Foi aquela foda parceiro!

Um conto erótico de J. victor
Categoria: Homossexual
Data: 30/10/2017 15:32:58
Última revisão: 30/10/2017 15:34:20
Nota 9.67

Todos temos uma data memorável e a minha estava guardada comigo, bom ate hoje.

Como de costume eu freqüento a padaria do bairro todas as manhas.

Vesti o meu casaco, pois estava muito frio, peguei minha carteira e fui em direção a padaria que ficava a três quarteirões da minha casa.

No caminho, eu estava distraído com meu celular e nem reparei que um cara vinha em direção oposta a minha, não deu outra, foi um tremendo esbarrão.

Ao passar ele deu um olhar que foi dos pés a cabeça, nossos olhares se trocaram no instante que já veio dizendo, foi mau cara.

Eu disse que isso cara, a culpa foi minha por andar distraído assim.

Não, não beleza então.

O que deu pra perceber dele, era que estava com muita pressa, em fim eu balancei a cabeça e dei um sorriso da situação, e percebi que seu perfume ficou na minha roupa, ao mesmo tempo que olhei pra trás e ele estava virando a esquina.

O que me chamou a atenção nele foi que aparentava ter a mesma idade que eu, uns 19 anos eu chutei, barba grande, moreno e bem definido.

Eu sou bissexual, não afeminado.

Qual era a chance de encontrar o cara novamente, poder ter a chance de saber se ele curtia ou não, apostando? Pagando pra ver? Talvez.

No dia seguinte fiquei encostado no murro bem onde ele virou da ultima vez, comecei a mexer em meu celular e me distrai, quando de repente:

- Se fosse assaltante você já tinha perdido.

-Qual seria a possibilidade de você ser assaltante? Eu respondi.

-Depende do que eu roubaria de você. Com um sorriso na cara respondeu.

-Digamos que minha atenção ontem.

Ele rindo:

-Então, rsrsr estava fazendo o que ai parado?

- Se eu te falar cara, você não acreditaria.

- rsrs, então ta, deixa eu ir que to atrasado para o serviço.

-Trabalha onde?

-Não seria mais fácil, você anotar meu numero de celular?

Cara meio que era um sinal de que ele curtia, e que estava dando mole pra mim, anotei seu numero.

-Qual seu nome, pra eu anotar salvar aqui ?

- André parceiro e o seu? Respondeu.

- Renan, prazer. Eu apontando pro celular respondi:

-Ta tranqüilo te chamo no Whatsapp.

-Blz, to indo e prazer Renan.

Prazer é todo meu pensei alto.

Fiquei com o André nos pensamentos, era por volta das 19h00, resolvi mandar mensagem.

-Iae como vai?

-Fala irmão, to chegando em casa agora, vou tomar um banho aqui e já te chamo.

Ele lembrou de mim, por causa da foto acredito eu.

19h30 ainda não me respondeu.

19h55:

-Renan, esta ai? Desculpa a demora tive que procurar algo pra comer ali na rua.

-opa, estou sim, sem problemas, .... Então, vou ser bem direto, desde o esbarrão de ontem to gamadão em você.

- rsrs, Bem especifico mano, e tu acha que eu também não estou? Meu numero no seu celular agora e tals...

- Ta maneiro, então afim de conhecer meu barraco aqui, a gente assisti um filme e se conhece melhor? O que tu acha?

- boa idéia cara, faz assim me manda a localização e já colo ai.

Seria mesmo que foi tão fácil assim? Sim foi.

Pra que enrolação não é mesmo, adiar as coisas pra que? se ta afim vamos fazer.

Já mandei a localização, e ele me respondeu daqui 15 minutos estou ai.

Digamos que eu estava solteiro a 4 meses, e sem sexo também, ansioso eu estava já fui pegando a camisinha e o lubrificante deixando os fácil pra pegar caso a situação viesse a ficar quente.

Meu celular tocou era mensagem dele;

-Abre o portão Rsrs, estou aqui na frente.

-to saindo.

Abri o portão: chega ai cara, vamos entrando.

Senti o cheiro do seu perfume e me deixou louco.

Ele pegou na minha mão me cumprimentando.

A gente entrou, pedi que sentasse no sofá, e que escolhesse um bom filme pra gente, que eu iria preparar a pipoca pra gente.

-Quer beber alguma coisa? Uma cerveja ?

-Sim, aceito será melhor. Ele riu fazendo sinal com a mão símbolo de sexo.

Eu fiquei tipo hoje tem com certeza.

Peguei a cerveja e lhe entreguei, enquanto isso que eu estava fazendo pipoca e ele já havia escolhido o filme.

Antes do filme começar, o puxei para os meus braços, ele riu e olhou pra mim.

Em seguida já dei um beijo nele daqueles demorado, ele passando a mão nas minhas costas e apertando.

Deitei no sofá, ele veio por cima de mim, eu já fui tirando seu calção e cueca, apertado sua bunda ele gemendo em meu ouvido, fui introduzindo devagar meu dedo no cu dele.

Ele mordendo meu pescoço, sentou sobre meu pau que estava duro ainda no calção, e tirou a camiseta, eu tirei a minha também, em seguida já foi chupando meus peitos, descendo cada vez mais passando pela minha barriga ate chegar no meu cacete, que logo abaixou meu calção e cueca tirando meu pau pra fora, ele levou um susto por conta da grossura e tamanho 22cm.

Começou a chupar e dar umas mordinhas de leve, passando a língua me levando a loucura.

Deixa eu te chupar eu falei, colocando ele de bruços, já fui logo mordendo aquela bunda redondinha, lisinha e grande, passei a língua e dei umas mordidas, colocando um dedo, depois dois dedos ao mesmo tempo.

Naquela mesma posição já fui pegando o lubrificante e passei no cu dele, em seguida já coloquei a camisinha, e introduzi a cabeça do meu cacete, ele deu um gemido e falou;

-mano, caralho.....porra.

Ter aquele homem com a bunda virado pra mim, me deixou louco.

Comecei a introduzir meu cacete todo, ele gemia, em um movimento lento fui aos poucos aumentando a velocidade ate que senti que ele começou a rebolar pra mim.

Já pedi:

-Senta pra mim?

Ele já levantou e eu deitei logo em seguida ele veio sentando em meu cacete, dava umas sentadas violentas que quase gozei.

-calma, calma. Ainda quero te comer de 4 assim se acaba comigo com essas sentadas.

Ele apenas riu.

Logo em seguida posicionei ele de 4 pra mim, e comecei a bombar nele. Ate que ele disse que estava gozando sem tocar no pau, ao ouvir aquilo bombei mais rápido e gozei logo em seguida.

Beijei sua nuca e disse, mano que transa foi essa?

- Parceiro se acabou com minha bunda, mais foi bom.

Eu ri, em seguida fomos tomar banho, é a pipoca e o filme bem fica pra outro dia.

Depois de se vestir levei ele ate a portão e perguntei:

-Vamos se ver outra vez?

- bem a gente se contra por ai.

Eu ri, dei uma acenada com a mão e disse:

-Então ta, se cuida ai.

Ele não é mais um contatinho se querem saber, mais os outros encontros fica pra outro dia.

(e desculpem os erros de português)...


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
31/10/2017 11:02:44
Bom...
31/10/2017 00:22:51
Gostei!!!
30/10/2017 16:25:56
muito bom,continua logo.

Online porn video at mobile phone


negro escravo fudendo filho do patrãoporno homem pega sua mulher com seu amigo e ao inves de briga fica só olhando e se masturbando escondidoCONTOSPORNO.insetos.nenémbucetinhas Taubateana xvideosencoxando na pirataconto eróticos menina estrupada por mordomo ponodoidoponhei chupa meu pinto sua vagabunda na vizinhacontos eróticos gay no hotel dei cu para meu sogro viadoempregadinha contocontos de sexo depilando a sograajudante de predeiro trasa com uma mulher casadamelhoor jeito para chupar um cuzinho pornodescabaço a baixinhaBlog atualizado da casa dos contos eroticos paguei ´pra deflorar a filha do caseirocontos eroticos novinha com caminhoneiro ainda bem pequenafodendo gestantespornô irado mulher no supermercado se masturbando enquanto os outros passamxvedeo caseiro enpegada gostosacontos de chefe me chantageandoDesabafo real de uma mae contos ero cap,IXmmulheres contando qe 03homens comeram suabuceta em frente a seu maridomtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1porno doido deu cu pro treinador de basquetemule butado dei dedo no cueu ti aguarrei novinha pede paxortinhodedormirContos de podolatriavídeo de moleque pequenininho trancadinho batendo p****** sexoContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velhoXvideos... Fode fode fooddeee caralhoporno doido cromprando cabacocontoerotico pai quero dar leitinho pra bbzinhaSEquestrei conto eroticofiume porno antigo do tasaõcorno puxa o grelo e mamaContos erotico de mulher que gosta de cheira cuecaso eu minha enteada metendofui enrabada/contosxvdio da mulher deixou o marido dormindo e foi da para outro ater gosa na picaConto erotico comedor de casadasContos Gay Iniciado pelos guri depois peloporno de mae servindo comida para seu filinhoconto de sexo com cunhadacoroa emsaboando a rola durave o saco grandever conto erotico sob faxineiros velhos tarado e pirocudoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos eiroticos leilapornxvios meninas chupando pau grossocartigou sua neta amarrou ela e deu tapas na bunda pornovelhas dondocas batendo pueta nu negãome excito.no onibusconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancominha mae pedio pra depilar minha xaninha i acabamos nos chupando filme brasileiromeu dog gigante tirou meu cabaco chorei doeu mas contocontos eroticos raimunda bundudaconto erotico sendo ensinada por papaiabaxa vidio porno mas safado brasileiro de tio fudeno supria só nucu da safadashorts jean adoro usar fio dental afeminado contosContoseroticoscornolandiaconto erótico depiladora travestiporno coroas carentes querem pica dos sogrosSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos eróticos corno desde a lua de meluma diziam que iriam cavalgar pra dar pro seu namorado nomeio do mato sua bucetonaxvideos mulher gpstosa por baixo da saia gg kkxxxvideos gozandone buseta da ninfetatitia safada gozando esquirt contos incestostia libera soacabesinhaNovinha limpando a casa com blusinha folgadinha xvideofilho curioso brexando sua mae trocando de roupacorno convencido beija esposa com pica atolada na buceta