Dei na cama dos meus pais e depois fui pro colégio

Um conto erótico de Garoto Sapeka
Categoria: Homossexual
Data: 08/01/2017 13:58:07
Nota 10.00

No último conto narrei a foda maravilhosa que tive com meu cunhado quando fomos comprar as coisas pra um churrasco.

No dia seguinte foi feito o tal churrasco, a família toda reunida. Meus pais, minha irmã, um casal de tios que veio visitar e, claro, meu delicioso cunhado, o homem que tirou minha inocência e me transformou de garoto bobinho a putinha juvenil.

Durante o churrasco trocávamos olhares, mas minha irmã não desgrudava dele. Eu não parava de pensar no quanto tinha gozado com o cacete dele no dia anterior. Quando finalmente ele teve uma chance de ficar sozinho comigo, disse baixinho:

- Já to com saudade de foder essa bunda gorda!

Eu não sabia se ria ou se desmaiava. A voz dele falando putarias era muito excitante:

- Eu também quero...- respondi envergonhado.

- Amanhã eu vou te foder de novo.

- De que jeito? Eu tenho que ir pra escola, e você tem que trabalhar.

- Eu vou dar um jeito...

Disfarçamos e o churrasco continuou. Naquela noite eu me masturbei com o dedinho no cu.

No dia seguinte, acordei cedo, como sempre, pensando que seria um dia comum. Meus pais já tinha saído pra trabalhar, e eu fui tomar meu banho e me vestir para ir pra o colégio. Eu já estava de uniforme quando ouvi o portão abrindo. Pensei que meu pai tivesse voltado para casa, mas para meu susto e surpresa, era meu cunhado, Felipe, entrando em casa.

- Te peguei, putinha. Se eu fosse um estuprador, você ia entrar no pau. E no final vai ser isso mesmo que vai acontecer!

Ele já veio me agarrando "à força" e me beijando. Eu não sabia o que fazer.

- Seu louco... você não foi trabalhar?

- Liguei pra firma pra avisar que tive um problema e ia atrasar. Dá tempo de uma foda rápida com a minha ninfetinha bunduda...

- Mas eu tenho que ir pra escola!

- Chega atrasado, porra... eu to com tesão e quero te foder!

Ele estava muito, muito taradão. Beijava, mordia, lambia meu pescoço. Suas mãos apalpavam meu corpo. Quando me dei conta, minhas calças já estavam no chão. Logo ele tirou minha camiseta e se atirou a mamar meus peitos gordinhos. Que tesão! O jeito dele me fazia sentir como uma menina que vai ser violada.

- Moleque tesudo... vamos pro quarto dos teus pais... vou te foder na cama deles.

Eu nem tive tempo pra dizer nada. Ele me puxou pro quarto dos meus pais. Meus pais que imaginavam que eu, o caçula, era bobinho e não sabia nada do sexo.

Felipe tirou a calça, e o seu cacete pulou, duro, cheio de veias, apontando pra cima, denunciando que ele estava louco de desejo.

- Cai de boca, Edu... chupa, vai... chupa que eu to louco por uma mamada!

Eu me ajoelhei e segurei naquele cacete lindo. Só de lembrar, meu cuzinho pisca. Aquela cabeça lustrosa era um convite irresistível. Abri minha boca e comecei a chupar. Felipe logo estava delirando:

- Isso! Assim... mama... tesão! Já tá mamando muito melhor que a tua irmã, sabia?

Como é bom sentir aquele gosto de macho na minha boca! Aquele pau babava e eu engolia tudo. Felipe só tirava o pau da minha boca pra bater com ele na minha cara. Eu dei um trato naquelas bolas, que estavam inchadas. Então ele ordenou:

- Fica de quatro na cama, minha puta!

Não precisou pedir de novo. Logo eu estava lá, de quatro, bumbum empinado, peladinho, exposto ao meu homem. Abri a bunda com a mão, para exibir o meu cuzinho e ele reagiu caindo de boca. Ah, se tem uma coisa que me deixa entregue é sentir a língua dele no meu rabo. Assim que ele lambeu, eu comecei a gemer como cadelinha.

- Aiiiii... ahhhhhhh... issoooo... lambe! Lambe meu cuzinho!

Ele mordia minhas nádegas, lambia o rego, e depois enfiava a língua bem no fundo do meu cu. Eu só pensava no quanto aquela situação era louca. Poucos meses atrás eu era virgem e inocente, e agora estava dando na cama dos meus pais, para o marido da minha irmã.

Depois da sessão de chupadas no cu, eu já estava molinho, pronto pra ser comido. Felipe pegou um frasco de hidratante da minha mãe e lambuzou seu pau, e depois meu cuzinho. Pincelou o cacete na entrada do meu buraquinho e começou a falar putarias:

- Sabia que a primeira vez que eu comi tua irmã foi nessa cama? Teus pais saíram e eu meti a pica nela... Mas a tua bunda é muito melhor.

- Safado...

- Sou safado mesmo! Comi tua irmã, como você, e se der brecha como até a tua mãe!

Ouvir aqueles absurdos só serviu para me excitar mais. Meu anelzinho devia estar piscando, pedindo pra ser comido.

- Quer pica na bundinha, moleque?

- Quero....

- Então pede... pede a piroca do cunhado.

- Me come... me come, por favor.

Apesar de já ter dado outras vezes, o momento em que pau entra é sempre de dor. Ele enfiou de uma tacada só, fazendo com que eu visse estrelas.

- Ai... ai meu cu! Tá me rasgando!

- Você gosta, veadinho... gosta de pica que eu sei!

Ele empurrou até o fim. Senti o seu sacão encostando no meu. A dor durou pouco tempo. Logo já tinha virado prazer. E que prazer! Que sensação maravilhosa a de ter carne dura no rabo, sentir as pregas se abrindo e o macho arfando de tesão.

- Rabinho gostoso! Que bundona carnuda - disse ele, dando um tapa na minha nádega. Doeu, mas o prazer já tomava conta do meu corpo.

Ele começou a bombar. Eu gemia. Gemido fino, de fêmea, ninfetinha. Meu cuzinho já recebia seu cacete com prazer.

- Gosta de pica, né? Então pede! Pede pra eu te foder!

- Fode.... enfia lá no fundo!

- Quem é teu macho?

- É você!

- Quem é o do no desse cuzinho? Fala...

- É você... é o meu cunhado safado!

- Eu vou gozar gostoso nesse rabinho... vou sim! Pede leite, pede!

- Goza...me dá leitinho?

- Quer muito leitinho no rabo, quer? - ele perguntou, dando outra tapa na minha bunda.

- Quero... quero todo o leite!

Ele acelerou a foda. Enfiava rápido, sem dó, pra arregaçar mesmo.

- Vou gozar na tua bunda, moleque... Vou gozar no teu cu.... vou... AAAAAHHHHHHHHH caralhooooo! Que gozada gostosa!!!

O pau foi enterrado até o talo. Senti o leite me invadindo, me preenchendo. Eu me sentia a mais vadia das vadias.

Ele tirou o pau com cuidado, pra porra não vazar pra cama. Puxou-me pelo cabelo e me beijou. Beijo molhado, cheio de paixão.

- To ficando viciado no teu cu, moleque. Vamos embora que eu tenho que trabalhar e você tem que ir pro colégio.

Nós nos vestimos rápido. Eu ainda sentia o leite dele fervendo no meu rabo. Ele me deu carona até o colégio e eu assisti aula sentindo meu rabo ardendo, molhado, repleto da porra do meu macho. Na hora do intervalo eu tive que bater uma punheta no banheiro pra aliviar meu tesão.

Sou um garoto novinho, que aos olhos de todos é "normal", mas quando tenho uma chance virou amante do meu cunhado. E ele tinha uma ideia maluca para nossa próxima foda. Mas isso eu vou contar no próximo conto.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/06/2017 09:20:10
Esse cunhado e esses contos gostosos são deliciosos demais.
01/05/2017 05:59:35
Q delícia, também quero rola, sou casado tenho 36 anos
10/01/2017 06:21:51
Muito bom como sempre
09/01/2017 17:57:45
Mana, que metecão certa
09/01/2017 02:07:06
Arrasou viadaaa
08/01/2017 23:33:45
nossa como eu queria ter come, vc é muito gostoso!!!
08/01/2017 14:25:16
Sempre muito excitante. Seus contos são um tesão e você é uma putinha maravilhosa.
08/01/2017 14:22:31
Quero saber sua idade.

Online porn video at mobile phone


irma dormirno de xotinho irmao anal amadoro xvideonao tinha dinheiro eacaba dando pro montador xvideoviadinho injeção no bumbum contos eroticosdavs contos eróticoscontoerotico eu namorada mae e tiocontos eroticos geme porraporno contos menininhas da crechex video acampamentomisterioeu juro que meu sogro me fudeuconto dominei a dominadoracontoerotico meu tio e minha namorada fudendoContos erorico de esposa de osasco S.P traiu com irmao do maridonovinhas que gostan de fica só de shortinho para ecita painovinhas de chortinhos cortinhos provocando o irmaoxvideo nigro xxxvvnconto erotico pegando fogo de tesao insaceavel queria fuder com quaquer um tesao ejagerado demais pegandovidio de homem fosando a mulher a bebe a gosma dele pornodoidotati vaqeira nua nasiriricaolha amor que jeba gostosacontos erotico,meu genro me enrrabou dormindohistorias porno gay meu tio me comeu serginhomeus patroas adoram chupar a minha bucetaconfesso que esse moreno é deliciosofotonovelas sexo transando cm a esposa e cunhada juntospirocona na titiaBrinquei com minha prima de camisola e tranzei vidio caseirocoroa ao sentir o caralho na cona esporrasse todamulheres nojona de tanto tesaomulheres com grande popozao emfia a mao no cuzinhox vidios branqinha cabelopretoMenininhas inocentes se convenceu e gosou na pica gigante videos pornodeixei meu tio chupar meu peito e ele ficou batendo uma no pau dwConto erotico de casada q nao se satisfaz com o pau d marido e fica com tesao d ver velho pintudomulher de calça legue branca estigando e mostrando tudo titia pediu pra enpurrar.no.cu pornosafadinha em cima da cama com hugo e cunhadoencostadinha na cunhadaputa safada grita alto vou gozar gtrta alto porra caralho grita grita grita to gozando caralhoooo...conto erotico incestohomens passando o dedo na buceta das mulheres e elas alteradasXvideos com icrivel ruguixvideo casada fudeno azuada do pau entrando saindomulheres brincando com penis so na portinhaConto erotico gay mão bobafilha minha femea contoWm vaipati toma nocugigantao arrastando o magrinho gayVer garotos com 16 cm de picaXVídeo pornô marido da um homem desceu presente surpresa para mulher com os olhos vendadosnovinha bate punheta para o cunhado por R$10,00Telamengens te.gosto muitovídeos pornô da Umbanda neguinha coitadaXvidio minha conhada so usa curtinhoQuero trsnsar com o Adinlson meu padrastoincesto com meu vô contostoinha jovem linda siririca xvideoso pezão do amigo jogador contos eroticoscretinha vergonhosa mas gosta de mastubajayrinho baiano no xvideos trqnsansocontos eroticos esguichadeiramulhe mastubano ca cchorro etrelado.pornodoido gozada no rosto e sorriuWww.contoeroticocrente.comcontos eroticos traindo o corno cdp ele assistindocontos eroticos com homens tarados por peito com leiteBizerinhos manmando na vacaconto comi minha eguacachorro engatado homen eteroler contos eroticos menageeu, minha namorada, minha namorada e meu tiocontos mostrei minha buceta pro moço do gasputinha tres coraçõescontos eroricos anal de gerro rolufo fudrndo o cu dad sograzmulherez gosando xvideopassando lingua no cu da esposa enquanto ela mama um pinto porno doidonovia rebolado narulahttp://porno contos eroticos meteu e gozou dentroconto erótico abuso gangbang gayxvideod imprecionadaMenina nova de causinha tolada na buçeta xsvidiochupei as rolas dos moleques da minha rua; contos eróticosx videos de vaginade morcinha despropocional lindadepilacao com ponhetaporno grátis só gostasse gozando piruzaomulher gosou no pau do cara quee iscorreuQuadrinhos cabeludos de uma gangue de monstros tarada por mulheres gostosas! HQs lotadas de criaturas horripilantes que vão te dar medo e prazer!Biazinha cagou nas calçascontos eroticos dois machos chupando minhas tetas como bebes golusos