COMI O CU DA MINHA CUNHADO POR VINGANÇA.

Um conto erótico de DI
Categoria: Heterossexual
Data: 14/05/2014 17:10:23
Nota 9.50

Ola meu nome e DI e assim que vou me apresentar aos leitores, vou narrar uma historia real o que aconteceu a mais ou menos uns 15 anos atrás não me lembro bem a data ,e um pouco grande a historia mais vale apena ler ate final,mais só hoje tive a coragem de publicar quando comi o cu da minha cunhada por vingança queria me vingar de CLAUDIA na rola, não só cu como comi ela inteirinha em uma noite só. Na época eu tinha 36 anos e minha cunhada Claudia 37 um ano só amais que eu ela em plena forma física na época, foi uma das melhores fóda que dei ate hoje só pra se vingar de minha cunhada CLAUDIA na rola kkkkkkk . Tudo aconteceu quando comecei a reparar minha cunhada, quando ela tinha 22 anos eu já era casado tinha 21 anos e minha esposa 23 anos casei cedo com 18 anos e minha esposa com 20 anos ela e mais velha que eu 2(dois) anos e já estávamos casado já a uns 3 anos e morávamos todos juntos na mesma casa que era de minha sogra eu minhas esposa nossa filha de quase 2(dois) aninhos ,minha cunha e minha sogra todos na mesma casa, como casei cedo com 18 anos não ganha muito dinheiro para pagar um aluguel e montar uma casa minha deixou moramos La enfim.Então vamos ao conto trabalha das 7:00 as 13:00 horas e fica sempre com a tarde livre e as vezes ia pra casa ajudar minha sogra e minha cunhada ficar com a nossa filha,já que minha esposa trabalhava o dia todo e chegava após a 18:00hs,minha cunhada Claudia que estudava na parte da manhã para ser professora e chegava quase sempre no mesmo horário que eu.Uma bela tarde minha cunhada chegou da escola correndo dizendo que tinha muita coisa pra fazer da escola, foi ao quarto tirou seu uniforme que eu achava uma delicia de agasalho um pouco apertado marcando a bunda enorme e sempre com uma calçinha pequena enterrada na bunda tipo fio dental que delicia de cunhada,CLAUDIA volto com um vestido de dormir de algodão com decote na frente mostrando seus peito grandes fartos, o pijama marcava sua cintura e deixava a mostrar o volume do seu rabo enorme delicioso o vestido um pouco acima do joelhos uns 4(quatros) dedo apresentava para mim aqueles lindos par de coxas que Claudia tinha, uma maravilha de vestido que eu ficava louco quando ela colocava pra dormir e passava pra la e para ca hora beber água hora ira ao banheiro ou ate mesmo assistir televisão com agente na sala , eu minha esposa dormíamos no chão da sala em um colchão junto co nossa filha ate a nossa casa nos fundos ficar pronta enfim , então continuamos eu estava na sala quando ela disse posso senta aqui e fazer meu trabalho Di foi assim que ela me chamou aquele dia achei estranho ,veio sentou no outro sofá de frente para mim começou a fazer seu trabalho de escola com as perna semi aberta de propósito deixou de amostra aquela linda vagina carnuda com uma calçinha bege meia que transparente que dava pra ver todo o tamanha daquela buceta maravilhosa com uns lindos pelos escuro aparecendo por traz da calçinha, não conseguia tirar os olhos da queles lindos par de coxas, olhei fixo por alguns minutos no meio daquelas pernas grossas que delicia,meu pau já tinha ficado armado querendo sair pra fora da calça,ela sabendo bem como eu era safado mulherengo com certeza eu iria olhar em sua buceta que visão linda que eu tinha daquela vagina carnuda, que pena logo em seguida minha sogra a chamou na cozinha lhe disse alguma coisa que não consegui ouvir e acabou com a minha festa,então com o pau duro ainda fui logo ao banheiro bater uma punheta deliciosa em homenagem a CLAUDIA gozei gostoso que delicia de cunhada deste dia pra cá fique só pensando na minha cunhada.

Minha cunhada não e tão bonita de rosto e uma mulher de 1,70 de altura, nem branca e em morena vamos dizer clara, cabelos escuros nos ombros todos cacheados pernas grossas bem torneadas, seios grandes fartos bicos grandes e deliciosos, uma bunda enorme maravilhosa com cintura sem barriga, um belo corpo com curvas vamos dizer um gordinha deliciosa um pouco acima do peso, pensa na cantora GABI AMARANTOS HOJE esse era o corpo de CLAUDIA na época um corpo de deixar qualquer homem louco, o famoso mulherão, um tesão linda,uma delicia? Muito gostosa era minha cunhada.

A pesar de minha esposa ser gostosa também mesmo tendo uma filha tinha um corpo lindo estava em plena atividade física e corporal. Mas minha cunhada era a razão das minhas punhetas na hora do banho, e ate trazei varias vezes com minha esposa pensando nela, apesar de já ter sair com outra mulheres escondido tinha muita experiência sexual comecei cedo a tranzar com 13 anos, eu era muito atraente desde novo sou moreno cor jambo a cor do pecado da uma impressão que sempre estava bronzeado, bonito, cabelos escuros, 1:85 de altura pesava na época 75 kg bem distribuídos, já malhava naquela época um corpo escultura de dar inveja a qualquer outro homem, sou ate hoje muito vaidoso digamos o famoso moreno alto bonito e sensual kkkkkkkk, meu tesão pela Claudia era enorme, várias vez sonhava trepando com Claudia.

Suas coxas grossas lindas sua bunda gostosa enorme e seus seios fartos e bicudos me deixava louco, precisava achar um meio de trepar com ela, esquecia ate que ela era a minha cunhada, a irmã da minha esposa, esquecia de tudo, queria trepar,queria foder com Claudia de qualquer jeito,Mas não tinha chance, Claudia era séria,nos tínhamos muitas diferença nos brigamos muito,as vezes ficamos muito tempo sem se falar mesmo morando na mesma casa,as brigas era constantes uma por Claudia muito chata e alem de ser muito protetora da Irma na época,e eu muito galinha comia muita buceta, apesar de ter uma esposa gostosa não podia ver uma mulher bonita charmosa e sensual que já ia encima levei muitos não e ganhei muito sim pelo meu charme kkkkkkkk. Precisava achar algo para poder chegar na Claudia, mas o tempo passou ela começou a namora com um cara baixinho feio chato sem graça não tinha assunto parecia ate meio gay, era do jeito que ela queria! Uma mulher brava e briguenta ela acabou casando com ele um homem pra ela mandar o contrario de sua Irma quem manda sou eu tenho minha esposa no controle, Claudia e minha sogra não aceita esta situação um homem mandão como eu kkkkkk,Claudia queria um homem que ela pudesse mandar ao contrario de mim com sua irmã então casou teve um filho no começo ate uma 5(cinco) anos ainda estava gostosa depois fico um pouco mais gorda mesmo assim dava pra comer,comprou uma casa em outra cidade bem próxima da gente uns 25 minutos de distancia de carro, mas estava difícil a nossa amizade como disse antes nos vivíamos brigando discutindo muito sempre em guerra, não sei se por ciúmes ou raiva por ela saber que eu era muito mulherengo e galinha,tivemos muitas brigas,mas a nossa ultima briga desta vez foi feia ,no meu trabalho comecei a sair com uma amiga muito gostosa da empresa uma prima da minha esposa viu e contou para Claudia , Cláudia contou correndo para minha sogra tivemos uma conversa claro que neguei tudo disse sim que dava carona para a moça mas era só colega de trabalho todos começaram a me observar mais de perto e mais uma vez ficamos quase uns 5(cinco) anos sem se falar fui pegando raiva de Claudia.Em 1992 conhecia uma outra pessoa começamos a sair essa pessoa era casada também linda deliciosa o marido empresário deixava ela a vontade pra cima e pra baixo de carro novo elegante charmosa adoro uma mulher bonita elegante charmosa e sensual assim era essa pessoa que não vou dizer o nome, essa pessoa morava próximo ao meu pai e também por ironia do destino próximo a casa mesma prima da minha esposa que fez toda aquela confusão, as brigas desta vez foi começando por minha sogra depois com minha esposa e minha cunhada não deu outra esta pessoa com quem eu estava saindo casada que loucura ficou grávida de mim nossa minha cunhada ficou sabendo pela prima, foi uma guerra em casa fiquei 4(quatros meses) separado da minha esposa mas graças a Deus depois de muitas conversas sobre Isso ainda deu tudo certo votamos e daí pra frente nunca mais falei com minha cunhada e sogra uma briga daquelas fique com muita pena e dó da minha esposa o errado era eu sempre galinha e mulherengo deixei minha esposa numa situação desagradável minha cunhada não aceitava esta situação vendo a Irma dela apaixonada pelo um homem que tinha uma outra família e ainda continuava morando com ela, Cláudia sempre inventando historia de mim para minha esposa e a família dela e assim o tempo foi passando e eu já tinha pegado nojo e raiva de Cláudia o tempo passou não tinha mas tesão pela Claudia apenas raiva, minha sogra faleceu e ficou uma situação triste para minha esposa minha sogra era sua Campânia.Logo mudamos para casa da frente que minha sogra morava a casa do fundo que eu fiz ficou fechada vazia por um tempo,Claudia brigou com o marido ,ate hoje não sei qual o motivo separou e alugou sua casa na outra cidade, e veio morar fundos da casa onde eu e minha esposa morava no mesmo quintal, mas nesta época em que ela veio morar nos fundos só fala com minha esposa entrava e sai de casa eu e Claudia sem ser falar cruzávamos no quintal e ninguém dava oi e nem bom dia e nem boa noite passávamos um pelo outro sem se falamos, Até que certo dia a sorte sorriu pra mim, eu escutei uma conversa da minha cunhada com a minha esposa. Combinavam para que eu fosse falar com o inquilino de CLAUDIA pedir a casa porque não estava pagando o aluguel, como eu trabalhava todo social de terno e gravata iria dar uma de advogado para ela, nossa fique feliz da vida nossa tenho que dar um jeito de ir sozinho com ela nesta porra cobra este filho da puta agora kkkkkkkkkk.então entrei em casa e ninguém me disse nada,minha cunhada foi embora deu thau par sua Irma e nem falou ou olhou para mim,fui tomar meu banho, eu queria era me vingar de tudo que essa vaca tinha feito comigo eu sabia que ela tinha um tesão forte mim , que eu era seu maior desejo sabia que ela tinha um amor platônico por mim e ela não era correspondido agora chegou a minha vez de se vingar da cunhada carente mau amado e recatada na rola kkkkkkkkkk não via a hora de ouvir minha esposa dizer que ela precisava deste favor comigo e já estávamos mais de 5(cinco) anos sem se falarmos eu não tinha acreditado no que tinha ouvido a Claudia pedindo um favor pra mim era tudo que eu queria ouvir da minha cunhado.

Posso dizer para vocês, neste dia me acabei na punheta meti com minha esposa de tal jeito como se fôssemos adolescentes ate que ela gozou varias vezes e me perguntou nossa o que ouve eu disse apena vontade e tesão por você,amanheceu e minha esposa me disse o que minha cunhada estava fazendo em casa ontem veio me pedir um favor claro que eu já sabia e fique só ouvindo e fingi que não estava tudo bem mas aceitei e disse que ira então com ela ,minha esposa ligou e deu a resposta a CLAUDIA dizendo que tudo bem eu iria com ela,logo comecei pensar um plano como iria agir e por onde começar, comecei a bater papo com alguns amigo clara sem dizer que era eu que iria fazer isto pegava ideia de um e de outro e assim foi ate o dia combinado de ir com a Claudia ate sua casa onde estava o inquilino ,me lembro como se fosse hoje. Claudia chegou por volta de umas 18h30min em casa num domingo combinamos qual seria o meu papel e como eu iria agir com seu inquilino e me disse se poderia ser na sexta feiras as 20h00min disse que sim sem problemas, passei a semana inteira todos esses dias só pensando como eu iria fazer ainda não tinha um plano fixo para este dia, Cláudia passou a semana toda se abrindo pra mim dando bom dia, boa tarde e boa noite, claro ela era que estava precisando de meu favor, Pronto o dia chegou amanheceu a sexta feira e fiquei o dia inteiro ansioso as hora não passava ate que chegou o grande momento,Claudia chegou com seu carro apertou a campainha e la vou eu imaginado o meu grande sonho de hoje quando avistei Claudia fiquei louco de tesão o pau já ficou duro vendo ela em pé na calçada de casa bem visitada elegante estava um tesao com uma saia preta acima dos joelhos uns 4 dedos marcando aquela coxas e aquele rabo grande enorme delicioso com uma meia fina preta que logo imaginei ser uma cinta liga, com uma camiseta branca por dentro da saia colada no corpo que marcava sua cintura que realçava ainda os seios fartos deliciosos como ela esta linda em cima de um par de sandálias de uns 8 cm de altura, aquela noite parecia que CLAUDIA estava pronta para mim, me falou OI meu deu boa noite se despediu da minha esposa no portão e entro no carros ,quando eu entrei no carro de Claudia fiquei louco mais uma vez como ela foi dirigindo seu carro sentado no banco do motorista a saia subiu mas do que devia e deixava amostra aqueles lindos par de coxas grossas, por alguns tempo ficamos quieto ninguém fala com ninguém por não temos tanta afinidade depois de tanto anos sem ser falarmos ficamos mudos, então resolvi quebra o silencio pedia a Claudia se poderia ligar o som do carro ela disse em voz macia e clara,claro que pode Di foi assim que ela me chamou mais uma vez aquela noite, e logo começou a conversar contou várias coisas sobre seu ex marido ,sobre sua vida hoje,como estava lidando Com seu inquilino, as vontades e desejos de fazer variam coisa viajar passear, voltar a sair novamente ficou muito tempo dedicado ao trabalho estudo e o filho, e pensava em ate vender sua casa e dar uma parte para o ex-marido aquela voz pertinho de mim já estava ficando excitando dinovo meu pau duro sempre ao lado de Claudia, logo voltava a imaginar comendo minha cunhada só pra ela nunca mais se apaixona por homem nenhum ninguém, queria a ver correndo atrás de mim dizendo que me amava que era louca por mim essa era a minha vontade de se vingar de Claudia na rola, era isso que ela queria a vida toda ela acha que eu não sabia que ela era apaixonada por mim um amor louco platônico digamos assim .Eu meio que curioso perguntei e seu marido ou melhor desculpa seu ex marido vocês não se falam não se ver? Demorou alguns segundos para responder, de repente: Disse - NÃO ME LEMBRO MAIS DESTE DESSA PESSOA SO SEI QUE ELE E O PAI DO MEU FILHO! Quando ela disse isso, sou homem e já entendi que ela esta muito chateada carente não tinha, mas tesão com ele e nem por ele, mas não quis perguntar o porquê, já estava de pau duro ouvindo aquela voz bem próxima de mim ,que fique tão louco e excitado de prazer, não aguentei e disse ,CONHEÇO VOCÊ, SEU EX: MARIDO,SOU SUA FAMÍLIA! VOCÊ E MINHA CUNHADA!, POSSO TE DIZER UMA COISA? Claudia respondeu sim pode! ME DESCULPE EU NÃO IMAGINAVA QUE VOCÊ FOSSE TÃO TRISTE ASSIM SEM AMOR SEM CARINHO, CARENTE ASSIM, DESCULPE UMA MULHER TAO LINDA E GOSTOSA DELICIOSA COMO VOCÊ NÃO DEVE FICAR TAO TRISTE, CARENTE.

Claudia ficou sem dizer nada por alguns momentos uma so palavra pra mim fiquei até com medo de qual seria a resposta de Cláudia quando ela respondeu: comecei a tremer não sei se foi de medo ou tesão - MAS QUEM É VOCÊ!PRA DIZER ISTO PARA MIM, ATE HOJE NÃO CONHEÇO NINGUÉM QUE TEVE A CORAGEM DE DIZER PRA MIM ESTAS PALAVRAS. COM QUEM VOCÊ ESTAFALANDO! O QUE VOCÊ QUER? Respondi na hora rsrs: - QUERO TREPAR COM VOCÊ! TENHO O MAIOR TESÃO NO SEU RABO! Quando disse estas palavras, Claudia acelerou seu carro imediatamente e ficou quieta não respondeu nada e não disse mais nada, fiquei ali também parado sem dizer nada com um medo danado dela para seu carro me mandar descer e dizer para minha esposa o que tinha acontecido no caminho ate a vizita em seu inquilino.

Ficamos os dois quietos sem dizer nada, Pensei em outro plano caso isso acontecesse iria ligar correndo para minha esposa e dizer tudo o contrariam do que aconteceu, Mais graças a Deus chegamos logo em seu inquilino.

Deixei o barco correr enquanto eu conversava com seu inquilino na sala ela ficou na garagem conversando com a esposa do inquilino, demorei quase uns quarenta minutos conversando com inquilino acertando as coisa os alugueis atrasados e a saída da casa e quando ele ira entregar a casa para ela,mas a cabeça não parava de pensar como iria ser a volta, meu coração palpitava mais forte, estava nervoso, com medo do que poderia acontecer, mas não desisti, coloquei o plano em ação.

Era por volta das 21h40min, Claudia dirigi-se a sala e disse tudo bem podemos ir Doutor já esta tarde,quando chegando ao portão parei olhei pra Claudia ela com uma cara de brava, estava nervosa, não podia desistir. Abrir a porta do carro e entrei sentei,Quando quase desmaiei, Cláudia novamente sentada ao meu lado sua saia subiu bem mais do que devia pra cima que quase da pra ver toda a sua calçinha e todo aquele par de coxas amostra pra mim dando pra ver o começo da bunda enorme, a camiseta branca, a qual realçava ainda mais os seios. Fiquei ali olhando, viajando, Claudia ligou o carro saímos e ela nem se importou em baixar a saia tentar se arrumar continuou dirigindo seu carro ali quieta, foi quando senti medo da quela mulher pela primeira vez em toda minha vida e disse Claudia você pode para o carro vou descer quero ir de ônibus, Mais uma vez ouvi a voz de Claudia me trouxe a solução DI? resolveu o meu problema com o inquilino. Fui simples e objetivo:- E disse sim delicia, Claudia olhou-me sem entender nada:- E Disse EU? NÃO ENTENDI!A Resposta:DISSE SIM DELICIA JÁ ESTAVA FUDIDO MESMO. Ela me disse se você resolveu o meu problema com inquilino será desculpado eu não direi na da a minha Irma agora caso o contrario você estará em minhas mãos, logo percebi que ela achava que a situação esta realmente invertida de que tinha a situação com ela. Foi ai que disse, mas uma vez sim delicia, abrir a pasta coloquei em seu colo com as minhas mãos roçando suas coxas R$3.500,00 em dinheiro de alugueis atrasados um lep top que deviria valer uns R$1.500,00 e 2(duas) folha de papel assinados pelo inquilino que ele ira sai e entregar a casa reformada e pintada dentro de 30 dias, Claudia arregalou os olhos pra o dinheiro o lep top os folhas assinadas e disse como você conseguiu receber tudo isso eu respondi que sou homem o suficiente para dar conto daquilo que eu quero,faço e falo agora eu quero você Claudia como você disse se resolvesse o seu problema que você não iria dizer nada a sua Irma, isto pra mim e pouco e sei que você quer também que e louca por mim então resolveu inventar esta historia para vim sozinha comigo! E não vou desperdiçar esta oportunidade única delicia você vai adorar a minha rola gostosa.

Claudia quase sem entender ou fingir em não entender mais ainda, balançou a cabeça num sinal afirmativo. Fiquei parado alguns segundos, pensando, é agora ou nunca, não vou desistir desta loucura, então fui a frente do rosto de CLAUDIA encostei de vagar meus lábios meio úmido em seus lábios e beijei tipo um selinho ela não tentou resistência alguma, encostei minha boca em seu pescoço sentido sua pele? Senti a pele de seu pescoço endurecer ficar com caroçinhos de arrepios, O desejo de CLAUDIA falou mais alto aceitou os meus carinhos. Expliquei a Claudia que a pessoa que ela conversou há uns 15 anos atrás que eu tenho uma filha ela tinha me dito que você foi ate a casa dela e disse a essa pessoa que ela tinha acabado com a vida sua com seus sonhos com sua família, e que você falou dos (desenhos) e dos desejos que sentia por mim. Agora não Tinha mais volta.

CLAUDIA parecia que ia ter um ataque: E DEU UM GRITO: VOCÊ NÃO RESPEITOU SUA ESPOSA, MINHA MAE E NEM A MIM DI! Agora tinha que ir em frente:- E VOCÊ? POR ACASO, RESPEITOU A SUA IRMA? COLOCANDO ESTAS COXAS DELICIOSAS E A SUA LINDA BUCETA A AMOSTRA PRA MIM SEMPRE QUE IA ESTUDAR NA SALA, SEMPRE MOSTRANDO SUAS FOTOS DE BIQUINE E EM POSSE SENSUAL PRA MIM EU SOU HOMEM NÃO TE COMI NA QUELA EPOCA POR QUE ERA MIM CUNHADA E RESPEITEI SUA IRMÃ em relação a vocês, mas do lado de fora sempre adorei transar com mulheres diferentes e era isso que você não aceitava eu trair sua irmã com outras mulheres e deixar você de lado! Estiquei a mão e entreguei o envelope vazio a CLAUDIA.

Claudia olhou pra mim sem jeito e disse. – É AGORA SE EU NÃO FIZER COM VOCÊ, IRAR DIZER PARA TODA A MINHA FAMÍLIA! COMO EU VOU FICAR? Claudia com lágrimas nos olhos mais uma vez disse:- DI, POR FAVOR, FORAM SÓ ALGUMAS FANTASIAS POR VOCÊ, NUNCA DESRESPEITEI Minha irmã minha mãe e minha família! POR FAVOR, NÃO FAÇA ISSO COMIGO!

-Claudia, ME PERDOE, MAS NÃO RESISTO A TUDO ISSO, QUERO VOCÊ! SINTO UM TESÃO ENORME pela sua bunda!

-MAS DI SOU SUA CUNHADA! POR FAVOR!

-PARA DE FRÉSCURA CALUDIA NÃO ME IMPORTO COM ISSO, OU VOCÊ FAZ O QUE EU PEDIR, OU VOU DIZER AS SUAS FANTASIAS LOUCAS POR MIM PRA TODOS DA SUA FAMILIA INCLUSIVE A SUA IRMÃ.

- FAZER O QUE VOCÊ PEDIR? ESTÁ FICANDO LOUCO?

- NÃO CUNHADINHA! NÃO ESTOU! MAS É MELHOR DO QUE TODOS SABEREM DE SUAS FANTASIAS POR MIM! LOGO EM MIM EU SENDO SEU CUNHADO CLAUDIA SAFADO E MULHERENGO E SEM VERGONHA COMO VOCÊ MESMA DIZIA PARA TODOS DE SUA FAMILIA. PARECIAMOS 2(dois) NAMORADINHOS BRIGANDO POR SIUMES .

CLAUDIA ficou calada, sem nada dizer, talvez não acreditasse no que estava acontecendo, talvez esperasse acordar de um sonho ou pesadelo e suspirar aliviada.

Mas infelizmente não era sonho, voltou à realidade.

-ESTÁ BEM O QUE VOCÊ QUER PELO SEU SEGREDO? E COMO VOU SABER QUE IRÁ CUMPRIR SUA PROMESSA DI?SEM DIZER A NINGUEM O QUE IRIAMOS FAZER, E MANTER ISTO EM SEGREDO ENTRE A GENTE, ISSO SERIA PRA SEMPRE NOSSO SEGREDINHO DI...

- QUE É ISSO CLAUDIA, SOU UM HOMEM DE PALAVRA!COMO VOCÊ MESMA DISSE ISSO SERA PRA SEMPRE NOSSO SEGREDINHO!!!!

- EU QUERO VOCÊ! QUERO TRANSAR! TRÉPAR, COM VOCÊ CLAUDIA ENTENDEU? NÃO SERIA LOUCO DE ESTRAGAR NOSSAS BRINCADEIRAS DISSENDO ISSO A ALGUEM ISTO AI REALMENTER SERA UM SEGREDINHO NOSSO PRA SEMPRE CLAUDIA!!!

- POR FAVOR, NÃO! ME PESSA OUTRA COISA! DI! JÁ SEI! TE MASTURBO DI.

Ao ouvir estas palavras quase gozei rsrsrsrs, pensei consegui, mas fui cara de pau.

- O QUE CUNHADINHA! SÓ UMA PUNHETINHA? PARA COM ISSO.

Então vamos fazer o seguinte, você tira a roupa fica nua, isto é para dar mais tesão, bate uma punheta e deixa e gozar na sua boca.

-NÃO ISSO JAMAIS DI!

- OK! ENTÃO TACHAU! PEDI PRA CLAUDIA PARAR O CARRO

Virei para frente do carro e fui dizendo, para o carro para mim, para o carro porra: entendeu.

-PODE FICAR COM TUDO O QUE RECEBI PRA VOCÊ DI!, EU NÃO QUERO DINHEIRO CLAUDIA EU QUERO VOCÊ GOSTOSA!! ELA PAROU O CARRO DESCI E NÂO HAVIA DADO 2(dois) passos ouvi sua voz:

- ESPERE! POR FAVOR! VAMUS CONVERSAR EU DEIXO!

Virei, fui a sua direção, parei a sua frente na porta do motorista abrir a porta do carro, olhou-me nos olhos, como que querendo trucidar Claudia se vingar dela na rola por tudo que tinha feito pra mim. Cheguei mais perto, abracei-a, puxando-a de encontro ao meu corpo, tentou afastar-me com as mãos em meu peito, segurei firme, meu pau ficou duro imediatamente, estava de calça social. Claudia era alta, mas sentado no banco do carro o que proporcionou encostar o cacete praticamente entre sua boca e seus peitos enorme fartos. Beijei a boca seu pescoço, a cada gesto meu, tentava recuar.

- CARAMBA! CLAUDIA, ASSIM NÃO DÁ! ESTÁ FUGINDO DE MIM?

- EU FALEI QUE TE MASTURBAVA E CONSENTI VOCÊ EJACULAR EM MINHA BOCA! SÓ ISSO.

- KKKK ! ODORA MULHER BRAVA! MAS NÃO ESQUEÇA QUE TERÁ QUE FICAR NUA!

NÃO! NÃO ME ESQUECI! VOU TIRAR A ROUPA! Parecia briga de criança, ela fingia que não estava gostando. Mas eu já sabia que ela estava adorando então comecei.

- CALMA CLAUDIA! DEVAGAR, TEMOS TEMPO DE SOBRA!

Tirei CLAUDIA do carro ela ficou em pé virei a de costas para mim voltando a abraçá-la, agora encostando o pênis, entre as nádegas, a fonte do meu desejo, do meu tesão incontrolável. Sentia a bunda maravilhosa, por baixo da saia, ao passar a mão percebi que usava uma minúscula calcinha. Claudia estremeceu, não sei se de nervoso ou excitação.

Agora não tinha mais volta segurei sua camiseta e puxei para cima, por trás agarrei os seios por cima do soutiem eles eram lindos duros os bicos grande empinados de tesão que sentia por cima da camiseta que delicia que era tudo aquilo,Claudia tirou minhas mãos, eu sorri.e disse Di você na esta vendo que estamos na rua, aqui não quero, não vou conseguir fazer nada aqui,ACHO que estou ficando louca e nem posso acreditar que estou fazendo isto com você! E mais uma vez ela ri kkkkkkkkkkkk.

-JÁ DEIXEI VOCÊ ME APALPAR DE MAIS NÃO ERA ESTE O COMBINADO, FAREI SÓ O QUE EU DISSE!

- OK! CUNHADINHA! CALMA! É QUE NÃO RESISTO! ESTÁ SENTINDO MEU PAU NA SUA BUNDINHA? VAI DAR PRÁ MIM?

ELA DISSE- DI OU VOCÊ PARA COM ISSO OU NÃO FAZ MAIS NADA! PODE CONTAR PARA MINHA IRMÃ! EU DISSE A E ENTÂO EU CONTO TUDO O QUE VOCÊ FALOU E ESTA FAZENDO AQUI COMIGO KKKKKKKKKK!

CLAUDIA RESPONDEU- CALMA! VAMOS FAZER O PROMETIDO!MAS VAMOS SAIR DO MEIO DA RUA, ENTAO EU PEDI PARA CLAUDIA IR PARA O BANCO DO PASSAGEIRO PEGUEI O VOLANTE DIRIGI ATE UM CLUBE PERTO DE CASA QUE MUITO CASAIS ENCOSTAM O CARRO NO ESTACIONAMTO E FICAM TRAZANDO, QUANDO PAREI O CARRO ELA ME DISSE! LOGO AQUI DI, EU DISSE TEM LUGAR MELHOR VOCE NUNCA TRAZOU NUM CARRO, ELA DISSE TRANZAR NÃO MAIS JÁ NAMOREI BASTANTE DENTRO DE CERTO CARROS QUE TODOS NOS JÁ TINHAMOS USADO QUE ERA DA FAMILIA E RI de novo KKKKKKKKKKK.

Enfiei logo a língua um sua boca carnuda e comecei a beijar e percebei que ela estava gostando e sabia beijar gostoso também chupava a minha com vontade passar uma da mão em pau acariciava gostoso por cima da calça, eu com uma das mãos em seus seios deliciosa grandes volumosos duros e bicudos de tesão, tão logo não resiste e enfiei a outra mão por baixo da saia e puxei a calcinha de lado, senti o contato com a pele nua de sua boceta já encharcada de tesão, se demorasse, iria gozar só de roçar.

Tirei a calcinha e deixei cair aos seus pés, CLAUDIA levantou uma das pernas, depois a outra, jogando a calcinha para traz no banco traseiro, afastei-me um pouco quando olhei realmente era o que eu tinha imaginado uma lida cinta liga preta ate a altura da virilha e uma linda buceta gordinha carnuda toda depilada passei a dois dedos nos lábio da que la buceta linda carnuda já estava toda molhadinha ensopada, e tive a certeza que Claudia realmente estava pronta pra mim, voltei e soltei o feixe do soutiem, Claudia se desfez com o mesmo gesto jogando o para traz no banco traseiro, ela foi tirar a saia, falei:

- NÃO! FICA COM ELA! DÁ MAIS TESÃO! VIRE-SE PARA MIM! AGORA LEVANTE A SAIA!

Meu deus quase morri, tive um ataque, que boceta linda, via apenas um corte, toda depilada, tive vontade de me atirar em cima, cair de boca, chupar Até sentir seu gozo escorrer em minha boca, mas apenas disse:

- SENTE-SE NO BANCO FICA DIRETO! Vamos sair daqui tinha um motel há uns 10 minuto dali chamado HARMONI era ótimo eu disse a ela vamos ate la,Claudia arregalou os olhos e disse já e tarde Di são 10:45 com uma voz clama suave de quem estava morrendo de tesao ou gozando, não vamos ficar aqui vou fazer logo o que eu combinei com você te masturbar e deixar você gozar na minha boca tenho que confessar estou morrendo de tesao,mas quero terminar logo com isso DI.

Tirei a camisa ficando apenas de calça, Claudia olhou para o volume do meu pau, seus olhos brilharam, ali tive a certeza que ela também estava muito excitada, era uma mulher incrível, sabia se comportar, e se conter não queria demonstra o seu tesão e desejo por mim.

- AGORA CUNHADINHA É COM VOCÊ! TIRA MINHA CALÇA, E FAÇA O QUE PROMETEU!

Senti suas mãos tremendo, quando foi descendo a calça, deixando cair aos meus pés.

- AGORA A CUECA CLAUDIA!

O volume do meu pau duro na cueca era enorme e grosso de tanto tesão, não sou tão bem dotado, mede 17cm duro, ganha na grossura e na cabeça saliente , parecendo um cogumelo bem rosadinha e com belas veias saltadas.

Claudia começou a esfregar uma de suas mãos no meu pau por cima da cueca soltando gemido e respiros logos abaixou a cueca, meu cacete pulou quase batendo em seu rosto, olhou assustada ou sei lá o que, mas não tirava os olhos.

- PODE COMEÇAR MINHA CUNHADA!

Claudia segurou com delicadeza e talvez vergonha, sua mão quase não fechava em torno, realmente é um pouco grosso. Começou uma punheta bem cadenciada, indo e vindo levemente com a mão, sem tirar os olhos, cobria e descobria a grande, me causando um prazer enorme e me disse nossa DI que rola bonita grossa grande tive alguns namorados, mas nenhum deles tinha o pau assim que tesao cunhado. Um arrepio percorria meu corpo como se tivesse levado um choque, aos poucos foi aumentando os movimentos, acho que queria me fazer gozar o mais rápido, estava uma loucura.

-ISSO CLAUDIA! VAMOS! ISSSSSO! TESÃO! VOU GOZAR NA SUA CARA! VAMOS MINHA PUTINHA!

- Ouvi a voz de Claudia, trêmula:

- VAI GOZA LOGO! SEU SAFADO! QUER QUE EU TRAIA A PRÓPRIA IRMÃ! GOZA VAI! DELICIA O HOMEM CHEIROSO GOSTOSO QUE ROLA BONITA.

Percebi que ela estava descontrolada, estava nervosa e perdida com tudo aquilo. Segurei sua cabeça e a forcei em direção ao meu pau, para minha surpresa, não reclamou encostou a glande nos lábios e começou a beija ló de cima para baixo. Estava estourando de duro, inchado com asa veias pulsando e saltadas, mal cabia na boca de Claudia, forcei senti seus dentes rasparem me arrancando um gemido, sua boca se abriu ao máximo para agasalhar a grande agora Claudia já se deliciava chupava inteiro tirava e colocava na boca passava língua no pau inteiro e nas bolas estava louca de tesão e disse QUE PAU LINDO DI, QUE DELICIA VOU CHUPAR TUDO GOZA NA MINHA CARA SEU PUTO QUE TESÂO SEMPRE TIVE ESSA VONTADE GOZA NA MINHA CARA DI.

Não acreditava no que acontecia bom demais, ganhei uma punheta, agora uma chupeta, o próximo passo era chupar a boceta e o cu de Claudia. Percebi que ela já esta com um tesão muito forte!

Fazia movimentos como se estivesse fodendo, Claudia conseguia engolir mais um pedaço, devido à saliva. De vez em quando tirava da boca, respirava e enfiava novamente, comecei a forçar, queria enfiar até a garganta, mas não conseguia. Pensava agora vou foder esta minha cunhada de todas as formas, a fortaleza ruiu, notei que Claudia estava com uma das mãos entre as pernas, se masturbava com meu pau na boca, agora tinha certeza, realmente à fortaleza ruiu. Ligue o carro rapidinho e fui em direção ao motel HARMONI mesmo dirigindo pedia para Claudia não para ela foi chupando durante o caminho sentia gemidos e susuros de Claudia noite que cada gemido mais alto era um gozo de Claudia uma das mãos segurava e chupava meu pau a outra enterrava em sua buceta assim ela gozou umas 2(duas) vezes ate chegar no motel. Entrei na suíte via aquele mulherão em pé seminua na minha frente descalça de saia e sem calsinha e ainda com a cinta liga que me dava um grande tesão que cunhada gostosa com aquela camiseta colada nos seios sem soutien mostrando aqueles lindos peitos grandes duros e bicudos,então começamos tudo de novo que delicia de cunhada deitei na cama e pedi pra continuar chupando continuei forçando meu cacete para dentro daquela boca, senti a cabeça encostar-se à garganta, parecia que suas mandíbulas iriam partir, quando meu pau escorregou para dentro.Claudia teve ânsia, seus olhos se encheram de lágrimas, tirei, caiu uma cachoeira de saliva, formando uma ponte da boca a cabeça do meu pau, escorrendo pela minha e bolas e molhando sua camiseta e os seus seios com sua saliva, ela estava louca de tesão não queria mais para de chupar ela não tinha tanta experiência no sexo oral mais eu a queria mesmo assim só pré se vingar da minha cunhado,parei e fui fazer um lindo 69 com Claudia que visão linda daquela buceta por cima da minha cara,era uma buceta linda raspadinha cheirava a sexo carnuda chupei com vontade devorosamente sua buceta e seu cuzinho lindo deixava todo molhadinho com minha língua Claudia gozou umas 3(trez) vezes em minha boca.

-ISSO CLAUDIA MINHA PUTINHA, GOSTOSA, CHUPA O PAU DO CUNHADINHO!

- ME FAZ GOZAR MINHA PUTINHA! ISSSSSSSSSSSOOOOOOOOOOO! BOCA GOSTOSA!

- TENHO CERTEZA QUE NUNCA CHUPOU UM CACETE GROSSO ASSIM! CHUPA, TESÃO!

Não estava aguentando mais, soltei um gemido, minhas pernas se retesaram, um arrepio percorreu minha espinha, debaixo até a nuca, perdi a voz, apenas gemido. O tesão sentido naquele momento era inexplicável, só deu tempo para enterrar meu cacete o máximo naquela boca deliciosa de CLAUDIA e dizer:

- CARALHO QUE TESÃO! ESTOU GOZANDO! TOMA MINHA PORRA CUNHADINHA!,SEI QUE VOCÊ ESTA GOSTANDO DE TUDO ISSO CLAUDIA.

Senti a ejaculação, o primeiro jato saiu com uma força que CLAUDIA estremeceu, tentando tirar o cacete da boca, não deixei. Segurei firme sua cabeça com minhas coxas, seus olhos avermelharam, parecia que ia vomitar. Nunca tinha gozado tanto, soltei sua cabeça e segurei o cacete punhetando rapidamente. Enquanto escorria porra pelo canto da boca de CLAUDIA, ainda houve tempo de levar um jato de porra no rosto. Uma cena excitante olhar aquele rosto com minha porra, não era uma mulher bonita era gostosa Claudia na época, uma boca sexy, seios maravilhosos, minha porra escorrendo pela boca, do lado esquerdo do rosto uma gosma esbranquiçada grudada.Fiquei ali parado em baixo de Claudia sem nada fazer, tal a intensidade do prazer. Sentia-me sem forças, ofegante, olhando percebi que Claudia estava recostada no encosto da cama. Com as pernas levemente abertas e uma das mãos descansando sobre sua boceta, percebi que ainda tinha um dos dedos introduzido em sua linda buceta.

Fiquei olhando para CLAUDIA, com a respiração ofegante, enquanto se refazia. Aos poucos ela foi tomando noção do que havia acontecido, foi algo maravilhoso, mas ao mesmo tempo excitante por uma coisa proibida. CLAUDIA OLHOU PARA MIM E DISSE O que fiz não era certo, mas o desejo falou mais alto DI QUE LOUCURA QUE TESAO DE PENIS LINDO MARAVILHOSO CUNHADO.

EU olhava Claudia suja de porra, com seus olhos fixos nos meus, como me elogiando e exaltando pelo acontecimento, E DISSE MAIS UMA VEZ QUE BOM pelo que a obrigou a fazer com você foi ótimo, nas minhas fantasias com você já era gostoso tudo sauí dos sonhos e virou realidade agora nunca mais será esquecida de minha memória DI TE AMO. Mas agora não tinha volta, e meus pensamentos eram de voltaram a agir novamente com CLAUDIA.

Estava ali para comer aquela bunda deliciosa e não iria desistir.

Tirei a camiseta de Claudia e passei em seu rosto, nada disse, ficou inerte. Limpei os cantos da boca, inclinei-me e a beijei levemente, não se mexeu. Tornei a beijá-la com mais intensidade. Para meu espanto Claudia abriu a boca e aceitou minha língua novamente sugando-a avidamente, com as mãos segurando minha nuca, começou um longo beijo, vultoso, me ascendendo novamente à chama do desejo.

Separamos nossos lábios, nos olhamos, Claudia disse-me suavemente:

- POR FAVOR, VÁMOS EMBORA DA QUI! NÃO ME FAÇA FAZER MAIS COISAS DAS QUAIS NAÕ IREI ME ARREPENDER COM MINHA IRMÃ, TA UMA DELICIA TUDO ISSO DI, MAS SOMOS CUNHADOS VOCÊ E MARIDO MA MINHA IRMÃ ACHEI QUE IA FICAR SO NA FANTASIA COM VOCÊ, E QUE NUNCA IA ACONTECER NADA ENTRE EU E VOCÊ DI.

- JÁ NÃO SEI SE CONSEGUIREI OLHAR NOS OLHOS DE MINHA IRMÃ, SEM PENSAR EM VOCÊ!

POR FAVOR, VAMOS!!

Coloquei o dedo indicador nos seus lábios, como sinal para não falar, e disse:

- CALMA CLAUDIA! ESTAMOS JUNTOS, AQUI SÓZINHOS, SEI QUE VOCÊ TAMBÉM QUER MAIS, E TAMBEM SEI QUE ADOROU!

- ENTÃO MINHA DELICIA, RELAXA, VOU LHE DAR MUITO PRAZER!

Dizendo isso fui beijando o pescoço, o colo do peito, enquanto uma das minhas mãos tocou seus seios, fazendo seu corpo tremer. Beijei levemente uns dos mamilos, passei a língua em torno deles enquanto apertava o outro levemente com as pontas dos dedos. Mordisquei, para logo depois chupar mais forte, consegui arrancar um gemido, não de dor, mas prazer e tesão.

Enfiei uma da mão entre as pernas, senti sua vagina depilada, quente estava toda molhada, muito molhada ensopada que dava pra ver o brilho do seu gozo nos lábios carnudo daquela buceta maravilhosa que logo eu iria chupar gostoso novamente para ela, senti a lubrificação abundante. Passei o dedo entre os lábios, estremeceu, tentou fechar as pernas, não deixei, voltei a lhe beijar.

Senti o clitóris inchado durinho, senti a grandeza da excitação, dedilhei levemente, se contorceu, apertou minha mão, mas de puro tesão, iniciando um leve rebolado.

Pensei, é minha agora faço o que quiser. Ajoelhei a sua frente, separei o máximo suas pernas. Levantei a saia, tive uma visão a mais linda boceta que havia visto lábios fechados e delicados bem rosadinhos que delicia de buceta ela tinha. Coloquei cada uma das mãos em seus joelhos e levantei as pernas mantendo-as abertas, ao tocar os lábios senti o gosto delicioso do seu gozo, a secreção, o cheiro característico delicioso daquela buceta semi virgem já havia um 5 anos que não tranzava com ninguém quase sem uso o marido era fraco de sexo não sabia desfrutar de tudo aquilo e fazia sexo uma ou duas vezes a cada três meses com ela, CLAUDIA COM O MARIDO AINDA NÃO SABIA O QUE ERA UM SEXO BEM FEITO.

Louco de tesão chupei loucamente a sua buceta, Claudia se contorcia, apertava minha cabeça contra sua boceta, esfregava na minha cara, uma loucura. Enquanto eu chupava CLAUDIA com uma das mãos me masturbava, meu pau estava duro novamente, meu tesão florescia com toda a força.

Claudia perdeu a timidez e entre gemidos já mais altos, susuros e supiros fortes e grandes, tai umas das coisas que eu sei fazer um belo sexo oral todas as mulheres me dizia que minha boca já diz como sou no sexo oral:

-CLAUDIA COMEÇOU E GEMER E FALAR ISSO SEU PUTO! CHUPA MINHA BOCETA! QUERO GOZAR! VAMOS, VAMOS, FAZ O QUE O PUTO DO SEU EX CUNHODO NÃO SOBE FAZER! ME DA PRAZER, TESAO! FAZ-ME MULHER! DI QUERO QUE VC ME FAÇA GOZAR QUER SENTIR TESAO DE VERDADE MEU HOMEM!

Aquelas palavras entraram no meu ouvido como um estimulante enfiei praticamente 2(dois) dedos na quela boceta semi virgem , arrancando uma suspirarão e um gemido alto e grande. Inicie movimentos de vai e vem, sentido que o prazer estava cada vez mais forte.Mas repentinamente me passou pela cabeça ao ouvir Claudia esbravejando para fazê-la gozar.

Parei repentinamente, retirei meus dedos daquela carne quente todo molhada dei algumas últimas lambida bem delicadas nos lábios de sua buceta. Claudia olhou-me nos olhos com as pernas totalmente abertas, como não entendendo o acontecido ela estava quase gozando quando eu parei tirei os dedos e chupei CLAUDIA GOZOU MAIS UMA VEZ FEITO UMA LOUCA EM MINHA BOCA E DISSE QUE BOCA GOSTOSA SEU VIADO FILHA DA PUTA. Estirei meus braços em sua direção agora em pé, oferecendo minhas mãos, fui atendido rapidamente por Claudia.

Notei que não tirava os olhos do meu pau, apontando para cima, a glande inchada, brilhante, lubrificada pela aquela secreção lubrificante transparente de um macho que saia do meu pau.

Ficou em pé a minha frente, abracei e beijei-a. fui prontamente correspondido, meu pau encaixou automaticamente entre suas coxas, Claudia não resistiu ao meu pau e foi sendo apertado pelas mesmas com suas coxas grossas.

Beijamos por alguns minutos, nos tocando, sentindo nossos corpos loucos um pelo outro suado, aos poucos fui me desvencilhando. Virei a de costas, encostei meu pau naquela bunda tão deseja, fiz ajoelhar-se na beira da cama com os cotovelos apoiados no colchão àquela linda bunda parecia um coração enorme que delicia de rabo.

A visão por trás era maravilhosa, uma bunda linda, deliciosa, tinha uma anca maravilho aquela nadegas branquinhas salientes abrir a sua bunda e vi um lindo cuzinho vermelhinho daque rabão com todas as pregas, e mais abaixo uma deliciosa a boceta mais linda que havia visto.

Claudia virou o rosto para trás, olhou-me esperando o que viria a acontecer. Segurei meu cacete duro, punhetei algumas vezes, encostei a cabeça do pau na entrada vaginal de CLAUDIA. Esta era a posição que mais gostava de trepar.

Claudia sentiu a cabeça do pênis, tremeu, passei a entre os lábios umas 4(QUATRO) vezes, estava toda molhada que chegava a escorrer. A glande encaixou na entrada da buceta, peguei a pela virilha e a puxei, enquanto empurrava meu cacete para dentro. Apesar da lubrificação, sua vagina semi virgem bem apertadinha, não saiba se era por falta de uso ou pela grossura do meu pau.

Foi uma sensação incrível sentir meu pau se aprofundar naquela carne quente apertadinha como se Fo;e virgem seu uso toda molhada encharcada de prazer, olhando aquele corpo delicioso todo barquinho sem marcas, uma bunda maravilhosa, difícil de descrever. Quando senti meu saco encostar-se à sua boceta, nem acreditei, estava todo dentro daquela mulher pela qual cansei de bater punheta quando mais novo, imaginando todo tipo de foda com CLAUDIA.

Claudia ameaçava um tímido rebolado, fiquei quieto olhando aquela bunda balançar levemente, aos poucos foi aumentando os movimentos mais rápidos pra frente e pra traz com a buceta apertada parecei que era virgem e sem experiência nenhuma de sexo, me arrancando arrepios de tesão. Agora já movimentava o pau para dentro e para fora, tirava até a metade e enterrava novamente. Gemia baixinho, sabia que estava adorando, era uma trepada cadenciada, sem pressa. Queria dar o máximo de prazer e com isso também aproveitar cada momento com CLAUDIA agora conseguia colocar e tirar tudo num vai e vem delicioso percebei que ela também adorou aquela posição.

Coloquei as mãos uma em cada lado da sua bunda e a puxava devagar, cadenciando os movimentos, pois não queria gozar ainda naquele momento. Separei levemente as nádegas, vi toda a razão da minha loucura, o mais lindo cuzinho, rosado, fechadinho, ruguinhas lindas, que demonstravam que nunca havia sido violado.

Aquela visão fez meu pau ficar mais duro, inchar ainda mais dentro de CLAUDIA de tanto tesão. Levei o dedo indicador à boca e molhei com minha saliva. Encostei a ponta na entrada dos anus e fiz pressão, Claudia deu um pulo, olhou para trás, como se estivesse brava, balançando a cabeça que não, dizendo: - NÃO! ISSO NÃO, DI, JAMAIS FIZ ISSO E NEM IREI FAZER!

- CALMA! CLAUDIA, SÓ IA FAZER UM CARINHO! É MEU DEDO!

- NÃO INTERESSA, JÁ ESTOU FAZENDO DEMAIS COM VOCÊ, NÃO DEVIA NEM ESTAR AQUI MAIS COM VOCÊ NESSE MOTEL!

- CALMA! CALMA! SEI QUE VC ESTÁ ADORANDO! E NUNCA SENTIU UM PAU GOSTOSO E GROSSO IGUAL AO MEU!,E ALEM DE SER MUITO BOM NO QUE EU FAÇO, SEI TAMBEM FAZER UM OTIMO SEXO ANAU SOU UM HOMEM ESPERIENTE NO SEXO COMECEI CEDO VOCÊ SABE DISSO E SUA VONTADE COMIGO ERA DE MAIS, ATE DESCOBRIA COISA DE MIM PARA IR DIZER HA SUA IRMÃ NA ERA DELICIA!, CLAUDIA RESPONDEU, TO MUITO BOM DI FICA QUIETO DI PARA DE FALAR.

Eu completei: - JÁ PENSOU ELE TODINHO NO SEU CUZINHO! E ri kkkkkkkkkk.

Claudia quase deixou o cacete sair da boceta dizendo brava:- NEM TENTE ISSO! JÁ ESTOU TRAINDO MINHA IRMÃ E MEUS ENSINAMENTOS!

- ENSINAMENTOS? Pensei, qual.

- SIM! ESQUECEU QUE SOU UMA MULHER CATOLICA CORRETA SERIA NUNCA TRAI, NAMOREI COM DUAS PESSOAS ENTES DE CASAR NÃO TRAZEI COM ELES, CONHECI MEU MARIDO NAMOREI COM ELE, NOIVEI CASEI E NUNCA O TRIA, PERDI A MINHA VIRGENDADE COM ELE!E V0CÊ ESTÁ ME FAZENDO FAZER TUDO ISSO NUMA NOITE SÓ! ME ENVOLDENDO COM VOCÊ, DEPOIS DE ME VER TRAINDO A MINHA PROPRIA IRMA COM MEU CUNHADO.

A está hora tinha até parado de trepar, começamos uma discussão que cortou o tesão, tudo por causa de um dedo no cú.

- QUE DISPERDICIO PERDER A VIRGENDADE COM UM PANACA DAQUE, MAS CUNHADA SE VOCÊ É TÃO SERIA ASSIM COMO ESTA DIZENDO, PORQUE TINHA TESÃO POR MIM, SE MASTURBAVA POR MIM, SONHA COMIGO DEU PRO SEU MARIDO PENSANDO EM MIM, ISTO JÈ E UMA TRAIÇÂO. SO EM FAZER TUDO ISSO POR MIM QUERIDA!ONDE ESTAVAM OS SEUS ENSINAMENTOS NAQUELA EPOCA HEM. MAS NÃO DEIXA DE SER ERRADA VOCÊ CASADA E TER PENSAMENTOS SEXUAIS E FICAR SE INSUNANDO SENSUAL PARA OUTO HOMEM, AINDA MAIS VOCE SENDO NOIVA DAQUE VIADO COMO MESMA DISSE KKKKKKKKK.

Dizendo isso, sentei no sofá ao lado da cama, olhou-me não entendendo nada, fixou meu pênis ereto, a puxei fazendo passar uma das pernas sobre mim, ficando com as mãos no encosto do sofá.

Puxei-a para cima de mim, seus seios ficaram praticamente no meu rosto, aproveitei para beijá-los, enquanto acertava o pau novamente na entrada da boceta, fazendo-a sentar enterrando até o fim.

Claudia segurou seus cabelos escuros longos todo encaracolado para trás subindo e descendo na minha rola de 1& cm grossa em sua buceta aperta quase sem uso o tesão voltou desta vez mais rápida nos movimentos, eu segurava novamente suas nádegas. Nesta posição passei o dedo na sua boceta, deixando todo melado, pensei, agora vou enfiar de uma vez nesse cu.

Quando CLAUDIA menos esperou acertei o dedo na entrada e enfiei, soltou um gemido, a segurei, estava com um dedo atolado naquele rabo delicioso.

-TIRA DI POR FAVOR! AÍ NÃO!,DI TIRA!, AI TA DOENDO TIRA DI! TIRA!

- CALMA, CLAUDIA, NÃO DOEU TANTO ASSIM, E SEI QUE ESTÁ GOSTANDO! VAMOS, MEXE, REBOLA NO MEU CACETE, COM MEU DEDO ATOLADO NO CU! VAI CLAUDIAO VAI DELICIA GOZA PRA MIM!

- VOU FAZER DE VOCÊ MINHA PUTINHA! DE HOJE EM DIANTE VOU TE COMER, QUANDO QUISER!

Já tinha acostumado com o meu dedo em seu cu, tirava e enfiava, sentia seu cuzinho relaxando, quando tirei e enfiei mais um dedo dois, soltou um gemido, mas não reclamou estava gostando, tinha certeza disso.

CLAUDIA intensificou os movimentos, subia e descia rapidamente agora calvagava gostoso em minha rola, gemia, apertava os seus seios com tesao e vontade, aproveitei e coloquei um dos mamilos na boca que delicia de seios grandes duros bicudos e chupei loucamente. Enfiava e tirava os dedos do cu de CLAUDIA seguindo o ritmo do meu cacete EM SUA BUCETA. Ficamos assim por alguns minutos, eu segurando para não gozar, Claudia estremeceu, jogou seu corpo ao encontro do meu, enterrando meu pau até o saco, se esfregou gemendo loucamente:

- VAMOS DI SEU PUTO! FAZ-ME GOZAR! PÕE CHIFRE NA MINHA IRMA! É ISSO QUE VOCÊ QUER! ENTÃO ME FODE! VAMOS SEU PUTO!ME ARROMBA AIIIII HUM HUMMMMM ESTOU GOZANDO AIIIIII DELICIA HUMM! HUMMMMMMMM ESTOU GOZANDO! DI ME FODE GOSTOSO HUMMM HUMMMMMM GOZEI DI HUMMMM HUMMMM AIIIIII,AI HUM HUM GOZEI QUE DELICIA DI FOI DE MAIS NUNCA TINHA GOZADO ASSIM DI.

QUE DELICIA VER CLAUDIA MINHA CUNHADA A QUELE MULHERAO SE DELICIANDO E GOZANDO NA MINHA ROLA, Não queria gozar, mas não resisti, gozei junto, enterrei os dedos até o fim naquele rabo, enquanto enchia de porra a boceta de CLAUDIA, nos abraçamos nos beijamos. Ficamos colados um ao lado do outro sentindo nossos corpos tremer, minha porra escorria pela boceta de CLAUDIA, passei o dedo no cu maravilhoso de CLAUDIA e o senti mais relaxado, agora iria descansar um pouco e partir para comer aquele cuzinho lindo maravilhoso totalmente virgem.

Ficamos inertes por alguns minutos, de vez em quando nos olhava mos, eu não acreditava no que tinha acontecido pelo jeito ela também não, parecia ainda envergonhada. Ali mais uma vez nos beijamos chupei seus peitos deliciosos bicudos duros ainda com tesao não resistia aquela buceta e comecei a brincar com os dedos e chupar novamente que buceta gotosa que Claudia tinha ela gozou mais uma vez em minha boca e dedos, Levantou-se andando meio cambaleante em direção ao banheiro, ainda com sua saia, seios a mostra cabelos Alvoroçados e despenteados, ouvi o barulho do chuveiro.

Esperei alguns minutos e fui atrás, Claudia estava numa posição maravilhosa, com as mãos apoiadas na parede deixando a água cair sobre o corpo, parecia pensativa, talvez arrependida. Assustou-se com minha presença, mas nada disse. Entrei no Box, olhou-me e continuou calada, peguei o sabonete, na posição em que estava, fiquei praticamente atrás, olhando principalmente para sua bunda, pensando ainda falta este cuzinho.

Passei levemente o sabonete nas costas de CLAUDIA, ensaboando encostei-me à bunda deliciosa parecia um coração de tão perfeita que era a bunda de CLAUDIA comecei beijar seu pescoço e nuca, senti seu corpo estremecer, continue até chegar a suas nádegas, continuava calada, sem nada dizer. Agora viria o melhor, passei o sabonete entre suas nádegas, enfiando a mão entre as coxas indo até a boceta, fiquei fazendo este movimento por algum tempo, senti que a excitação minha de CLAUDIA voltava.

Meu pau começou a dar sinal de vida, Claudia suspirava mais rápida, era sinal de excitação, meu pau ficava cada vez mais duro, encaixei por trás entre as coxas, sentindo roçar aquela boceta deliciosa. Abracei Claudia, segurando seus seios, agora estava completo cheia de tesão , roçava a boceta com meu pau,uma das mãos no clitóris, sentia a bunda no meus pelos e a outra mão e acariciava os seios.

A água caia sobre nossos corpos, nosso desejo novamente estava à flor da pele. Claudia virou-se, passou os braços em torno do meu pescoço e beijou-me, é quase da minha altura, isso possibilitava encaixar facilmente o meu cacete entre suas pernas pela frente, e foi o que fiz coloque meu pau entre as coxas de Claudia sentindo os seus gemidos meu pau duro e grande roçando sua buceta agora por inteira.

Ficamos nos beijando acariciando e a água caindo sobre nossos corpos, coloquei as mãos nos ombros de Claudia empurrando para baixo e a fiz ajoelhar-se. Ao fazer isso, meu cacete ficou na altura do seu rosto. Segurei e encostei o pau em seus lábios, abriu ao máximo para engolir a cabeça, segurei-a e forcei-a de encontro. Aos poucos engoliu metade, e ficou assim chupando, engolia e tirava, em vez enquanto punhetava e voltava a chupar e beijando e passado a língua décima para baixo e vise versa, Fodi aquela boca mais uma vez como se fosse sua boceta, CLAUDIA já louca e endoidecida mais uma vez de tesão,Não se preocupava mais com nada e nem tão pouco eu, Ela tinha se soltado de vez nem parecia mais àquela mulher tímida com vergonha e com pouca experiência sexual Claudia [Ela já atendia aos meus pedidos e atos sexuais, parecia que tinha muita experiência e já sabia como eu gostava].

CLAUDIA engolia o máximo, pois forçava o que podia, fazendo a engasgar, sentir ânsia, o que mais me deixava com tesao, ainda mais por ser minha cunhada. Uma mulher não muito bonita era chata sem amor recatada, tinha tomado minha porra sentido o meu gosto em sua boca, já tínhamos trepado e gozando varias vezes comigo, e agora mais uma vez chupava meu pau em baixo do chuveiro, e logo iria levar no cu.

Saímos nos enxugamos e fomos para cama, disfarçadamente peguei um vidrinho de óleo lubrificante na pia próximo ao chuveiro.

Claudia sentou-se na cama, fiquei em pé, tornou a enfiar meu cacete na boca, notei que adorou a minha rola aquele pedaço de nervo. Mas agora chegou a hora do tudo ou nada, sei que não ia ser fácil convencer CLAUDIA a dar seu cuzinho para mim.

Ajoelhei-me e cai de boca mais uma vez naquela boceta deliciosa e carnuda que Claudia tinha lábios grossos um ótimo aroma tinha a sua buceta agora estava limpinha após o banho que tomamos, abri as pernas e chupei vocês não imaginam a delicia, como é gostosa, só vendo, já estava tode vermelha e inchada de tanta rola e linguada minha, vocês ficariam loucos de tesão igual a mim. Quando lerem tente imaginar, tentei descrever o melhor possível.

Coloquei-a de quatro na cama a posição ideal para se comer um cu. Rsrsrs

Separei as nádegas e chupei novamente a boceta agora por trás (já fizeram isso) enfiava a cara entre as nádegas para a língua alcançar a boceta, a ponta do nariz encostava-se àquele cuzinho delicioso. Agora chegou a vez de cuidar da coisa mais deliciosa que iria saborear. Mantive as nádegas abertas e passei a pontinha da língua na entradinha do anus , Claudia tremeu, mas não disse nada, fiquei forçando a ponta da língua, sentia as contrações do anus, piscando para mim lambia e chupava aquele cu gostosa, CLAUDIA DISSE NÃO PARA COM ISSO E SEM GRACA,NÃO QUERO QUE FAZ ISSO,continuei fazendo lambendo e chupando sem para aquele lindo cuzinho na quela bunda enorme e deliciosa .

Só quem já fez isso sabe o quanto é excitante para quem está fazendo e prazeroso para a mulher que recebe. Tem homem que tem nojo ou coisa parecida, não sabem o que perdem.

Estava deixando todo lubrificado com a minha saliva, enquanto chupava masturbava Claudia com dois dedos enfiados em sua boceta.

Minha saliva escorria por entre as nádegas, estava lubrificando aquele buraquinho lindo, que logo seria violado.

Sentia meu cacete novamente ereto, pronto para mais uma batalha, às vezes olhava e não acreditava no que estava acontecendo, parecia um sonho ou seria imaginação. Disfarcei, estiquei o braço e peguei o vidrinho de óleo que havia colocado ao lado da cama, abri , derrubei um pouco no pau e fiz os movimentos de masturbação para espalhar e deixá-lo lubrificado. Enfiei na boceta que deslizou docemente, até meus pelos encostarem ao rabo de CLAUDIA. Peguei o óleo e joguei no buraquinho e espalhei, enquanto fazia os movimentos com os quadris, entrando e saindo levemente de sua buceta, arrancando gemidos e sussurros e distraindo CLAUDIA. O rabo estava todo lubrificado, juntamente com meu cacete. Enfiei, um dedo, depois outro, escorregaram sem problema para dentro até o talo. Fodia o cu com os dedos Claudia não reclamava só ouvia gemidos e a respiração mais ofegante de prazer.

Mas havia chegado a hora que tanto esperei, retirei os dedos, praticamente tirando o pênis da boceta ao mesmo tempo. Encostei à cabeça na entrada segurando a pela virilha, e a puxei. CLAUDIA tentou sair, mas não deixei, meu cacete parou na entrada.

Claudia resistiu fechou o anus que não passava nem uma agulha forcei, mas meu pau estava tão duro e inchado que a grossura dificultava a entrada na cu maravilho da cunhada.

- CALMA CLAUDIA! RELAXA! NÃO VOU TE MACHUCAR! ASSIM É PIOR! DEIXA! DÁ ESTE CUZINHO PARA MI! VAMOS MINHA DELICIA!

Claudia mais uma vez respondeu:

- NÃO! DISSE QUE NÃO! E AINDA POR CIMA É DOLORIDO! SEU PAU É MUITO GROSSO!

Retruquei:

- OK! VAMOS FICAR ASSIM! QUANDO VC RELAXAR, VOU ENTAR ATÉ O SACO! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É DOER! CLAUDIA RIU kkkkkkkkkkk E DISSE ME DEIXA FAZER ISTO COM VOCE PRA SE VAI GOSTAR KKKKKKKKK

- SENTI QUE ESTAVA GANHO A CONFIAÇA DE CLAUDIA QUE NÃO IRIA DEIXAR DOER IRIA FAZER GOSTOSO COM CARINHO QUE ELA IRIA ADORA E GOZAR DE TANTO PRAZER.

DEIXA CLAUDAI! RELAXA! VOU SER CARINHOSO COM VOCÊ!

Com uma das mãos peguei o óleo e joguei próximos a cabeça do pau e o anus de CLAUDIA, senti meu pau escorregar um pouco pra dentro.

- O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO SEU PUTO, E RI MAIS UMA VEZ CLAUDIA KKKKKKKKKK!,DEVAGAR DI POR FAVOR, NUNCA FIZ ISTO.

Disse:

- LUBRIFICANDO MAIS, PARA MEU CACETE ESCORREGAR MELHOR! E ri também kkkkkkkkkkk.

- VOCÊ NÃO TEM JEITO NE DI, VAI QUERER MESMO NE!, DISSE CLAUDIA, VOU COMER SIM CLAUDIA SEU CU! JÁ CHUPOU GOSTOSO COMI SUA BUCETA DELICIOSA E AGORA QUERO ESSE SEU RABO GOSTOSO LINDO DELICIOSO E VIRGEM HOJE,CLAUDIA RI KKKKKKKKKK MAIS DE VARGAR HEM, NÃO ESTOU ACOSTUMADA COM ISSO!.

Dizendo isso continuei pressionando a entrada do anus, sem nada conseguir, num gesto, mais em tom de brincadeira dei um tapinha na bunda de CLAUDIA dizendo:

- VAMOS CARALHO, RELAXA ESTE RABO! VOU ENTRAR DE UM JEITO OU DE OUTRO! CLAUDIA RI kkkkkkkkkkk, PARESIA TER GOSTADOS DO TAPA EM SUA BUNDA, que me deixava deu pau duro parecia que ira estourar de tanto tesao por aquele cu. .

Dei outras tapas, não esperava que fosse fazer efeito, parece que se assustou ou gostou relaxou como continuava a fazer pressão, senti meu pau abrindo caminho. Segurei a pela cintura rapidamente com as duas mãos e a puxei, ajudando com o movimento dos quadris. Atolei a cabeça toda, senti o esfíncter se abrindo, CLAUDIA soltou um gemido que acho que a vizinhança toda ao lado do motel ouviu. Colocou a mão para trás com o braço esticado tentando me empurrar, mas dali não sairia, estava dentro e dentro ficaria CLAUDIA GEMEU HUM HUM AIIII DEVAGAR HUMMM.

- CALMA CLAUDIA! A CABEÇA ENTROU! RELAXA E ACOSTUMA! LOGO A DOR PASSA! E O PRAZER VEM!

- TIRA DI, TIRA! POR FAVOR! ESTÁ DOENDO! NÃO ESTOU AGUENTANDO!

Disse calmamente, beijando-lhe a nuca:

- CALMA CUNHADA! PROMETO QUE NÃO IREI MACHUCÁ-LA! FAÇA O QUE EU PEDIR, E VAI DAR CERTO!

Fiquei parado sentindo o anel apertar a cabeça do pau, nossa, delicioso, um tesão imaginável, inda mais vendo enterrado naquele cu delicioso, apertadinho.

Aos poucos CLAUDIA foi relaxando, sua respiração voltou ao normal, sentia seu cu piscando, apertando o meu cacete.

Agora chegou a hora tão esperada, comer aquele rabao da cunhada com vontade.

Joguei mais óleo, dizendo para se acalmar, que nunca iria esquecer aquela trepada, e ia querer dar o cu para mim muitas vezes.

- VAMOS CLAUDIA! RELAXA! FICA CALMA, FAZ FORÇA PARA FORA COMO SE FOSSE AO BANHEIRO!

- VOCÊ É DOIDO! PARA COM ISSO! DI.

Nunca tinha visto ela tão brava: rsrs

- VAI ESTOURAR É O CU DA SUA MÃE! SEU SAFADO DO CARALHO! ESTÁ DOENDO MUITO! DE VERDADE DI.

- CALMA FAÇA O QUE DIGO!

Empurrei o com mais um pouco de força, senti abrindo caminho, CLAUDIA gemeu, mas ao mesmo tempo senti seu cu fazendo bico, estava forçando como eu pedi atendendo o meus pedidos assim CLAUDIA isso mesmo força pra fora gostosa força.

Foi um prazer incrível, sentir meu pênis abrindo caminho, aos poucos foi tomando conta, meu cacete penetrava lentamente arrancando gemidos hummm hummmm hummm.

Excitava-me mais ainda ouvir os gemidos de CLAUDIA, ainda mais quando percebi algumas lágrimas nos seus olhos, pensei em parar. Falei ao seu ouvido:

- CUNHADA, QUER QUE PARE? ESTÁ DOENDO MUITO?

Como resposta balançou a cabeça de um lado para outro, negativamente, falando baixinho praticamente gemendo: HUMmm HUMmmmmmm VAI HUMMMM HUMMM FICA AI DENTRO DE MIM HUMMM HUMMM AIIII HUMMM TA GOSTOSO E DIFERENTE.

- POR FAVOR, NÃO TIRA! MAS VÁ COM CALMA! DEVAGAR! DÓI DEMAIS!MAS É DELICIOSO! DI FAREI O QUE MANDAR! ME ENSINA QUERO ASSSIM TAMBEM! TA GOSTOSO DI! HUM HUM AIIII HUMMMM FAZ GOSTOSO TO ADORANDO HUMMM HUMMM

Pedi para continuar a fazer força como se estive indo ao banheiro, derrubei mais óleo, mandei que abrisse bem a bunda com as mãos. Prontamente fui atendido, segurei-a pelos ombros, e fui puxando-a de encontro ao cacete.

Não consigo descrever o prazer sentido, fui penetrando seu anus virgem, sentindo o reto se abrindo, CLAUDIA sabia que iria ser arrombada, mas neste momento não se importava mais Claudia queria era gozar de prazer pelo cu.

Gemia baixinho hum hum hummmm, meu pau já estava quase que totalmente atolado naquele rabo, quando com um movimento brusco enterrei o resto, foi até o saco.

CLAUDIA gemeu mais alto e ficou inerte, sentindo aquele tarugo de carne violentando bruscamente seu anus, até então virgem.

Ficamos assim por alguns minutos até se acostumar e a dor ir passando, e logo comecei a acariciar se clitóris estava grande inchado de tesão, comecei movimentos bem devagar, quase que imperceptível, aumentando gradativamente, arrancando gemidos e suspiros de CLAUDIA.

Uma loucura, um prazer incrível, estava louco de tesão, tudo que queria estava realizando, comendo o cu da cunhada, uma delícia, como queria que sentissem o prazer que senti.

Meu pau agora sai até a metade enterrando em seguida, aos poucos já tirava até a cabeça e metia novamente, sei que não iria aguentar muito tempo, estava quase gozando, mas não queria.

CLAUDIA gemia, HUM HUM AIIIII HUM HUMMMM agora de prazer, com a mão enfiada na boceta se masturbando e mandando foder gostoso seu cu. Metia com vigor, depois parava meu pau agora deslizava para dentro e para fora, o obstáculo foi vencido, arrombei o cuzinho da cunhada vadia suas fantasias comigo virou realidade.

Tirei o cacete, abri a bunda de CLAUDIA e não acreditei, seu cu estava um buraco enorme, pois o esfíncter relaxa, depois voltando ao normal, comecei a brincar, colocava e tirava, colocava e tirava.

CLAUDIA não acreditava:

- SEU PUTO VOCÊ ME ABRIU INTEIRA! NUNCA MAIS VOU SER A MESMA! SINTO MEU ANUS TODO ABERTO! DI.

- VAMOS SEU PUTO AGORA QUE JÁ ME ENFIOU O SEU PAU GROSSO NO MEU ANUS VARIAS VEZES! VAI PODE COME MEU CU! ESTOU GOSTANDO DE DAR O CU AGORA SEI REALMENTE O QUE DAR O CU GOSTOSO PRA UM HOMEM, ME FAZ GOZAR! ERA ISSO QUE QUERIA! POIS CONSEGUI ESTOU ADORANDO, ME FODE COM ESTA ROLA GOSTOSA! METE ESTA ROLA GROSSA DELICIOSA NO MEU RABO! QUE PAU GOSTOSO CUNHADO, E PRO ISSO QUE NINGEM TE LARGA VOCÊ E GOSTOSO DE MAIS NEM MINHA IRMÃ E NEM A OUTRA MAE DA SUA FILHA , AGORA VOU SER MAIS UMA MULHER SUA, DI TE AMO VOCE ME FEZ SABER O QUE E GOZAR DE VERDADE NUNCA GOZEI TANTO EM MINHA VIDA NUMA SO NOITE CHUPANDO MINHA VAGIRNA,COMENDO MINHA VAGIRNA, DHUPANDO MEU ANUS ,AGORA COMENDO MEU ANUS QUE TESAO DI, ACHO QUE VOU MORRRER DE TESAO ENFIA MAIS VOU GOZAR PELO MEU CU! AAAAA HUM HUMM QUE DELICIA HUM HUMMMM TO GOZANDO NO SEU PAU DI NÃO PARA DELICIA HUMM HUMM AIIII HUMMMMM VOUUUUU AAAA, GOZEI, GOZEI QUE DELICIA DE PAU DI.

CLAUDIA estava descontrolada, mas adorava tudo aquilo, me dava mais tesão ainda, enfiei até o talo e comecei a foder com força o sue rabo que delicia.

- TOMA CUNHADA! SENTE MEU CARALHO ARROMABANDO SEU CU! É ISTO QUE SEMPRE QUIZ SUA SAFADA! SUA PIRANHAMEXE!.MEXE! ESTA BUNDA!.......REBOLA NO PAU DO CUNHADINHA VAI DELICIA!

ENTAO VAI SEU PUTO COME O RABO DA SUA CUNHADA! POE CHIFRE NAQUELA CORNA DA MINHA IRMÃ, QUE NÃO SABE CUIDAR DO PAU QUE TEM E NEM TREPA MAIS! E POR ISSO QUE VOCE TREPA DO LADA DE FORA COM OUTRAS NÃO É ISSO QUE VOCÊ QUERIA?AGORA ME FODE!...ME FODE GOSTOSOME DEIXA SEM SENTAR UMA SEMANA!SEU PUTO! VOU FICAR COM DOR NO RABO!.....VAI FODE. ESTOU QUASE .GOZANDO DE NOVO.ISSSSSSSSOOOOOOOO! CARALHO!......QUE TESÃO....DI, SE SOUBESSE QUE ERA TÃO BOM ASSIM, JÁ TINHA DADO O CU A MUITO TEMPO!......VAMOS.....VAMOS.POR FAVOR..FODE..FODE COM FORÇA DIQUERO GOZAR......DI.VAMOSESTÁ VINDO.HUMMMMMMMM! TESÃO!.......AGORA!....AGORA! HAI HAI HAI HAI HAI GOZEI DENOVO SEU FILHO DA PUTA QUE TESAO QUE E VOCE DI NUNCA GOZEI TANTO ASSIM EM TODA MINHA VIDA CUNHADO GOSTOSO TE AMO AGORA SEU SAFADO,TARADO,GOSTOSO.

Dizendo isso, totalmente descontrolado pelo prazer, pelo tesão, CLAUDIA jogou a bunda para trás, esfregando a bunda na minha barriga, enfiando loucamente vários dedos na boceta.

Tremeu , gemeu, suspirando, seu corpo estava todo retesado, senti sua bunda me apertando, o cu parecia que mordia meu cacete, uma loucura. Segurava CLAUDIA pelos ombros mantinha meu caralho todo dentro daquele rabo maravilhoso.

CLAUDIA gozou, e disse que nunca tinha gozado assim 2(duas) vezes com uma rola no cu, e nem imaginava que um dia iria da cu e gozar, eu não resisti e logo após dei mais umas estocadas, quando senti meu pau inchar, parecia que ia estourar, não consegui me mexer, subiu um arrepio tão forte, aquele tesão que senti na cabeça do pau.

Foi incrível, a força do primeiro jato parecia que tinha estourado minha uretra, jato após jato de porra foi enchendo o cu de CLAUDIA, Eu não acreditava o tanto que eu estava ejaculando.

CLAUDIA parada, quase desmaiada de tanto tesão pelo gozo, eu quase indo junto, fiquei assim uns minutos curtindo meu pau dentro, saindo aos poucos, quando tirei meu cacete, o cu arreganhado não segurava a porra, escorria por entre as nádegas. CLAUDIA assustada olhou-me e disse:

- SEU PUTO VOCÊ ME ARROMBOU! Colocou os dedos entraram facilmente os quatro no cu de CLAUDIA.

Estava de joelhos na minha frente com a mão no rabo, segurei sua cabeça e enfiei meu cacete em sua boca e disse:

- FICA QUIETA! E CHUPA MEU PAU!....TOMA O RESTO DA MINHA PORRA!DEIXA-O LIMPO! SENTE O GOSTO DO SEU CU! MINHA PUTINHA GOSTOSA! AGORA QUERO TE COMER SEMPRE!

Depois ficamos praticamente jogados na cama nos recompondo, nesta noite não percebemos a hora de voltar para casa, quando fomos ver já era 01h45min da manhã,nau se arrumamos e fomos embora chegue a casa entrei minha esposa dormindo como um anjo, Claudia foi para casa nos fundo onde ela morava, não aguentei e fui bater na porta da minha cunhada onde parecia meio bêbada de cansaço exausta de tanto meter e gozar ela abriu a porta CLAUDIA JÁ TINHA TIRADO A SAIA E A CAMISETA E SOUTIEN ESTAVA AINDA DE CINTA LIGA A CALÇINHA LINDA E MINUSCULA ENTERRADA EM RABO COM SEUS SEIOIS FARTOS ENORMES LINDOS DUROS E BICUDOS, Ela disse entra você de novo DI entrei nos beijamos muito não tirei nada me dava muito tesão em vela assim ,deixe com a cinta liga e puxei a calçinha minúscula de lado Claudia levantou uma das pernas colocou encima do sofá que linda visão me abaixe, então chupei devorozamente aquela buceta e com 2(dois) dedos enterrados no cu delicioso de CLAUDIA ela puxou minha cabeça enterrando em sua buceta toda molhada encharcada de prazer ainda ,sempre gemendo e falado que delicia de homem e você DI,VOCÊ VAI SER O HOMEM DA MINHA APATIR DE HOJE GOSTOSO, quero gozar mais me chupa vai,que boca deliciosa me chupa delicia vou gozar há há há hum hum hum delicia gozei Di gozei DI te amo te amo DI ,Ela gozou mais 2(duas) vezes em minha boca que delicia de gozo ,parei de chupar levantei, CLAUDIA se virou de costas para mim colocou os joelhos no sofá apoiando as mãos parte de cima do encosto de cabeça, que bela visão que rabo delicioso que bunda linda, claro que entendi logo seu pedido e comi novamente seu cu maravilhoso como gemia gostoso rebolava como uma louca no meu pau ia pra frente e traz e pedia pra ir ate o fundo da que le cu apertado seu eu pudesse ficaria o resto da madrugada fodendo no cu de CLAUDIA ela já estava viciando em dar o cu pra mim, olhando para aquele rabo rebolando gozamos novamente juntos que tesão que delicia de cunhada,enfim foi assim varias vezes Durante algum tempo Claudia como eu disse no inicio e professora também e sempre chegava por volta das 12:00 hrs quando Podíamos trepavamos rapidinho na hora do almoço em sua casa ou na minha, ninguém desconfiada de nada entre agente, nem minha esposa filhas, e nem sua tias seu ex-marido e familiares, por que Claudia tinha um álibi forte dizia pra irmã, tia e família que tinha nojo, raiva de mim e não suportava olhar pra mim e viver morando no mesmo quintal sempre discutindo comigo inventando historia de mim, assim todos tinha raiva de mim e acreditava em sua historia, que na realidade era outra totalmente o contrario, Claudia como sempre tinha um amor platônico por mim e não era correspondido e por ter me causado tantos problemas resolvi vinga La na rola kkkkkkkkkk e hoje Claudia ainda e apaixonada por mim nunca mais casou se e nem se envolveu com outro homem só pro causa do meu sexo bem feito, ela disse que hoje sou eu a razão de suas siriricas quando fica muito tempo sem tranzar comigo fica louca e inventa um briga uma discussão com minha esposa referente a mim e assim eu já entendia e ia procura La comer a sua buceta deliciosa seu cu maravilhoso e aprendeu ate fazer uma chupeta maravilhosa kkkkkkkkkk, e a assim foi indo a ultima vez que comi a Claudia faz uns 10 anos a traz estamos em 2014,CLAUDIA não e mais a mesma esta mais gorda com o passar do tempo cresceu sua barriga ficou enorme cabelos maus tratos perdeu aquele corpo gostoso os peitos esta grande e bicudos ainda, perdeu a bunda acho que a barriga da este efeito.Eu ate hoje sou vaidoso me cuido tenho 48 anos em plena forma faço academia corro 5 km todos os dia tenho 1:85 de altura 85 kilos bem distribuídoso famoso moreno alto bonito e sensual o tempo ainda não passo para mim kkkkkkkkkkkk vivo sempre me cuidando.

Claudia comprou outra casa aqui mesmo no bairro mudo se com seu filho, Até hoje mantemos nossas amizades um pouco mais distantes e discretas as brigas continua mais não tranzamos mais a uns 10 anos, nosso romance ficaram em segredo entre nós dois ninguém sabe ou soube que minha cunhada adora dar o cu pra mim virou um vicio pra Claudia soltar o cuzinho pra mim sempre que tranzavamos fizemos loucura, fodemos de todas as maneiras em vários locais e motéis, Claudia que é apaixonada por mim, e diz sempre não vive mais sem ter relações sexuais comigo e este e uns dos motivos de nossas brigas, não tenho, mas tesao por ela, eu só queria vingar e deixar ela louca e apaixonada por mim e foi o aconteceu ate hoje ela e louca por mim e ninguém da nossa família sabe disso kkkkkkkkkkk. Sei que o relato ficou longo, mas tentei descrever como tudo aconteceu.

OBS: Quando uma mulher diz que tem raiva e ódio de você e porque ela te ama e é louca pra tranzar com você, preste bem atenção em suas cunhadas meus leitores, obrigado e desculpa aos erros de português.

Este e meu e-mail para contato criticam e sugestões estão à disposição de todas as mulheres para responder e corresponder co vocês ok.

E-MAIL: [email protected]

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
22/10/2016 16:00:47
Simplesmente fantástico, excitante do inicio ao fim, Riqueza de detalhes inigualáveis ... Nota 11
DY
16/05/2014 09:17:53
Como eu mesmo escrive no corpo do conto, desculpe os erros de português foi escrito na correria em casa mesmo, então fica difícil corrigir varias vezes com esposa e filha em casa ok, mais uma vez me desculpem pelos erros de português.

Online porn video at mobile phone


porbodoido ledbicaporno zoo contos em quadradinhos dupla penetracao insestoconto casada novinha e comida pelo traficante pausudo a forcaporno calibroso brazilcomida por um cavalo de verdade conto erticogostosa.foi.faser.xixi e.tarado.atacolconto erotico mexeram comigo na ruapsicologia enfrento hiv minha filha e guei ajudaLoucoencoxandoxvideogostosaspeladasConto erotico porteiro roludo bisexualconto erotico meu irmão e meu tio me arrombaramfiume porno minha cunhada e crenti eqe traza comigoConto erotico umaa muler muito ssafaadaporno medico da nestesia pra mulher e ela dorm e ele faz oqie qyiser com elaconto erotico pica grande e a buceta ficou um vazio e vacuoirazinha pega no meu pau sarechcinquentona fininhacontos coroa implorando por uma picaxvvidio a mãe ficou presa na piaconto erotico ocheirinho gostozodo meu cuzinho na minha calsinhapono con ma sendo fiolentada pelp filio no cuarto e espanca o cu dea no analconto erotico futebolporno com mãe e filha bucetudas de guaianazesConto erotico comedor de casadasmulher cagando enquanto dava a bucetahomem nu da cu seminaristaxvideo gozeiiiiiiii amo que deliciax videos gays heteros operarios cabeçudosContos picantes eroticos peguei minha mãe fazendo safadesa cm meu vizinho pisudo hoje a bu tá bonita hoje ela Ta Tarada depois que ficou grandinha a blusinha tá tarada taca taca taca bunda taca taca tacamenina e padrasto no sofa ela aproveita da bebedeira dele e tranza gostososou casada mas sinto vontade de meter com um negao pissudobebi demais minha esposa deu pra . outro contos eroticosagarei minha sogra afosa ela fez cu doce e comi elavideo porno doido gratis casal convida amiga p churrascoconto morador de rua roludo comei gpstos minha esposaincestocâmerano quartoContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do filho e dos amigos dele e depois fode com todos eles juntos em uma orgia na sala de casa.Sou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhamachos com apiroca enorme fugindo do short de jogador de futbolmeu cu sendo totalmente preenchidoxxxxxxxvideos com professoras de educacao fisicaxivideos camila temaxxnx de mulher pirando muntada no superdotado gozando como loucacasos amad entea nua banh fas gosa ponh casa favela cariocavideos de sexo Dono de imóvel comendo o cu da inquilinaquadrinho erotico carnaval noraler conto erotico de padre reaisconto xota formigando paicontoerotico eu namorada mae e tiosobrinha contoopa escurreguei na pica gayContos eroticos gay pegando no pau do meu irmao por cima da toalha dpois do banho na beliche muiler da buseta ixada levamo varasites historias e contos eroticos de incesto mae amante do filho marido ausentecontoseroticosmae usadas a forcaxvideogay foram acampar e so tinha uma cobertacasei com um velho brocha mas levo machos pra casa contos eroticoschupando o cassetao do viado gay dos peitaoprimeiro negão a gente nunca esquecexvideos hetero novinho curioso resolve se aliviar com gayCONTO EROTICO: MINHA TIA TURBINADAcasa de swing esposa levando mao na buceta desconhecidopraticante de zoofiliacontos cu da tiaConto erotico loira aos grios e choros numa foda relvagem com super dotado metendo forte com forcairma0 cumen0 abunda da irma g0rdaContos edoticos da.dk nbanho no meu filhodotadao pal grosso gozando dentro da coroaxvidiostrintona rabuda experimentando anal com novinho pirocudo xnxxconto erotico onibus lotadohomem do pau grande rascando a buceta da cachoramulher cachorro cavalo buceta borbulhandoConto erotico engano