TURCÃO PELUDO E SUA FANTASIA DE ENGRAVIDAR CU DE MACHO

Um conto erótico de MACHOFUK
Categoria: Homossexual
Data: 30/05/2014 15:17:55
Última revisão: 12/08/2014 20:50:57
Nota 9.56

Sou Frederico (Fred), tenho 1,69 sou branco, cabelos pretos, rabo cabeludo e muito safado.

Conforme já citado, em outros contos, residi por um grande período em uma cidade do interior de nome cidade X. Esta trepada foi concretizada por volta de meus vinte anos e neste município.

Na época deste relato, fazia curso pré vestibular e nos dois últimos meses para o término do mesmo e devido a compromissos de ordem pessoal, precisei mudar de turno. Passei a frequentar as aulas no turno da noite.

No primeiro de aula após minha transferência, assim que sai de casa e dei alguns passos, dei de cara com uns dos machos mais cobiçados por todos e todas daquela cidade.

Nos encontramos e com pouco tempo de conversa, descobrimos que estávamos cursando o mesmo pré - vestibular e que inclusive ficaríamos na mesma sala.

O nome do putão trolhudo é Jorge.

O mesmo era turco, mais ou menos 1,90 de altura, moreno claro, olhos muito pretos, pernas tesudas, bunda durinha ( com certeza, lotada de cabelos ) e uma jeba gigante .

Enfim o cara que eu iria foder em muito pouco tempo, era um puto dum macho cabeludo e tesudo do cacete.

Apesar deste monumento se definir hétero, sempre desconfiei que o fodido, sugava rola pela bunda.

Já esfolei muito minha pistola na punheta, pensando que estava estourando aquele rabo.

Naquele mesmo dia em nosso retorno do cursinho, conforme desconfiava, me certifiquei que aquela coca era fanta.

Apesar de muito feliz com a descoberta, levei um baita susto, com a forma escolhida pelo bagudo, para me demonstrar que gosta mesmo é de gemer embaixo de macho.

Quando estávamos quase chegando, o descarado de repente me empurra contra um poste de rede elétrica, localizado na esquina e praticamente na porta de sua casa, me lasca um beijaço na boca, chupa minha língua, suga meu cuspe, besunta minha cara de baba e termina enfiando a mão dentro de minha cueca.

Uma vez que aquela mão já estava dentro de minha cueca, o caralhudo primeiro alisou meu rego, em seguida deu umas boas apertadas em meu mastro volumoso.

Nessa altura do campeonato meu cu, como sempre piscava compulsivamente e minha tora já estava pronta para esporrar ricota, pois eu estava pegando fogo.`

Puta que o pariu, vou faturar este macho agora. Tá no papo!

Certo de que em minutos minha tora estaria socada na bunda do viado, tratei de retribuir a tesada que o puto acabara de me dar, ali mesmo na rua.

Automaticamente dei uma bela cusparada em três de meus dedos, enfiei na bermuda da minha putinha turca e atolei bem fundo. Durante esta ação e na certeza da metida que eu iria dar naquela noite, já fui me convidando para ir pra casa do "cadelo" gostoso.

Porém e para total desespero de minha rola dura, o puto me olha e diz:

- Fred hoje tem gente até pelos tubos lá em casa. Não existe nenhuma possibilidade da gente meter lá hoje.

Fiquei indignado, pois não iria empurrar bosta naquele dia.

_ Porra seu fodido, depois de me deixar borrando de tesão, vai me deixar na mão?

Imediatamente, recobrei o juízo, resolvi maneirar e convidei o viadinho peludo pra me visitar, no dia seguinte. Porém dei-lhe um aviso:

- Assim que minha mãe sair amanhã, te ligo , mas se prepara baitola, vou te cavalgar igual cavalo cavalga uma égua no cio. Vou te rasgar a bunda, vadia. Me aguarde.

_ Tudo bem, estou querendo é isso mesmo, mas não se esqueça que depois de sua cavalgada, vem a minha. Arreganho seu esfíncter com tanta força que te soco minhas bolas cu adentro, sem você nem perceber, viadinho gostoso.

Muito sacaneado e bem contrareado, ainda fui obrigado a ouvir um pedido do fodido.

- Para te aliviar hoje, vamos fazer o seguinte: - Entre em casa, vá para o seu quarto e me liga. Vou foder seu ouvido falando as putaria mais pesadas que existem. Desta forma gozamos hoje e amanhã te toro ao vivo, meu macho sem cabaço.

Claro que dei minha sacaneada no puto, fiz tudo do meu jeito. Cheguei em casa, ignorei totalmente aquelas recomendações, punhetei sozinho no quarto (deixei o viadinho na vontade, do mesmo jeito que ele me deixou).

A porra ejaculada era densa, de odor forte e foi recebida dentro de uma de minhas mãos.

Assim que me recuperei do gozo, peguei uma seringa de vidro que tenho, suguei o e leite pastoso de dentro de minha mão, virei de costas, empinei o rabo, enfiei a ponta daquele instrumento na portinha do cu e ahhhhh.... esguichei minha porra dentro de meu tobão. Que delícia! Que tesão. Naquele dia bem mais tarde dormi com o rabo lotado de minha gala.

Tentva dormir, mas minha jeba latejou de novo e o fodido do meu cu voltou a piscar. Fui obrigado a bater outra bronha.

Desta vez, soquei os mesmos dedos que soquei no Jorge dentro de meu toba. Senti toda aquela porra soltinha lá dentro e fiquei mais excitado ainda. Nessa esporrada, a porra estava um pouca mais rala.

Logo que desopilei meus bagos, virei pro canto e dormi.

No dia seguinte, conforme nosso combinado, assim que minha mãe saiu, liguei pro cuzudo. Cinco minutos depois, chega o turcão sacana, de bermuda jeans, mostrando umas pernas perfeitas e entupidas de cabelo, de chinelos de couro ( caralho! que pés lindos e peludos), camiseta e em uma de suas mãos estava um tubo de creme anestésico ( que não foi usado).

Assim que Jorge entrou, tranquei a porta, cuspi nos mesmos dedos, e soquei-lhe outra dedada.

No caminho da sala até o quarto fiz o puto ir cheirando o cheiro de sua bunda que estava impregnado em meus dedos. O bicho até gemeu de tesão.

_ Vai andando e cheirando gostoso. Vai sair daqui com o cu banguelo. Te tiro todas as pregas de uma só vez, seu macho fêmea cabeludo da pleura.

Chegamos no quarto, empurrei o turco na cama e falei todas as putarias existentes e as que consegui criar no momento. Ao mesmo tempo, fiz questão de dar-lhe de presente uma surprezinha que preparei e guardei em um prato debaixo de minha cama. Uma cenourona enorme, gelada e muito bem lubrificada.

Assim sendo, atochei aquele legume, sem dó em seu túnel de merda e me certifiquei de metê-lo até no fundo.

Não precisou nem do legume engatar no fundo daquele rego, para o peludo "cadelo" delirar de prazer.

Remexi a leguminosa uns cinco minutos dentro daquela olhota peluda e falava sacanagem. Tudo ao mesmo tempo.

O puto, urrou pra caralho e se brincasse , naquele instante eu daria minha primeira esporrada. Estava dopado de prazer.

Me contive mais uns minutos , pois ainda tinha que despregar o canal retal do macho.

Meu saco novamente estava lotado de sêmem. Aquela gosma fabricada pelos meus bagos, precisava ser expelida, mas tinha que aguentar, afinal desta vez ela ia inundar o cuzão peludo do puto safado.

Tirei a leguminosa do toba da minha mulherzinha cabeluda , cuspi na cabeçorra de minha trolha grossa e fui enfiando sem dó nem piedade, naquela fábrica de expelir merda.

Assim que me certifiquei que a bicha cuzuda tava toda entalada de caralho, tratei de socar, contorcer e a verbalizar mais putarias e desta vez, com a boca e minha língua em seu ouvido.

Mais uma vez, bombei, pus o cadelo dando de cabeça pra baixo, esfreguei, esfreguei, e de repente explodi porra dentro daquele rego maltratado de tanto levar pirocada.

Inundei aquelo regô, que naquela hora já estava completamente banguelo. Pregas? Nunca mais.

Acabei de gozar e sem pestanejar já virei, empinei o rabo e pedi cacete.

- Quero meu cu fodido do mesmo jeito que fodi o seu, ok?

- Pregas eu já não tenho safado, mas quero ficar com saudade da sua vara. Soca, puto, soca.

Pra meu deleite, recebi o mesmo tratamento, com apenas uma diferença, Jorge tinha um dote maior. Fiquei de rabo ardendo por uns dias.

No finalzinho da trepada, quando o macho estava pra gozar, ele me encara e fala:

_ Você é o melhor macho que já tive, daqui pra frente se você der ou comer outro macho, vaca branquela, te encho de porrada.

- Agora pra deixar lembranças, vou te encher de porra, porque adoro engravidar cu de macho. No seu toba, cavalo, vou por muita porra enterrada. Desse seu cu vai ter que sair gêmeos, jegue putão.

- Tooooooma pooooooorra vadia, tooooma gaaaaaaaala, meu homem marombado, gostoso da pleura.

Quase desmaiei de tesão.

Depois da esporrada fantasiosa e "engravidante" do gostoso, por uns segundos me senti gravido no rego.

Metemos durante nove anos seguidos, e até hoje, sempre que possível, nos enrabamos.

Sempre que possível criamos nossas fantasias em nossas trepadas. Gosto não só de criá-las, como de participar dos fetiches de meus parceiros.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive MACHOFUK a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/04/2016 07:33:04
Fiquei de pau duro aqui.
17/08/2014 19:48:04
6
03/06/2014 16:03:42
otimo
31/05/2014 08:41:17
Poça que tesão da porra!Muito excitante.
30/05/2014 17:51:26
Tesão do caralho!
30/05/2014 16:33:32
Muito bom

Online porn video at mobile phone


história real irmão bem dotado seduza irmãzinhaConto tirei o biquine no quarto do meu pailoira puta vaz cachorro gosar cinco vesezxxvideos casero com sograbrava Brasilcao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaonovinha chorando na varacabeçudomostrando buceta po amigo pater uma xvidiox vidiu pono negau turado uma loira insima da cama ela gritado eo negau.garadoandrew arlindo dellavoglio casa dos contosgorila fêmia dando o cuxvideos filha sevigado da sua maexoxa poletacontos. depois do jogo fui tomar banho com meu irmao e so punhetatorao cabeçudo entrando xnncontos eroticos gay choreiaperntando bunda videoerotico meupaimulher trnzando com jaardeneiro eoutra escnida espiandomundobichaporno gay garoto zuando e dandokid bengala buraco na paredevídeo pornô com palavrão tipo comer sua b***** f****** o c****** todinho te quero sabe dançar para mimpornodequatoFoto de homem baxinho picudoxvidio japonesinha Semedo abusada e no banheiroanythingeu virei mariquinha de negão xvideos gaycorno covarde chorãosolandoa bucetinha virgem da gatinha cm o picapornodoido jumentao esfolou cugerusa chupando minha picaconto minha tia tesuda peladaconto erotico gay macho dominador gosta de maltratar viadoPrimeira vez q dei o cu vestido de travestxvideos com meninaxatacontos eróticos vovô fudendo chupando o cuzinho do Netinho mozinhovidio porno filha da abuceta pro pae com mais 70anosContos de loiras taradas por mendigos negroscontos pegando a vizinhaContos eróticos cumendo minha mãe e irmãporno com mae mae tentando risis tirFêmea se deliciando com dorso masculino contos eroticos com tapas e palavroes e sexo agressivocomida e margarina no cu e na bunda inteira delaler contos eroticos menagef***** pelos peões da obra contos eróticos gaysMenina pedendo cabaçoxxvideodei meeu cu no canavial para um caxorroconto porno submissa humilhaçaonao acreditei que fudi o cu da minha filhaquero zap d travest d itaquecetubaPatricinha transando com pm parte 2 contos erotivosminha mulher tatuou a dama de espadas na bunda contos eroticoscasada viciada porra relatoscontos comi miha tia enguanto dormiacoloquei duas bolinhas de golfe na bucetaexperimentei rola grossa e viciei..nem me preocupa mais ser chifrudo contosporno.com negao levanta a saia enfia até o saco enche de porracanto eróticos brutal e escrotomulheres bostas scatporno.bunda.na.cara.xeroza.perfumadaconto gay machoContos erorico de esposa de osasco S.P traiu com irmao do maridohttp://sogra nua filma o seu corpo inteiro .porno nacionalx novinho fundeno papai e mamaeyotube pai estrupa menina inocente dentro do transporte rola gradi nocu danoviacontos pastora ajudando membro a gozarxvideo chinesa se encabulou com o pau do negão e foi arronbadaxvideo gala gemido e puxao de cabelojogando video game pelado conto eroticomaldiçao da clareira da cadelacoroa ponha cao para chupalaMulhe morena mostrando busetonha gostosa e um poquinho de cabeloContos eróticos: Rabetao da minha sobrinha sarrando na minha picacomentários350 anal de meninasvidio porno de padrasto fica com a intiada ruivinhamulher toma susto com rola bucetas molouas novinhas de corretivos e g****** muito no ânusmenininhas fazendobrincadeiras de mostrar a xoxotinhas pras outrasenteada madura mamou rola do padrasto contosconto erotico empregadaquantos centímetros tem o penes do pro boteino