CILINDRO DE CHOCOLATE ou O POETA QUER DAR O CU

Um conto erótico de ClaudioNegromonte
Categoria: Homossexual
Data: 19/06/2017 20:33:33
Nota -
Assuntos: Gay, Homossexual

O negrinho poeta queria dar o cu. Mais especificamente, queria dar o cu a mim.

“Tu me comes também?” – gosto de levar rola. E a do poeta negrinho deve ser uma delícia, aquele lindo cilindro de chocolate.

“Não curto comer. Só dar!” – ele responde.

Por isso não insisti muito para nos encontrarmos. Sou bi-flex. Gosto de serviço completo. O nosso encontro foi se adiando...

Mas sexta-feira acordei com a pica dura e louco por uma safadeza.

Lembrei do poeta negrinho. De sua bunda morena e redonda, que ele me mostrou um dia, por foto.

“Por que não?!” – pensei.

E se bem pensei, melhor o fiz. Marquei de fodermos na manhã seguinte. Ele exultou. Eu, mais ainda.

(Sempre havia a possibilidade de, na empolgação do vinho que eu levaria, acontecerem “coisas”...)

O sábado amanheceu frio e neblinando. Perfeito! Baco está conspirando ao meu favor...

Tomei banho duplo, fiz-me lindo e cheiroso. Camiseta regata e bermuda jeans. Parti para o local combinado.

Minha ansiedade: cheguei dez minutos antes. Na hora exata, divisei o corpo gostoso, da cor do pecado, do meu poeta. Bigode pouco mais que um buço sobre os lábios carnudos, que se entreabriam, mostrando dentes alvos. Deliciava-se com um sorvete.

Entrou no carro. Esqueci um pouco a discrição e me inclinei, colhendo-lhe um beijo gelado, de baunilha, dos lábios escuros.

“Doido!” – ele brincou. Mas gostou, que eu sei.

Pus o veículo em movimento, trocamos palavras de quebra-silêncio, e eu já sentia minha pica endurecendo sob a bermuda, armando o circo. Ele, mal disfarçadamente, lançava gulosos olhares ao meu pacote.

Passei a quarta marcha, mas não voltei a mão ao volante. Ficou na coxa do poeta, carinhando. Ele se remexia na cadeira, arrumando-se melhor para receber a carícia. Noutra mudança de velocidade, enquanto minha mão repousava no câmbio, a dele insinuou-se sobre minhas coxas, tocando de leve meu pau e apertando levemente. Gemi baixinho...

Nunca o motel estivera tão longe.

Mas chegamos. Ao fecharmos a porta do quarto, caímos nos braços um do outro, num abraço apertado, demorado, quente. Dei-lhe um cheiro no pescoço e senti o arrepio no seu braço. Nossas bocas se encontraram e as línguas vadiaram, num beijo delicioso. Lábios imensamente gostosos tem o poeta negro.

Contivemo-nos o tempo de tomarmos algumas taças de vinho, enquanto conversávamos assuntos de poesia.

Beijo com gosto de vinho é uma delícia – já experimentaram? E tremendamente excitante...

Minhas mãos caminharam por baixo de sua camiseta, roçando-lhe os mamilos, fazendo-o gemer. Continuando, levantei-lhe os braços, levando a camisa junto, enquanto minha boca, minha língua, meus lábios circulavam os bicos de seus peitos (Ele me dissera o quanto adora essa carícia...). Senti o volume de sua rola mexer-se.

Então abaixei-me, levando, com as mãos, bermuda e cueca de uma vez, liberando a rola dura, que ele procurou disfarçar, para eu não chupá-la.

“Está bem, deixe só sentir seu cheiro, então...”

Ele deixou. E meu nariz fungou a pica, embaixo, de lado. Delícia de cheiro. Ela palpitava de dura. Como eu queria suga-la e tê-la enfiada no meu cu... mas respeitei seu pedido.

Afastei-me um pouco, tirei minha regata, o mais sensualmente que consegui ser. Depois a bermuda jeans, e minha pica balançou dura, no ar. Os olhos do poeta brilhavam, comendo-me, entre meus mamilos e a cabeça da minha rola.

Caiu de boca nos biquinhos e entendi por que o sacana gosta tanto. É delicioso mesmo (e eu que me perguntava para que porra existia peito em homem, que não servia para nada...).

Ele então agachou, apanhou meu pau com aqueles lábios incríveis e foi produzindo o boquete mais gostoso do mundo. Tinha momentos em que eu quase gozava, tão difícil de controlar.

Ao sentir-me no ponto, deitou-se de bruços na cama, ergueu um pouco as ancas, abrindo para mim o cuzinho mais apetitoso que já se tinha aberto diante de mim. Caí de língua e de dedo naquele buraquinho, enquanto ele se rebolava e suplicava que eu lhe enrabasse logo.

Aprumei a cabeça da minha pica, fiz um pouco de pressão e fui entrando, devagar, naquele cuzinho, que se escancarava todo para me engolir a rola, enquanto o poeta gemia e dizia obscenidades lindas.

Abrindo caminho no macio daquele rabo, meu caralho foi deslizando suavemente, até que minha barriga encostou na sua nádega.

Mordisquei sua orelha e sua nuca (novamente o automático arrepio) e comecei a fazer cadenciados movimentos, entrando e saindo de seu cu, estocando. O poeta negro delirava, gemia, rebolava em cima da cama, feito cavalo brabo sendo amansado.

Estava gostoso demais! Eu não seguraria por muito tempo.

Senti a energia do gozo invadir meu corpo e se espalhar. Acelerei os movimentos e explodi meu mel grosso naquele cu, que se satisfazia feito uma cadela no cio, com meu caralho entalado em suas entranhas.

Cansados e felizes, deitamo-nos lado a lado, beijamo-nos com furor, e nos sorrimos.

Eu olhava para seu semblante feliz e imaginava como teria sido bom se ele não tivesse farrapado, e tivesse comparecido ao encontro.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive ClaudioNegromonte a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


Xsvideos punheta na frente da curiosacontos de incesto sograprima entra atras do sofa agarra prim meter no cuzinhoTheo eTonnygostoza madano goza nabucertamorena rabuda foi tomar engesao e se esfregou no medicoeu quero chupar o pezinho da casa da minha vizinha que tem chulé gostoso a loirinha gostosa em chupar meu pauconto erotico pegador popular da escola heteroconto erotico gay sem saber eu fui feminizadoporne com malheicontos autorizei minha esposa para fuder com outroskid bengala com meno abuçeta de brazileriacontos eroticos bucetinha apertadaConto erotico adoro chupar buceta azedinhavırgens dando o cucontos eróticos de submissão e pregadores nos seioscachorro com o focinho dentro da bucetagay sendo estrasalhado sem querer xvideos.comcontos eroticos menina foi brincar na casa da amiga e pai comeu amquinhacontos eroticos com velhossobrinha conto eróticoencoxada conto eroticoXxvidios meninas bem nobonha no cio loca pra foderporn invasão curra na favelacontos eroticos de mullheres que aman barbeariaX video maê fas boguetitiia cm saia longa com tensao mostra calcinha ate fudevirando gay no pique escondeTirando uma lasquinha do cuzinho da minha filhadeixei meu tio chupar meu peito e ele ficou batendo uma no pau dwccu porno dddd mudo cu menininhacache:PjjgrxSVmoYJ:zdorovsreda.ru/texto/2013011214 ele goza cem para na boca da novinha ela ingoli tudo até autima gotaporno rabuda pulando naracontos eróticos vovó b*******estrupocontoseroticoscontos comi a cunhadinha parte 2 bunduda virgem novinhaConto erotico de shortinho para cunhadoconsegui fazer minha esposa querer dar pra outro junto comigo quando ci tamanho da:rola ate:eu dei meu cu virei corno e viado contoxvideo porno erotico esposa negra traino o marido ela dano o cuzinhoconto zoofilia novinha e os cachorros Minas Geraisporno coroa sendo desrespeita por novinho e leva ferro na buceta e porravideo pprno gta ida sr mastutbando com pepinofiz uma foda bisexual com meu filho minha filha minha esposa meu caseiro sua esposa e sua filha contosrelatos erotico cherando a cueca do paideslizabdo na rola pornoXvidiocomendo a novinha sem.ao menos tirar o chorte dela espeando o primo tomar banho e se da mal e estruprada pornodoidocadelas bucerudas fudendo no ciovideos de porno com mulheres se vingando do marido transando com outro em wwwxvideo.comela pirando navara com gozada dentro empexvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a picacontos/Arrombada no matagal por negoesdescabaço a baixinhaxvideos.com marido sai para trabalhar e mulher a empregado dozelocontos eroticos tomei tudinho a porra do meu cunhadocache:rw4Jl7xcm9QJ:https://zdorovsreda.ru/tema/pezinho e'ncoxada no metrocomadre bem gostosa cheia de tesão chupando pau do compadremotoqueiro gay passivo contoprica cavalaxvideos filmes antigo com mulatas fujonasvídeo pornô caseiro mulher voltado foi traído e dá o troco e ele transa camisinha se faz para colocar no coloca em quando vê tudo e ela deixa como comer essa p*** para o c**** vem sem camisinhamaior sacanagem no loveontopirmão no Maranhão tentando enfiar o p******** da irmãzinha bem novinha XVídeosVidios Porno tio aproveito que esta sozinho comeu a sobrinha safadaconto dei para meu filhoporno 23 centimetros de pica tirando merda no cu do novinho xvideosenteada. dormindo levando pica so de fio dentalpornovelho de pau cabeçudo come novinho virgem com ky