Fred e Vilma, Betty e Barney - liberação geral - 3

Fred e Vilma, Betty e Barney - liberação geral - 3

By Predadora

Depois de todos gozarem, a Vilma meio desconfiada, foi pra casa com um grande sorriso no rosto e com a promessa de Barney de não contar que ela tinha um amante. Chegando a casa Vilma recebe um telefonema da amiga Rose, Vilma marca um encontro no shopping com a amiga, depois conta o que aconteceu entre ela e Barney e Betty, pra Pedrita, a adolescente muito safadinha sorrindo muito diz:

Pedrita - A senhora tem é que dar geral, o papai é o maior safado, come todas as periguetes da cidade, e a senhora tem mais é que dar o troco, mesmo porque, sexo é bom para a pele e para o coração.

Vilma - Você está certa minha filha, nunca mais eu irei me meter em sua vida pessoal, se você quiser meter com os seus namorados aqui em casa tudo bem, deixa o seu pai comigo, ele não tem moral para proibir você de meter com ninguém.

Pedrita - Tem certeza mãe, sabia que estou saindo com uma gatinha linda e queria muito dormir com ela na minha cama.

Vilma - Não sabia que você era bissexual minha filha, mas tudo bem, eu disse que não iria mais me meter na sua vida sexual e não vou mesmo.

Pedrita - Que maravilha mãe, tem certeza que papai não vai fazer nenhuma desfeita para a minha amiga?

Vilma - Claro que tenho Pedrita, pode trazer sua amiga tranquilamente, do seu pai cuido eu.

Pedrita beijou a mãe e foi para o seu quarto e Vilma foi se arrumar pra ir se encontrar com a amiga no shopping.

As duas se encontraram na praça de alimentação, se abraçaram, relembraram as aventuras dos tempos de solteiras e Vilma passou a abordar o assunto.

Vilma - Rose minha querida amiga, queria lhe pedir um grande favor e sei que você vai estranhar o meu pedido, mas é muito importante para mim o favor que vou pedir-lhe.

Rose - O que foi Vilma? Assim você me deixa preocupada!

Vilma - Não precisa ficar preocupada, você não é obrigada a me fazer esse favor, mas vamos ao assunto, eu estou muito insatisfeita com meu casamento, meu marido é um galinha de primeira, já pensei até em me separar dele, mas tive uma ideia para ter ele em minhas mãos, e é ai que você entra, eu queria que você seduzisse o meu marido, uma lua de mel em um motel bem gostoso, e depois deixa comigo, o resto eu faço.

Rose - Vilma você sabe muito bem que lhe devo vários favores, e que posso fazer esse favor para você, mas acho que você está ficando maluca em deixar outra mulher foder com seu marido.

Vilma – Eu sei o que estou fazendo amiga, está tudo sobre controle, deixa o meu marido comigo e me faça esse favorzinho, combinado?

Rose – Claro, Vilma, você pode contar comigo, vou fazer esse favor para você, apesar de ter visto o Fred há umas duas semanas atrás e me desculpa, mas ele não é o meu tipo de homem, está meio gordinho.

Vilma - Você conhece o Fred? Se conhece, o nosso plano não vai dar certo.

Rose - Na verdade não conheço, mas me lembro de quando vocês se casaram, fui à festa de casamento e você me apresentou rapidamente, ele não vai me reconhecer, faz muito tempo.

Vilma - Certo então vamos continuar com o plano, muito obrigado pelo sacrifício de ficar com aquele gorducho galinha.

Rose - Se pelo menos ele foder gostoso, vai vale a pena.

No dia seguinte Bambã está na sala e Barney senta no sofá de frente para o filho e fala:

Barney – Bambã, meu filho, queria lhe contar uma coisa e não sei como você vai reagir ao que vou lhe contar.

Bambã - Fala logo pai!

Barney - O que aconteceu é que eu comi a sua noiva, a Pedrita, me desculpa filho.

Bambã - Sério pai?... Não entendo porque ela não me contou, nós não temos segredos um com o outro.

Barney - Deve ter ficado tímida por eu ser seu pai, ela deve ter temido a sua reação, assim como eu também estou temendo.

Bambã - Calma pai, o senhor sabe que tenho um namoro aberto com a Pedrita, então qual o problema de ela foder com o senhor, e aí?... O que o senhor achou da bocetinha da minha noiva?

Barney – Filho..., tenho que lhe confessar que ela é muito gostosa, não tão gostosa como a mãe dela, mas muito gostosa.

Bambã - O senhor comeu a tia Vilma também?

Barney - Esqueça isso filho, falei besteira.

Bambã - Fica tranquilo pai, não vou falar nada pra ninguém, mas me conta como foi a foda do senhor com a Pedrita.

Barney - Você gosta mesmo de ser corninho manso em meu filho? Vejo o quanto você fica excitado com o assunto.

Bambã - E o senhor não fica excitado quando a mãe vai foder com o amante?

Barney - Lhe confesso que fico sim, meu pau fica muito duro, acho que nós somos corninhos mansos desde que nascemos. Só que ainda não sabíamos.

Bambã – E, pelo jeito, o tio Fred também, mas só que ele ainda não sabe.

Barney - E não pretendo que ele saiba tão cedo, por isso, em boca fechada não entra mosca.

Bambã - Não esquenta a cabeça pai, já disse que da minha boca ele nunca irá ouvir uma só palavra.

À noite Barney e Fred vão ao barzinho Taquinho de Ouro e ficam bebendo e conversando:

Barney - Fred queria lhe contar uma coisa e queria que você não falasse para ninguém, é que eu e a Betty resolvemos ter um casamento aberto.

Fred - E o que é um casamento aberto?

Barney - Ela poderá transar com quem ela quiser e eu também poderei fazer o mesmo.

Fred - Que porra é essa? Quer dizer que a gostosa da Betty tá liberada para foder com outros caras? Então, como seu amigo, eu quero comer aquela bocetinha também.

Barney - Pensei que você fosse meu amigo, vim aqui para desabafar com um amigo, mas vejo que você não passa de um sacana.

Fred - Desculpa Barney, não quis te magoar, mas esse negócio de deixar a esposa foder com outro, não é certo para mim, a minha Vilma só fode comigo...

Barney - Mas você vive gastando dinheiro com puta Fred.

Fred - É muito diferente, eu sou homem e homem pode ter outras mulheres, homem é assim mesmo, é da natureza do homem, mas a mulher tem que se guardar, tem que ser só do marido.

Barney - Você acha que mulher não tem tesão, que mulher quando vê um homem bonito nas ruas, não fica excitada, molhadinha, doida de vontade de dar pro cara que ela nem conhece?

Fred - Não sei quanto à Betty, mas a Vilma, eu tenho certeza que não.

Nesse momento Barney não aguenta e começa a rir.

Fred - Do que você esta rindo, você acha que a Vilma pensa em outros homens?

Barney - Claro que pensa Fred, a Vilma é um ser humano como você e eu, o tesão por mulher que você tem, ela tem por homem, não pense que a Vilma é diferente de qualquer outra mulher.

Nesse momento entra no recinto uma loura lindíssima, que fica o tempo todo sorrindo pro Fred, ele nota as investidas da jovem e fala para o amigo:

Fred - Barney já viu aquela loura, tá me dando a maior mole.

Barney - Eu vi que ela fica te olhando o tempo todo e sorrindo, deve ser puta querendo o seu dinheiro ou maluca, porque um mulherão daquele dando bola para você, deve ser doida.

Fred - Você tá com inveja porque ela está dando bola para mim e não pra você.

Barney - Então vai lá Fred, quem sabe você não come uma bocetinha diferente hoje!

Fred - Eu vou mesmo, e aposto com você que vou comer aquela coisinha linda.

Fred saiu da mesa deixando Barney sozinho e foi até a loura que era a Rose a amiga de Vilma, conversou por alguns minutos e depois saíram os dois de mãos dadas. Fred levou a loura para o motel e comeu ela de todas as maneiras possíveis, só voltando para casa no dia seguinte.

Vilma - Então Fred você estava na farra com uma putinha loura?

Fred - Vilminha quem lhe falou essa mentira, eu estava na casa de um amigo, bebemos muito e resolvi dormir lá na casa dele.

Vilma - Porra nenhuma Fred, sei de tudo, uma amiga minha estava no Taquinho de Ouro e me ligou dizendo que você tinha saído de lá de mãos dadas com uma loura belíssima.

Fred - É mentira Vilma, essas fofoqueiras só querem acabar com nosso casamento.

Vilma - Elas não precisam acabar com o nosso casamento, você já acabou com ele, acho melhor nós nos separarmos Fred.

Fred - Você está maluca Vilma, eu jamais me separaria de você, eu te amo.

Vilma - Mas eu não sei se ainda te amo, acho que não, acho que você apronta tanto que meu amor por você está acabando.

Fred - Não diga isso Vilminha por favor, eu faço qualquer coisa para você não se separar de mim.

Vilma - Qualquer coisa?

Fred - Sim, qualquer coisa!

Vilma – Então, já que você pode sair com outras mulheres e dormir com elas em motéis baratos, eu também quero sair com outro homem e foder a noite toda como você faz com suas amantes.

Fred - Você tá ficando maluca Vilma, eu jamais vou permitir isso, eu como mulher fora porque é da natureza do homem ser infiel, homem pode sair com outras mulheres além da esposa, mas as mulheres têm que ser fiel ao marido, nunca que eu vou deixar você trepar com outro homem.

Vilma - Então está tudo terminado entre nós, quero que você pegue suas coisas e saia imediatamente.

Fred - Não vou sair porra nenhuma, a casa é minha.

Vilma - Então quem sai sou eu e nossa filha, sua filha vai adorar saber que o canalha do pai ficou com a casa e a mãe foi para a rua, porque ele, é um grande galinha e filho da puta.

Fred - Tá certo Vilma, você tem razão, eu saio, mas pense bem no que você me pediu.

Vilma - Você é quem deve pensar no que lhe falei, esse negócio de homem pode e mulher não pode, é só na sua cabeça machista, o mundo mudou Fred, já estamos na idade da pedra polida, o mundo não tem lugar mais pros machistas.

Fred pega suas roupas e sai de cabeça baixa, vai pra um motel e fica pensado no que Vilma lhe disse. Rose liga pra Vilma:

Rose – Vilma, eu fiz tudo do jeito que você mandou..., espero que seu plano de certo.

Vilma - Obrigada Rose, tudo está correndo como eu esperava, em pouco tempo o Fred vai ter que comer em minhas mãos!

Rose - Desculpe eu dizer, mas seu marido manda muito bem, apesar de ter um pau não muito grande, ele sabe como usá-lo, faz tudo na cama, comeu meu cu e até fio terra ele me deixou fazer.

Vilma - Filho da puta, aqui em casa ele só faz papai com mamãe comigo, para ele comer meu cuzinho é um sacrifício, desde que casamos, ele só comeu meu cuzinho duas vezes.

Rose - Pois comigo ele faz de tudo, poucas vezes eu tive um parceiro tão gostoso como o seu gordinho.

Vilma - Obrigada Rose, mas agora chega, não quero que você trepe com ele de novo.

Rose - Claro que não Vilma, eu sou sua amiga e homem de amiga minha, para mim é mulher.

Na residência Rubble, Betty se arruma para sair com o amante, Barney esta raspando a bocetinha dela.

Betty - Bem raspada meu corninho, o Ricardo não gosta de pelos na xoxota da putinha dele.

Barney - Deixa comigo Betty, ninguém raspa uma xoxota melhor do que eu..., tenho certeza que o Ricardo vai adorar chupar essa xoxotinha careca.

Betty - Só de pensar na boca dele na minha xoxota, eu já fico molhadinha.

Barney - Eu estou vendo paixão.

Betty - Barney porque você não aproveita que o Fred está separado da Vilma e dorme aqui na nossa cama com ela?

Barney - Que boa ideia minha putinha, mas será que ela vai topar?

Betty - Claro que vai, aquela gosta mais de rola do que eu, ela tá doida para subir de novo nesse pauzão gostoso.

Barney - Então você poderia falar com ela amor, vocês são tão intimas.

Betty - Claro que falo amor, deixa comigo, a putinha da Vilma vai amanhecer toda esfolada de tanto você meter esse pauzão gostoso nela.

Betty foi para seu encontro e Vilma veio dormir na casa dela com Barney, Bambã que sabia de tudo aproveitou e foi dormir na casa de Vilma com a Pedrita e os casais treparam a noite toda.

Alguns dias depois Fred foi até a sua casa e encontrou Vilma sozinha em casa. Pedrita tinha ido pra escola.

Vilma - Entra Fred a casa ainda é sua!

Fred - Não quero lhe incomodar Vilma, mas estou sentindo muita falta de você, você bem sabe o quanto lhe amo, acho que venho pisando na bola com você, você não merece as minhas canalhices, por isso lhe peço que me perdoe e esqueça esse negócio de você sair com outro cara, prometo nunca mais sair com outra mulher.

Vilma - Negativo, eu trabalho o dia inteiro nessa casa feito uma empregada doméstica para você e recebo só suas traições, se você quiser voltar a morar comigo, tem que me deixar meter com outro cara, igualzinho você que se acha com mais direitos que eu.

Fred quase chorando fala:

-Tá certo Vilma, se é isso mesmo que você quer, eu deixo você transar com outro cara, mas tem que ser um cara que não me conheça e não conheça nenhum de nossos amigos.

Vilma - Tá certo Fred, eu vou escolher um cara que não seja do nosso circulo de amizade, quero um bem roludo, um que me deixe de boceta ardida, coisa que nunca consegui com meu marido.

Fred - Você está querendo dizer que não gosta de transar comigo.

Vilma – É claro que estou querendo dizer isso mesmo Fred, nossas relações amorosas são horríveis, você nunca me comeu gostoso, nunca comeu o meu cuzinho apesar de saber que eu gosto, nós só fazemos papai com mamãe.

Fred – Claro, Vilma, você é minha esposa, não posso ficar fazendo essas coisas com a mãe da minha filha.

Vilma - Pois a mãe da sua filha é mulher e adora uma foda com muita sacanagem, e é como diz o ditado, quando o marido não faz direito, a mulher procura fora!

Fred - Tá certo Vilma se você quer ser tratada como uma vagabunda, é assim que vou lhe tratar.

Vilma - Acho que estamos começando a nos entender, e já que você vai deixar eu foder fora, que tal se nós déssemos uma trepadinha agora, me mostre como você trata as vagabundas que você come na rua.

Fred agarra a esposa e lhe dá um belo beijo na boca e pega Vilma no colo e a leva pro quarto.

Vilma - Que gostoso meu “Fredão”, quero que você coma a minha bundinha, bem gostoso, você tem pau pequeno, ideal para comer uma bundinha.

Fred - Está certo; minha putinha, se você quer sacanagem, vai ter sacanagem, vou comer tudo quanto é buraco que você tiver.

Fred tira toda a roupa da esposa e chupa sua boceta por mais de dez minutos depois mete nela num gostoso frango assado, e manda-a ficar de quatro e come a bocetinha e depois o cuzinho dela nessa posição, Vilma geme muito e pede pra fazer um 69 com o marido que aceita na hora, Fred fica em cima e Vilma em baixo, e Vilma abocanha a rola do marido enquanto ele chupa sua boceta, depois de algum tempo Vilma se lembra do que a amiga rose tinha falado, que tinha feito fio terra no Fred, Vilma não pensou duas vezes e meteu um dedo no cu do marido, Fred contorceu o corpo e pediu pra Vilma tirar o dedo, Vilma sorriu e disse para ele relaxar e gozar, e continuou comendo o cuzinho do marido até ele gozar.

Fred - Vilma meu amor, isso não pode sair desse quarto.

Vilma - Que bobagem Fred, você acha que saio falando para todo mundo o que faço com meu marido no quarto, o que acontece no quarto de um casal é só dos dois, não deve ser divulgado por aí.

Vilma volta a morar com Fred e dias depois ela avisa que vai sair com outro homem.

Vilma - Fred meu amor como nós tínhamos combinado, eu vou sair com um amigo de escola, você não conhece nem ele conhece você, pode deixar, que serei muito discreta.

Fred - Pensei que você tivesse esquecido isso Vilma, depois dessa semana maravilhosa que passamos juntos.

Vilma – Eu realmente adorei a semana também Fred, você foi carinhoso gostoso de cama, mas quero ter os mesmo direitos que você teve em todos esses anos de chifre que tive com você, e já conversamos sobre isso.

Fred – Certo..., Vilma..., eu vou cumprir minha palavra, acho que você está certa, tem mais é que me botar um belo par de chifres, eu mereço.

Vilma - Ainda bem que estamos de acordo com isso, agora queria que você raspasse minha xoxota, não quero chegar toda cabeluda no meu encontro.

Fred - Mas isso é muita humilhação, então você quer que eu raspe a sua xoxota para outro meter?

Vilma - Quero sim, toda vez que a Betty vai meter com o amante o Barney raspa a xoxotinha dela, porque você não pode ser tão bonzinho como seu amigo?

Fred - Porque não sou tão mansinho assim Vilma.

Vilma - Com o tempo você aprende a ser tão mansinho quanto o seu amigo Barney.

Fred - O que você quer dizer com isso, quer dizer que você continuará me botando chifres depois desse encontro.

Vilma - Não quero discutir isso agora, mas quando eu chegar, poderemos falar sobre isso.

Fred - E quanto a esse negocio da Pedrita ficar dormindo com o Bambã e com aquela amiguinha dela na nossa casa, isso está errado.

Vilma - Nossa filha é adolescente, se você proibir ela de transar na nossa casa ela vai para um motel, prefiro que ela transe na nossa casa.

Fred - Mas Vilma ela é bissexual, ela transa com aquela menina.

Vilma - E daí? Qual o problema? Deixe-a viver a vida dela como ela quiser, nós não temos nada a ver com isso.

Fred - Será que sou o único com juízo aqui em casa.

Vilma - Você com juízo Fred, tem certeza que você tem moral pra falar em juízo?

Fred – Certo, Vilma, não vamos mais falar sobre isso, vamos logo para o banheiro para eu raspar a sua xoxota.

Aguarde o próximo capítulo!


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive predador 123 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
04/05/2015 09:09:25
belo conto, parabens , nota 10
01/05/2015 17:50:15
estou colocando os contos de volta aos pouco, mas, tem alguns que não tem mais, se perdeu, mas não tem problema eu escrevo outros, adoro escrever.
01/05/2015 14:00:19
Parabéns pelo retorno. Estava com saudades de suas narrativas. 10
01/05/2015 03:16:50
Oi Geralda, acabo de ler com bom humor a bela transposição de vc sabiamente fez de uma mera historinha infantil, num relato ben sensual e sacana. rs rs rs nota dez e abs de Rui. ()

Online porn video at mobile phone


xvidio.com minas poterx vidios branqinha cabelopretoxividio vo come o cu dela dormindocomtos eroticos ninfeta e o velhomulher fudeno na pisiçao doiContos de podolatriacontos eroticos comendo minha vovozinha na chantagemcontos eróticos com fotos esposas estupradas submissascontos eiroticos leilapornpornodoidomamaegostosa e filho virgemfilme porno "ligados pelo desejo"corno xxx veibidor trasparentecaralhudo rasgando cu da loira cinquentonaquero assistir vídeos pornô com as panteras Irmãos Grimm fazendo sexo no XVídeos brasileirosincestossexo com animaisconto erotico gay vovo deu leite pro netinhocachorro do nozão trelado no cu da gostosaniha xoxota ta melada xvideisver buceta de corouas de 39ou40 anosPorno contos incesto familia prazer total qualquer idadecontos eroticos estuprada pelo meu cunhadogorda bem rabuda sinturada novinhaMeu cão ralf me comeu contoQuero ver uma mulher madura sendo descabaçada pela pomba grandenegao roludo aregassando o cu da travestis de 20 anos nno motel pornodoidoconto erotico uber passando a mao na.minha bucetinhaXvideos gostozura bbw safadaprica cavalaconto de insetos de rasgando o cu apertadocontos eroticos dois anã fuderam novinhaconto erotico funk peladasexo velho etiadas vazouporno com a madrasta passando a mao na buceta dela afilhadocoroa esguicha de prazer de ter tora no cuos melhores. comtos de sexo de paes com filhasMulheres espetaculares de pernas abertas lindas atrizes pornos gostosas nao acredito que estou pesquisando issocontos eróticos flanelinha filme os seios e coxasgordinha com a sua bucetona peidona sexo no onibus com filha contos pornocontos eroticos tive q mostrar meu rabao p bandidosxvideo conto corninhoDeixei minha irma chatinha brincar com minha rola xvideonxvideo de padrasto gayAlentejano velho caralhudoXVídeos da Luz Sementinhaxividio vai maxuca meu cuO que é enfezamento na vaginaconto crenteconto de comendo cuwww.testedefudeludade coroas.brdoce nanda parte cinco contos eroticosquero ler conto erótico f****** com a noraMeu co ralf me comeu contoGAROTOS CHANTAGEADOS DAM A BUNDA AOS PRIMOS XVIDEOcontos eroticos d maridos q gostam d veh sua mulher fuder cm pirocudo dentro d ksacontos erotico dei no churrascoporno doido extaziadas de prazercontos eróticos sequestro gayporno adriano lucas punhtadofui foder com o cara do pau enormi e min lasqei xvideos xxxxadoro foder com meu filho fodeme meu filho nesta cona putapulei o muro da fazenda e a dona mim taradacunhadinha desistido no quarto da b******** XVídeosgibi troca troca com família pornofudeno cadela de frango asado zoo filiakero ver minha esposa dando a buceta cabeluda lurdes para o patraomenina xegado da banada doida de tesoa xupado a buceta da sua amiga brasileiraver video porno de rola grande e grosa pozisao macabrananinha xvidioscasada chora com zezao rasgado o vizinho apertado flagras escolas picanteContos incesto dei pro meu filho mesmo gravidacontoseroticos minha mae traiu meu pai e eu tambem comipeituda ri ao ver pinto mole do cara mais aproveita quando ta duraoxvideos coroas chulecontos eróticos encoxando a crenteencostei no bico do peito edoeucontoseroticos de prima e seus primosnao aguentei meu filho virou meu amante primeiro contoNovinha reboa gostosa yotubhomens com rolas veiúdas transandoPaus grandes no cu da vadiazinhahno motel eu comecei a beijar o pescoço da minha cunhada casada evangélica ela gemia eu comecei a chupar seu peito eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca eu disse pra ela chupar meu pau ela disse pra mim eu nunca eu chupei o pau do meu marido evangélico eu disse pra ela chupar meu pau que você vai gostar ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta ela gozo conto eróticocrentinhas encochadasgarrafas decoradas com aniandracontos eiroticos leilapornmarido nem percebeu que sua mulher tava dancando de pijama sem causinha na frente do computador que outros homem tava vendo xvidiiosbaixinho Galeguinho fazendo sexo com jumentacontos eroticos meninas de dez anos transando com cachorro com calcinha vermelha com lacinhos pretomae enssinando de quinse anos a fode dando a buceta pra elicontos eroticos meu cachorrinhoconto meu marido me chupou cheia de porra do meu amantenegao que empurrou quarentta sentimetro na magrelavideos de sexo, lambeçao de barrigaxvideo damçano de saimha sem calsinhaXsvideos artista pintando macho nucunhada sai.do.banheiro so.de.tualha mostrando a poupa da bunda e da para o cunhadofoto dor pigelo preto bem bonitoReta do Pedreiro Hétero Peladoxvideos home coroa negroBaixinho