OMO ME TORNEI PUTA DO DELICIOSO CASAL - continuação

Um conto erótico de paula
Categoria: Homossexual
Data: 07/07/2017 20:25:23
Nota 10.00

Continuava minha vida com o casal Fábio e Cecilia, até que um dia meu marido Sergio, quis saber por que eu não o procurava mais para sexo, apenas uma vez ou outra eu dava para ele, discutimos muito até que resolvi contar a ele o seguinte: é que vc não me procurava mais constantemente, vivia cansado, hoje tenho um casal delicioso que me fodem deliciosamente, (pensei agora vai vir o divorcio tenho certeza), mas Sergio disse, eu reconheço que vinha falhando com vc, mas preciso de vc como mulher e como mãe para nosso filho, tentarei ser o homem que vc sempre quis, mas não vou proibir vc continuar com este seu caso, e um dia se vc quiser me apresentar a eles ficaria feliz.

Naquela noite Sergio me possuiu com muito amor, e eu adorei e dei meu corpo, minha buceta, meu cu e o satisfiz, pois estava feliz por não ter sido proibido continuar minha vida com meu casal delicia, ele ficou feliz e falou quando estiver dando para os dois lembre-se de seu marido meu amor, e beijou-me o tempo todo, no outro dia logo cedo telefonei para Cecilia e contei tudo ela ficou feliz e convidei para uma sessão de sexo nos duas, eu fui e assim que nos vimos tirei toda a roupa ficando com os seios e bunda de fora, e ela também se despiu e ao nos abraçarmos, me beijou a boca, enfiando sua língua, e quando me abraçou dei um gemidinho, ela falou o que foi eu disse meu cuzinho esta ardendo de tanto pau que ganhei esta noite, ela então me beijou e telefonou para Fábio e contou tudo, ele ficou feliz e veio correndo para sua casa, e nos amamos os três, eu somente não dei o cuzinho, mas gozei muito com o pau dele na buceta e a boca da Cecilia também, e eu chupei tanto a Cecilia, que gozou muito com minhas chupadas na buceta, nos seios, no cu e no pau de Fabio, foi uma delicia nossa tarde, ao ir para casa cuidar do filho e da casa, eles disseram vamos jantar um dia destes em um restaurante os quatro, eu aceitei e fiquei de marcar com Sergio.

À noite na cama Sergio perguntou contou a seu casal sobre nos, eu disse sim eles ficaram felizes com sua decisão, e até convidaram para um jantar a quatro, vc aceita? Ele falou sim vou adorar conhecer meus sócios e sorrindo me beijou e quis me comer novamente, seu pau não era tão grande como o de Fabio, mas era um pau de respeito, tem 17 cm perguntou apenas posso comer vc ou esta cansada da tarde de sexo, eu disse vc sabe que sou maníaca por sexo, e não estou machucada não aproveite e usa sua mulher como quiser, ele então beijou minha boca, e chupou meus seios que estavam com os bicos duríssimos, e lambeu meu corpo todo e quando chegou a buceta, perguntou, ele enfiou o pau aqui hoje eu disse sim e encheu minha buceta de porra, gozei com ele dentro da buceta e com a boca da Cecilia chupando também, gozei duas vezes com o pau e com a boca dela amor.

Perguntei isso te dá ciúmes ele disse não querida me dá muito tesão chupar a buceta de minha mulher cheia de gozo do casal delicia como vc diz. E chupou até eu encher sua boca do meu mel, e depois ele quis comer minha buceta, eu senti quando entrou a cabeça e o pau inteiro, comeu até gozar no fundo do meu ser, eu gemia e pulava de prazer, nunca estive tão feliz, agora teria meu marido e meu casal sempre me comendo que delicia.

Ao sair de manhã, era sexta feira e ele falou amor, marca com eles um jantar hoje, deixamos o nosso filho com sua mãe, eu feliz o beijei e disse sim meu amor, vc vai amar aqueles dois tarados. Falei com Cecilia que combinou com Fábio e marcamos nos encontrar às nove horas em um restaurante da Al. Santos aqui de São Paulo, por volta das 18 horas Sergio chegou e perguntou o que será que irão pensar de mim, não sou bonito, não sou rico, não sou sexy eu falei deixa de bobagem eles estão encantados com sua atitude em relação a mim, e querem apenas que os conheça para aprovar meu relacionamento com eles, e descrevi Cecilia novamente, ele ficou com o pau duro, quando falei que ela adora ser chupada nos seios e na buceta, na frente de seu marido goza somente de saber que ele fica se masturbando, comigo a chupando e quando ela goza, geme, grita, chora de prazer e solta rios de gozo, ele então vai me ajudar enxugar sua buceta deliciosa, somente ai ele entra no meio de nos e come minha buceta, meu cu ou a buceta e o cu de Cecilia, e nos adoramos ser possuídas por ele e ficamos ajudando a penetração na outra, e chupando para gozar mais gostoso ainda. Olhei o pau de Sergio estava duro como pedra e ele falou estou morrendo de tesão vamos foder antes de sair, eu falei amor deixa para os quatro ficar com tesão juntos, ai depois cada um sabe o que fara não é amor, ele falou tem razão a noite promete.

Vesti com uma calça preta com boca alargada bem justa, uma blusa de seda tipo camisa azul marinho conjunto de lingerie também preto bem ousado desabotoou os primeiros botões, e os seios apareciam com exuberância deixando os homens loucos, pelo meu corpo e meus seios, Sergio colocou uma calça social azul marinho e camisa da mesma cor e mostrado como era bonito e másculo, ao chegar ao restaurante o nossos anfitriões já nos esperavam no bar do restaurante. Após as apresentações meu marido não tirava os olhos de Cecilia ela estava linda, com uma linda calça bem justa e camisa branca, com soutiens também ousados, e com quase tudo a mostra, eu fiquei com tesão na hora, olhei o pau dos dois homens e vi que o dois estava duros e potentes eles disfarçavam colocando a mão na frente o tesão estava no ar. Fabio então contou a Sergio como tinha me conhecido e como eu conhecerá Cecilia e como tudo acontecia entre nos três, não poupando detalhes, Sergio falou Marlene vc tem bom gosto mesmo eles são lindos, espero que nunca se cansem e continuem isto pela vida toda, eu aprovo, ai Fabio falou vc não gostaria de participar e um encontro nosso, se as mulheres concordarem, nos duas falou ao mesmo tempo, seria maravilhoso e ninguém iria achar ruim, pois ele também é um homem delicioso. Sergio falou não vejo a hora, assim que vi Cecilia fiquei louco de tesão somente de pensar em tudo o que minha esposa contou dela e do Fabio então disse não senhor afinal somos sócios os quatro não é mesmo, e sorrimos todos.

Quando saímos do restaurante fomos direto para a casa dos sócios, e ao entrar na casa vi que Cecilia abraçou meu marido e o beijou na boca, enquanto Fabio fazia o mesmo comigo, fomos tirando as roupas um do outro e quando chegamos à sala já estávamos completamente nus, e olhei para os homens os paus deles parecia um porrete de tão duro, sentamos nos sofás e uma beijava o macho que estava com ela, foi uma troca de casal, Sergio estava louco para comer a Cecilia, e Fabio louco para me comer também, pediu-me chupa meu pau Marlene, eu cai de boca naquele pau enorme enquanto Sergio dava seu pau para Cecilia chupar, eu senti quando o pau cresceu na minha boca e preparei-me para engolir toda a porra de Fabio, enquanto Sergio enchia a boca de Cecilia de porra, ai trocamos de posição e os machos vieram chupar nossas bucetas, e eu gozei somente de ver e saber o quanto era gostosa a buceta de Cecilia, pensei Sergio deve estar amando o sabor daquela buceta deliciosa, sem perceber gozei na boca de Fabio, ele engoliu todo o mel que saia da buceta e meu marido também saboreou o gozo da buceta de Cecilia, dizendo ai que delicia de buceta como é doce seu mel, que maravilha, amor vc tem razão são os melhores fodedores desta cidade. Ficamos nos acariciando e nos beijando sem que ninguém fosse de ninguém éramos quatro pessoas que gostam de gozo real e gostoso. Fabio nos ofereceu bebidas e continuamos pelados os quatro, ai Cecilia falou acho que agora que todos gozamos uma vez, deviam chupar um o pau do outro para a gente ver enquanto chupamos uma a buceta da outra. Vi que Sergio ficou sem jeito e Fabio disse sabe acho que não tem nada demais Sergio, venha me deixa chupar seu pau para ele endurecer e Sergio foi e deu o pau para ele chupar e ele foi abaixando a cabeça de Sergio para chupar o pau dele também, foi à coisa mais linda que vi dois homens fazendo, dois homens másculos, fodedores, chupando um o pau do outro, percebi que os paus estavam crescendo na boca do outro, eu e Cecilia ficamos assistindo sem nos chupar apenas assistindo, e quando percebi que Fabio ia gozar cheguei perto de Sergio que também estava para gozar e falei amor engole tudo não perca nada desta delicia de porra e eles gozaram ao mesmo tempo, Sergio se engasgou de tanta porra e encheu a boca de Fabio também, foi uma delicia completa, ai falaram vamos descansar um pouco, depois continuamos ambos estavam felizes e realizados.

Sempre pelados fomos para a suíte do casal, ao chegar começamos a conversar e Fabio disse não pensei que iria gostar de chupar um pau, mas gostei Sergio, obrigado, E ele me falou também gostei Fabio, mas agora quero comer um cu quem vai me dar, tem três cu aqui e quero um ao menos, todos dissemos como o que quiser Sergio, tem três aqui para vc comer e Fabio falou eu também quero cu, e me abraçando me virou de bruços e beijou meu cu enquanto Sergio virava sua mulher Cecilia e lambia seu cu para preparar a foda deliciosa que iria dar naquele cu tão amado. Quando senti a cabeça do pau de Fabio apontar para a portinha do meu cu, eu sabia o quanto é grande, mas é delicioso dar o cu para ele, e ajudei-o a abrir minha bunda e senti aquele monstro entrando no meu cu, pedaço por pedaço, foi delicioso sentir os 19 cm de pau, grosso e grande, entrar no fundo o meu cu e depois foder, tirando e pondo, ai que delicia ser fodida por meu homem delicioso, e quando gozou enchendo meu cu de porra eu gritei de prazer e desfaleci de prazer, no outro lado da cama Sergio enfiava o pau no cu da Cecilia e eu sabia como ele sabe comer um cu, e vi-a deliciar-se com o pau inteiro no cu, quando gozaram gritavam e gemiam de tanto prazer, que delicia tomamos uma surra de pau no cu, Cecilia disse como é bom ter dois machos alpha nos possuindo Marlene, nunca pensei que fosse tão bom dar o cu. E vc gostou eu disse amei e gostei de ver vc tomando no cu amor. Ela falou com o tempo vamos ter o prazer de ver um comer o cu do outro, somente assim vamos saber que ninguém é de ninguém entre nos quatro, e que quem quiser como o que quiser, e goza como quiser, Fabio disse calma vamos comer o cu do outro sim, mas não agora precisamos de um descanso, e sorrimos os quatro, sempre nos beijando e acariciando um ao outro inclusive os homens. Certa hora Sergio disse amor temos de ir, amanhã cedo terei de cuidar de nosso filho, eu disse tem razão amor, eles então falaram venham amanha novamente, ajeitem alguém para cuidar de sua casa e filho, e venham passar a noite conosco, adoramos cada foda que demos os quatro, ai nos despedimos sempre beijando a boca um do outro, ai Cecilia mais tarada falou somente saem se os dois machos se beijarem com tesão e Fabio abraçou Sergio e se beijaram na boca bem gostosa, Cecilia falou amor, faça depilação no cuzinho dele vou fazer no de Fabio para eles se possuírem, sorrimos e saímos.

No caminho Sergio disse que delicia de jantar amor, quase fui jantado também, e eu disse isto não tem mais retorno, vamos sempre ser assim os quatro, vc concorda, ele disse estou amando vc, sua mulher e seu homem, vou adorar fazer parte desta sacanagem toda, e ainda manteremos nossa família com normalidade, maravilha. Pedi a minha mãe para ficar com o filho a noite, e a tarde já o levei a casa dela, ai falei Sergio vou fazer depilação em vc todinho, e o fiz nas pernas braços, peito ele já tinha poucos pelos, mas quando fui depilar o cuzinho ele ficou dolorido, e quase desiste, à noite fomos para a casa do nosso casal, ao chegar Fabio nos abraçou com amor e carinhos nos beijando na boca a mim e a Sergio, percebi que Sergio estava gostando das caricias de Fabio em sua boca e em seu corpo, afinal ele seria possuído esta noite, foi bom começar a ser acariciado, perguntei por Cecilia e falou que ela estava no banho, eis que ela aparece apenas de toalha envolvendo aquela delicia de corpo, seus seios estava de fora da toalha, e seu corpo cada dia era mais gostoso, meu marido a beijou e deu uma chupada no seio dela que virou os olhinhos de prazer. Então Cecilia nos levou ao sua suíte e disse vamos organizar esta foda, eu quero ser chupada e acariciada por Marlene, depois quero um pau no cu e outro na buceta, será que consigo satisfazer esta minha tara, de gozar sendo chupada na buceta e depois com um pau no cu e outro na buceta? Eu falei também vou querer isso, porque somente vc terá este prazer eu também tenho direito, mas vou querer o pau de Sergio no cu e o de Fábio na buceta, afinal o pau de Fabio é muito grosso e grande para um cu, Cecilia me disse também vou querer assim meus amores. Ai Fábio falou e ai quando vou poder comer o cu do Sergio, este sonho eu sempre tive de comer um cu de macho, não bichas, mas de um macho como eu, comedor de buceta.

Iniciamos a sacanagem fui chupar a buceta de Cecilia que estava ensopada de tanta vontade de foder, e chupei o grelo, os grandes lábios, até ela expelir uma quantidade enorme de gozo quase não consigo engolir tanta foi à quantidade de gozo expelido, nosso macho ficaram apenas nos olhando e se masturbando, ai percebi que Sergio batia punheta para o Fabio e ele estava se deliciando nos observando e meu marido caprichando na punheta, até que Fabio gritou de prazer e expelindo uma quantidade enorme de porra puxou a cabeça de Sergio para engolir toda aquela porra, que delicia ver meu homem tomando porra do meu macho. Sergio engoliu a porra e limpou a cabeça do pau com a boca, ao que Fabio adorou o cuidado de Sergio em limpar seu pau com a boca. Após algum descanso todos pelados, Cecilia falou venham me comer meninos e foram Sergio deitou-se de barriga para cima com o pau duríssimo e Cecilia se ajeitou em cima abrindo a buceta e sentindo o pau entrar naquela gruta deliciosa, ai ela deitada em cima de Sergio, eu abri sua bunda e pedi a Fabio para enfiar o pau no cu de sua mulher, ela ficou quietinha e sentiu o pau entrando no cu, e outro na buceta, ela gemia e pulava de prazer com dois paus dentro dela, e chorava de prazer e os dois macho a fodiam eu apenas olhava e ajudava a não deixar os paus saírem de seus respectivos buracos, ai que coisa mais deliciosa, meu mel escorria pelas pernas de tanto gozo somente de olhar aquela foda inesquecível, ele gozou tanto que desmaiou de prazer e os machos encheram seus buracos de porra, que vazou por todos os lados. Faltava apenas eu gozar com aquelas ferramentas fantásticas, esperei Cecilia restabelecer e pedi pau, ela muito egoísta falou não amor, agora vamos ver se Sergio aquenta este pau no cu, eu falei tudo bem, depois eu gozo, e Sergio ficou de bruços, eu chupava o pau de Fabio para deixar ele em ponto de foda, e quando ficou duro, eu beijava o cu do Sergio ajudado por Cecilia, quando estava todo molhadinho Fabio veio e colocou a cabeça do pau na porta do cu de Sergio, que dizia ser virgem, mas quando sentiu o calor do pau na porta do cu se arrepiou todo, e disse se tenho que dar que seja agora venha seu puto me come, e Fabio enfiou a cabeça daquele cacete enorme e foi enfiando, Sergio suava frio e pensei que não aguentaria e o pau foi entrando, dos olhos dele saiam rios de lagrimas, mas ele aguentou como somente um macho aquenta aquele pau de 19 cm no cu, quando entrou tudo, ele falou consegui aguentar meus amores, e Fabio falou isso gostoso agora vou foder seu cu, aguenta e vamos gozar juntos e fodeu, mas fodeu por um tempo enorme uns 10m e o pau entrava e saia, e Sergio chorando dizia sou macho mesmo aguentei o pau deste tamanho, somente um homem de verdade aguenta ai Fabio esporrou no cu do meu marido que ficou desfalecido enquanto o pau ia amolecendo aos poucos. Vi quando o pau saiu junto com a porra uma enorme quantidade de sangue, fiquei preocupada e perguntei então vc era virgem mesmo amor, agora vai ficar alguns dias sofrendo até cicatrizar, comigo foi assim também querido, vamos providenciar quando sair as ruas, pomadas cicatrizantes e cuido do seu cu meu marido querido, e Sergio disse vou querer comer o cu de fabio, ele tem uma bunda bem gostosa não acham, e sorrimos os quatro, Fabio falou quando vc quiser te devo uma sócio.

Assim vivemos até hoje até hoje nos fodendo sempre que possível, onde ninguém é de ninguém, cada um come quem quer e quando quer, sem ciúmes somente sexo e prazer, Sergio agora adora usar calcinhas em lugar de cuecas, e Fabio também aderiu a este prazer de usar lingerie sempre., se quiserem continuaremos contando ai vão saber como foi que Sergio comeu o cu de Fábio e hoje se comem sempre junto com nos duas, suas putas.

Basta pedirem que continuamos nossa historia que é real e feliz até hoje

Paula

[email protected]


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive camila paula a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/03/2018 22:02:00
Muito bom, manda outro conto.
24/07/2017 14:50:29
Delicia de conto
12/07/2017 15:45:14
Uma delicia seu conto...
08/07/2017 18:46:15
Beleza de putaria. Muito tesuda.
08/07/2017 08:34:44
Essa continuação ficou estranha, mas tá todo mundo feliz, é o que importa.
08/07/2017 07:35:57
Ameio conto de vocês e adoraria fotografar e filmar tudo. Posso receber ou viajar.

Online porn video at mobile phone


velha safada pelada buchinha fodendo e chupando o cu de idosocontos eroricos minha filhae enlouqueceporno contos morando na casa do sogro bravoadryelli pornodoidoamigo dormiu camping esposaconto erotico gay vovo deu leite pro netinhoestudante novinha chegou da escola e foi surpreendida por um tarado q comeu a bucetinha dela virgem fudeu até sangrar e gosou dentro da bucetab***** com mais de um palmo de largura no XVídeosconto porno paixao escandalosamulher tira prega do cu do macho com straponantunesfagner entre homensrevista em qadrinho mae mulata de calsinha de rendinha atolada no rabo pede pro filho come sua busetafime porno marido infindo garrafa no cu da esposa Xvideo comi o cusinho da minha cunhada vou contar como foivídeo de sexo pornô garganta hipertrofiada engolindo monstro hiper dotadoAdoro usar shortinho feminino e calcinha fio dental afeminado contossexooralcuiabacomo me tornei travesti contovideo porno jotalhaorevezamento minhabunda casadaxxvideos mulatas sugadora de espermaconto meu senhorio pirocudomorena.brasileira.dando.cu.e.dizendo.putari.mecoma.me.rasguetransei com meu pai3negao rasgando 18 aninho por tras porno doidocontos eroticos menage femininoeu tomei um pau gostosoyoutube porcas no cio fodendo com homem e gozando dentro delas videosXvideo marido gosta de ser chamado de corno e assiste a esposa dando o culpa e tomando cervejaestrupa filha e confessa yotubefilha a reda causilha e pai empura rolaporno sem casaminhasguiguiba dando o cu XVídeosAliviando os funcionarios contos eróticoscache:v4Hbz9COzM8J:zdorovsreda.ru/texto/2016021014 casa dos contos greludascontos eróticos-Gabrielacontos erotico esposa submissacontos gay romance real padrasto e enteadoevolução anal negao e vadiacontos janara e sophia chundo minha picaTeste de felisidade aparesendo opinto e a pererecaler contos eroticos menageporno obeza dano o cuXVídeos vestidos para Cilenemotorista de madame conto eroticoconto erotico gay "aprendi"quero ver um filme pornô porreta Mel com muita mulher gostosa tomando no c* de calcinha de ladinhocontos encoxei mamae rabudavidios de sexiso mmulher com tocudoxvideo casadinha fica louquinha com eletrecista dotadocontos.eroticus.i.vidios di primo comedo a prima novia aforasa nu matoVirei travestTodas fotos.de.cabacinhos.das.novinhas.gostosa .i.kuzinhos.gostosoconto meu sobrinho cheirou minha calcinhaprovoquei papai com roupas trasparente e ele me fode com muito tesao e com forcaporno gey contos eroticos priminho inosentecontei pro meu marido que ele não dava no couro por isso que é corno contos eroticoscontos picantes de amor gaysconto erotico enquadradinho 2015conto nossa filho que pauzãoMulher gostosa dw vestinho coladinhos fudendoporndoido lesbicas 2amigas uma olhando a outra se masturbandobrincando de namorar contos gaysrapas da bunda linda dando cu de brusu pro negaopotria nuonibosporno criolas formando fila pra ficar com roludoprimeiro menage femininominha tia e eu e meu tio contospornodoidosenhoracontos sexo minha mulher viu cara coxudo parque deu p elechilli xvídio