Férias com meu Pai mecânico – 2

Como já descrito no conto anterior, esse ano estou passando as férias com meu pai, dono de uma oficina. Ele mora em um quartinho nos fundos da mecânica. Já rolou uma putaria entre eu e ele e, hoje, conto outro episódio.

Meu pai estava cada vez mais interessado em ver os videozinhos de putaria que meus amigos punheteiros me mandavam pelo zap. Durante o dia, na oficina, tudo transcorria normal. Meu pai atendendo os clientes, com o auxílio do Lauri, funcionário. No final da tarde, era rotineiro cair uma chuva de verão, os portões da oficina era baixados e, ficávamos ali, bebendo uma ceva, eles fumando e falando putaria.

Em uma dessas tardes, bebemos tanto que já estava noite. Lauri disse que estava ferrado, pois era casado e não tinha desculpas para chegar tarde em casa. Meu pai disse a ele, que era melhor nem ir pra casa, e sim beber mais um pouco e dormir por ali, com a gente mesmo. Continuamos ali. Lá pelas tantas, meu pai levantou para ir ao banheiro. Por demorar muito, fui ver o que havia acontecido. Ele estava estirado na cama, apagadão pelo cansaço do trabalho e da bebida. Bom, disse pro Lauri ficar à vontade e fui para o chuveiro tomar meu banho.

Já descrevi que nosso banheiro é dentro do pequeno quarto nos fundos da oficina, sem porta mesmo. Me despi e comecei a me ensaboar. Lauri entrou no pequeno banheiro e, mesmo com minha presença ali, sem divisórias do chuveiro, sacou o pau pra fora e começou a mijar, enquanto falava comigo, meio desconexo por causa da bebida. Eu não pude deixar de ficar de olho no seu pau.

Lauri era um homem interessante, peludo, barbudo, mal cuidado mesmo. Casado e pai de dois filhos. Seu pau, era escuro, acompanhando o tom mulato de sua pele. Ele segurava o pau de maneira máscula, empoderado, pela abertura da calça azul de mecânico, toda suja de graxa. Ele estava sem camisa, exibindo o forte peitoral, tão peludo que parecia um tapete. O cheiro do mijo no vaso chegava às minhas narinas, devido à proximidade. Procurei não olhar, ficando de costas. Ele puxava assunto, meio que forçando eu olhar. De repente senti uma mão agarrando minhas nádegas ensaboadas. Deixei pra ver o que iria rolar. Minha bunda estava ensaboada e lisa, senti um dedo escorregar para meu rabo e procurar o olho do meu cú. Não me contive e gemi forte. Ele forçou, me penetrando com aquele dedo grosso e sujo de graxa. Me abaixei, me aproximando daquela jeba morena que acabava de mijar. O cheiro de suor e urina era forte, mas me atraía. Uma cabeça do pau morena, mas mole, pois ele estava bêbado. Algumas gotas ainda saíam dali. Sem pensar, engatado pelo cú com o dedo dele, abocanhei aquele pedaço de carne preta. Ele gemeu forte. Engoli o que pude, segurando o saco enorme e pesado. Eu tremia inteiro de medo, embora sabendo que meu pai não acordaria por causa da bebida. Chupei com vontade, deliciosamente. O pau dele não endurecia completamente, parecia um marshmellow. Eu estava excitadíssimo e continuei mamando como nunca fizera antes. Fiquei de joelhos na frente dele e continuei mamando por quase meia hora, alternando entre a cabeça, o corpo e o saco dele. Lauri não dizia nada, apenas gemia e sussurrava forte. O cheiro do pau, misturava-se ao cheiro do cigarro e de graxa do sujo uniforme dele. Aquilo tudo me excitava ainda mais. Lá pelas tantas, ele afastou meu queixo. Pensei que iria gozar, mas, de forma inusitada, ele soltou um forte jato de urina, estava apertado para liberar a cerveja. O jato atingiu meu queixo. Eu deixei a urina fluir no meu peito. Acelerei uma boa punheta e não resisti, gozando deliciosamente. Ele balançou o pau e guardou, eu voltei para o chuveiro para terminar meu banho. Quando saí do banheiro, Lauri estava deitado no pequeno sofá que havia ali. Meu pai estava capotado em nossa cama. Me deitei ao lado do meu velho. De madrugada, acordei para ir ao banheiro e, notei o volume enorme na bermuda jeans do meu pai. Fiquei com tesão novamente, pois ele devia estar com tesão de mijo. apalpei a bermuda dele, sentindo o poderoso pau, grosso e duro, que havia ali. Aproximei meu nariz da bermuda. Mesmo sem abrir o zíper, era possível sentir o forte cheiro de macho. Não me contive, comecei a me punhetar cheirando o pau do meu pai. Gozei mais uma vez deliciosamente. Outros relatos sobre as putarias destas férias, estão por vir...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/01/2017 23:07:29
Muito excitante!
24/01/2017 19:49:18
Ameii continuuuaaa rapido ...bjs
24/01/2017 13:00:13
Parabéns cara.... coisa rara um conto bem escrito nessa casa. Show... Continua!

Online porn video at mobile phone


loira rabuda fudendo de bruso rs 2013 2014comeu o cu da filha do patrão novinha de17 pornodoidobleizer duas mulata dando pro genro xnxxcontos sobre chantagiei minha tia e q comicontos eróticos de mulheres se vingando de rivalquero ver dois pauzudo de 90cm pegando uma casada e fazendo ela gritar e gemercache:zdorovsreda.ru/texto/2013051431Historias erosticas baitola sendo enrabado pelo o padrasto e choraconto cumendo irmao de pau cabecudo irma. virgemirmagostozaxvideovideos de porno doido com coisas indessemteContos de insesto. Irma gostosa e sua melhor amiga dando a buceta pro seu irmao roludo do pau grande e grosso e cabeçudo comer com vontade.video porno marido enbebeda aesposa chama o amigo para aproveita com seu pauzaopausudo de 25cm come minha esposa gostosa e gosa nela pro corno verxvideosxvideos tchauxvideosxisvedeo corno venu sua mulhe seno estrupadameu filho depilou minha cona.contos eroticosmenina ponha na bucetinha dedinho cheio de pregasxvideosjuju anacondaprica cavalaeu conto dancei com meu cunhado e senti um p*******contos eroticos: sendo encoxada gostoso no onibus de mini-saia sem calcinhaContos chantagiei minha irmazinhapica pequenina geycomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticosfilmes de sexo so conegona da buceta inchada e cabiludaContos de primas de fio dental e boqueteelacareca contos eroticos de mullheres carecascontos eiroticos leilapornxvideos.meninas.sedo.esto.padas.afosadespregando o cusinho da mulherpesquisar, na ora do sexo porque tem qui assobra dentro ds bucetacontos eroticos eu minha mulher vimos minha sogra dando o cuvideo de coroas com buceta bem enchutinha fudendoconto erótico dei a bct ao mordomovídeo de pornô online que pausa e despausaesposa trai o esposo com mulato de 1:90filme de sexo da Gretchen filme de sexo da Gretchen mostrando o peito dela a bunda cheirinho na bocadentista loira casada contostabareu xvideosContos eroticos incestos/fudi o cu da minha filhinha de 5bucetas gostozas gozando gostozo na cabesona rombudacontos eroticos meu amigo daniel comeu minha mulherbaixar to fincado atoladinhaestudante novinha chegou da escola e foi surpreendida por um tarado q comeu a bucetinha dela virgem fudeu até sangrar e gosou dentro da bucetaenfiou a mao na cueca do marido e chupou o pirucache:gSqqIFTr6BkJ:zdorovsreda.ru/texto/2014111101 pegando a prima dormindo ai ela acorda e pede mais rolaxvideoscontoerotico eu namorada mae e tioxvidio com mocabiqemulher tomam do tiro nabuseta de revolverxvdnovinhas safadinhas dando para o dotadoconto gay contei pra ele que queria dar pra elemulher novinha transando com jumento jumento emocionada com cocoFoto de pika pulhetando novınha fudeno a prımeıra vezSexo Negao fudeno com 45 cetimetro rola a novinha caga na varaconto erotico negao dominador e a madameManda se solta solta pum bolado na bunda dessa gostosaconto erotico era da grossura de uma berinjelashorts jean adoro usar fio dental afeminado contossou marinheira contos eroticospegei minha tia no banho buseta carnudarabuda que foi tirar satisfação fodeu com vizinhohomens de de sambacancao cossando o pau diro e peludoPernambuco que as mulher que tira o short bem curtinho se oferecendo Boys novo aquelas coroas tambémwwwxvidio.com depiladora preseitoealiando la vagina a mi primasexo pregando no fagarmulher com aberada da buceta toda esticada pra filha verContos eróticos procurando aventura no clube de campotia da buceta modeladas fudendonovinha espia negao pisudo fudendo sua mãe pornosocando na enteada gravida de jundiaimenina novinha dormindo sem calcinha toda arreganhada com seu pinguelo lá de foraporno doido farsante de traição xnnx amor poe na portinha do meu cu e deixa que eu empurrobonecas enchendo o cu da mariconamulher recebendo massagen enlouquecidacontos eróticos reais eu foi obrigado comer minha mae sua comadrexxvideo pai chama enteada para passa sabonete no corporelato iludida vibrador gozeicontos eroticos uma semana para ser adestradacache:9l6g7vPB4BsJ:zdorovsreda.ru/texto/201511412 Xisvideoscomemdo o cu d novinhocache:pOPxSXOTitUJ:zdorovsreda.ru/texto/201807107 Contos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorconto erotico desejo pelo cunhadodose meu cu parra xxvideoscontos eroticos mininas de oito anos transando com cachorro com cacinha preta com lacinhos rosaxvideo membrudomorde devagarinho meu grelinho porno vídeosempre gostei de arretar os homens desde novinha contosvideos decavalo con medo asua dona ate gosamuitoconto comi minha egualėsica porno fondenoSEXO AMADOR DE VADADA DANDO POR NEGAO VIDIOEu durmo no quarto com ela e comi a coroa durante a noiteXvideos as filinhas lerinha