Desprotegido - Reborn: Uma Memória Distante é Como um Sonho Esquecido

Um conto erótico de EscritorNegro
Categoria: Homossexual
Data: 08/10/2015 20:02:23
Nota 10.00
Assuntos: Homossexual, Gay

Mesmo estando assustado por estar diante de alguém que tem uma arma, sabe-se lá Deus por quê, eu estava gostando. Nunca tinha tido um contato desses com ninguém... Renato não conta!

_ David, cadê você? _ Renato continua gritando.

Juro que se eu pudesse matava ele ali mesmo. Sinto os músculos de Raphael se enrijecerem e ele soltar um grunhido de insatisfação.

_ Vamos, antes que eu decida dá utilidade a minha arma! _ Raphael diz no meu ouvido.

Me assusto um pouco, mas não posso censura-lo, tive o mesmo pensamento segundos antes. Logo nos dirigimos a parte claro da faculdade e damos de cara com Renato, que me examina de cima a baixo.

_ Onde vocês estavam? _ Ele pergunta olhando pra mim.

_ Não te interessa. _ Raphael responde.

Íamos passando direto, mas Renato segura Raphael pelo ombro esquerdo e diz:

_ Eu sei o que você fez, então não que vou deixar você fazer o que quiser com o que é meu!

Raphael fecha o punho, solta uma risada irônica e diz:

_ Pelo menos eu não preciso estuprar ninguém e quanto a ele, nunca foi seu, pois eu vi primeiro.

Do que raios eles estavam falando?

Decido não dá mais atenção a essa cena patética e infantil e vou para minha classe. O sino bate e os alunos começam a entrar na sala. Entre eles Raphael e Renato. Raphael chega perto de uma garota que está sentada ao meu lado, sussurra algo em seu ouvido, ela sorri e ele lança uma piscadela junto com um sorriso safado para ela.

Fico boiando totalmente, até que vejo que ela pega os materiais dela e sai da carteira, ele vai até a dele, pega a mochila e senta no lugar dela.

_ É muito bom ser bonito e sexy! _ Ele diz sorrindo para mim.

Sem querer eu sorrio de volta. Acho que estou maluco porque estou com a sensação de que se eu tiver qualquer coisa com esse garoto minha vida irá virar de cabeça para baixo. Mas parece que dentro do meu cérebro tem um botão ‘dane-se’ e eu sem querer apertei ele.

Virei para frente e tentei olhar para aquele ruivo sedutor o menos possível, mas sempre que eu não conseguia resistir à tentação ele estava me olhando e sempre com um sorriso no rosto. Enfim, 10 horas depois o sinal bate e sala inteira se comove como se estivessem libertando de anos de escravidão e só cinco pessoas ficam na sala: eu, Raphael, Renato, Carlos e Adriano.

Eu, claro, só percebi isso depois de ter arrumado minha mochila tranquilamente. Quando percebi parecia que aquilo ia pegar fogo. Sério, o clima estava muito quente e a tensão era palpável.

_ Eu vou contar pra coordenação. _ Renato diz.

_ Contar o que, cabeça de bacalhau? _ Pergunta Raphael. Com aquele sorriso lindo e desafiador que ele tem.

_ Que eu vi vocês dois no maior amasso atrás da faculdade!

Ah não. Me arrepiei na hora, será que seriamos expulsos por isso? Mas ao contrário de mim, Raphael começou a gargalhar e fala:

_ E você acha que estamos aonde? No fundamental? Francamente...

_ Olha aqui, cara. Eu mando aqui e se você não quiser problemas com a... Polícia, sugiro que saia da faculdade, ou melhor ainda, saia da cidade. _ Renato fala com cara de poucos amigos.

Raphael fica sério por um instante, mas depois ele volta ao seu ar zombeteiro.

_ Sério, mano. Cê me dá muita pena! Tá com tanta dor de cotovelo, por eu ter conseguido em duas noites o que você não conseguiu em três anos. E se você quiser falar sobre polícia, conversa com meu pai que é policial. Agora, se nos dão licença...

Ele passa os braços em volta dos meus ombros e meio que me impulsiona a sair da sala. Mas uma voz nos faz parar antes que saiamos da sala de aula.

_ Duas noites?! _ A voz era de Adriano. _ Neném? Você sabe que não o conhece só desde ontem, né?

Raphael respira fundo.

_ Como assim? _ Eu pergunto sem paciência.

_Nossa você não se lembra de nadinha mesmo? _ Adriano pergunta com uma cara de angústia.

_ Me lembrar do quê? _ Eu pergunto cada vez mais desesperado, pois sinto que estão me escondendo algo.

Mas Raphael agora me puxa pra valer, e logo estamos no estacionamento da Faculdade. A cara do Raphael não é das melhores.

_ Por favor me diz o que está acontecendo.

_ Entra no carro. _ Raphael fala com uma voz brava.

Não vou entrar em lugar nenhum enquanto não souber o que está acontecendo.

_ Acho melhor não, vou para casa de pé.

Viro de costa, mas Raphael rodeia o carro, abre a porta e me coloca dentro do carro.

_ Coloca o cinto! _ Ele diz ao entrar no carro.

_ Eu vou embora sozinho.

E então Raphael perde o controle e grita:

_ Só me obedeça e coloca a porra desse cinto!

Depois disso ele dá um murro no volante e o carro buzina. Confesso que me assustei e sem resistir coloco o cinto.

Raphael dá a partida e sai andando pela cidade... Na direção completamente oposta da minha casa.

_ Minha casa não é pra aí! _ Digo com a voz baixa.

_ Eu sei onde você mora, fica tranquilo. _ Ele diz com a voz mais calma.

_ Como você sabe aonde eu moro?

_ Como você não sabe quem eu sou? _ Ele pergunta com a sobrancelha esquerda arqueada.

_ Não entendi.

Ele ri como se tentasse se controlar.

_ Eu sei do seu trauma tá bom! Mas aposto que se eu perguntasse quem era Matheus, você saberia me responder.

Estou cada vez mais assustado. Como ele sabia sobre Matheus.

_ Você sempre gostou mais dele que de mim. _ Ele diz com uma carinha tristonha.

Eu penso um pouco e desde o momento em que vi ele o achei familiar. Talvez eu o conhecesse mesmo. E enquanto eu penso ele para o carro, agora estávamos fora da cidade. Uma praia pouco movimentada nessa época do ano. Juro que estou pra ter um ataque de pânico.

_ Por que me trouxe aqui?

Ele passa o dedo na minha bochecha e liga a luz do carro.

_ Calma, não quero te machucar.

Ele joga suavemente seu corpo sobre mim, com o intuito de me beijar, porém eu me afasto.

_ Quem é você? _ Eu pergunto.

Ele sorri e diz:

_ Isso você vai ter que se lembrar. Eu sei que você consegue.

Ele tenta me beijar de novo, mas outra vez eu me afasto e ele pergunta:

_ O que foi agora?

_ Sua arma, quando lembro que você tem uma arma eu fico nervoso.

Ele tira a arma da cintura e manipulando-a.

_ Meu pai me deu para minha segurança, mas se você quiser eu coloco ela no porta luvas.

Eu faço que sim com a cabeça e ele realmente faz o que disse.

_ Então você não é um serial killer? Promete?

Ele abre um sorriso de canto e diz:

_ Prometo que não vou matar você.

Então ele tenta me beijar pela terceira vez e, bem, eu não resisto.

_________________________________________

Não se preocupem pessoal prometo que não pararei de postar o conto. E aí o que estão achando?

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/10/2015 11:14:20
Eu não acho o David um tapado, ele teve problemas e isso tem de ser levado em contas. E essa relação toda, nossa... Muito segredos e mentiras rsrs
09/10/2015 05:08:38
:/
08/10/2015 22:12:39
Acho que o Rafael é um maniaco.
08/10/2015 20:35:15
Tô gostando....👏👏👏
08/10/2015 20:10:03
Amando tudo, mais o David é muito tapado, o Renato é apaixonado por ele e ele dando trela pro bandido, foi o Raphael que matou o Matheus ctz. Abraços :)

Online porn video at mobile phone


Nem respondi e fui metendo naquela bucetinha encharcada, até sentir meu pau tocar o fundo, quando ela soltou um gemido alto e gostoso.contos minha sogra proibida minha amante ate hoje.pausada no c* tão grande que ela cagou e gritou XVídeostrali de filmis porno kinbengala com nifetasConto erotico vizinha carente peituda amamentandoconto erotico ensinando a tia de motoComtos namoradas fodidas por velhosnovinha boa com o shorti aberdadoXvideo bilotinhowww. vídeo pornovizinha najanela.comcontoserot/mamae pegou eu e meu irmao brincando de medicoXxvidios meninas bem nobonha no cio loca pra foderconto erotico esposa me colocou chifrecontos eroticos desabafando uma história real deu para chefe do pau grande para ser promovidacontoseroticos/comadre rabudaisso viadinho filho da puta tem um cacetao bem pra vc tomar no cu gostosomeu irmao despresa minha cunhada e ela da a bucetinha gostosa para mimpornoproibidodoidaodei viagra a minha prima e fudi com ela vom um pau de borrachadescobri que meu genro quer me comer contos eroticoscontoerotico eu namorada mae e tiocontos erotico meu sogro mi arobou cm seu pau d elefanteContos eroticos marido combina com o cara para cortar sua energia para poder comer sua esposameu padrasto me estrupo ranco meu cabaco eu gosteiPatricinha transando com pm parte 2 contos erotivosenteada madura mamou rola do padrasto contosmeu cunhado quer me chupar todinha e eu aceiteienfiou o nariz no cu da pưta com a buceta gozadaxupando gksporno em familiaconto erotico gay crenteo cara tava comendo minha mulher ru cheguei ele tirou da buceta dela e enfiou na minha bocadebbrasil pornocontos as calcinhas da minha sobrinha branquinhainsesto com vovozinhas no porbodoidoWwwx vidios .con amulhe da buceta maio do mudorfotos de buceta de mulutacontei como foi minha noite com meu amigo para meu marido pornoCoroas louco por sexo tique roludoquantos centímetros tem o penes do pro boteinobaixar video Foi socorrida e agradece com Foda pornôsogra gostosa de cabelos crespos fudendo com amigo do genrocontos eróticos com fotos esposas estupradas submissasxvideo alisando minha tia dorminoporno eu e minha cunhada ficamos sozinho em casa não resistir elachulezinho femininoxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachofime porno pai infindo a mão no cu da filhaquero ver um filme pornô porreta Mel com muita mulher gostosa tomando no c* de calcinha de ladinhocontoseroticosvariasgosadasxxvideos mulher com inveçao pede pro marido da o cu pra ela e ela fode o cu delecontos gay dadinhowww.contoseroticos fui viola por um mega caralhudoconto eurotico academia com o menino bundudoTios Safados inludindo Adolecente X Videovideos reais p baixar coxudas de saia descuidadas realprovoquei e ele me pegou a forca na rua!!contos eroticosler contos eroticos menagegordinhas costurado dando 2017 bundãovidro porno loirinha estava no quarto quando escuta algo na sala e quando vai ver flaga seu padrasto careca se mesturbando pauzudo passando a vara no meninonegao picudo estrupou novinha nao aguentouxvideo.comwww.putariabrazilrira de pai espiando filha mai nova no banhomulhe do bixao enchado e gosando muitosapateira e chupando a rola do outro comendo o c*contos eroticos gay muito hormoniomulher ficado vemelha de tato chupaominha mãe tomando banho e eu não resisti e entrei dentro do banheiro e forcei ela fazer sexo.novinho arega na pica do coroa saradaocomo esconder do meu marido que a minha buceta ta cheia de gala de outro?so bucetudas chorando quando a pica entrouconto erotico vizinha scatve porno cm padrastro cumeno entiada navinhavirei escrava do vizinho contos eróticosa menina magrinha pegou a mulher pegou de tapa na cara pegou no casacomulher casada realisando fantasia e da pra dois negao dt porno doidoporno homens com fitas adesivas na bocaboquete toda hora minga sogracurradaxvideoxvideos marquinhos atletico mgContos eróticos entre marido e mulher que se reconciliaramesposa fica locona e da pra varios porno nacionalcontos hetero experimentar chupar pau xvideo corno esposa pegavo afosadois negros de 40cm de pau no rabo da intiada e sublinha