evagelica pornoesperma saindo na cueca cagada/pornocumendo o cuzinho da sua enteada noivinha em xvidios caseiroFotos de surubas com comtositaliano porno escurinho do cinemapodolatria xvídioconto mulher tarada oooh como é gostoso da o cu para varios homensporno tia se destraiu e sobrinha ninfeta chupou o seu maridocontos eroticos casada estuprada pelo empregadofilha faz as pazes com o pai xxxclitoris lindinho numa ciririca linfa videosnovinha boa com o shorti aberdadomulher contando que nao aguentou a rola grossa na buceta e começou a peidarpornô rocheira peluda Grandegravei escondido dizendo vou gozar aiIrmas casadas taradas carentes cendo enrabadasxvideos cunhadinha nao resistiu amassagemBoquete gay com marginal agressivoporno gey cunhadinho chega en casa seu cuhado se decraracontos eroticos menininhas sapecasso contoseroticos completos no sofa do padrinho maria alice deu ate o cuzinhodorzinha contos sadomasoquismoporno doido travetis fundenobrasileropornozoonem te conto anal em motelxvideoa baxinhas de camisolarcontos de mulheres porcas que levam no cu e lambem conasgrtandoo casadas escandalosaspeito bicuodo de mulhercache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 x video fudenogay homem dotadoContei para meu marido que ele é um cornoConto erotico um rapaz de 18 ano gay se apachona por um hmem de 26 ano que hetero sodado contos eróticos Avenida da minha sogra meu sogro na minha casaNem respondi e fui metendo naquela bucetinha encharcada, até sentir meu pau tocar o fundo, quando ela soltou um gemido alto e gostoso.graças a um cano estourado comi minha irmãcontos oh. novinha endiabrada que gosta de levar picacontos eróticos sinhozinho comendo negrasxvideos contosicestoo negro do cabelo grosso e crespo mundobichafilho chupa mae dormindo vifeo gratiscontoSexo e Safadeza Wattapdeu tenho 30 anos de idade minha noiva linda e gostosa ela tem 22 anos de idade ela casou virgem da sua buceta e virgem do seu cu comigo na nossa noite de núpcias eu e ela dentro do quarto eu tirei seu vestido de noiva eu dei um beijo na boca dela ela deitou na cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gozo na minha boca ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau bem devagar na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder ela disse pra mim seu pau e muito gostoso fundendo minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim goza dentro da minha buceta eu fundendo sua buceta eu gozei dentro da buceta dela ela disse pra mim agora fode meu cu virgem conto eróticogarotas gozando e sursurrandoSE O MACHO FOR NEGRO E CACETUDO SUA ESPOSA JÁ ERA http://comendo a conhada virgemfilha acoda com o pai efiendo odedo na bucetilhaSobrinha QUERNDO GRAVIDAR DO TITIOconto erotico minha namorada dançando funk com outrocomendo a elaine no cantteito de obras xvdeosazulão transando as baixinhassou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhomtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1QERO VER APAOLA OLIVEIRA FUDENDO COM APICA TUDINHO NA BUCETAso contoseroticos completos no sofa do padrinho maria alice deu ate o cuzinhosafada fode com mefingo q bate na portaler contos eroticos de padres reaiscontos eroficos o caralho gg do vizinho me maltratou porno darllannytirei virgindade da nossa empregada contoxvedeo caseiro enpegada gostosa