Meus filhos se masturbaram com a ordenhadeira no sítio

Um conto erótico de Cristian.piss
Categoria: Homossexual
Data: 31/08/2016 21:49:22
Última revisão: 31/08/2016 21:56:12
Nota 10.00

Meus filhos com a ordenhadeira mecânica

Olá. Sou Carlos, 38 anos. Moreno, 1,82, casado, pai de dois filhos: o Lucas, de 14 e o Fábio, 12. Sou técnico agrícola e trabalho em uma cooperativa no oeste catarinense, visitando pequenas propriedades e orientando agricultores. Janeiro, férias escolares, calor insuportável, aceitei o convite de uma família de agricultores e fui acampar à beira de um riacho na propriedade deles. Minha esposa, avessa a esse tipo de programa, não quis ir. Arrumei a tralha e, com meus meninos empolgados, fomos ao acampamento.

Arrumamos nossos colchões e tralha no galpão da propriedade, anexo à ordenha. Seu Daniel, proprietário, e eu, fomos pescar, enquanto meus filhos se entrosavam com os filhos dele: eram três moleques, entre 11 e 15 anos.

Descemos alguns quilômetros a pé, rio abaixo, levando nosso equipamento de pesca e, claro, nosso litro de cachaça. Entre uma fisgada e outra no anzol, fomos bebendo lentamente os dois litros de cachaça pura, feita ali, no alambique da família. Já no entardecer, armou-se um forte temporal e, resolvemos voltar, mesmo com poucos peixes. Ao chegar na propriedade, chovia forte, com muitos trovões e relâmpagos. Meu amigo foi direto para a casa dele e, eu para o galpão em que estávamos alojados.

Entrei no galpão, subi e me atirei no colchão. Cochilei cerca de uma hora, sob o barulho da chuva. Ao acordar, a chuva havia cessado. Aí então pude ouvir vozes e risos de moleques, baixinho, como se aprontassem. Decidi investigar o que meu moleques estavam aprontando.

Sem ser notado, desci ao primeiro pavimento do galpão, pois as vozes vinham da sala de ordenha. Meus filhos e os outros moleques estavam lá. Ora sussurravam, ora riam. Sem ser notado, continuei observando-os. Minha suspeita estava certa: estavam de sacanagem. Com seus shorts arriados, estavam se punhetando de uma maneira nada convencional.

Estavam com o aparelho de ordenha ligado. Para quem conhece, têm o formato anatômico dos tetos da vaca. O tal aparelho, quando ligado, por pressão, faz sucção, para tirar o leite das vacas. Eles se desafiavam e riam, quem teria coragem de colocar o pinto no aparelho. Os meninos da propriedade pareciam ter experiência. O primeiro a mostrar como fazia, era o moleque do meio, de 13 anos. Tinha um pinto médio, ainda sem pelos, quase do tamanho de um teto de vaca. Com o pinto duro, segurou a ordenhadeira ligada e meteu o pinto nela. A expressão do rosto do guri era de felicidade. Gemia baixinho. O mais velho deles incentivou meus filhos a fazerem o mesmo, afinal, eram quatro espaços, correspondente aos quatro tetos das vacas. Meu menino Fabio, que tinha um pinto duro na mão, parecia o mais empolgado. Segurou com firmeza o próprio pinto, introduzindo no aparelho e fazendo caras e bocas de prazer. Logo a seguir, o menino mais novinho também fez o mesmo, com seu pintinho que devia ficar folgado no aparelho.

Era a vez de Lucas. Eu ainda não tinha observado o tamanho do pau do meu filhão. Fiquei surpreso, pois era enorme. Torto para a esquerda e, quase idêntico ao meu, porém maior. Lucas tentou em vão botar o pau naquele aparelho, pois não coube, era grande demais. Via meu filhão se punhetar e, mal cabia na mão, que não fechava, de tão grosso. Então, o filho mais velho do agricultor cuspiu na própria mão, passou no seu pau e introduziu no aparelho. A cena era bucólica: quatro rapazes sendo masturbados ao mesmo tempo por um aparelho de ordenhar leite de vaca. Exceto Lucas, que se punhetava manualmente vendo e ouvindo os gemidos de prazer do irmão e dos amigos.

Então aconteceu algo mais quente ainda, para minha surpresa. O filho do colono, mais velho, com a mesma idade de Lucas, enquanto era sugado pelo aparelho, pegou firme no pau do meu filhão, se inclinou, e começou a mamar. Os outros riram inicialmente. Lucas não se opôs, afinal era o único que não estava sendo sugado. Os meninos pararam de rir, pareciam se concentrar no que estava acontecendo. Ficaram admirados e excitados com a cena de Lucas ter seu pauzão mamado pelo amigo. Em instantes, vi meu filho mais novo com cara de dor, gemendo alto e se segurando nos colegas. Estava gozando. Eu nem sabia que meu moleque já gozava, apenas o Lucas eu já tinha notado suas cuecas sujas de porra no cesto de roupas sujas no banheiro. Em seguida gozaram os outros dois, exceto o menino mais novo, de 11 anos, que tirou o pinto do aparelho, exausto, pois ele ainda não tinha porra. Meu filhão acelerou uma punheta e gozou na boca do filho do colono, que parecia gostar, apesar de seu jeito rude e másculo. Eu, logico, já tinha aberto o zíper do meu jeans e acelerei uma bela punheta, inundando o chão.

Enquanto os guris se limpavam, voltei para nosso acampamento e me joguei no colchão. Em minutos, meus filhos chegaram, surpresos por eu estar ali. Perguntaram sobre a pescaria e a quanto tempo eu estava ali. Eu disse que acabara de chegar, depois da chuva. Lucas deu uma olhada indiscreta de cima abaixo em mim, que não entendi. Acendi meu cigarro e fui mijar atrás do galpão, ao mirar o jato para baixo, vi que havia sujado minhas botas com minha própria porra, por isso Lucas estava me olhando estranho. Lembrei da cena e fiquei de pau duro novamente, mas guardei meu leite de touro para outra ocasião.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/12/2016 23:50:56
Amando a forma de escreve seus contos!
03/11/2016 08:36:56
Continua, perfeito.
14/10/2016 00:48:39
10
13/09/2016 11:19:57
nossa sou do oeste catarinense, se quiser vir comer meu cuzinho pode me chamar, sem contar q vou mamar mais q as ordenhadeiras
01/09/2016 17:17:45
Que delicia, tomara que o pai dos garotos se junte a eles e o carlos tb!
01/09/2016 01:51:15
MUITO INTERESSANTE. RÁPIDO O PRÓXIMO CAPÍTULO POR FAVOR.

Online porn video at mobile phone


mulher traindo namorado com a redinhacontos gay viadinho aproveitando do molequeputa tomando olugar da eguinha zooas irmazinhas putinha da cidade de Catanduva sp.xvidios geys pegando priminho pre adolesentespersonal dotado botando a loira pra chupar seu piruzao ela ver volume do shortecoroa esguicha de prazer de ter tora no cuquero o'zap de um sugador de bucetaveterinaria zoofilia conto eroticoporno secretaria aser estupprada no escritorio e gozada dentro da vagina sem ela quererconto erotico virei amante do negao por chantagemContoeroticogeycontos eroticos tentei fugir mas fui estupradacontos eroticos gratis transformei minha esposa em uma putamunhe engulido a gala sem tira u pau da pocaxvidio fera danorabobêbada contos eróticosme perdi no mato eles me encontraram e me fuderam pornowww.putariabrazilrira de pai espiando filha mai nova no banhocome.mininha sogra.fininha xvidiosconto erorico eu era cadela do meu macho ele me fudia segurando minha coleraporno com homem com baita tigãocontos eroticos guricontos incesto mae gtstvbucetanovinhopamico ma forretas sex traza sexcolica o pinto na buceta com saiacontos eróticos san e dean incestonuca vi uma mulher dano para superdotado com uma buseta tam fundaporbodoido papel de paredexvidiocasada urando no caralhoa policial gostoza sendo fodida aforsa pelo bandido pirocudo xxxxvidiossexo gai urso parrudos chegou de viagem e foi dar uma foda xvideosconto erótico minha empregadinha novinhaxvideomoreninhasbranqinha se esbarra na pica xvmtk contos eroticos coisas do destino capitulo 1esse cachorro foi preparado para fuder buceta de mulhervideo que a menina deu sinifero para boneca dormirTia rita coroa gozandoxxvideos nao tira a piroca que vou gozar pgestava carente e dei pro meu cachorroputinha tres coraçõesmeu corno troxe um negão para me foder e tirou fotosxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachopornodoido genicologista com a paciente inocente japonesamulheres casadas safadas se exibindo de sainha curta sem calcinha pro encanador ele ñ resiste fode a putamulhe com ceceta ano fazeno sexorelatoeroticomorenaeu, minha namorada, minha namorada e meu tioatia muito malha torneada de bunda e pernad grosa fudeu com seu sobrinh negao do pau enorme e ela nao aguente e pede pra ele tirar porque ta doendo muitonegão comendo patroa superei tudo e fazendo ela gozarAbooh amores sobre humanosassestir vidio sexo grupalqual sao sinal quando mulher gosta ser encoxadavidio de boquete profunda engolindo ate os badaloscontos eróticos menina de 25 anos transando com cachorro com calcinha preta com lacinho vermelhoxvideos matasdra e imediatomulher se masrurbando com linguiça de churrascocontos eiroticos leilapornhomem de canastrão chegando em casa de mulher querendo dar a b***** delasergipana do grelo grande fode ate gozarprovoquei e aguentei chorando o negao contos faysminha mulher deu praia tambabavidios porno com ñovinhäs perdenco cabaco a forcaXxvido forçanda contos eroticos sentei no colo do pirralhocontos erotico de meninos gay sendo iniciadonovinhas dancani funk peladao mostrano a bucetacontos eróticos de calcinhas no cestoconto erotico olhando vizinha bucetuda do buracocontoseroticos.vip/hetero/eu-minha-esposa-e-meu-amigo-da-adolescencia-parte-6/gaby de touros-rn transandovitinho meu sobrinho contos gaysfree xvideocomento tia na casafis vovo me arronbarnão sei Teixeirinha gostosa arrombada