MADAME BUNDUDA SUBMISSA II

Um conto erótico de Cesar22
Categoria: Heterossexual
Data: 01/05/2018 12:12:44
Nota 10.00

MADAME BUNDUDA SUBMISSA II.

Os dias foram se passando e eu não conseguia tirar aquilo da cabeça. Ao mesmo tempo que pensava em tentar uma chantagem com ela, para ao menos poder tocar naquele rabo gordo, largo e branco, logo desistia, temendo dar errado. Até que uns 15 dias após, aconteceu um fato que me fez sim por em prática meu plano.

Estava eu na fila do banco para acertar documentos relativos ao trabalho quando avisto Dona Lúcia entrar. Estava deslumbrante. Saia social branca agarrada no seu rabo, pouco acima do joelho, camisa gola preta por dentro da saia e um scarpin bico fino preto salto 14 aberto atrás. O barulho dos saltos no chão atraia a atenção de todos. A sua bunda estava um escândalo de grande! Passou por mim, me olhou de cima a baixo e sequer me cumprimentou...eu a cumprimentei, porém ela virou a cara...parou para conversar com um homem que estava na minha frente, ficando uns 10 minutos com ele conversando e me ignorou por completo...

Sai do banco com a certeza de por em prática meu plano. Como era metida e nojenta aquela coroa! Me conhecia desde pequeno e sequer me cumprimentava.

No dia seguinte às 19 horas me dirijo à faculdade onde Dona Lucia lecionava. Entro na sala dos professores e a vejo sentada no sofá da grande sala de calça jeans com as pernas cruzadas, acentuando suas coxas grossas, com sandálias salto fino alto com tirinhas somente nos dedos e no tornozelo, mostrando totalmente seu pezinho bem feito e branco, e camisa social branca e um terninho preto por cima. Como sempre muito bem vestida e gostosa. Na sala ainda haviam outros três professores conversando em roda...D. Lucia estava no canto isolada.

Me aproximo dela e falo:

Eu: - Boa noite Dona Lucia?

Ela me olha meio que surpresa e pergunta:

Lucia: - O que você está fazendo aqui?

Eu dou uma risada meio sarcástica e respondo:

- A senhora não consegue mesmo ser um pouco educada para ao menos dar uma boa noite ao vizinho que a Sra. o viu crescer. Bom eu vim aqui por que preciso ter uma conversa particular com a Sra.?

Lucia me encara com uma cara brava e responde:

- Não tenho tempo para conversar com você. Alias, quem você pensa que é para se dirigir a mim desta forma. Quem eu cumprimento ou deixo de cumprimentar não é da sua conta seu moleque atrevido.

Eu novamente rio. E em ato continuo jogo em seu colo um envelope com cópias dos contratos dentro e digo:

- Acho melhor a Sra. dar uma olhada...creio que depois a Sra. arrumará tempo.

Ela abre o envelope e logo avista os contratos e diz:

- onde você arrumou isso?

Eu: Não te interessa! E eu tenho muito mais, inclusive emails seu e do merda do seu maridinho para com os donos da fábrica...

Nisso sua impressão muda completamente...percebo um certo desespero em seu rosto, que logo se avermelha...fica calada analisando os documentos, sem me olhar...

Eu: - Tem certeza que a Sra. quer conversar sobre isso aqui mesmo? Para todo mundo ver que a Sra. e o seu marido são criminosos? Creio que não. Então levante essa bunda grande e gorda que você tem deste sofá e a rebole até uma sala reservada para nós conversarmos.

Lúcia se assusta com minhas palavras e com minha impetuosidade. Olha para os demais professores e percebe que um deles não tira os olhos de nós. Eu, por outro lado, assusto comigo mesmo, não só pela coragem em dizer aquilo, mas também pela completa falta de remorso pelas palavras ditas, estava com raiva e tesão ao mesmo tempo. Era a forma de tratamento que sempre quis ter com ela.

Lucia: - Tudo bem. Venha comigo!

Lúcia se levante e se dirige à uma sala reservada. Entramos e ela fecha a porta.

Eu logo digo:

- Como a Sra. rebola gostoso essa bundona quando anda! Não sei como seus alunos aguentam tanta bunda na frente deles. Deve ser torturante...eu confesso que nunca aguentei.

Lúcia: - Que isso...me respeita seu...

Eu: -Cala a boca! A Sra. não está em condições de se impor aqui. Ao menos que a Sra. queira que eu encaminhe esses documentos e os demais que tenho, onde inclusive há contratos em nome de seus filhos, para a policia. Além de cadeia e desmoralização para toda a sua família, com certeza todo o patrimônio de vocês serão perdidos, não só para o pagamento da multa que será aplicada pela receita, mas também por ser, ao que parece, fruto de crime. E mais, com certeza seu maridinho perderá sua carteira profissional e não poderá mais advogar. A Sra. dificilmente arrumará emprego ou dará aulas novamente...seus filhos presos e humilhados...

Lúcia já sabia de tudo isso.

Lucia: - Esses documentos são falsos!

Em ato continuo Lúcia começa a rasgá-los.

Eu: Pode rasga-los, estes são cópias. Tenho muitas outras cópias, inclusive tenho uma cópia com um conhecido, para se precaver (o que era mentira). Falsos? Bom então vou ver o que o delegado e o procurador acham a respeito. Sei que o inquérito sobre sua família foi arquivado por falta de provas. Sei que estas são as únicas provas que existem acerca destes crimes...tenho conhecidos no ministério público...

Lúcia: O que você quer? Dinheiro?

Eu: Dinheiro?? Não! Eu te desejo desde quando me conheço por gente. Sempre frequentei sua casa para ficar de olho neste seu rabo branco e grande! Mas creio que isso a Sra. nunca percebeu devido a sua arrogância e o nariz empinado que tem. A Sra. nunca olhou para baixo!!! Dinheiro no mundo não paga eu ter esse rabo grande na minha vara! Pelo menos uma vez.

Lucia: - hahaha vai esperando!

Eu: - Eu estou indo agora para o motel “Venus” que eu já reservei. Quero que a Sra. em 1 hora esteja lá ou amanha de manhã esses documentos estarão na mesa do delegado e a Sra., marido e filhos, com certeza presos. E mais, nenhum piu para o seu marido, porque se não eu acabo com a vida de vocês. O futuro de sua família está em suas mãos! A escolha é sua!

Faz-se uns minutos de silencio. Ela encosta sua bunda em cima de uma mesa que havia na sala. Eu chego perto dela pela frente, a pego pela lateral do pescoço. Ela tenta se desvencilhar, mas sou mais forte...começa a chorar...

Eu:- Então a Sra. chora?

Lúcia: Me larga se não vou gritar!!

Eu: Sua vadia mitída nojenta! Grita, aproveita e chama a polícia, o reitor...

Puxo-a com mais força pelo pescoço para perto de mim. Em seu ouvido repito:

- Meia hora lá, se não arque com as consequências.

Solto-a, me dirijo à porta, a abro, novamente antes de entrar me viro para ela, que me olha com muita raiva, e digo:

- Tchaw bunduda!! Meia hora esteja com esse cú grande lá e não esqueça de levar dinheiro para pagar o quarto. Há já ia me esquecendo, para localizar o quarto a Sra. terá que dizer o nome da reserva, que está em nome de Lúcia Tedesco Bunduda. Fechei a porta e sai.

CONTINUA...


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Cesar 22 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/11/2019 23:16:41
Adorei continua assim obrigado
02/05/2018 09:06:53
Muito bom, até agora os sentimentos estão condizentes com toda situação criada
01/05/2018 19:20:24
excelente

Listas em que este conto está presente


Online porn video at mobile phone


contos porno scat lesbicomae da a buceta pra.compagar divida do filho contos eroticosgarota de minissaia é estrupada por dois bandidos roludoele a enrabala e ela a cagar.se pornogostosa sendo encoxada' no metrôcontos eroticos gozou gostoso na vagina da cachorra pastora alemã no ciochupando a buseta defentexvideos shantageou a irmã,gostosapornofamilha sacana . filha querendo mamaHistória de sexoem que filho foi passar protetor na mãe,acabou comendo ela ,contos erótico pescado comedo a morena e a loiraxvideoXVídeos10 00000000enteada novina doida pra dar o cu. pro padrastonovinlha pega ermao na polheta e cai di boca na piroca do machoconto erotico viado novinho arrombado por dois coroas dominadoresSentando na pica cheia datesão com pedreiromullheres transandp com animaisnovinhas grupalweb cam xvideoswww.vacas cavalas quartudascomendo o cu da irmaue estava dormindoGay afeminado virou mulher na mao do coroa negro contos eroticos os melhoresConto erotico comedor de casadasvídeo de sexo de garotão matuto. de cueca boxe. de pau duropastora das coxas grossas é de onde, seu emailgrisalha buscetaoContos eroticos estrupos torturadoresele só quer comer a bunda da nequi.ha safadinhaconto erotico motorista do uberMenina enprensando priquito nas pernasabaichar o Homens com penis enorme gosso grande dotadao..com pirses na cabesa..dos palzudo.contos minha esposa agazalhou um pal enorme no raboensinando minha enteada conduzir contos eroticosprovoquei meu filho vestindo um fil dental video pornocontos eróticos putinha dando o xiri e o cú primeira veztre surpresa vendada xvideosespoza esitada com. a pau do amigo do maridocontos eiroticos leilapornIsac -Hugo |Contos Eroticos zdorovsreda.ruhomen bota ametade de seu pau na buceta da bezerratitias abusada de vestido e calcinha fio dentaldesde novia goto d pauzao n m xoxotahomem casado do Rio de Janeiro Baixada Fluminense quer outro filho para sua esposa que ela adora chupar outra picavídeo pornô da retina p**** da retina e mandou um vídeo pornô dela não ela nuaQuerido lavei a conaconto erótico lésbico narrado no YouTube com minha priminhacontos eroticos capataz pau grosso que comia eu e minha mae e minha irma na senzalaadolecens safadas trazandoConto erotico com foto meu pinto e pequeno minha vizinha do sitio ao lado tem a bucetona peluda o marido dela e broxafrutaporno sexo dp com limpadores de piscinaxvideo ninazinha piquena olhando o pausafada nuonibuvídeo da vizinha ela é pornô chama o marido da outra novela saindoxvideos careca dos braços peludos pirocudo trepando na coroa loira tesudaentre uma foda e outra minha esposa beijando acariciando seu machocomo esconder do meu marido que a minha buceta ta cheia de gala de outro?mandei se levantar e se debruçar na pia da cozinha que eu iria enrabala contos eroticossexoconto erotico da minha filha de14x porno velho fedeno nefinha novinha amadoraporno++o++encanadorvidios de porno da ply boicars depau grande gosando ns cara de safadasxvideocontos eroticos minha vizinha novinha virgem rebeldecontos eroticos vizinha ladraconsertando o chuveiro da minha vizinha contoscontos eróticos eu novinha fui comiida por meu paicontos eroticos de nois dois enrrabadosfez buraco na parede do banheiro para brexar as mulheres de casa e foi pego pornovovó e netinha chegando junto com pirocudo mamando dando o cuzinhocontos eroticos minha prima Gabrielapono. amugo. come. vabuda. da. namorada. do. amigo. xora. pau. olhahomem bundudo sapatariaquero assistir peladinho de gostosinho é doidinhoa cadela aguenta meu pau todinho zoofiliaminha cunhada me procurou para treparcontos de transa com mylheres da orla da lagoa da pampulhasaradao pondo no cu do frutinha afeminadowwwputarianazonapornô sogro troca carinho com amora no celeiroJogadora de vole fomdo bucetaAmigas safadas e putas relatos eroticosfiume porno garoto senti tezao pela crentinhapono-mae-filha-gostoza-fode-com-masagista-malcriadoQuero comer seu cuzinho tenho local ferraz de vasconcelo liga no zapyoutube porno xvideos pai soca pinto nu cu da filha e deixa ela sem arconto erótico e lesbico de madrasta humilhado a enteada submissacontos eróticos ai meu cuzinho tá rasgando seu pau é muito grossomulher pega manteiga e passa na bunda e no cu inteirinhomulher casada d vicosa mg d calca apertada na bucetaa vagina mais.goloza di mundo por pau estranhamente grosso i grandeminha mulher me arrombou com um pau de borrachaminha sogra cornia meu sogro xvideocontos socando ate o talo na cunhadinha novinha super gostosa