BRINCADEIRAS DE CASAIS SAFADOS!

Um conto erótico de Giselle
Categoria: Grupal
Data: 09/09/2014 00:20:38
Última revisão: 31/07/2015 19:40:48
Nota 10.00

Meu nome é Rodrigo, tenho 24 anos e sou casado com Ana de 25 anos.

Ana era enfermeira em um hospital onde a conheci quando sofri um acidente de moto e tive que engessar o pé.

Fizemos amizade que logo se transformou em safadeza, pois ela era uma mulher bem ativa e completamente descolada.

Quando fui ao hospital para trocar o gesso, dentro da sala começamos a nos beijar e ela acabou chupando meu pau me fazendo gozar, engoliu tudo e sorrindo brincou dizendo que tinha feito aquilo pra não deixar nenhum vestígio de safadeza.

Sempre fui um rapaz um pouco tímido e as loucuras daquela mulher linda acabou me deixando fascinado e acho que minha timidez foi o que a deixou interessada em mim e também apesar de jovem eu ganhava muito bem como sócio de uma empresa de desenvolvimento de softwares.

Ana é loira de 1.70 m, seios volumosos, cintura fina, uma bunda enorme, coxas torneadas e uma boca fantástica de lábios grossos que se delineavam quase sempre num sorriso extremamente safado.

Tenho a mesma altura, branco de cabelos pretos e um corpo muito bem definido por sempre praticar natação no clube que freqüento. Ana sempre brincava comigo dizendo que tinha uma bunda empinada e carnuda, que se fosse homem ia querer me “enrabar”.

Somos um casal que sempre sai pra se divertir em baladas e boates, principalmente por causa de Ana que é um verdadeiro vulcão, sempre agitada e com uma disposição incomum, principalmente quando toma uns goles a mais.

No começo de nosso relacionamento fiquei um pouco constrangido pelas loucuras que ela aprontava, com suas roupas audaciosas, principalmente vestidos curtos sem calcinhas e várias safadezas que fazia, sempre dizendo que isso a deixava com mais tesão e sempre depois disso fazíamos amor que nem loucos.

Algumas vezes mesmo depois de transarmos Ana ainda batia uma siririca. Eu sempre brincava dizendo que o tesão demais que ela sentia era por causa do seu grelo enorme que vivia esfregando nas roupas a deixando toda “ligada”. Realmente quando começava a chupá-la em segundos aquilo ficava duro e grande e em poucos minutos gozava copiosamente.

Depois que nos casamos, pedi que ela parasse de trabalhar no hospital principalmente por causa do horário de trabalho.

Ana se queixou que gostava de trabalhar e ganhar seu dinheiro e então montei uma boutique de lingerie em uma galeria perto de nosso apartamento, além de trabalhar logo aquilo se mostrou um bom negócio e passou a dar bons lucros. Isso a deixou muito mais contente e feliz. Ela se mostrou uma excelente negociante e logo teve que arrumar mais 2 funcionárias pra ajudar na loja.

Foi então que ao passar à tarde na boutique vi que uma das funcionárias que ela tinha arrumado era uma mulata de 18 anos muito bonita, era de uma beleza bem exótica e então comentei dizendo:

-Ana...esta moça que vc contratou é muito linda...diferente né?

-Sim...reparou né...seu safado...Mara é muito gata...é o primeiro emprego dela...mas já deu pra perceber...que sabe vender bem...principalmente pros homens que vêem comprar lingeries pras namoradas e pra esposas...ela faz com que comprem o dobro. RSS.

-que bom pra você...ja já teremos que aumentar a loja...to vendo que as coisas estão indo bem.

-Ta vendo amor...você não esperava que sua mulherzinha fosse tão “boa” né?

-boa eu sabia que você era...não sabia que era boa em tudo que faz.

Foi então que a mulata veio até Ana perguntar sobre uma coisa e então fui apresentado como o marido da patroa, ela toda sorridente me cumprimentou com beijinhos toda sorridente e foi terminar de atender.

Ana então brincou dizendo:

-gostou né safado...Mara tem um sorriso de putinha safada...ela é muito louqinha também...ela me contou cada coisa que já fez...e só tem 18 anos. Lembra-me uma pessoa que conheço bem.

-é...uma tal de Ana né? Acho que conheço bem. Toma umas a mais e mostra a bunda nas baladas.

-nossa...que garoto esperto...quero conhecer esta tal de Ana...deve ser gostosa hein!

Caímos no riso e ficamos ali conversando, já estava quase na hr de fechar a loja e resolvi esperá-la para irmos embora juntos pro nosso AP.

Uma funcionária foi embora e minha esposa foi fechar o caixa e a mulata Mara ficou terminando de guardar as coisas e logo que terminou foi se despedir de mim e de Ana que então disse:

-Mara...ali naquela sacola tem algumas calcinhas que aquele vendedor que esteve aqui depois do almoço deixou de brindes pra loja...veja se gosta de alguma...se quiser pega algumas pra você...você merece...hoje arrasou...vendeu bastante.

Ela sorriu e foi ver...e dando uns gritinhos típicos de mulher quando gosta de alguma coisa disse:

-que legal...gostei de todas...nem sei quais eu escolho...me ajuda a escolher D. Ana.

Ana escolheu duas calcinhas fio dental e disse:

-acho que estas duas...devem ficar ótimas...pela sua cor...principalmente esta amarela...vai te deixar mais gostosa...ainda...e a branca...claro né?

-então tá bom...a Sra. escolheu...tá escolhido....confio no seu bom gosto...depois eu experimento!

-Mara ja te falei...pode me chamar de patroa...mas de Sra nunca...senão vou te dar uns tapas...quer me fazer sentir velha...sua louca...da próxima vez que me chamar assim...vou dar os brindes pra outra vendedora...você vai ver.

-não...não...não...por favor...prometo que não esqueço...se quiser eu viro à bunda e a patroa pode bater...perdoa-me...é que seu marido está aqui...eu fiquei um pouco sem jeito!

-ta bom...vou desculpar...por enquanto...mas os tapas na bunda vou anotar na caderneta...depois vou cobrar...com juros...mas...ainda vou demorar uns 20 minutos pra terminar aqui...se quiser experimentar as calcinhas...eu deixo.

Mara pegou as calcinhas e entrou no provador numa boa...e logo falou:

-patroa...ficou linda...a amarela...uma delicia a lycra desta calcinha...deliciosa...no corpo!

E então minha esposa disse:

-Abre o provador...quero ver...Mara...pode abrir...meu marido...também com certeza vai gostar de ver...tenho certeza.

Nem acreditei naquilo...a mulata com o vestido todo levantado apareceu com a calcinha fio dental enfiada por inteiro na bunda...e deu uma voltinha se mostrando...logo voltou pra dentro do provador e vestiu a outra branquinha...que ficou igualmente linda...e então minha esposa disse:

-vem aqui...um pouquinho...Mara...deixa eu ver uma coisa...

Mara veio até o lado da escrivaninha e Ana disse pra ela virar de costas e então deu um tapa forte na bunda da mulata dizendo:

-pronto...ja pagou um...tá devendo alguns ainda. RSS.

-Ai...que patroa mais louca...alem de fazer a gente trabalhar que nem doida...ainda bate na minha bunda.

As duas caíram na gargalhada e Ana continuou dizendo:

-conheço safadinhas que nem você Mara...daqui uns dias é perigoso pedir pra levar uns tapas antes de ir embora...sua malandra...agora...pode ir!

A mulata saiu e a maluca da minha esposa...apagou as luzes da loja, tirou o vestido e caiu de boca na minha pica...logo se deitou com as pernas abertas na escrivaninha e me fez come-la ali mesmo...aquela coisa proibida me fez gozar rápido demais...e Ana reclamou dizendo toda safada:

-nossa...meu maridinho não agüentou...olhou pra mulata de calcinha e não conseguiu segurar...safado! Ainda bem que não a mandei ficar...você não ia dar conta das duas...quase fiz isso...ia deixar você comer eu e ela!

Todo ofegante e ao mesmo tempo não acreditando no que ela dizia argumentei dizendo:

-vc é muito louca...que esposa mais tarada...não acredito nisso que tá dizendo...vc não ia fazer isso né...falar pra ela ficar aqui...junto com a gente!

Ela sorrindo toda safada disse:

-claro que sim...mas ainda bem que não mandei...ja pensou duas taradas querendo macho e você gozando rapidinho assim...ia apanhar das duas!

Fomos para nosso AP e após tomarmos banho fomos jantar em um restaurante italiano onde nos serviram vinho muito bom...tomamos algumas taças...minha esposa até que agüentava beber bastante, mas eu com pouca coisa já ficava meio tonto...e logo depois que voltamos pra casa Ana já foi tirando a roupa e desta vez me fez chupá-la até gozar...aquele grelo com tesão ficava enorme dentro da minha boca.

Depois sentou no meu pau e cavalgou que nem louca...desta vez não gozei rápido...ela gozou várias vezes.

Ana era uma mulher de orgasmos múltiplos.

Depois disso foi à vez de Ana me fazer sentir prazer e ela gostava de chupar um pau até gozar e encher sua boca de porra...mas dela vez ela me surpreendeu de uma forma inesperada...ela mamava com volúpia e quando eu estava prestes a gozar...senti um dedo se enfiar no meu cuzinho e começar a se mexer sem parar...gozei deliciosamente...sem esboçar qualquer reação...só sentindo um prazer incrível.

Ficamos ali descansando até que Ana toda safada disse:

-Meu maridinho hoje se revelou né...agora já sei...como fazer este pau levantar de novo...é só enfiar o dedinho no cuzinho...que o pau fica mais duro e até parece que aumenta de tamanho...seu safado.

-Ana...vc cada dia você aparece com novas loucuras...onde arruma essas idéias hein...tenho até medo de perguntar...você é maluca demais!

-deixa de ser bobo...você adorou...eu senti...seu safado...seu cuzinho mordeu meu dedo que nem louco...mas...quando quiser perguntar...pode perguntar...eu respondo...se você quiser saber.

-Deixa pra lá...querida...depois a gente conversa...vou tomar um banho...to morto!

-Vai querido...se quiser...volta que a gente faz de novo...seu safado...adorei comer teu cuzinho com meu dedo...vou querer fazer isso...sempre. Eu li em uma revista que tem muitos homens que adoram fio terra...e você gostou muito seu safadinho!

-sua louca...que mulher fui arrumar pra casar...linda, maravilhosa e completamente tarada.

Depois de uma semana aconteceu uma coisa que provocaria uma mudança completa em nossas vidas.

Ana tinha um primo de 25 anos, Lucas que morava na Alemanha junto com a mãe e depois de dez anos viria visitar os avós e queria aproveitar o Carnaval que estava chegando. O pai de Lucas tinha falecido quando ele era ainda criança e a mãe conheceu um alemão durante o carnaval, acabaram se apaixonando e ele a mãe mudaram pra aquele pais quando ele tinha 15 anos e só depois desse tempo todo ele estava voltando.

Minha esposa Ana não cabia de felicidade quando ficou sabendo da noticia e depois de visitar os avós que moravam no interior do estado ele viria fica em nosso AP pra passar o carnaval.

Ele chegou e foi direto pra casa dos avos e ficamos aguardando ele nos ligar dizendo que dia ia vir para nossa cidade.

Ana estava super ansiosa esperando o primo e então começamos a conversar sobre ele.

-Ana meu amor...como é este famoso primo...to vendo que vc tá parecendo mulher grávida de tão ansiosa.

-é verdade...mas é que realmente meu primo é o único parente que convivi de perto...tenho duas primas que moram lá no Mato Grosso, vi poucas vezes...eu e meu primo estávamos sempre juntos...bagunçamos muito...ele era bem sem vergonha também.

-é...to vendo que tem historinha de safadeza ai quando eram adolescentes...né...pode contar safadinha!

-já que você quer saber...tem mesmo...mas não aconteceu nada sério...mas varias vezes que a gente dormia na mesma casa o safado dava um jeito de vir na minha cama...e por diversas vezes acordei com o safado me encoxando...com o pinto duro na minha bunda...tentando tirar minha calcinha...se eu tivesse bobeado...ele tinha tirado meu cabaço.

-eu sabia que tinha safadeza ai...mas do jeito que você sempre foi tão putinha...não sei como você não deu...nem dá pra acreditar. RSS.

-é...verdade...só não dei...porque tinha medo...só tinha 14 e ele 15 anos...eu tinha tesão...mas ainda não tinha coragem...só perdi o cabaço com 16 anos...mas eu adorava sentir meu primo...se esfregando no meu bumbum...varias vezes...o safadinho deixava minha calcinha molhada de porra.

-mas...ele tinha pinto grande...como era...vc pegou?

-não...nunca peguei...só o empurrava...porque quando ele agarrava...era difícil de soltar...mas pelo que senti...acho que ele já tinha um pau bem desenvolvido...parecia não ser pequeno não...acho que já era mais ou menos igual o teu hj...talvez um pouco maior...não tenho certeza.

-é...então deve ser grande...o meu com 15 anos era pequeno...até gostaria que fosse maior...queria ter um pauzão grande...mas só tem 14cms quando bem duro.

-mas...quando meu primo chegar...vou conferir...pra ver se cresceu muito...pode deixar...eu te falo.

-sua putinha safada...deixa de safadeza...hein...vou ficar de olho em você...sua vadia.

-Rodrigo....vc é um maridinho bonzinho...se eu aprontar...você nem fica sabendo...alias...deixa eu te falar...a Mara mulatinha perguntou por que você não foi mais à loja...perguntou se ficou com medo dela só de calcinha!

-que putinha...é aquela tua vendedora...hein...garanto que deve aprontar um monte...falar nisso...vc deu mais algum tapa na bunda dela...aquele dia vc bateu até com um pouco de força.

-tá querendo saber é...tem certeza...seu safado...só conto se você tirar a roupa e chupar minha bucetinha...bem gostoso...depois eu chupo você...daquele jeito que vc gosta...vamos!

Estávamos na sala sentados no sofá...e como ela estava com um vestidinho curto...como sempre...sem calcinha...ajoelhei-me entre suas coxas...e comecei a lamber sua bucetinha e sugar aquele grelo que logo cresceu e ficou durinho e então entre lambidas e chupadas a conversa continuou toda safada:

-então...meu maridinho...quer saber...se eu dei mais tapas...na mulata putinha é?

-sim...me conta...eu fiquei curioso...percebi...uma coisa...no ar...vc disse que ia falar pra ela transar com nós...achei...que...

-quando você quiser eu chamo...mas acho que você ainda não tá preparado...será que você agüenta as duas?

-eu...acho...não sei...pode ser...mas...você quer...isso...fazer a três?

Ela gemia quase gozando na minha língua...mas dava pra perceber que ela queria prolongar aquilo.

-adoro dar uns tapas...na bunda da minha empregada putinha...ela gosta de apanhar...e adora chupar minha buceta...se eu quiser ela faz tudo que quero...é minha escrava sexual...se quiser...mando ela dar pra você...agora...chupa com força...meu grelo...vou gozar...vou gozar....gostoso...chupa forte safadinho...ahhh.

Minha esposa safada contou que aquela mulata linda chupava a buceta dela na maior...nem se preocupou em esconder nada do que fazia...fiquei por instantes sem ação mas logo...senti que ela já estava com o pau na boca e chupava deliciosamente...e então senti que pegou meu saco e enfiou as bolas na boca e ficou brincando com elas...a mão punhetava o pau...e logo senti a língua deslizando no meu cuzinho...gemi alto de prazer...a safada...lambia meu cuzinho com volúpia...logo voltou a chupar o pau...e meu cuzinho era penetrado pelos seus dedos ágeis...dei um gritinho contido e gozei loucamente...rebolando nos dedos da safada...gozei um monte....ela engoliu tudo...como sempre.

Tomamos um banho demorado mas nem toquei no assunto mais, preferi deixar pra comentar depois, o prazer tinha sido muito intenso, não havia motivos pra preocupações.

Então o primo Lucas chegou, foi uma gritaria fantástica de felicidade de minha esposa...e logo começamos a conversar e percebi que era um sujeito muito legal e muito divertido. Era bem parecido com Ana, loiro, lábios grossos...e um corpo bem definido...bem musculoso com 1.80 m.

Ele chegou num sábado de manhã e ainda dormíamos.

Ana foi fazer um café e como nosso apartamento tinha 3 quartos acomodei-o em um e enquanto Lucas ajeitava as coisas pra tomar seu banho, também fui fazer o mesmo.

Tomei um rápido banho e quando passava pelo corredor...pela porta do quarto entreaberta do quarto de Lucas escutei-o chamando, entrei e percebi que ele estava no banho e dizia que a água estava muito fria...logo vi que a chave do disjuntor tinha caído e religuei-a e fui até o banheiro pra perguntar se já estava esquentando...quando eu o vi debaixo do chuveiro nu levei um susto. Lucas tinha entre as pernas um pau que mesmo mole era enorme...e então ele disse:

-agora sim...a água tava muito gelada...até o pau já tava encolhendo cara.

-é...é...sim...preciso trocar esse disjuntor...quando liga os dois chuveiros ao mesmo tempo...de vez em quando a chave cai...mas...fica tranqüilo... agora...não vai cair mais...toma seu banho a vontade!

Ele nem se importava com minha presença ali e ensaboava aquele corpo forte e másculo por inteiro.

Aquele pauzão ao ser lavado já mostrava sinal de vida engrossando e crescendo levemente...fiquei ali por instantes...e sai meio encabulado com o que tinha visto...que pauzão o primo Lucas tinha!

Encontrei Ana terminando o café e ela notou algo em meu semblante e perguntou curiosa:

-tudo bem Rodrigo...parece que escutei algum chamado...o que aconteceu querido?

-era seu primo...o chuveiro dele estava com água fria...mas fui lá e arrumei...era a chave que caiu. Mas Ana...vi teu primo Lucas...pelado no chuveiro...vc não vai acreditar...ele parece um cavalo...tem um pauzão enorme...querida...que pica enorme. RSS.

Toda curiosa ela sorriu e disse:

-verdade...é tão grande assim...estava duro...me fala...quero saber...você viu tudinho?

-claro que vi...é groso e cabeçudo...duro não tava...mas tava ficando...ele começou a passar o sabonete...aquilo deve ficar muito grande....bem duro...nossa...fiquei até com vergonha do meu.

-acho que vou lá ver... será que ele já terminou o banho?

-deixa de ser tão safada...fica chato você ir lá...toma jeito...sua louca!

-To brincando... ficou com ciúme é...só falei pra te encher...seu bobo...mas to vendo que vc...olhou tudo em detalhes...hein... seu safado.

Logo Ana também foi tomar banho e Lucas veio pra cozinha com uma calça de malha de abrigo e camiseta e começamos a tomar café e falarmos sobre tudo e dali a alguns minutos Ana apareceu ali só com um vestidinho de malha bem curtinho e deu pra notar que não tinha colocado calcinha e sem se preocupar comigo foi se sentar no colo do primo dizendo toda cheia de dengo:

-Ai que saudades do meu querido primo...estes dias vamos ficar grudados como éramos quando crianças...vou enchê-lo de carinhos...pra compensar os 10 anos sem nos vermos!

Ele abraçou-a pela cintura normalmente e brincou dizendo:

-Precisa ver se o marido não vai achar ruim...de ficar me paparicando desse jeito.

-Vai não...meu maridinho é muito legal...até comentei estes dias sobre nos...como éramos quando adolescentes...muito apegados...é muito bom você estar aqui...e a gente poder ficar juntos de novo.

Ana se mexia todo no colo dele...ele a segurava pelos quadris e de vez em quando sua mão descansava em suas coxas...ela pegava o pão, passava manteiga...dava uma levantadinha pegava o jarro de leite...em seguida fazia o mesmo com o café...tive certeza que depois que comentei sobre o tamanho do pau do primo...ela estava fazendo aquilo de safadeza...já conhecia bem a putinha que tinha em casa...porem...decidi deixar a coisa rolar...acabamos de tomar o café e chamei-os para irmos para a sala...

Fui à frente, liguei a TV em um canal de clipes, me recostei no sofá maior e deixei a poltrona pra ele e minha esposa safadinha logo sentou novamente no colo dele. De onde estava via perfeitamente sua bucetinha branquinha toda depilada...e era incrível perceber que seu grelinho já estava durinho despontando entre os lábios vaginais. Ela agarrava no pescoço dele e se esfregava sem nehuma preocupação no ventre dele...ja dava pra perceber um volume maior entre suas pernas, mas percebi que aquilo não ficava mais ostensivo pela certeza que ele devia estar usando uma cueca apertada.

Ana ria e brincava toda safadinha e de vez em quando olhava pra mim e então ela se levantou dizendo toda dengosa:

-Me deixa cuidar um pouquinho do meu maridinho...pra ele não ficar tristinho...e não reclamar que só fiquei no colo do meu primo querido...vou ficar um pouco no colinho dele também...depois eu volto...tá...bom?

Ela veio e me encheu de beijos mas deu pra perceber que a safada...do jeito que fazia se mostrava toda pra ele...com aquele vestidinho curto e sem calcinha...só não apareciam os seios e então resolvi brincar também dizendo:

-Lucas...sua prima é uma mulher totalmente incoerente...tem uma loja de lingerie mas ela mesma quase nunca usa...se dependesse de mulheres iguais a ela...ja tinha falido.

Ela toda sensual disse:

-pra que usar...é mais fácil...nem precisa tirar...eu sei que vc gosta assim...meu maridinho safado!

Lucas sentado na poltrona sorria e apreciava o corpo maravilhoso da prima se mostrando no meu colo e então ele se levantou e disse:

-vou fazer um xixi rapidinho...ja volto...pra gente continuar...a bater papo!

Deu pra ver que o volume na frente da calça de abrigo já estava enorme...que só era contido pela cueca

Ana estava toda tesuda e logo que ele saiu disse toda sensual:

-nossa...meu maridinho...bem que vc falou...você viu o volume no meio das coxas...aquilo deve ficar enorme todo duro.

-sua putinha...sem vergonha...mostrando a buceta e o rabo pro teu primo...deve ter visto até tua alma sua cadela no cio...teu grelo tá durinho... tarada...safada!

-ah...meu maridinho...só to brincando...deixa de ser bobo...ainda não tá acontecendo nada demais...ele vai ficar só uns 15 dias aqui...deixa-me aproveitar um pouquinho...ninguém mandou você ver o pauzão do meu primo e vir me contar todo eufórico...deixou-me toda curiosa...agora...fica quietinho...deixa-me curtir...depois eu faço...você gozar bem gostoso...com minha boca e com meus dedinhos do jeito que você adora! Relaxa tolinho...que tudo vai ficar mais gostoso!

Lucas voltou e se sentou na poltrona mas rapidamente deu pra perceber que tinha alguma coisa se mexendo entre as coxas dele...certamente o malandro havia tirado a cueca...e logo minha esposa voltou a se sentar no colo dele...e também percebeu o que ele tinha feito...e aquilo pareceu que acendeu ainda mais o fogo que Ana carregava em seu corpo...ela em instantes fingindo brincar de cosquinhas e outras frescuras passou a se esfregar sem nenhum pudor...e eu não conseguia desviar os olhos daquela safadeza...o pauzão dele completamente duro parecia que ia furar a calça do abrigo...e então o telefone tocou e era um cliente muito importante meu querendo marcar uma reunião comigo logo no começo da semana...levantei-me e fiquei um pouco distante da poltrona onde a safadeza rolava mas como tinha um espelho grande no canto onde estava...dava pra assistir perfeitamente o que rolava entre minha esposa safada e o primo pauzudo faziam. Não sei se eles achavam que eu não estava prestando atenção neles ou se o tesão já tomava conta dos dois...logo vi que a mão do Lucas, se enfiando por trás da bunda da Ana e enterrando dois dedos na sua bucetinha...a mão dela já estava dentro do abrigo dele e manipulava aquele pauzão...em segundos ela se sentou de frente no colo dele...e nitidamente enfiou aquele pauzão na buceta sedenta dela...deu pra perceber o gemido alto de prazer...mas quando achei que ia pegar fogo...o celular dela tocou...ela até demorou pra atender...mas teve que atender...era da loja dela...tinha acontecido um acidente com a porta blindex, tinha se espatifado e precisava que ela fosse lá pra ajudar a solucionar o problema. Toda contrariada disse que logo estaria lá, afinal era perto, mas aquilo acabou cortando o clima. Ela foi colocar roupa e me chamou pra ir junto...e convidou Lucas pra conhecer a loja. No quarto enquanto se trocava começamos a conversar.

-Que putinha vc é Ana...eu vi você sentando na rola grande do teu primo...ia dar pra ele ali na sala...sua tarada sem vergonha...

-meu maridinho...deixa de frescura...tenho certeza que você ficou de pau duro...olhando-me...vou te falar a verdade...que pau gostoso...vc precisa ver...duro...grosso e com uma cabeça enorme...quando enfiei na minha bucetinha...parece que tava perdendo o cabaço...pela segunda vez...eu gozei só sentindo aquela cabeçona deslizando pra dentro da minha buceta...e se o celular não tocasse...vou te falar a verdade...ia dar gostoso...na tua frente...e você ia assistir e gozar junto comigo!

-é...realmente vc não tem um pingo de juízo...vc é uma ninfomaníaca...maluca...nem sei o que dizer!

-Rodrigo meu maridinho...deixa os preconceitos de lado...vamos aproveitar a vida...ninguém tem nada com isso...somos só eu e vc...estamos numa boa...relaxa...e goza...junto. Vai me dizer que você ainda não percebeu que se casou com uma putinha tarada e sem juízo?

Fomos pra loja e logo chamamos uma empresa pra resolver o problema da porta blindex e logo vi Ana e a mulata Mara trocando confidencias e risinhos safados. Lucas logo veio comentar comigo sobre a beleza da mulata...e ai brinquei dizendo a ele que aquela mulata linda era escrava sexual da Ana...teria que pedir permissão pra ela. Ele sorriu e comentou:

-é...minha prima...é bem maluca mesmo...é mal de família...eu também...não tenho muito juízo não.

Ana então nos chamou dizendo que Mara sugeriu um ótimo divertimento pra aquela noite de sábado. Apesar de ainda faltar uma semana pro Carnaval, iria acontecer em clube prive da cidade um baile pré-carnavalesco muito concorrido...era obrigatório usar fantasia...e como Mara conhecia a promoter do lugar ela disse que talvez conseguisse um camarote bem legal pra nós.

Logo todos se animaram e rapidamente Mara consegui o camarote pra nos...aquela noite com certeza prometia muitas loucuras. Minha esposa e a mulata Mara combinaram que depois que fechassem a loja iriam providencias as fantasias para todos nós.

Durante a tarde tanto eu quanto Lucas fomos pro apartamento e dormimos um bocado pra ficarmos descansados para o baile. Só acordamos quando já passava das 9.00 da noite...e quando fui procurar minha querida esposa encontrei-a dormindo tranquilamente no sofá da sala. Parecia um anjo.

Logo Mara chegou trazendo nossas fantasias e fomos nos preparar bem tranqüilos. Pedimos uma pizza para jantarmos e vestimos nossas fantasias que eram bem leves pra não passarmos calor...apesar da boate ter uma boa ventilação, com certeza teria muita gente. As fantasias nada mais eram que túnicas romanas...com sandálias de couro bem confortáveis...as túnicas das mulheres eram bem mais curtas... dava pra regular o cumprimento com o cinto que acompanhava. Tanto Ana quanto a mulata não colocaram nenhuma lingerie...completamente nuas por baixo daquele tecido fino...só de pensar em que aquelas malucas iriam aprontar dava até um frio no estomago.

Fomos para o baile e apesar de chegarmos logo no inicio já estava muito cheio...fomos pro nosso camarote e logo descobrimos que não iríamos ter muito espaço...Tinha sido vendido pra 12 pessoas mas com conforto, dava somente para umas 6...mas isso não importava, principalmente pras mulheres que logo já tomavam whisky com energético...rapidamente a alegria e a safadeza tomavam conta delas...e pulavam e rebolavam sem parar...no começo até acompanhamos as duas nas pistas de dança...aproveitei e bebi um pouquinho pra tomar coragem pra encarar as loucuras que iriam surgir.

Já era umas 2.00 da manhã e aquilo já estava uma loucura, era uma orgia total, todos levavam passadas de mão bobas por todo lado...e resolvemos descansar um pouco no camarote...lá tinha um ventilador de teto que ajudava a dar uma refrescada. Quando chegamos foi até difícil entrar...mas logo ficamos todos devidamente acomodados num cantinho...a mulata ficou na minha frente e eu a encoxava por completo...logicamente que a safada da minha esposa era encoxada pelo primo pauzudo...ela se esfregava nele como uma puta querendo macho...e a mulata safada...tanto alisava meu pau como de vez em quando enfiava a mão entre as pernas da Ana, bolinando aquele grelo enorme. Foi ai que aconteceu uma coisa bem louca...Mara devagar começou a abaixar minha cueca...e Ana também fazia o mesmo com o primo...as duas estavam nos deixando sem cuecas...iguais a elas sem calcinhas. RSS. Lucas bem ao meu lado disse:

-to vendo que a coisa vai ficar mais gostosa ainda...essas mulheres são muito doidas...o que será que as putinhas querem...hein...Rodrigo?

-nem sei...mas...como Ana me disse...vamos aproveitar...a vida...deixa rolar.

Logo Mara saiu da minha frente e foi na frente do primo Lucas e minha esposa se deixou encoxar por mim...logo ela levantava a parte de trás da túnica...e encaixou meu pau duro no meio das nadegas e toda safada disse:

-Meu maridinho...realmente a pica do meu primo...é enorme...sentindo a tua agora...dá pra sentir a diferença...nossa...to louca de vontade de dar pra ele...eu deixei a putinha da Mara levar umas enfiadas na bucetinha dela...só pra matar a curiosidade de sentir um pauzão grosso igual o dele...vou enfiar a mão entre eles agora...quero sentir...ele entrando na bucetinha apertada da safadinha...Ana então fez uma loucura ainda maior...pois se agachou ao lado e no meio daquele aperto, pegou o pau enorme do Lucas e deu varias chupadas naquela pica...

Ela logo se levantou, empurrou a mulata de volta pra mim...e se inclinando um pouco senti que ela levava aquela pica enorme na buceta...seu rosto estava transfigurado...gemia como uma vadia...eu ao lado tentava ajudar pra que nada pudesse atrapalhar...logo à vadia deu um gemido alto e gozou ali no meio de varias pessoas...nem sei se alguém percebia o que se passava ou também faziam a mesma coisa pois todos pareciam se bolinar e sentir muito tesão naquele camarote...sem contar que com aquele tanto de gente ali dentro era quase impossível não encoxar ou ser encoxado.

Ana e a mulatinha disseram que iam buscar mais bebida...a safada da minha esposa ainda me deu um beijo, senti um gosto diferente na sua boca, com certeza era da pica enorme do primo e quando me lembrei dela agachada ali entre nos chupando aquele pauzão enorme senti mais tesão ainda...ter visto minha esposa chupando e dando pra outro macho me fazia sentir sensações extremamente loucas. E tinha uma loucura maior acontecendo...um casal que estava perto de nos se desequilibrou com certeza tentando transar em pé...meio bêbados...e quase caíram...empurrando-me e Lucas então me segurou pela cintura...e durante isso senti perfeitamente aquela pica enorme que continuava dura se encaixando certinha no rego da minha bunda...apesar do tecido fino de nossas túnicas...dava pra sentir o calor que emanava daquela pica...e senti um frio na espinha percorrer todo meu corpo...e tentei me desculpar dizendo todo meio sem jeito:

-ops...quase cai junto...e ainda ia derrubar vc...Lucas...este povo bebe demais...fica todos muito loucos.

Ele me segurava forte pelos quadris enquanto todos se ajeitavam a nossa volta e disse em meus ouvidos com uma voz firme:

-calma...Rodrigo...não se preocupe...eu não ia te deixar cair...pode relaxar...solta o corpo...eu te seguro.

Todo nervoso pelo contato daquela pica enorme que estava toda encaixada no rego da minha bunda...tentei dizer alguma coisa que com certeza entregou o tesão que aquela situação me fazia sentir:

-eu...eu...to calmo...sim...eu...é que to muito apertado...aqui...muita gente...eu...eu...

Com certeza ele sabia o que se passava comigo e me apertando mais forte ainda e disse todo sensual:

-calma...tá tudo bem...fica tranqüilo...eu sei...que vc tá gostando...relaxa...tá com tesão...gostou de sentir minha pica...na tua bunda...eu também gostei de sentir...vc tem uma bunda carnuda... gostosa...meu pau...ficou mais duro ainda...sentindo...esta bunda deliciosa...fica assim...relaxa...vai ficar mais gostoso.

Senti um choque quando ele levantou tanto minha túnica quanto a dele...e aquela pica grossa e toda babada escorregou entre minhas nadegas virgens...ele sabia o que fazia...e devagar...inclinou-me bem de leve pra frente...a cabeça tocou meu cuzinho virgem...e quase desfaleci de prazer...meu pinto começou a gozar copiosamente...ainda bem que na minha frente só tinha a mureta do camarote...

Lucas então dizia todo safado enquanto cutucava meu cuzinho com aquele pauzão:

-que tesão...hein...tá louquinho pra levar vara no cuzinho...só de sentir minha pica na portinha do cuzinho...gozou que nem louco...quer dar pra mim...Rodrigo...quer sentir minha pica grossa nessa bundinha gostosa...quer safadinho?

-eu...eu...não...sei...eu...nossa...que loucura...eu...e a Ana...o que...eu...

-deixa de frescura...vc tá louco de vontade de sentir minha pica no cuzinho...minha prima...ja me disse que vc adora levar dedadas...pode confessar...vai dar gostoso pra mim né...seu safado...vou fazer vc gozar bem gostoso...adoro enrabar machinhos de bundinha arrebitada que nem vc...confessa...vai!

-eu...eu...quero...sim...eu...quero dar pra vc...quero sentir esse pauzão...que loucura...eu...

-chega...de lutar contra seus desejos...assuma que vc quer um macho...de pau grosso que nem o meu ...nessa bundinha deliciosa...agora não tem mais volta...vc sabe...que vai dar gostoso...pra mim...agora ...faz uma coisa...que adoro...agacha devagar...e chupa meu pau...um pouquinho...sei que vc está louco de vontade de fazer o que minha prima fez...vc ficou olhando de um jeito que queria estar no lugar dela ...faz...pra agradar...o macho que vai te comer...faz bem gostoso...chupa meu pau...bem gostoso...

Todo e qualquer receio ou preconceito que ainda poderia existir em minha mente desapareceram quando à voz daquele macho pauzudo e sensual me disse o que queria que fizesse e então em segundos eu estava de joelhos e senti aquela pica grossa na minha boca...ele apertava minha nuca me fazendo engasgar...e metia até a garganta...quando menos percebi...comecei a sentir os esguichos fortes de porra fervente enchendo minha boca...até tentei tirar...mas Lucas segurou com força minha cabeça e fez engolir tudo...até a ultima gota...deixei aquela pica super grossa completamente limpa e quando me levantei um pouco constrangido ele me abraçou por trás e disse todo sensual em meus ouvidos:

-Adorei...gozar na tua boca...adoro viadinhos que engolem o leitinho quente do macho...tenho certeza que vc vai dar muito gostoso este cuzinho virgem...vou gostar muito de ser o teu primeiro macho...nem sei como vc agüentou até hj...sem dar este rabo delicioso...vc é uma menina quando pega no pau...imagino como vc vai rebolar na minha pica grossa...tenho certeza que vc vai se transformar numa fêmea muito putinha...e deliciosa...vc vai ser minha putinha...bem safada!

Meu corpo estava completamente entregue aos abraços daquele safado pauzudo...eu jogava minha bunda pra trás querendo sentir o corpo daquele macho colado ao meu...ele mordia levemente minha nuca...e logo deu pra sentir que aquele pauzão já ficava duro novamente...e deslizava quente entre minhas nádegas...e ele continuou todo safado me seduzindo de uma forma que me deixava todo tesudo.

-isso...assim...essa bunda gostosa...tá me deixando com o pau duro...aproveita o ritmo da musica e rebola bem gostoso na vara do teu macho...rebola putinha safada...põe uma mão pra trás...segura na pica do teu macho...bem na portinha do teu cuzinho...imagina meu pau grosso...todo enterrado neste cuzinho...vai fazer vc gemer..que nem uma menina...perdendo o cabaço...adoro ouvir viadinhos gritando de dor e de prazer na minha vara grossa...metendo com força...vc vai gemer por teu macho viadinho?

-sim...sim...vou gemer...do jeito que vc quiser...seu tarado...to louco pra sentir esse pauzão enorme dentro da minha bundinha...que loucura...deliciosa...enfia...no meu cuzinho...me come...meu macho...

Eu segurava aquela cabeçona na portinha do meu cuzinho todo melado...e me inclinei de leve...aquele foi o sinal que Lucas esperava e me segurando firme pelos quadris forçou seu corpo de encontro ao meu...aquela cabeça enorme pulou dentro do meu cuzinho virgem...dei um grito abafado...me senti rasgado ao meio...mas ele não se importou e foi enfiando tudo aquilo dentro de mim...e dizendo nos meus ouvidos todo sensual:

-hummm...que delicia este cuzinho...como é apertado...que delicia tirar teu cabacinho...calma...que agora vc vai sentir só prazer...sinta o pau do teu macho todo dentro de vc meu viadinho...devagar...assim...rebola...viadinho...rebola putinha...agora vc já é menina...rebola na pica do teu macho...rebola vadia...dá gostoso...viadinho...safado...goza...na pica do teu macho...goza...

Meu corpo parecia não me pertencer mais...ao lado as pessoas pareciam nem se dar conta que eu era enrabado sem dó por aquele macho pauzudo...e logo senti meu pau completamente mole gozando sem parar...e Lucas continuava inteiro dentro de mim dizendo:

-ahhh...que cuzinho delicioso...como morde minha pica...gostoso...que cuzinho guloso...como gosta de uma vara grossa...assim ...gozou .... gostoso...a minha menina...agora....vc sabe...o que é ter um macho...de verdade...tenho certeza...que agora vai sempre ser uma putinha...na pica de um macho...seu safado!

Nem percebi que minha esposa e a mulata estavam ali do lado e assistiam super tesudas.

Tudo continuou completamente normal nem parecia que tinha acontecido tanta safadeza ali naquele pequeno espaço...praticamente todos tinham transado com alguém.

Meu cuzinho estava em fogo...e fui ao banheiro passar uma água pra tentar amenizar um pouco.

Logo fomos pra casa...e a safadeza continuou ali na sala mesmo...Lucas era um macho insaciável aquele pauzão parecia que nunca ficava mole...Ele colocou minha esposa e a mulatinha de 4 uma ao lado da outra e comeu as duas...sem dó...enchendo as bundas delas de tapas...e logo depois...me fez eu sentar no seu colo e me comeu de novo...enfiando até o talo...me fazendo rebolar como uma putinha...e desta vez aquele macho encheu meu cuzinho de porra fervente...me senti totalmente preenchido tanto de pica quanto de sêmen daquele macho delicioso!

Durante quase um mês de suas férias...Lucas foi o nosso macho insaciável para saciar nossa sede de pica grossa...mas isso ainda iria render mais historias, que serão contadas em uma próxima vez.

Skype: giselle_gts ======================nhb


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/10/2014 23:17:40
Maravilhoso. Puro tesão.
25/09/2014 09:20:16
Maravilha, já fiz algo parecido e quero repetir.
22/09/2014 22:30:21
Ótimo conto parabéns. Pessoal vamos criar um grupo no whatsapp so de casais liberais, garotas que curtem outras garotas e esposo que gostam de ver sua esposa e com outro homem ou mulher e casais, garotas que gostam de se exibir. Para não deixar expostos seus contatos mande para
17/09/2014 08:32:59
Delícia de conto
12/09/2014 10:51:14
Saio com casais há uns 15 anos e adoro ser um amigo especial de um casal. Neste tempo, já iniciei muitos casais assim como também já fui fixo de casais. Posso viajar e adoro estar com um casal nos finais de semana. Meu e-mail é Vamos conversar?
09/09/2014 22:42:35
ADORAMOS O CONTO!
09/09/2014 20:35:14
Melhor uma esposa puta que uma irmã de caridade. O conto estava ótimo ate começar a viadagem, ai parei de ler vou dar dez porque até esta parte o conto é sensacional.

Online porn video at mobile phone


meu marido viciou em porra de machox vídeos....escorregou no cu virgem quero vídeo XVídeos as magrinha galeguinha novinha de sainha afogada mostrando os lado da periquitaXVídeos novinhas bicos poupadocomeu a intiada virgemcontos eroticos novinha fui bem fodida que até choreiDorinha morena branquinha e as ruivacontos eróticos putas da ruacontos mulher encoxada na borrachariasobrinha coriosa parte xvideoscontos eroticos caçavideo pornor nagao fudendo o gay e falando fuleragem senta na minha rola vamos gozar juntosContos eróticos de brasília comendo o cu da minha tiaLekes ficam cim vergonha ao se beija com amigo porno demeno esfregano abuseta decasinha na rolaamor vc deixou ese safado me comer pornodoidovideo porno com Malumandeconto erotico um desconhecido tirou o meu cabaco na vespera do meu cassmentosexo quente incestomadrasta vendo futebol na tvminha mulher me fez de mulhezinharelato quenquinha velha Sobrenatural-Contos Eroticos zdorovsreda.ruvídeos pornô certinho não quero nenhum errando dando errado por favor obrigadaminha esposa dormindo toda gostosa todaolhadinhaContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de dorContos eroticos virei corno contra a minha vontadecontos de sexo minha mae sento no meu coloxvideo cazadas sendo comidas.por roludos cabessudoscoroas da pomba cabiluda alucinada em dar a pomba pro genrochuppana a xana da negacontoeroticofunkcasa dos contos gay Romance HubrowChoupana dentro das Canas canavial pornôcasa dos contos zoofilia com viralatasConto de incesto de ferias com meu pai na prai de nudismocontoerotico eu namorada mae e tioVirei viadinho ainda novinhopornodoidoforçando a transarencanador recebi boquete de duas irmãsContos pornos-botei o bebe pra tomar leite do meu pauXvidios.ima.vai.atrais.do.imau.no.banho.pra.da.aelexvidio mulher com dedo na buceta chamando jairovideos sexo mae sem calcinha e de chortinho sovadoemcoxando a novinha de sches e saiaSou tarado por beijar pezinhos com rasteirinhasBuceta da egua piscando pidino rolacasa dos contos de nick malconhomem leva uma mulher a loucura de tanto ecitalachupei a rola do pirralho novinho contos eróticosmAmAe fiz porno2017x videochegou em casa filha foi pro pagode e genro ve mae coroa dormindo e vai elamesmo mete a peca filme pornocunhhada n reziste em ver o tamanho do pal do cunhadocache:8t-ncrFAFncJ:zdorovsreda.ru/texto/201108246 XVídeos priquito bem bonito eu sou um Marciano eu quero verContos pedi pro meu marido me levar num puteiroMulher auto e gosano gostosoxxvedeosmulhergostosabaixar jogos de Ferrari deixando o rapaz tirar o sutiã dela para mamar nos peitoscontos erotico de puta querendo rolasexo com mae vadia potuguesa fuder com filhoa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabohmem do pau piqueno fodobuceta grandemeninas novinhas fazendo sexo xom coroas de 50 anos que são bem dotadosfis sex com minha visinha xvideo no becoquero baixar filme pornô do genro na intenção da sogra batendo p****** e g****** nas calcinhas delabucetinhas bem delicadinha da maizinha e da filinha apredendo a dar gostozinho vidios caseiroBuchetas mijona aperta fotoxvideo so xopada curtas em bucetasminha esposa transando com meu amigo na barraca de campingmulher cagando enquanto dava a bucetaPais pauzudo 27cm com filha contosbucetamelecacontomorenaboaCazada cao tezao pornegao paguei pra esposa do caseiro pra eu deflorar a filha do caseiro conto eroticoo negrao enrabador ta taradaXVídeos dando o c****** apertadinho evitando a raivaseio exitadotem lebica olaine 2017 pra comigo outra mulher por celularcontos eroticos filho fode o cu da mae e arranca bostafilho socando a piroca na mae idosapai a reda causilha da filha enchi a bucetilha dela di porramae de filho gozando muito com brutamonte e corno filmando xnxxsexocontoerótico espinhei meupaiconto erotico macho dominador convida amigos pra foder viadinho submissoa mao que balança a benganovinha aser estuprada com padrasto aser desvirginada enquanto dormever vídeos pornos grátis coroas de bunda grade e cabelinho curtinho fudeno cu gostando contos heroticos cuzinho da japinhamulher daperreca piquininihacontos meu filho vive me encoxandocontos eroticos meu dono me comia sempre que quisesse a força nifetaporno novinha dado jetinhcornomansso sobmissas