Minha cunhada me apresentou à sua irmã gêmea, essa irmã nos espia enquanto tranzamos e, no final, essa safada me atacou na cama igualzinho à sua irmã

Um conto erótico de Oliver Queen
Categoria: Heterossexual
Data: 30/06/2017 21:04:44
Última revisão: 01/07/2017 12:39:24
Nota 10.00

Olá pessoal, como estão? Estou aqui para contar algo estranho até pra mim, não dei espoilers no outro conto para não tirar a graça. Acreditem ou não, mas a minha cunhada têm uma irmã gêmea tão safada quanto ela.

Num certo dia, estava comendo a minha cunhada com ela na posição de frango assado na cama e ela fala o seguinte:

- Tem alguém que quer muito te conhecer Oliver. - falou isso em meio as estocadas que eu dava na buceta dela - Tenho certeza que ela vai se surpreender ao te conhecer.

- Quem? - falei calmamente olhando firmemente para ela.

- Minha irmã gêmea. - disse isso enquanto chegava o momento da gente gozar - Ela ficou curiosa quando soube que o garoto que me salvou do assalto e o meu amigo adolescente de quem eu sempre falava era a mesma pessoa, e ela voltará de viagem daqui a 3 dias e quer te conhecer.

- Sério? - perguntei incrédulo mas me veio uma dúvida óbvia - Não me diga que você contou a ela sobre nós dois.

- É claro que não, seu bobo. - falou enquanto gemia forte - Mas se quiser foder ela, não tem problema. Vá em frente.

- Mas eu... - ela me interrompeu colocando seu indicador direito na minha boca e me disse para me concentrar na tranza até que eu falei - Eu vou gozar!!!

- Goza dentro de mim que eu adoooro Oliver. - quando ela disse isso não segurei mais e gozei dentro dela. - Levar sua porra dentro de mim é como ir para o paraíso.

Nos banhamos e nos vestimos, e nos beijamos. Ela disse que não havia problema se eu fodesse sua irmã, contanto que eu contasse tudo para ela depois. Ela me deu um beijo de despedida e eu voltei para casa.

Passados os 3 dias, minha cunhada me ligou dizendo que a sua irmã já estava vindo e me mandou ir para a casa dela um pouco antes para ser uma surpresa. Fui voando para lá, cumprimentei a Sara e ela disse que a sua irmã estava chegando.

Depois de 15 minutos, a irmã dela aparece na porta, aperta a campainha, a Sara vai abrir a porta e eu me levanto, fico de frente para a porta e a Sara abre a porta e diz:

- Mana, quero que você conheça meu cunhadinho Oliver Queen. - falou para a sua irmã apontando para mim - Ele é o meu melhor amigo.

- Prazer. - a moça disse isso sorrindo - Sou Laurel, e estou encantada por finalmente te conhecer, mas confesso que você parece ser mais jovem do que realmente é.

- Já ouvi muito isso. - falei sorrindo - Às vezes acabo entrando numa fria por causa disso.

- Sério? - falou como se não acreditasse - Conta para mim uma dessas.

Fomos para a sala e eu fiquei sentado num dos sofás ao lado dela e comecei a falar de uma situação inusitada que aconteceu no meu primeiro dia de aula na oitava série: quando cheguei na sala de aula, os alunos já foram dizendo muitas coisas mas um se destacou dizendo: "Aqui é o oitavo ano nanico. Vá lá pra as salas da sua série". Mas uma das alunas fala: "Não seja malvado com ele. Ele é dessa série mas não cresceu direito, por isso parece uma criança". O cara ficou com raiva e me olhou com olhos de cão danado dizendo para a garota: "Espero que esteja defendendo ele por pena, mas é melhor não pisar na bola. Você é minha namorada." Sentei numa cadeira no meio da sala e a namorada do cara sentou do meu lado. Puxou conversa, falamos de coisas trivais e o cara até participou. Foi legal essa conversa apesar de tudo mas teve um problema: o cara achou que eu queria tirar a namorada dele e ficou cheio de ciúmes, e queria me dar uma lição.

Na hora da saida, ele me desafiou para uma luta e o primeiro a acertar um golpe direto ganhava. Me recusei, mas ele me disse que me deixaria em paz, não importava o resultado. Deixei minha bolsa com uma das amigas da garota e ele fez o mesmo.

Comecou a luta: ele tentava me acertar mas não conseguia, e eu nem revidava pois estava esperando o momento certo. Quando chegou a hora de revidar eu falei, ao iniciar o meu contra-ataque: como diria o boxeador Muhamand Ali: "Paire como uma borboleta, ataque como uma vespa. Suas mãos não podem bater, no que os seus olhos não podem ver". Enquanto eu falava isso, pressionava ele ao me defender dos seus ataques, e ao impedir um soco na minha cara, puxei sua mão e seu braço para a frente, saindo do caminho e soltei seu braço fazendo ele avançar para a frente e empurrei ele com a minha mão direita. Ele quase caiu no chão mas eu o segurei e falei: "eu venci", com um sorriso. Ele me pediu desculpas e me perguntou porque não aumentei a aposta, sugerindo que quem vencesse ficaria com a garota, e quis saber também porque eu só o empurrei e não o acertei com força. Eu disse apenas o seguinte: não sou invejoso nem sou valentão, e nunca aprendi a lutar, mas também sou apenas um humano comum, só que me controlo para tudo. Ele pediu desculpas de novo, conversamos um pouco e voltamos para as nossas casas. Depois daquilo, ele deixou de ser implicante e passou a ser legal com os seus colegas de classe, e eu continuei com a minha vida.

A Laurel riu junto com a Sara ao ouvir essa história e aproveitou para perguntar:

- Sei que estou sendo intrometida mas me responda uma coisa: você tem namorada? - perguntou para mim cincamente.

- Sim. - falei sorrindo - Faz um ano que eu namoro.

- Sério Oliver? - falou surpresa - Nesse meio tempo nunca ouve uma briga?

- Nunca brigamos e nos amamos muito. - falei isso tentando não dar muitos detalhes - Acho que é pela forma pela qual lido com as mulheres.

- Estou notando que você é muito atencioso, cuidadoso e talvez até carinhoso e acho que é dusso que você está falando - falou isso com um sorriso e depois falou - Diferente do meu ex-marido, que se tornou praticamente o oposto de você.

- Comigo não é muito diferente. - Sara falou isso interessada na conversa - Meu marido até fala para ele cuidar de mim, e ele dá conta do recado.

- Pena que vocês são cunhados, pois ele poderia te dar mais amor. - Laurel falou essa estranha frase rindo.

- É mesmo. - Sara falou isso rindo também - Além disso ele está comprometido com uma mulher.

- Tem razão. - Laurel falou isso se levantando e ficou me olhando de cima a baixo, examinando meu corpo só com o olhar e disse - Até eu iria querer algo com você.

Nesse momento nos abraçamos, e ela de propósito me fez sentir o seu corpo. Depois voltei para a casa, mas antes notei que ela me secava, mas não dei atenção.

Aqui vai uma descrição da Laurel: 1,79 de altura, cabelo ruivo e curto, seios grandes, magra, olhos castanhos, coxas grossas e uma bunda grande e dura igual a da irmã, embora sejam gêmeas bivitelinas.

Por vários dias, ela me secava e, quando eu ia banhar, me fazia esquecer a toalha de alguma forma e trazia para mim, podendo me ver nu, e eu não reclamava.

Num certo dia, a Laurel saiu para trabalhar e a Sara me chamou rapidamente para tranzar. Fui e tranzamos no quarto dela, mas não notamos que a Laura tinha chegado mais cedo e estava nos espiando.

Chegou num ponto em que relembramos a primeira vez que tranzamos enquanto tranzavamos até que eu gozei dentro dela e ela quis que eu fodesse seu cu e eu fodi com força até gozar no cu da minha cunhada.

Nos arrumamos e a Laura voltou para a sala da casa e fingiu que tinha acabado de chegar. Nós acreditamos e meus pais ligaram dizendo que não iam voltar para casa àquela noite, e que era para mim dormir na casa da minha cunhada. As duas irmãs adoraram e ficou decidido o seguinte: eu dormiria com aquela que ganhasse num certo jogo de cartas conhecido, e a Laurel ganhou, e disse que ia adorar dormir ao meu lado. É ai que mora o perigo!! Assim como foi com a minha cunhada, cai numa armadilha.

Quando deu onze horas da noite, fomos domir mas eu fui por último pois queria tomar um bamho antes.

Quando voltei pro quarto, ela ainda estava acordada com um baby-doll e me mandou deitar ao lado dela.

Dormimos e eu estava com a cara para o teto e ela estava de lado. Outro cara teria se aproveitado da situação, mas eu resolvi dormir.

Quando deu meia-noite, senti uma sensação extremamente familiar e acordei na hora e me assustei: a Laurel estava chupando meu pau sem parar e, quando viu que eu acordei, ela diz:

- Finalmente acordou, né? Garoto sortudo. - falou isso e voltou a chupar meu pau e disse depois - Vi você comendo minha irmã hoje de tarde e, se não fizer o que eu mandar, vou contar pro seu irmão.

- Tá. - falei ainda assustado - Eu farei o que você quiser mas, por favor, não conte pro meu irmão.

- Negócio fechado. - ela falou isso cinicamente e já estava tirando a roupa dizendo - Eu quero ter sexo com você Oliver.

Tirei minha roupa e comecei a massagear seu corpo, com uma mão agarrando sua bunda e a outra segurando um dos seus seios enquanto nos beijavamos. Eu deitei na cama e ela voltou a me chupar, e ficamos num delicioso 69, até que eu falei:

- Vou gozar!!! - gritei para ela e ela diz - Eu também!!!

Nós gozamos e ela ficou de frango assado na cama e me mandou comer sua buceta. Enfiei meu pau dentro dela e comecei a foder ela sem parar, e ela dizia para mim continuar. Mudamos de posição e ela ficou sobre mim e começou a cavalgar freneticamente no meu pau. Até que eu disse:

- Sua buceta é muito quente!! - falei enquanto ajudava ela com o movimento - Vou gozar de novo!!!

- Goza dentro de mim Oliver!!! - ela disse isso se tremendo toda - Vamos gozar juuuntos!!!

Gozei muito dentro dela e meu pau continuou duro. Vendo isso, ela ficou de 4, empinando a bunda, dizendo:

- Vem comer meu bundão Oliver. - depois que ela disse isso eu já estava colocando meu pau no cu dela e enfiei a cabeça do pau e ela me mandou enfiar ele todo, fiz isso e comecei a foder ela com força e ela dizia - Iiisso!!! Fode meu cu Oliver. Sem dó.

Fodi pra caramba o cu dela até que não aguentei mais e falei:

- Eu vou gozar de novo Laurel!!! - depois que eu falei isso ela mandou eu gozar dentro do cu dela e eu não aguentei mais e comecei a gozar e eu disse - Estou enchendo seu cu de porra!!!

Deitamos na cama e descansamos. Depois tomamos um bom banho e voltamos a dormir.

Na manhã seguinte, tomamos um café da manhã normal e ela saiu para procurar um apartamento para morar, mas antes de sair disse o seguinte: "amanhã faremos isso de novo viu".

Nós nem sabíamos que a Sara tinha assistido nossa transa e ela veio até mim e disse:

- Fez um bom trabalho com a minha irmã ontem Oliver. - Sara falou isso sem rodeios - Agora vem me foder Ollie.

- Está bem - falei já tirando a roupa e comecamos a tranzar.

Depois de tranzarmos, voltei pra casa e, no outro dia, contei para a Thalia, para a Marisa, e para minha namorada e elas riram. Naquela semana tranzei muito com elas e a Laurel voltou pro interior, mas tranzamos sempre que ela volta para cá.

Até logo galera e esperem que daqui a algum tempo publicarei outro conto.

PS: Laurel e Sara são nomes de duas irmãs na série arqueiro, só que a Laurel na série é mais velha que a Sara. Só para constar, o motivo para mim ter usado esses nomes foi o seguinte: na série, assim como no meu conto, as irmãs amaram o mesmo homem, que por sinal se chamava Oliver Queen, a unica diferença da série para o meu conto é que na série Oliver pertencia a Laurel quando Sara o agarrou, e no meu conto eu "pertencia" a Sara. Foi uma ironia de nomes e acontecimentos que eu planejei desde o início. Engraçado, não acham?


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/07/2017 21:34:27
Seu harém continua crescendo, Ollie. Agora a cunhada aparece com uma duplicata para te deixar mais atarefado. Com certeza, a Sara, gulosa como ela só, vai fingir que é a Laurel só para aproveitar em dôbro. Rs. Bjs, Val.
02/07/2017 04:22:13
Muito bom!
01/07/2017 14:40:46
manda fotos e videos
01/07/2017 11:02:45
Antes de mais nada, muito obrigado mais uma vez pelas leituras e comentários nos meus contos. Este também está muito bom, com essas gêmeas gostosas. Respondendo a tua pergunta, quando eu tinha 18 anos, também dava conta das duas com um pé nas costas. Agora, meu filho, depois de dar uma, sem viagra e ciális nem pensar em dar a segunda em seguida. Precisa algumas horas para o pau dar sinal de vida. A terceira então, nem se estivesse com a miss Brasil na cama o negócio levantaria. Daqui uns trinta anos você vai entender o que eu digo. Rs. Escreva mais. Abs.
01/07/2017 08:57:13
Mais um conto delicioso, Oliver. A participação da irmã gêmea da cunhada deu um toque erótico e sensual à história. Parabéns. Fiquei muito agradecida pelas suas leituras e comentários nos meus relatos. Beijos.
30/06/2017 21:33:05
EXCELENTE

Online porn video at mobile phone


novinha dando pra velho rabuchentoporno sobrimisavideo chupando buseta dormindo de minha filha prezar que irmao prende na brincadeiraBuceta criando pentelho fudendo brasileira adultaxisvido mai filho ei portugeisXvidio entiada finge que está dormindo e deixa o pai acariciar su bucetavídeo de 2 minutos novinha galeguinha baixinha deitado na cama de casala mãe deixando o negão afrouxa a bucetinha da sua filha novinhaCavalo pauzudo coloca tudo na jumentinhaler contos eroticos de padres reaisX video comendo ninazinha menor 18Conto erotico gay na balada gls dei para doisvídeo vídeo da Mônica e balançando a bundinha com toalhax vídeo namorada dano a buceta pra pagar a dívida no agiotavideo cazeiro novinha levando pica do painho em baixo da cobertacontos eroticos maduras negras peludascontos eroticos filha e pai caminhoneirocontos eroticos meu amigo daniel comeu minha mulherConto erotico: o playboy e o malandropatroa fode com enteadose geme alto Wwwxvideo escolhedo pelo buraco.comcasadinha pacata contosCasa dos contos minha mulher falou que todos a comeram que eu sou cornoContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorwww.casadoscontos/machopeludo.compornodoido uma esapadinha da festa brasileiraconto erotico velha casada banca negao pirocudominha bucetinha crente pequena foi arromvads a forcamulheres que passa na rua com shortinho bem curtinho e ela sentadinha com roupa com camisa curta e joga a bunda delave novınha fudendonomatoxvidio.com brasileras lambuzadas de leite condesadopornô doido chupando os mamilos da DalvinhaHistória de sexoem que filho foi passar protetor na mãe,acabou comendo ela ,contos erótico contos eroticos sete anosconto erotico casada caseiro negrosexoalvesvideo de homens pintudo que gostam de lutar e ficam ecitado se de relar em outro macho gratisxvideo firmozaContos eroticos meu vizinho velhoconto erótico escrito meu padrasto me comeu dormindo eu adorei gozei até amanhecer o diacontos eroticos de corno manso no pagode com negrosler contos eroticos menagevidios pono minininhas. fisadas a fude com velhos e a faze fil terafotos de mulheres camponesas dando o cu e gemendo muintodepositando esperma na buceta a forçaolhando a novinha e depau duro paia de nodimocontos evangelica quarentona goza gostosowww.hentai desenhos descabaçando alunas vigens safadaseu te abrasei nevinha pode parvoiarismoxvideo cosolo cabssinhopornô doido corno Deixou o cara comer sua esposa e seu cuzinho na sequênciacontos veridico de incesto marido pego no flagra a esposa ensinando o sobrinho mega dotado a fudeopa escurreguei na pica gayvai nacasa do amigo e ve airma doamigo sex na salaGostosa elizangela gorda rabuda paciencia masturbacontos eiroticos leilapornSexo animal cachorro emrola pito na bucetinha da puda taradonaXvideos shortinhos desfiadinhosé doido tia LenaContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorcontosmae e noraIrmao come cú irma dormímdo ela gostaXVídeos de pornô novinha com shortinho curto mostrando a b***** b******** enquanto estava sentadinha traídacorno viado e medroso contos eroticosporno - socando uma pro amigo do marido no ofuro"Pq minha xota arde depois que eu fodo até o talo?"XVídeos brasileiro tar adesivo da esposa colega para chupar eleXVídeos marido com enxaqueca mulher transa com outrosogro safado e roludo esculacha nora pornodoido.comvi meu primo batendo uma punheta e fiquei louca contoxevideo mulher dormido e rola entrandonovinha levano caralho de trinta centimetrosfrases cunhada chifreragay casa dos contose apaixonei pelo idiota da faculdade