Flagrei meu melhor amigo comendo minha mãe - parte 3 - A visita da Tia

Um conto erótico de EroJonny
Categoria: Heterossexual
Data: 23/08/2014 02:10:20
Nota 9.00

Os dias foram passando e Allan e minha mãe fodiam feito coelhos, fodiam sempre que possível, quando eu ficava no caminho, Allan vinha com essa de querer treinar uns golpes e me fazia apagar só pra trepar com ela, sem ninguém atrapalhar, e ela nem sequer tentava evitar que seu filho fosse nocauteado, chegou uma hora que eu tinha medo até de tentar impedir ele de foder ela. Tinha vezes em que Allan matava aula só pra ficar na minha casa metendo na minha mãe. Teve um dia que eu cheguei em casa, chamei por minha mãe e quando fui procurar, encontrei ela na jacuzzi da cobertura totalmente pelada sentada no colo de Allan enquanto ele a abraçava, as bolhas da água tapavam minha visão da parte de baixo da cintura deles, mas eu podia imaginar muito bem oque estava acontecendo, eu ingenuamente perguntei:

-Allan o que faz aqui? Pensei que estivesse doente. Porque vocês estão pelados na jacuzzi? O que tá acontecendo aqui?

Allan então sorriu, acho que aliviado por eu parecer ser burro o suficiente para não notar o que realmente estava acontecendo. Minha mãe respondeu:

- Sabe, filho, o Allan disse que tinha melhorado e que tinha vindo aqui pra ver você, mas como você ainda tava na escola eu convidei ele para entrar e esperar você chegar, aí ele ficou com vontade de se refrescar pois estava muito quente e eu o convidei para entrar na jacuzzi comigo. Entendeu?

- Tá, mas porque vocês estão pelados? – perguntei, curioso para ouvir que desculpa eles dariam.

Allan então falou:

-Ah cara, eu não trouxe minha sunga, e as suas são pequenas demais pra mim (se é que me entende) então a tia Ju disse que eu podia entrar pelado, e para eu não me sentir desconfortável ela resolveu tirar tudo e entrar comigo.

Eu, com raiva e excitado, engoli aquela baboseira e fui pro meu quarto ver oque eles estavam fazendo realmente, pois as câmeras que instalei na casa ainda estavam funcionando.

Quando liguei o computador para ver o vídeo, era oque eu temia, mais uma vez, Allan estava entupindo cada buraco da minha mãe com sua pica de cavalo.... Nem vou me dar ao trabalho de lhes contar essa parte em detalhes, vou deixar para a imaginação de vocês, mas oque veio depois disso é oque importa para esse conto.

Uma semana antes do inicio das férias escolares, minha mãe me vem com a noticia de que minha tia vinha dos EUA passar as férias dela na nossa casa, eu fiquei empolgado e surpreso pois fazia tempo que não via ela e estava com saudades, estava curioso para saber como ela estava depois de 5 anos sem vê-la, minha tia Rebecca é como uma segunda mãe para mim, sempre cuidou de mim como se fosse um filho pra ela, e cai entre nós, eu sempre tive uma quedinha por ela, e estava um pouco aliviado também porque com mais alguém aqui em casa ficaria difícil para o Allan chegar perto da minha mãe, e eu poderia relaxar um pouco e curtir as férias em casa.

Finalmente o dia do reencontro chegou, eu e minha mãe estávamos em casa esperando minha tia, quando finalmente a campainha tocou. Era ela, eu abri e recebi ela de braços abertos, minha tia Rebecca, tinha 35 anos, era a irmã mais velha da minha mãe, ela tava muito gostosa, ela era uns 3cm mais alta que minha mãe, era esbelta, corpo de modelo, uma bunda bem gostosa que ficava ótimo na Jeans apertadinha que ela tava usando, tinha peitos do mesmo tamanho que minha mãe que quase saltavam para fora da blusinha decotada que ela tava usando, um cabelo ruivo e liso, oxigenado é claro, era uma típica brasileira – americana, e muito gostosa, um verdadeiro tesão. Eu juro que quase fiquei de pau duro quando ela me abraçou com força, dizendo que estava morrendo de saudades, e eu pude sentir o perfume dela.

Papo vai, papo vem, minha mãe foi botando a conversa em dia com minha tia

Eram 11:30 da manhã e minha mãe sugeriu que fossemos para a piscina, para aproveitar e curtir um momento em família, fomos nos trocar, quando voltei, minha mãe estava usando um micro bikini preto, minha tia estava usando um bikini branco que acentuava bem suas lindas curvas, os bikinis eram daqueles que mostram “MUITA” coisa, eu podia quase ver a xaninha delas saindo para fora, era um puta tesão viu, e percebi um piercing no umbigo de minha tia, eu elogiei dizendo que era lindo e que combinava com ela, e ela disse obrigada e me deu um beijo na bochecha, eu quase esqueci de todos os meus problemas, eu estava mais do que feliz, quando eu ia entrar na piscina, minha mãe disse que tinha acabado as bebidas e pediu para eu ir ao mercado ao lado comprar mais, para ela e minha tia, eu nem tive tempo de questionar e fui, demorei uma meia hora lá no mercado e quando voltei, para minha surpresa me deparei com Allan saindo da piscina e me dando oi, enquanto minha mãe e minha tia estavam tomando sol nas cadeiras de praia deitadas de barriga para baixo e com a parte de cima do bikini desamarrada para se bronzearem, eu confesso que fiquei assustado ao ver Allan ali mas, não tinha como ele e minha mãe terem privacidade, mas respirei fundo e perguntei:

- Quando foi que vc chegou aqui Allan?

-Eu tava com saudades de você, então resolvi fazer uma visita e conheci sua tia, que por sinal é muito bonita. – Respondeu Allan na maior simplicidade.

-Seu amigo veio te ver e sua mãe convidou ele para entrar na piscina e esperar por você, a propósito ele é um jovem bem simpático, você tem um ótimo amigo, Jhonny- Falou minha tia Rebecca com um sorriso no rosto

Eu sabia que não tinha perigo dele acabar indo trepar com minha mãe, mas também não ia deixar ele ficar de olho nela ou em minha tia, a quem eu estava de olho desde que eu era criança.

Allan estava de sunga preta, daquelas bem apertadas que mostravam bem o volume do “pacote”. Entrei na piscina com ele e jogamos vôlei, enquanto conversávamos, eu falei para ele que eu tinha uma queda por minha tia e que gostava muito dela, Allan então sorriu e disse:

-Vai fundo parceiro.

O tempo passou e Allan não tinha feito nada que merecesse atenção, e eu acabei baixando a guarda. No entanto, Allan tentou se exibir dando um de seus famosos mergulhos atléticos e nessa hora minha mãe e minha tia voltaram sua atenção para ele, para minha surpresa (ou não)a mesma situação aconteceu denovo, a sunga de Allan acabou saindo, e quando ele emergiu para sair da piscina, todas olharam para o seu pau gigante todo molhado, escorrendo água. Minha tia Rebecca arregalou os olhos, cobriu a boca e então disse em inglês:

- Oh my God! (Ai meu Deus!)

Eu não acreditava naquilo, ele tinha usado esse truque mais uma vez, só que dessa vez foi bem mais ousado.... Allan então falou em um tom cínico e com um sorriso no rosto, como da ultima vez:

- Ah minha nossa, que situação constrangedora, desculpa meninas. Acho que esqueci de amarrar o cadarço da minha sunga hahahaha, será que eu podia ficar assim mesmo? É que tá tão quente e eu precisava de ventilação aqui sabe?

Eu fiquei estático só esperando que tipo de resposta elas iriam dar. Para minha surpresa minha mãe ficou calada e continuou tomando sol enquanto que minha tia, se esquecendo de amarrar seu bikini, se levantou da cadeira, ficou em silencio e foi do jeito que estava na direção de Allan, e eu ficava apenas olhando curioso para ver oque iria acontecer enquanto ela caminhava em sua direção com seus lindos peitos a mostra e balançando para cima e para baixo, quando de repente ela parou na frente de Allan que estava totalmente nu, quase encostando em seu pau que estava quase ficando duro com aquela situação. Olhando tal cena, de uma mulher ruiva, gostosa com peitos grandes de fora parada na frente de um rapaz alto moreno, forte e bonito com a pica de fora, parecia algo que só acontecia em filme pornô, pode-se imaginar um monte de coisas para acontecer, mas de repente, para a surpresa de todos, ela deu um tapa no rosto dele!!!!!

Allan ficou pianinho enquanto que minha tia falou:

-Escuta aqui rapaz, que tipo de comportamento é esse? Você vem na casa dos outros assim, sem mais nem menos, e fica achando que isso é praia de nudismo? Pois fique sabendo que as coisas não funcionam assim, tenha respeito por quem está ao seu redor e vá se cobrir imediatamente! Onde já se viu uma coisa dessas?! Visitar um amigo é uma coisa, mas não ter nenhum bom senso ou consideração pelo local onde está ou pelas pessoas que estão por perto, já é outra completamente diferente!

Allan apenas pediu desculpas, e foi pôr sua sunga, eu fiquei pasmo com aquilo, minha tia Rebecca tinha dominado aquela fera!

Minha tia sempre foi assim meio autoritária e sabia muito bem pôr as pessoas em seu devido lugar, não conheci ninguém que se atrevesse a enfrenta-la de frente, ela virou sócio da minha mãe nos negócios quando meu pai morreu e se mudou para os EUA para abrir uma filial lá, honestamente, acho que se não fosse ela, os negócios da família teriam ido para o buraco.

Depois daquela cena Allan nem tentou mais nada e o dia foi aos poucos terminando bem, eu me diverti com meu amigo como sempre fazia, matei a saudades de minha tia e ainda vi ele se ferrar na mão da dela ahahahah! Foi muito bom aquele dia com a família e o Allan, eu cheguei a esquecer todos os meus problemas. Já era tarde da noite quando minha mãe convidou Allan para dormir lá em casa, eu pensei bastante e não tinha nenhuma objeção naquela hora, por isso concordei com a ideia e pelo visto minha tia também não se importava, ficou decidido que minha tia Rebecca ficaria no quarto de hospedes e Allan dormiria no meu quarto. Todos nós nos aprontamos para dormir, fomos para nossos quartos, eu e Allan passamos um bom tempo jogando vídeo game quando sem perceber eu acabei caindo no sono, lá pelas 02:00 da manhã eu acordei para beber água e vi que Allan não estava no quarto, eu imaginei que ele estivesse no banheiro então desci para a cozinha.

Quando passava pelo corredor, vi que a luz do quarto de minha tia estava acesa e resolvi dar uma espiada pelo buraco da fechadura.

Para o meu espanto, vi minha tia cavalgando feito uma vadia em cima do pau de Allan, gemendo de tanto prazer, eu podia ver claramente seu cuzinho abrindo e fechando por conta das estocadas que o cacete de meu amigo dava com força e raiva na bucetinha lisa e bem carnuda da tia que tanto amei e por quem tinha uma queda.

AH! CALMA GARANHÃO, SE CONTINUAR METENDO BRUTALMENTE ASSIM EU VOU ACABAR FICANDO LOUCA, AAAAHHH!!!!!-Gritou minha tia enquanto Allan segurava sua bunda com força e fazia ela subir e descer com tudo no seu cacete. A bunda da minha tia estava com marcas vermelhas bem visíveis das mãos de Allan, de tão forte que ele apertou.

Allan não teve dó nem piedade, pegou minha tia no colo, e jogou ela na cama como se fosse uma vagabunda arrastou ela pra perto dele, ajeitou seu pau na entrada da bucetinha dela e meteu com tudo.

AAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHH!!!!!!!!!- Gemeu minha tia de prazer enquanto era brutalmente fodida por Allan. Minha tia Rebecca sempre foi uma mulher incrível, que inspirava confiança e que tinha um espírito de liderança. Ver uma mulher de respeito como ela sendo enrabada feito uma cadela no cio, gemendo de felicidade, era algo que eu não conseguia nem imaginar. Eu podia perceber que Allan estava mais viril que o normal, ele metia com força dentro dela, e ela se revirava de tanto tesão que estava sentindo, subia pelas paredes de tão bom que estava.

Allan então deu um tapa na cara de minha tia enquanto ainda metia com força nela, Aquela cena me deixou assustado.

Allan então falou:

- Isso foi pelo tapa que você me deu mais cedo, entenda que eu é que mando aqui cachorra e você obedece.

Para minha surpresa e desgosto, minha tia disse:

- AAAHHHH!!! ME PERDOA, ME DESCUPA, EU FUI UMA MENINA MÁ! ME FODE, EU PRECISO SER PUNIDA PELO QUE FIZ, ME FODE COM FORÇA, ATOLA ESSA PICA NA MINHA BUCETA COM TUDO SEU PIVETE!!!! AAAAHHHH EU VOU GOZAR DENOVO!!!!!!

Allan então deu uma investida com tudo na xaninha de minha tia, e sem aviso prévio, se pôs em cima dela, deitada na cama não dando chance alguma dela se mover ou sair dali, e gozou com tudo em sua bucetinha, ela arregalou os olhos olhando fixamente para o teto em transe, abriu a boca, deu um suspiro profundo, abraçou a cintura de Allan com suas pernas como se estivesse acolhendo ele. Ela tinha acabado de ter, ao que parecia ser, o melhor orgasmo de sua vida.

Allan tinha conseguido dominar minha tia Rebecca, aquela que todos consideravam ser uma mulher de aço. Allan tem esse dom de fazer as pessoas submissas a ele facilmemente, deve ser por isso que minha mãe o adora

Allan então pegou minha tia pela nuca, enquanto ainda esporrava litros de porra em sua buceta desprotegida, levantou ela da cama, e deu um beijo de língua nela, eu mal podia acreditar! Minha tia respondeu ao beijo viril de Allan, ela abraçou ele com força, acariciando seus cabelos enquanto que seus corpos nus e quentes se tocavam, ela já havia se rendido ao prazer e se entregado por completo a Allan, A imagem de Allan sentado na cama, com minha tia sentada em seu colo, rebolando e sentindo seu caralho monstruoso gozar dentro dela, abraçando ele com força pressionando seus macios e sedosos seios em seu abdômen forte e definido e recebendo um beijo quente e molhado, era algo que eu não poderia esquecer com facilidade, eu só me via em pedaços, traído por meu amigo e mais uma das mulheres que tanto admirei em toda minha vida, eles ficaram se pegando por horas naquela posição, até que Allan pôs ela de quatro e caiu metendo em seu cuzinho apertado.

AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHH!!!!!!!!!! Gritou minha tia com a estocada de Allan. Eu só observava minha tia fazendo uma cara de puta, enquanto Allan metia com tudo nela.

- Isso rebola pra mim vai tia Becky, além de gostosa você é uma vadia que adora ser dominada por um macho não é?, assim como a tia Ju falou, ela disse que você gosta quando é maltratada na cama- Falou Allan enquanto enrabava minha tia e batia na bunda dela.

Ela por sua vez respondeu ofegante:

-Sim, AH!!!! A Ju disse que você era bom de cama mas não imaginava que era tanto, AH!!! Nem acredito que ela tem um homem desses a sua disposição, AH! Mete vai, acaba com a minha bundinha....

Naquela hora quando ouvi essas palavras o sangue subiu a minha cabeça, e acabei gozando dentro da minha cueca, não de tesão mas de raiva também. PORRA!!!!! MINHA PRÓPRIA MÃE FAZENDO PROPAGANDA DO DESGRAÇADO DO MEU AMIGO!!!!!! Eu fiquei puto ao ouvir isso, não acredito que minha mãe tinha tinha contado que foi comida, e nem que ela tinha recomendado o Allan pra comer minha tia, mas oque mais me deixou triste foi saber que a mulher forte, confiante, corajosa e destemida que eu sempre admirei era uma puta submissa.

Depois de horas metendo, Allan gozou dentro do cuzinho de minha tia e eu só pude ver um rio de porra saindo, ele tinha conseguido traçar mais uma mulher da minha família. Depois disso eu fui pro meu quarto e me masturbei 5 vezes antes de cair no sono.

No dia seguinte, eu acordei as 13:00 da tarde passei pelo quarto de minha tia e só senti o cheiro de sexo no ar, eles tinham fudido a noite toda, desci, e encontrei somente minha mãe usando seu robby de seda rosa, mas sem nada por baixo dessa vez, preparando o meu café, dei bom dia para minha mãe, perguntei onde estava Allan e a Tia Rebecca e ela respondeu com um sorriso no rosto:

- Eles acordaram mais cedo e estão tomando um ar puro lá na piscina- Nessa hora eu fui até a cobertura dar um bom dia, só para manter as aparências mesmo,e me deparo com a seguinte cena:

Minha tia estava totalmente pelada, usando somente um óculos de sol, deitada na cadeira de praia, enquanto Allan, também pelado, estava do seu lado passando protetor solar em todo seu corpo macio.

-Bom dia!- Eles disseram.

Aí eu dei bom dia também e perguntei ingenuamente:

-Tia, você não tinha brigado com o Allan ontem por estar pelado?

Eles se entreolharam e ela respondeu:

-Sabe querido, eu e seu amigo conversamos e vimos que o que eu fiz foi errado, eu repensei melhor e vi que ele estava certo, e que ficar pelados assim ao ar livre é bem mais refrescante, nós fizemos as pazes e ele se ofereceu para passar protetor em mim como um gesto de amizade. Entendeu?

Eu então apenas concordei como se tivesse mesmo acreditado naquela besteira toda, pedi licença e fui tomar meu café da tarde, quando Allan me chama a atenção e diz todo sorridente:

- Hey Jhonny, eu disse pra sua tia que eu faço Artes marciais Quando você acabar de tomar seu café, vem cá que a Tia Becky disse que quer que eu demonstre um dos meus famosos golpes em você, tudo bem?

Eu com medo concordei e fui para dentro de casa tomar meu café.

Pelo jeito essas férias vão ser muito longas com minha mãe, minha tia, e o amante delas, meu melhor amigo Allan...

Continua.....


Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive EroJonny a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
26/02/2020 20:56:29
Adorei
07/04/2015 18:55:47
Toda mulher adora um macho viril!!!
05/03/2015 21:12:09
Um conselho se livre desse amigo antes q ele coma vc tb .. ponha ordem nesse galinheiro
08/02/2015 15:16:04
Por favor, continua, esse seu conto está muito bom.
26/01/2015 19:32:19
sequencia top
04/12/2014 04:39:48
Allan vem me fude
14/09/2014 18:39:42
E a continuação????
24/08/2014 15:01:46
se esse conto for falso eu te recomendo reinscrever pelo ponto de vista do alan seria x100 melhor ,te dou ate um titulo:comi a puta da mãe do meu amigo frouxo
24/08/2014 14:55:26
se essa conto for falso eu te recomendo reinscrever pelo ponto de vista do alan seria x100 melhor
24/08/2014 14:17:49
eu gosto dos seus contos mas vc e mais passivo que viado e brochante vc não faz nada so fica olhando e se faz de lezo, ja era pra vc ter comido a puta da sua mãe,se vc comtinuar assim vais ser corno quando crescer concerteza
24/08/2014 05:41:46
Nota 10, e continue só espiando a vadia da sua mãe e a vagaba da sua tia.
23/08/2014 16:44:41
Gosto da história, mas essa sua passividade já está incomodando! Se eu fosse vc, colocaria as gravações das câmeras na internet e se vingava!
23/08/2014 16:43:12
Cara tu escreve muito bem, mas sua passividade realmente acaba com tudo. Conta toda a verdade, coma sua mãe, ou sua tia, ou as duas, ou da logo pro seu amigo, ou melhor mata ele logo com um tiro de escopeta. Faça alguma coisa porra.
23/08/2014 11:42:36
Porra cara e a atitude? Tu devias cair de murro nesse seu ''amigo'', esse conto só vai ficar bom se você resolver essa merda. Joga a merda no ventilador e resolve isso logo.
23/08/2014 11:13:11
Concordo com o Gugs, você poderia fazer algo. Sei lá. Pelo menos virar gay e da pra ele também, já que toda essa passividade te faz parecer muito gay.
23/08/2014 09:14:27
porra mano come logo essa sua mae putinha vei
23/08/2014 02:24:03
Sinceramente? Adoro a tua escrita, mas a passividade tua me irrita, não consegue me excitar nem nada, mas acompanho pq gosto de algo bem escrito! Tome atitude.

Listas em que este conto está presente


Online porn video at mobile phone


Barbie dizendo tô nem aí tô afim de olhar a polpa da bunda na polpa Barbie de servidei porno de nivinha cendi estrupada por negraoreinaldinho com p******* comendo a minha irmãgraciliana mulher do belo fudendo xvideosquero ver o cara fazendo pipa nas pernas da mulher com short bem curtinho deitado na camalevantou as saias curtas e fuderaoWESLLEYWEST-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.ruporno negras pegas que foram espiadas no litoral paulistanovata siririca pra irmaohomen ve a visinha no banheiro fica louco porno doidocontos eróticos estava dormindo com meu marido e encerro minha buceta de porrax vidio de menina de menor de sortinhobundinhametepornô sogro troca carinho com amora no celeirosexo com a nora gostosa no sofá deitada no colocontos fui encoxada no onibus e meu marido nem percebeuquantos centímetros tem o penes do pro boteinoxvideo mule vigata nacaza da amigaporn contos eroticos negao foi entregador fudeu minha esposaChico não posta foto dela desce em pornô com As Panteras filme pornô com As Panteras 10putariha gratis de pai chupando os peitiho duro da fiha noviha bobihaconto erotico desejo pelo cunhadoFotos de surubas com comtosporrnodoido segurançacontoesposaprostitutaesposa trai o esposo na fantasia c mularo de 1:90marcelo strause aguilarcontos de sexo depilando a sogracontos de coroas lesbicas.taradas em calcinhas fiu toladas no raboporno estrupo vidas oposta contos erotico a forcaa paapai me fudeufamiliacontos de pai olhando no decote da filha peitudawww.xvideos- gay novinho lindinho lourinho gozando com penis gigante.comxpornp mae se surpriende com pau do filhoeu quero ver um sexo bem feito vibrando o cara bombando a mulher gemendo chorandoconto erotico ocheirinho gostozodo meu cuzinho na minha calsinhamacumba gigante entrando no xiri da novinhaloirinha tentou correr do negao pra ele num te comer mais num deuxvideos chm shortinha curtinhomeu amante come minha filhacompetição de nudismo pintudos mais cabeçudoxvideo comedo baba provisionalxvidio.com homem com caralho monstro arregac;a buceta da branquinha novinhaXxvideos menina com corpo definidoNegrão.estrupando sobrinhavirgem a forca sem.os pai ver atras de casanovinho foi bater uma punheta no fundo do quintau. e ficou passandu o dedu no cuzinho e nao sabia que tinho um cara pauzudu venduXVídeos escaninho de vocêconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhoFoto de pika pulhetando mulheres que fuma charuto e souta fumassa na rola do cara ate goza asseste videobelo sexo dormindo de conchinha com a titiax videos lavei o cu pro meu primoera so a cabesinha mais ele empurrou a rola toda no meu cucontos eróticos de sinhozinho comendo escravax videos mamae recebe visitas sem calcinhaconto erótico minha empregadinha novinhaquero ver história e foto de boiadeiro comendo o cu do outro boiadeiro metendovi meu primo batendo uma punheta e fiquei louca contoconto gay me pegou pela cintura e colocou tudoporno piruca cabeçuda na novinharelaro erotifo mae bucetuda e filho pau gigant..novinha deslumbrada com um casetaocontos reoticos/lambemo o co da sobrimha de nove anoscontos eroticos filha e pai caminhoneirorapaiz d cueca xvidiovideos e tags de coroas sentindo tesao vemdo filme de fodatarado estorando boi no mato xvidio.compregacao tema a mulher de suzem:carolzinha santos baixinha ruiva gostoza fodenofilho voyeur contoFotos de mocinha empinando o cu para o negao de pau mandigocontos gay baby doll rosacontos eroticos peguei uma garotinha do interior pra criar e ensinei tudo sobre sexo pra elavideo de velho tarado depois de tomar unas azulzinhasmasturbando na cama serrando com travesseiro pornodoidocontos eróticos barraca do beijopopolzuda de fil sental dando pro negão com uma de40centimetronovinhas.abrir.buzentaquitandeiro tarado pornoimagens mexedinho fazendo sexo e de biquinivovô taradaporsexosmulheres que passa na rua com shortinho bem curtinho e ela sentadinha com roupa com camisa curta e joga a bunda dela"cheiro de cu de macho"menina vigen metno udedo nabusetaconto erótico lésbico narrado no YouTube com minha priminhacontos eroticos meu cachorrinhoXvideos.perlacantora.funkrelatos de traveco que colocou silicone enorme no peito e deu pro roludo mamarnrenad peladascontoseróticospublicadosem