Meu Cunhado (Parte - 19)

Um conto erótico de ∞☮ Alex ☮∞
Categoria: Homossexual
Data: 12/10/2014 03:29:23
Última revisão: 16/03/2015 04:12:32
Nota 10.00

Sam: Você está brincando, não está?

Simon: Queria estar mas não estou. Amanhã mesmo você vai para a clinica onde trabalho e vamos fazer esse exame ok?

A noite se passou devagar, não consegui dormir, no outro dia fui ao hospital e fiz uma bateria de exames, iria receber os resultados em dois dias, foram os dois dias mais longos da minha vida! No outro dia acordamos cedo para receber os resultados...

Entramos na sala do médico...

Mãe do Sam: Então doutor? Nós estamos muito nervosos...

Médico: Gente, vocês tem que manter a calma neste momento, eu sinto muito mas você está com leucemia garoto...

Ele falou mais um monte de coisas mas depois daquela noticia eu não consegui ouvir mais nada, parecia que tudo estava em câmera lenta e tudo que existia era eu e o silencio, estava sentado mas não sentia meu corpo... Lembrei de Sam que estava do meu lado, olhei para ele que estava com as mãos na cabeça e via lágrimas descendo pelo seu rosto...

Não aguentei mais, saí correndo, peguei o elevador, saí do prédio como um louco, havia um park vizinho ao hospital, sentei em um banco e fiquei ali, raciocinando, havia ido com ele para viver nosso amor, mas quando o vi chorando por minha causa não aguentei, ele estava sofrendo e iria sofrer mais e tudo por mim.

Estava com as mãos no joelho olhando as pessoas passarem e pensando quando sinto uma mão no meu ombro, olho e o vejo.

Ele senta do meu lado e fica olhando para o nada também: Amor, porque você saiu?

Eu: Sam, me perdoa? Coloquei uma batata quente na sua mão... Acabamos de ficar juntos, só aproveitamos alguns meses juntos, você poderia estar feliz com minha irmã agora e...

Ele: Miguel... O que... O que você está falando hein? Miguel eu te amo, te amo está me ouvindo? E seja como for, vou estar ao seu lado, para o que dé e vier! Se está acontecendo isso era porque era para ser assim, se você tinha que passar por isso comigo, se nos conhecemos e nos apaixonamos tinha que ser assim.

Eu o abracei: Eu não queria te deixar, não agora!

Ele: E quem disse que você vai me deixar hein?

Eu: Eu tenho medo Sam. Minha vida nesse momento não está nas minhas mãos, e se...

Ele: Não Miguel. Não pense nisso ok? Vamos lutar. Você não quer me deixar não é?

Eu: Claro que não.

Ele: Então lute comigo, vamos lutar juntos para viver esse amor.

Eu: Sim.

Ele: Agora me escuta: Você precisa começar a quimioterapia, a leucemia já está em estado um pouco avançado ok?

Eu chorei...

Ele: Miguel eu estou aqui, você não está só amor, calma.

Em alguns dias eu fiz minha primeira sessão de quimioterapia, ele ficou o tempo todo ao meu lado conversando comigo, quando acabou me sentia esgotado, cansado, meu corpo doía e sentia um enjoo muito grande, eu voltei para casa, não fiquei no hospital.

Ele: Como se sente?

Eu: Bem.

Ele: Mig, por favor... Me fala a verdade!

Eu: Mal, parece que corri uma maratona!

Os dias se passaram e só piorava... Não acreditava que aquilo estava acontecendo comigo. Certo dia cheguei no quarto, havia tomado banho, fui pentear meu cabelo e um tufo ficou na escova... Parei um momento, coloquei as mãos na pia e fiquei pensando, lágrimas saiam dos meus olhos... Pensava nele, ele havia falado várias vezes que amava meu cabelo negro como a noite... Porque aquilo estava acontecendo comigo? Será que era um castigo por estar com um homem? Por esse homem ser o ex noivo da minha irmã? Por eles serem ex hoje por minha causa? Deus eu disse que não queria deixa-lo mas agora prefiro ir... Ele não merece ficar com alguém assim, preso ao sofrimento. Peguei a máquina e comecei a raspar tudo enquanto minhas lágrimas caíam, depois que acabei me olhei no espelho, meu Deus quem era aquele? Estava pálido, muito pálido, parecia que não havia uma gota de sangue no meu corpo, tinha manchas na pele, meus lábios ressecados, sem cabelo... Peguei a escova de cabelo e joguei no espelho que se espatifou, caí sobre o chão chorando, ele apareceu correndo e me levantou do chão...

Sam: Miguel, Miguel o que aconteceu meu amor? Seu cabelo...

Eu: Estou horrível não estou? Sam me perdoa? Você não merece isso... Era para você estar com alguém lindo, saudável, eu, eu estou horrível Sam... Eu quero morrer, te deixar livre.

Sam: Para com isso! Que feio Miguel, meu Deus... Não te conheci fraco assim, covarde... Eu não falei que a gente iria lutar juntos? Você acha mesmo que não te amo? Que só amo sua aparência, pois sinto em decepciona-lo, mas continuo te amando meu carequinha lindo!

Eu comecei a chorar mais: Porque isso está acontecendo? Poderíamos ser felizes mas agora eu estraguei tudo.

Ele: Miguel você não tem culpa, para com isso.

Eu: Você amava dormir cheirando meu cabelo, lembra? Você amava a cor escura dele...

Ele: Cabelo cresce amor. O que importa agora é você ficar bom novamente.

Deitamos, eu coloquei a cabeça em seu peito como sempre e minhas lágrimas desciam molhando sua blusa, agora não tinha mais meu cabelo para ele cheirar, então ele deu um beijo na minha cabeça.

Sam narrando...

Eu estava arrasado em ver o Miguel naquele estado, ele estava magro, pálido, seus olhos arroxeados por fora, seus lábios rachados, agora perdeu seus lindos cabelos... Além da aparência ele estava muito frágil com tudo que estava acontecendo, se culpava o tempo todo, achava um castigo, dizia que eu merecia alguém saudável, não entedia que eu o amava e pronto, que não ia abandoná-lo numa situação como esta nunca, iria fazer o oposto cuidá-lo e amá-lo.

Dormi agarrado nele aquela noite, quer dizer dormi não, não consegui, todas as noites esperava ele dormir e chorava... Tinha que ser forte por nós dois, quando estava na sua frente durante o dia, o dava forças, tentava mostrar que estava ao seu lado, lutando por nós dois, mas a noite chorava, deixava escapar tudo que estava preso.

Levantei, vesti um casaco e desci, fui ao jardim, fiquei olhando as estrelas tentando achar a resposta do porque que aquilo estava acontecendo...

Simon: Sam?

Desabei chorando mais ainda, chegava a soluçar...

Simon me abraça: Sam, calma irmão!

Eu: Ele está tão mal, fica falando o tempo todo que eu não mereço isso, mereço ser feliz com alguém saudável.

Simon: Mas você o ama e é o que importa!

Eu: Hoje ele raspou a cabeça, porque o cabelo começou a cair e ficou arrasado, quebrou um espelho... Ah Simon, eu amava seu cabelo... Ainda lembro quando o vi pela primeira vez quando desci do carro no Brasil... Ele virou e me viu, quando virou o vento bateu em seu cabelo negro como a noite... Eu o amo Simon, não quero perde-lo, não quero Simon, me ajuda, não quero perde-lo...

Ele me abraçou dando tapinhas nas minhas costas: Calma Sam...

Simon também chorou comovido...

No outro dia depois da sessão de quimioterapia estávamos em casa e ele estava deitado no sofá pois ficava exausto quando a campainha tocou e fui abrir...

Miguel narrando...

Quando minha mãe entra pela porta...

Mãe: Onde está meu filho?

Mãe dele: Amor, liguei para sua mãe, me perdoe mas ela tinha que saber.

Eu levantei do sofá e fui andando devagar, a mãe dele me ajudava pois depois das quimios ficava muito mal...

Eu: Mãe?

Ela me viu e começou a chorar, logo após me abraçou...

Eu: Estou horrível, não estou?

Ela: Deixa de besteira menino!

Ela pegava no meu rosto, acariciava, beijava minhas bochechas: Meu anjo, meu bebê, como você feio? Você nunca vai ficar feio, você é lindo Miguel, você só está doente, mas vai ficar bom.

Fui ao quarto levado por Simon que me ajudava a subir.

Narração de Sam...

Ficamos minha família e sua mãe lá embaixo... Ela não me olhava nos olhos, percebia o ódio que ela ainda sentia de mim.

Ela: Garoto, precisamos conversar.

Eu: Sim. – A levei até o jardim...

Ela – Olha...

Eu comecei a chorar como nunca, eu não queria perde-lo e meu medo estava muito grande...

Ela: Meu filho calma!

Falava em meio a soluços: Eu não consigo, não quero perde-lo senhora, eu... Estou desesperado, se ele morrer eu morro também porque uma pessoa não pode viver sem o coração e... meu coração é o seu filho... Eu o amo...

Ela me abraçou: Amor, calma...

Eu: Será que ele tem razão e que isso tudo é um castigo?

Ela: Não querido! Ele... Ele pensa assim?

Eu: Senhora, ele acha que estamos recebendo um castigo, mas não consigo acreditar que o que sentimos possa ser tão ruim a ponto de uma coisa dessas acontecer por isso... Nós não temos culpa, apenas nos apaixonamos... Eu te juro senhora, eu nunca em toda a minha vida senti algo tão intenso, tão verdadeiro por alguém, sinto em dizer mas nem por sua filha... Eu não posso perde-lo! – Comecei a chorar mais...

Ela: Olha o que vocês fizeram com minha filha foi realmente horrível...

Antes dela terminar senti o mundo girar, via luzes, minha cabeça doía demais e desmaiei...

Quando acordei estava no sofá, sendo examinado por Simon...

Simon: Ele teve uma queda de pressão!

Mãe: Também, com tudo que está acontecendo, desde que isso tudo começou que ele está desesperado.

Simon: Não contem nada ao Mig.

Eu: O que aconteceu?

Mãe: Sua pressão caiu amor, você desmaiou no jardim enquanto conversava com a mãe do Mig.

A mãe dele estava sentada no outro sofá ao lado do meu.

Ela: Vim chamar ajuda as pressas, fiquei preocupada com você.

Mãe: Ela entrou gritando aqui que você havia desmaiado.

Simon: Sam, não conte nada ao Mig para não preocupa-lo!

Eu: Tá.

Simon: É isso tudo que está acontecendo Sam, você tem que se cuidar pelo Mig, tem que ser forte por ele, não esquece que você tem anemia, faz dias que não se alimenta direito por causa dele, vou te examinar ok? Tenho que saber como anda essa anemia.

Eu: É muito difícil querer comer ou se cuidar em um momento como este, eu só penso nele.

Simon: Mas você tem que pensar em você também, por ele.

Eu: Se ele morrer eu morro junto.

_____________________________________

Gente mais uma vez desculpa a demora, mas repito que as coisas estã muito difíceis aqui em casa, porém não se preocupem, continuarei o conto até o fim, mesmo que demore alguns dias eu torno a postar ok?

Abraços a todos.


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive βεℓℓα & Alex a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/01/2016 01:33:31
Esses últimos capítulos estão megasena tristes.. Volta a ser forte Miguel!!!!
13/10/2014 09:38:09
Muito triste...
12/10/2014 19:48:30
Perfeito
12/10/2014 12:40:21
:"(
12/10/2014 11:48:28
Vamos te esperar, se cuide!
12/10/2014 11:19:16
Muito triste esse capítulo! Mocinho, estou preocupada com você... Que o Eterno esteja cuidando de vocês, viu? Beijinho e bom domingo!
12/10/2014 09:58:51
espero qu as coisas na sua casa melhore .espero que o mig saia dessa e logo e seja feliz com o sam beijo pra voce e pra bela.
12/10/2014 08:53:11
A doença nunca será um castigo,sim uma aprendizagem.
12/10/2014 07:15:15
Cara que situaçao a deles mas todo tipo de amor e abençoado por Deus e o deles nao vai ser diferente
12/10/2014 07:08:20
:( continua...
12/10/2014 04:21:48
Esse capítulo foi bem triste... :'( não se preocupe temos paciência... :>

Online porn video at mobile phone


eu quero ver f********* no corpo todo estourado bem reganhada gemidocontos eroticos revista privatefilha pede para o pai soca a pica uma cenora junto no cucomto de artimanhaconto erotico amiga da esposa da muito moleafeminado mulherzinha co cabelos grandes dando o cu gostoosoporno gay com vendedor de porte e portacontos o entregador pauzudo e minha esposa de chortinhoa dona vai ser com seu cachorrosexcabocla tarada e safadacontos eroticos de mulheres bofinhoslambendo dedo com coco scatxisvideo mamaes xmamaes lesbicazContos de meu pai examina meu clitoriscontos eroticos de irmas gemiasfalo putaria mesmoe trepo video caseiroeu tomei um pau gostososexo com a nora gostosa no sofá deitada no colonovimhas sem pentelho.ma.bucetimha damdo pra un mendimgo o rabimhoxvideos sonafero safadoxvidoe.cm baianas crentis traindo o maridocontos de incesto 05 anosponodoido padrasto fudeno a enteada dolada da mãeRelato de cornos submissogostosas sexos contos amador fotos escritoriosContos eroticos marido de pinto pequeno chama amigo roludo para esposa certinhamulhernopaudo boiconto gay ele se revoltou e tomou todasvideo porno mulher trai seu namorado em roki e corno liga bem na hora qe ela ta no escurinhocontos gays de incesto cnn-maduro comendo menino afeminadoContos sexo eu e meu irmao brincando de lutinhalindos travecos sendo regassadospai pono 15 etopo filiaeu moro sozinho com meu filho eu e ele na minha cama meu filho não casava de fuder .minha buceta eu disse pra ele fode meu cu conto eróticocontos eroticos cheirar calcinhaa mulher se arreba negao em fim todinho na buceta sua bola entra na bucetacontos tomei coragem e dei pro meu filho pauzudoamor sexo sem penetrarxvideos porno travesti batendo punheta com uma serpente enfiada no cuMuleque hxh belem paraporno gey contos eroticos priminho inosente3negao rasgando 18 aninho por tras porno doidomulher lésbica defesa da tua mulher com a b***** dela arreganhadaeu chego do meu colégio tenho 18 anos e estou louca para transar com meu tio e meu tio tá com a piroca dura e parado para responder agora e vou deixar ele gozar no meio da minha Rachinhaxxvidios.com portuguesbrasileirasnovinha gritano gostozo paiver videos de modelas a lerem contos de natal com o vibrador emcima da vaginaben10 estupando a gwanminha irma fou raspa aproveitei pornmeu esposoqueria ver outro me comendi xpirn.mulequespauzudojogador de basquete fode o gay safado na arquibancada negao xnxxcomendo o cu ajuda do sonifero contoscontos eiroticos leilaporncontos eiroticos leilapornconhada batendo ponheta escodidacontos eróticos meu marido viajou me bloqueado me f****contos eroticos dei oedra a um noiada pra fuder xvideo Mamae mw pegou me masturbando e me chupou ate gosar na boca delanovinha.commamano no banheiroputa tarada na pomba e o macho relinxa d tesaocontos eiroticos leilapornpausudo de 25cm come minha esposa gostosa e gosa nela pro corno verirma da pra irmao de causinha de lado e de bermuba e pretimhaconto porno amor em londres guilherme e felipexvideo zoofilia cachorro engata no dono que terta tira o pau e mao comsegue xvideocontos eroticosinha mulher viu eu dando o cugosada montra na cara pornodoidoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaxvideo negao amasa a xota da novinhasgosei na sogra distraida deitada x videosnítido comendo o c* de lingeriexvideos pegou amigp do filhoos cara chegaram passando a mao na gostosa depois fuderam ela porno a.focamulher ficou brava kid bengala arebetou vizinho dela xvidio contos eroticos suruba no exercitoporno brincando de lutinha e se aproveitando da cunhadaFui masturbada no onibus contoscontos eróticos minha mulher e o inquilinoxnxxMinha esposa se deu mal com o negaovelhos pintudos andando na praia nudistas videosminha baba tava tao gostosa peada pornodoidohttp://porno contos eroticos meteu e gozou dentro