Perdi o cabaço do cuzinho com um mulato roludo tarado!!

Um conto erótico de NUBER
Categoria: Grupal
Data: 09/08/2016 00:36:15
Última revisão: 10/10/2016 07:26:17
Nota 10.00

Quero revelar pra vocês como fui iniciado nos loucos prazeres do sexo.

Tenho 1.70m, loiro, branquinho, porém sempre bronzeado por frequentar piscina do clube praticamente quase todos os dias e por sempre estar praticando natação tenho um corpo bem definido com coxas grossas e um bumbum durinho e volumoso.

Meu pinto tem 15 cm e além de ficar duro com extremamente facilidade, bastava relar ou dar uma pegada que já ficava pronto pra meter, porém toda essa empolgação não se refletia em ação real e na semana que completei 18 anos ainda era completamente virgem.

Na verdade eu poderia ter perdido a virgindade com varias garotas que me paqueravam e até com amigos mais safados que viviam me chamando pra fazermos troca-troca, mas havia outro problema que vivia me afligindo a bastante tempo que era uma ejaculação precoce incontrolável.

Nos bailes, nas festas quando trocava alguns beijos com algumas garotas isso se mostrava com uma intensidade louca, bastava eu me esfregar no corpo de alguma gata ou beijá-las com ardor que em segundos meu pinto ficava duraço e gozava no ato.

Pra agravar ainda mais e me trazer constrangimentos eu não vestia cueca de jeito nenhum, só usava sunga na piscina porque era obrigado e quando gozava melecava minha calça ou bermuda e não tinha como esconder e acabava indo embora da festa e quando a garota percebia o acontecido sempre comentava com as amigas e elas até evitavam dançar comigo.

Realmente isso era um problema até quando me masturbava, bastavam três ou quatro punhetadas que o gozo chegava rapidinho, não tinha jeito.

Ainda bem que meu sêmen não era muito copioso, eram duas ou três ejaculadas bem rápidas que não melecavam demais.

Foi então que aconteceu uma coisa muito louca que iria acabar de vez com o marasmo que tinha se tornado minha vida sexual.

Na mesma semana do meu aniversário de 18 anos começou uma feira tradicional da cidade onde toda noite aconteciam shows de cantores e duplas sertanejas que lotavam o recinto de exposição e fui ver a apresentação de uma funkeira famosa, o show era ao ar livre, mas na frente do palco tinha algumas tendas que cobriam uma boa área.

Logo que o show se iniciou começou uns pingos de chuva e todos começaram a se aglomerar debaixo das tendas perto do palco só que era muita gente e aquilo não demorou a parecer uma lata de sardinha de tão apertado que ficou o espaço.

Como a feira acontecia no mês de maio a temperatura era baixa e fui ao show com um conjunto de moletom com gorro bem quentinho, porém como sempre sem cueca e naquele empurra empurra de todo mundo querendo se proteger da chuva fina acabei ficando perfeitamente encaixado atrás de uma mulata bunduda bem cheinha e apesar do espaço apertado ela não parava quieta rebolando ao som da musica. A mulata nem se importava com o ventinho frio porque estava com um vestido de malha super colado ao corpo bem periguete e quando sentiu meu corpo colado no dela deu uma olhadinha pra trás e com certeza deve ter gostado da minha cara porque deu um sorrisinho safado pra mim e deixou rolar. Em seguida senti que da mesma forma que eu encochava a mulata periguete senti alguém perfeitamente encaixado em meu bumbum volumoso e quando dei uma olhadinha pra trás vi o rosto de um mulato bem fortão com um cavanhaque bem desenhado, também estava vestido com um conjunto de moletom e ele olhou firme nos meus olhos sem esboçar nenhuma reação e percebi que não ia adiantar reclamar de nada e também deixei rolar.

Não demorou mais que alguns segundos pra meu pinto começar a crescer dentro da calça de moletom sentindo a mulata bunduda rebolando e se esfregando com vontade no meu ventre só que ao mesmo tempo senti o pinto do mulatão forte mim roçando em meu bumbum e logo percebi que não era um pinto qualquer e sim um pintão enorme e bem grosso. Até tentei me afastar, mas não tinha jeito, a mulata na minha frente requebrava seu corpo me deixando totalmente excitado e a safada percebendo que meu pinto ficara duro que nem uma rocha empinou o rabão pra sentir ainda mais e todo safado segurei sua cintura com uma das mãos e a coisa ficou mais quente. Se havia uma tarada safada na minha frente, no meu bumbum volumoso também havia um mulato muito tarado e dava pra sentir o calor daquele pauzão enorme encaixado entre minhas nádegas com a calça de moletom toda enfiada no rego. Pela primeira vez senti um tesão muito louco vivendo aquela situação completamente impensável e percebi que o safado também não usava cueca como eu porque dava pra sentir o contorno de seu pauzão perfeitamente alojado no meu rego e quando ele notou que fiquei passivo diante de sua safadeza ele se aproveitou e fez comigo o que eu tinha feito com a mulata, pousou sua mão forte no meu quadril e puxou meu corpo de encontro ao dele e aproveitando a gritaria dos fãs da cantora que quebrava tudo em cima do palco ele encostou seu cavanhaque no meu pescoço e sussurrou todo tesudo no meu ouvido:

-pode rebolar bem gostoso safadinho... to adorando sentir esse rabo delicioso esfregando na minha rola grossa... rebola gostoso viadinho loiro!

Quando aquele mulato tarado roludo colado no meu bumbum durinho falou no meu ouvido me chamando de viadinho loiro, não consegui me segurar e rebolando devagar minha ejaculação precoce novamente se manifestou gozando me esfregando no bumbum grande da mulata e o mais louco é que o mulatão tarado percebendo minha excitação sussurrou de novo no meu ouvido:

-o viadinho ta rebolando gostoso na minha rola né seu safado... continua... que vai ficar mais gostoso ainda... adoro bumbum de garotos novinhos e loirinhos... aproveita a putinha que ta ai na tua frente pra disfarçar que vou te deixar louco pra dar pra mim viadinho gostoso!

Aquele mulato era um tremendo tarado sedutor de rapazes inexperientes como eu e se aproveitando da minha total passividade e da falta de iluminação debaixo da tenda logo deu um jeito de abaixar a parte traseira da minha calça de moletom e com uma rapidez incrível logo fez sua rola grossa toda babada se encaixar no rego do meu bumbum e aquela safadeza fez meu tesão se tornar tão intenso e meu pinto nem ficou mole e a mulata na minha frente nem percebia o que estava acontecendo comigo, a putinha safada rebolava e jogava sua bundona pra trás querendo ser pega por mim e de uma maneira natural segurei na cintura dela e a taradinha deu uma viradinha no rosto e sorrindo sacana disse:

-aiii... loirinho safado... como você é taradinho... delicia dançar sentindo seu pau no meu bumbum... segura meu quadril que vou te deixar mais tarado!

Que loucura eu estava vivendo naquele noite, nem dava pra acreditar no que estava acontecendo... eu tinha virado o recheio de um sanduíche e meu pinto era usado pela mulata periguete e meu bumbum durinho pelo mulatão tarado e com certeza eu estava adorando tudo aquilo.

A rola daquele mulato era muito grande e grossa e o safado aproveitando que aquele lugar onde estávamos era bem escuro, a luz era só a do palco onde a funkeira cantava e o taradão todo tesudo me segurando firme dava umas reboladas deliciosas com aquele pauzão enorme deslizando no meu rego já todo babado e tomado pelo tesão me deixava ser abusado por aquele macho sedutor taradão.

Durante algumas musicas tudo continuava sem nenhuma mudança... a mulata periguete se esfregava como uma cadela no cio no meu pinto duro como uma rocha e na minha bunda o mulatão roludo fazia o que queria de mim e o tarado já tinha dedado meu cuzinho varias vezes atiçando ainda mais meu tesão e foi então que ele todo sacana sussurrou no meu ouvido:

-vem loirinho... vamos sair dessa muvuca... antes que a chuva fique mais forte... vamos pra minha perua pra ficarmos bem a vontade... tenho certeza que o viadinho tá querendo bem mais do essa safadeza que estamos fazendo!

Ele passou seu braço sobre meu ombro como fossemos amigos de longa data foi me conduzindo sem que eu não falasse absolutamente nada e assim que chegamos a um terreno baldio onde a sua perua Kombi de janelas envidraçadas com cortinas estava estacionada ao lado de outros carros ele abriu a porta lateral e me fez entrar e em seguida se sentou no banco traseiro e me pegando pelo braço me fez sentar ao seu lado e em segundos o taradão tirou sua calça e me segurando pelos cabelos puxou minha cabeça entre suas pernas e apesar de bem escuro senti sua rola toda babada deslizando pelo meu rosto e ele todo tesudo disse:

-chupa minha rola viadinho... quero o loirinho mamando gostoso na minha rola... chupa seu safado!

Por instantes fiquei sem saber e gaguejei dizendo que nunca tinha feito o que ele tinha me pedido pra fazer e então o mulatão puxou meus cabelos com força e esfregando sua rola no meu rosto e todo macho disse:

-não acredito que o viadinho nunca fez isso... porque você la no show você tava rebolando na minha rola... igual a mulatinha rebolava na tua frente... mas se nunca chupou a pica de um macho vai fazer hoje e vai fazer direitinho... senão vou te cobrir de porrada... se deixar os dentes e machucar minha rola... vai apanhar que nem cachorro sem dono... agora chega de frescura e trata de mamar gostoso seu viadinho safado!

Senti que devia fazer o que aquele tarado queria e pegando aquela rola grossona na minha mão enfiei-a na minha boca e comecei a chupar o safado e ele segurando minha nuca enfiava fundo na minha garganta me fazendo dar umas engasgadas, mas em nenhum momento achei ruim de fazer aquilo e logo o safado me fazendo deitar de lado no banco chupando sua rola deslizou sua mão pela minha bunda e abaixando minha calça começou a dedar meu cuzinho virgem guloso que piscava que nem louco sendo laceado por aquele safado que todo tesudo sussurrava:

-isso... assim mesmo viadinho... você sabe como mamar na rola de um macho... boquinha gostosa... ahhh... seu cuzinho é uma delicia... morde meus dedos... louco pra levar vara né safadinho... vou te fazer gozar como uma puta... loirinho gostoso!

Depois de me fazer chupar aquele pauzão enorme e cabeçudo, lamber seu saco de bolas grandes ele abaixou minha calça até os tornozelos e vindo pro meio do banco me fez ficar de costas pra ele e me sentando no seu colo todo tarado disse:

-quero você sentando na minha rola seu safadinho... quero comer teu cuzinho bem gostoso... quero você rebolando dando gostoso pro teu macho... vou te comer do jeito que eu sei que você vai gostar... safadinho... deliciaaaaaaaaa de garoto que você é!

Quando apoiei minhas pernas em suas coxas musculosas como num passe de mágica a cabeçona enorme toda babada daquele pintão se posicionou na portinha do meu cuzinho virgem e apesar de todo tesão que estava sentindo sussurrei dizendo:

-por favor... devagar... seu pintão é muito grande... eu nunca dei pra ninguém... juro... que sou virgem!

O mulatão safado parece que ficou mais tarado ainda e me segurando firme pelos quadris foi me puxando pelos quadris e quando a glande babada pulou pra dentro do meu anelzinho virgem me senti rasgado ao meio, era muito grossa aquela cabeçona, não tinha como não conter um grito, mas o taradão tampando minha boca com sua mão forte sussurrou no meu ouvido todo macho:

-não grita seu viadinho safado... viado de verdade tem que aguentar a rola do macho que ta te fodendo e rebolar gostoso... quero o viadinho dando esse cuzinho apertadinho bem gostoso pra mim... se ficar com frescura vou te bater na cara sem dó... adoro dar uns tapas em viadinhos safados... agora trata de rebolar na rola do teu macho seu viadinho safado... ahhh... cuzinho apertado demais... vou deixar ele bem laceado... delicia!

Depois de alguns segundos que pareceram uma eternidade senti os pelos do púbis daquele mulato tarado roçando no meu bumbum e então percebi que ele estava inteirinho atolado no meu cuzinho arrombado e o calor misturado com dor me levou a loucura. Meu pinto continuava duro como uma rocha levando um pauzão enorme no meu rabo e não demorou quase nada pra começasse a rebolar no colo daquele taradão deixando meu corpo ser comandado por aquele macho sedutor. Eu gemia de dor e de prazer e o mulato me sentindo totalmente dele sussurrou nos meus ouvidos:

-ahhh... que cuzinho gostoso... apertado... issooooo... assim... rebola na minha rola viadinho safado... que tesão que você tem nesse rabo hein... eu sabia que você ia dar gostoso pra mim... rebola seu safadinho... rebola que nem uma menina... adorooooo viadinho novinho tesudo... ahhhh!

Todo e qualquer resquício de macheza havia desaparecido do meu corpo e aquele macho me fazia sentir como se fosse uma fêmea sendo comida por um macho delicioso e bem sacana sussurrei:

-aiiii... que pauzão gostoso no meu cuzinho... ahhh... delicia... me fode... ahhh... quero dar gostoso pra você seu taradão safado... ahhh... me come mais!

Não demorou pra que aquele mulatão tarado me colocasse de 4 no banco da perua e passasse a me foder com força me fazendo ver estrelas quando ele fincava fundo no meu rabo... mas o tesão me consumia me fazendo rebolar como uma putinha na rola deliciosa do tarado e dando um gritinho incontido gozei gostoso e o mulatão também não conseguiu se controlar e começou a ejacular forte no meu cuzinho arrombado e quando senti aquele leite fervente enchendo meu rabinho sedento rebolei mais forte pra satisfazer meu macho e ele aproveitei e meu deu uns tapas fortes na bunda até que tudo ficou calmo ali dentro daquela perua e até o friozinho da temperatura tinha desaparecido se transformando num calor danado.

O mulatão tarado ficou engatado no meu cuzinho arrombado vários minutos até seu pauzão grosso amolecer e escapar de dentro de mim e então ele dando um tapinha carinhoso na bunda pegou um rolo de papel higiênico se limpou e em seguida fiz o mesmo e sorrindo sacana disse:

-loirinho... você valeu a pena... cuzinho gostoso de ser comido... e tenho certeza que não vai demorar a querer ser enrabado de novo... vou te passar meu celular... quando quiser é so me ligar e me visitar na minha quitinete... vou te comer mais gostoso do que hoje... você é um viadinho delicioso!

Puxei minha calça me recompondo e ele então me levou pra casa por causa da fina chuva que continuava caindo me deixando na porta de casa e quando tomei meu banho ao lavar meu cuzinho vi que ele estava bem inchado, mas ao enfiar a ponta do dedo um arrepio sacana percorreu minha coluna e no mesmo instante meu pinto ficou durinho como aço e desejei que a rola enorme e grossa do mulatão tarado estivesse me penetrando bem gostoso como ele tinha feito dentro da perua.

Dois dias depois liguei pra aquele mulato sedutor de garotos inexperientes e cheios de tesão como eu era e quando falei que era eu sorrindo me passou o endereço e disse que estaria me esperando e quando entrei na quitinete dele o safado já estava peladão com seu pauzão duro grossão e já tirou minha roupa e me deitando de bruços na cama encaixou a cabeçona no meu cuzinho guloso e fincou firme de uma só vez... gritei mais de prazer do que de dor e gemendo sem parar gozei rapidinho como sempre e o taradão então me deu uma surra de rola deixando meu cuzinho todo inchado e saciado e só depois disso é que o multado pauzudo gozou gostoso na minha boca e quando senti o primeiro jato de porra fervente na minha garganta senti um prazer louco com aquilo e além de viciar em ser enrabado adorei sentir o sabor de sêmen de macho na minha boca.

Virei viadinho totalmente submisso daquele macho tarado e o safado logo me fez usar calcinhas de renda atoladas no rego e me chamava de Flavinha sua putinha loira.

e-mail: [email protected]

zzzssssaaa32


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive nuber a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/12/2017 01:24:46
Adorei quero dar o cusinho para um negro gostoso também... sou de Santos meu e-mail é
12/11/2017 01:21:23
adorei amei teus contos este então é especial
10/08/2016 21:45:50
Viadinhos novinhos são um sonho. Deliciosos.
09/08/2016 18:58:53
Tesao me empresta esse mulato
09/08/2016 13:31:49
Existem contos aqui que muito rápido me levam a ler em primeira pessoa. Este é um deles, me levou a viajar e cheguei a sentir o cavanhaque do mulato no meu ouvido e a rola dele entrando gostoso quando "sentamos" na rola dele. Muito bom! Parabéns!!!
09/08/2016 09:05:49
Amei!
09/08/2016 01:00:33
Nossa...q tesão...adorreeiii 10 cm certeza...parabens

Online porn video at mobile phone


Travesti fica olhando sua amiga recebe crempe analXvidos emtianda de chortinho ja aguentaconto erótico mulher sequestradametemulhe com homencontossou safado como minha maemeninascheia de tesao brincando com o cabacinho100 foto chupando seiocontos de podolatria chuléporno a coroa gostosa gemendo e usando fantasia bem radiantecontos de tio comedor esobrinho novinho gaycontos eiroticos leilaporncasada carente muito seria mais foi ceduzida pelo cadeirante contosboyzinho encoxando no hetero no onibusContos eroticos sapatao machaovideo porno com muito beijo na boca de tirar o folego muita chupada na buceta fazendo gozar na lingua de tanto prazer puchao de cabelo sexo com pegada forte e brutaXVídeos prazer as bichinhas que chegam depois da festa todo bebê começa a transar na sua residência no XVídeos prazer sexoquem foi marido de gêmerTitio gozando nas minhas tetinhas contos eróticosporno grátis cm gringa dando ate se amoleserfilmes pornodoido dbsm com uma branquinha doida para ver o pau do negrao entrarnovimhas sem pentelho.ma.bucetimha damdo pra un mendimgo o rabimhopersonal dotado botando a loira pra chupar na academia ela ver o volume do shorte e da vontade de mamar o piruzaoVampiros-Casa Dos Contos zdorovsreda.rupadrasto enteada falei de sexo brasileiroabrino buceta ate limitecomo me tornei travesti contoconto erótico casada vai escondida na festa de solteira e metemenina do cabelo liso soltinhos peito com silicone no bumbum grande e as coxasporno magrınha com dotadocontos eiroticos leilapornnegra menina peituda e papaixvideoxchamster novinha da o cu ejacula pela bucetaconto mariano super excitadoai caralho ta machcando vai de vaga taradoxvideos essa mulher fezes 32 homens de trouxa vanessinha casada e putinha/quadrinhospau grosso atolado cuda lindinhaaprendendo a dirigir no colinho contocobradora gostosa pegando no pau do pasageiro xvideo.comas mais gostoza fudeno maravilhozamente x vidiouolcomo o penis penetra o anusconto porno saiu sangueXVídeos Kid Bengala o estuprador o arrombador de c*xvideo pausada nu cu da chifeiraputa tomando olugar da eguinha zoonao tinha dinheiro eacaba dando pro montador xvideoconto conto minha esposa jogar bola na boca dela na minha boca fede filmegordinha paresendo emanueli nuacontos eroticos dois machos chupando minhas tetas como bebes golusosnovinha gostozinha de bejo com novinhoxvideos primo cheira po mas prima e nao resisticontos eroticos , isso geme putinhaO Irmão Ogro contos incesto completopornorcaseiro mulher cagando no pau do maridogarota fico engatata com cao pausdo no cuxvideo garoto trazado com agpbucetinhas pequenininhas e as maçãspornoirado de esposa de shortinho no talo dando pro encanadorrelatos eroticos de maexvideo cm.coroas gostosa traindo o naridoxvideos encetos brother setercontoseroticos/comadre rabudahomem metendo a rola nu cu da mulher e gmendo pedindo lucas metetodacontos eroticos nunca pencei disperta tesao en outro homem com minha bundaporno minha esposa chupou o pinto do agiota pra pagar minha dividaxvideos emendando a pica pra satisfazer a esposacomendo a sogra tatiane bem gostosomãe dãno com seliho au filho de ropão fudenoporno ela foi faser a unha dele e viu ele de pinto duro fragaeu me masturbando pra minhacunhadinha pretinha de onze anos em vContos eriticos putinha do meu cunhado bem dotado parte3bucetinhaa. pequi nininhapenis fino pode sastifaze uma mulheXVídeos n****** com dente black power cabelo black power metendo