TURCÃO PELUDO E SUA FANTASIA DE ENGRAVIDAR CU DE MACHO

Um conto erótico de MACHOFUK
Categoria: Homossexual
Data: 30/05/2014 15:17:55
Última revisão: 12/08/2014 20:50:57
Nota 9.56

Sou Frederico (Fred), tenho 1,69 sou branco, cabelos pretos, rabo cabeludo e muito safado.

Conforme já citado, em outros contos, residi por um grande período em uma cidade do interior de nome cidade X. Esta trepada foi concretizada por volta de meus vinte anos e neste município.

Na época deste relato, fazia curso pré vestibular e nos dois últimos meses para o término do mesmo e devido a compromissos de ordem pessoal, precisei mudar de turno. Passei a frequentar as aulas no turno da noite.

No primeiro de aula após minha transferência, assim que sai de casa e dei alguns passos, dei de cara com uns dos machos mais cobiçados por todos e todas daquela cidade.

Nos encontramos e com pouco tempo de conversa, descobrimos que estávamos cursando o mesmo pré - vestibular e que inclusive ficaríamos na mesma sala.

O nome do putão trolhudo é Jorge.

O mesmo era turco, mais ou menos 1,90 de altura, moreno claro, olhos muito pretos, pernas tesudas, bunda durinha ( com certeza, lotada de cabelos ) e uma jeba gigante .

Enfim o cara que eu iria foder em muito pouco tempo, era um puto dum macho cabeludo e tesudo do cacete.

Apesar deste monumento se definir hétero, sempre desconfiei que o fodido, sugava rola pela bunda.

Já esfolei muito minha pistola na punheta, pensando que estava estourando aquele rabo.

Naquele mesmo dia em nosso retorno do cursinho, conforme desconfiava, me certifiquei que aquela coca era fanta.

Apesar de muito feliz com a descoberta, levei um baita susto, com a forma escolhida pelo bagudo, para me demonstrar que gosta mesmo é de gemer embaixo de macho.

Quando estávamos quase chegando, o descarado de repente me empurra contra um poste de rede elétrica, localizado na esquina e praticamente na porta de sua casa, me lasca um beijaço na boca, chupa minha língua, suga meu cuspe, besunta minha cara de baba e termina enfiando a mão dentro de minha cueca.

Uma vez que aquela mão já estava dentro de minha cueca, o caralhudo primeiro alisou meu rego, em seguida deu umas boas apertadas em meu mastro volumoso.

Nessa altura do campeonato meu cu, como sempre piscava compulsivamente e minha tora já estava pronta para esporrar ricota, pois eu estava pegando fogo.`

Puta que o pariu, vou faturar este macho agora. Tá no papo!

Certo de que em minutos minha tora estaria socada na bunda do viado, tratei de retribuir a tesada que o puto acabara de me dar, ali mesmo na rua.

Automaticamente dei uma bela cusparada em três de meus dedos, enfiei na bermuda da minha putinha turca e atolei bem fundo. Durante esta ação e na certeza da metida que eu iria dar naquela noite, já fui me convidando para ir pra casa do "cadelo" gostoso.

Porém e para total desespero de minha rola dura, o puto me olha e diz:

- Fred hoje tem gente até pelos tubos lá em casa. Não existe nenhuma possibilidade da gente meter lá hoje.

Fiquei indignado, pois não iria empurrar bosta naquele dia.

_ Porra seu fodido, depois de me deixar borrando de tesão, vai me deixar na mão?

Imediatamente, recobrei o juízo, resolvi maneirar e convidei o viadinho peludo pra me visitar, no dia seguinte. Porém dei-lhe um aviso:

- Assim que minha mãe sair amanhã, te ligo , mas se prepara baitola, vou te cavalgar igual cavalo cavalga uma égua no cio. Vou te rasgar a bunda, vadia. Me aguarde.

_ Tudo bem, estou querendo é isso mesmo, mas não se esqueça que depois de sua cavalgada, vem a minha. Arreganho seu esfíncter com tanta força que te soco minhas bolas cu adentro, sem você nem perceber, viadinho gostoso.

Muito sacaneado e bem contrareado, ainda fui obrigado a ouvir um pedido do fodido.

- Para te aliviar hoje, vamos fazer o seguinte: - Entre em casa, vá para o seu quarto e me liga. Vou foder seu ouvido falando as putaria mais pesadas que existem. Desta forma gozamos hoje e amanhã te toro ao vivo, meu macho sem cabaço.

Claro que dei minha sacaneada no puto, fiz tudo do meu jeito. Cheguei em casa, ignorei totalmente aquelas recomendações, punhetei sozinho no quarto (deixei o viadinho na vontade, do mesmo jeito que ele me deixou).

A porra ejaculada era densa, de odor forte e foi recebida dentro de uma de minhas mãos.

Assim que me recuperei do gozo, peguei uma seringa de vidro que tenho, suguei o e leite pastoso de dentro de minha mão, virei de costas, empinei o rabo, enfiei a ponta daquele instrumento na portinha do cu e ahhhhh.... esguichei minha porra dentro de meu tobão. Que delícia! Que tesão. Naquele dia bem mais tarde dormi com o rabo lotado de minha gala.

Tentva dormir, mas minha jeba latejou de novo e o fodido do meu cu voltou a piscar. Fui obrigado a bater outra bronha.

Desta vez, soquei os mesmos dedos que soquei no Jorge dentro de meu toba. Senti toda aquela porra soltinha lá dentro e fiquei mais excitado ainda. Nessa esporrada, a porra estava um pouca mais rala.

Logo que desopilei meus bagos, virei pro canto e dormi.

No dia seguinte, conforme nosso combinado, assim que minha mãe saiu, liguei pro cuzudo. Cinco minutos depois, chega o turcão sacana, de bermuda jeans, mostrando umas pernas perfeitas e entupidas de cabelo, de chinelos de couro ( caralho! que pés lindos e peludos), camiseta e em uma de suas mãos estava um tubo de creme anestésico ( que não foi usado).

Assim que Jorge entrou, tranquei a porta, cuspi nos mesmos dedos, e soquei-lhe outra dedada.

No caminho da sala até o quarto fiz o puto ir cheirando o cheiro de sua bunda que estava impregnado em meus dedos. O bicho até gemeu de tesão.

_ Vai andando e cheirando gostoso. Vai sair daqui com o cu banguelo. Te tiro todas as pregas de uma só vez, seu macho fêmea cabeludo da pleura.

Chegamos no quarto, empurrei o turco na cama e falei todas as putarias existentes e as que consegui criar no momento. Ao mesmo tempo, fiz questão de dar-lhe de presente uma surprezinha que preparei e guardei em um prato debaixo de minha cama. Uma cenourona enorme, gelada e muito bem lubrificada.

Assim sendo, atochei aquele legume, sem dó em seu túnel de merda e me certifiquei de metê-lo até no fundo.

Não precisou nem do legume engatar no fundo daquele rego, para o peludo "cadelo" delirar de prazer.

Remexi a leguminosa uns cinco minutos dentro daquela olhota peluda e falava sacanagem. Tudo ao mesmo tempo.

O puto, urrou pra caralho e se brincasse , naquele instante eu daria minha primeira esporrada. Estava dopado de prazer.

Me contive mais uns minutos , pois ainda tinha que despregar o canal retal do macho.

Meu saco novamente estava lotado de sêmem. Aquela gosma fabricada pelos meus bagos, precisava ser expelida, mas tinha que aguentar, afinal desta vez ela ia inundar o cuzão peludo do puto safado.

Tirei a leguminosa do toba da minha mulherzinha cabeluda , cuspi na cabeçorra de minha trolha grossa e fui enfiando sem dó nem piedade, naquela fábrica de expelir merda.

Assim que me certifiquei que a bicha cuzuda tava toda entalada de caralho, tratei de socar, contorcer e a verbalizar mais putarias e desta vez, com a boca e minha língua em seu ouvido.

Mais uma vez, bombei, pus o cadelo dando de cabeça pra baixo, esfreguei, esfreguei, e de repente explodi porra dentro daquele rego maltratado de tanto levar pirocada.

Inundei aquelo regô, que naquela hora já estava completamente banguelo. Pregas? Nunca mais.

Acabei de gozar e sem pestanejar já virei, empinei o rabo e pedi cacete.

- Quero meu cu fodido do mesmo jeito que fodi o seu, ok?

- Pregas eu já não tenho safado, mas quero ficar com saudade da sua vara. Soca, puto, soca.

Pra meu deleite, recebi o mesmo tratamento, com apenas uma diferença, Jorge tinha um dote maior. Fiquei de rabo ardendo por uns dias.

No finalzinho da trepada, quando o macho estava pra gozar, ele me encara e fala:

_ Você é o melhor macho que já tive, daqui pra frente se você der ou comer outro macho, vaca branquela, te encho de porrada.

- Agora pra deixar lembranças, vou te encher de porra, porque adoro engravidar cu de macho. No seu toba, cavalo, vou por muita porra enterrada. Desse seu cu vai ter que sair gêmeos, jegue putão.

- Tooooooma pooooooorra vadia, tooooma gaaaaaaaala, meu homem marombado, gostoso da pleura.

Quase desmaiei de tesão.

Depois da esporrada fantasiosa e "engravidante" do gostoso, por uns segundos me senti gravido no rego.

Metemos durante nove anos seguidos, e até hoje, sempre que possível, nos enrabamos.

Sempre que possível criamos nossas fantasias em nossas trepadas. Gosto não só de criá-las, como de participar dos fetiches de meus parceiros.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/04/2016 07:33:04
Fiquei de pau duro aqui.
17/08/2014 19:48:04
6
03/06/2014 16:03:42
otimo
31/05/2014 08:41:17
Poça que tesão da porra!Muito excitante.
30/05/2014 17:51:26
Tesão do caralho!
30/05/2014 16:33:32
Muito bom

Online porn video at mobile phone


xvidios os dias era asimver vidio porno de novinha dece ano de 2017fogosa nuonibuelementarians eroticogozada de mule napica pornodi dicavaloRelatos de novinhas brincando de pique escondemeninas buceta enfregão so de fiomenina fudedo com xortiu de dorminovinha sentou na pica e ficou paradinha por 5minutos19 redação do c* e o negão enfiando a picacontos eróticos gays cracudonovinha no primeiro anal estranhando o c****** bem dotadostranzando no onibus com papai durante a viagen inssestotexto entida seduzindo padratoquero ver madrasta chupa sua em teada dormindopadrasto enteada falei de sexo brasileiroirmsa emcoxada no banheiro pelo irmaoconto casados fantasiaRasgou o cu da andarilha e continuou fudendo search de sexo freeporno irma tremendo no pau ate o fundocontos amante da professora casada e ninguem sabecontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeconto namorada putaeu, minha namorada, minha namorada e meu tiopornô negão malhado baiano com as morena baianaContos eroticos com o dono da verdureirocumendo u cu da filha videio gratisconto prazer de receber uma punhetinhacontos esposa pelada na ruasexo oral 2016 nos mamilos bicudos das mulatasvideos esposa convida a comadre pra fazer suruba com maridoajudinha da fucionaria do mercado xvideosporno tia lambeu sobrinho gozo ela engasgou tomou td xvideos cu estalo rompendo as pregras fazendo barulhoconto erotico ca sada. com o velhoxvideos cachorrinha latindo ao ver loira sendo fodidacontos de sexo da tetêcontos eroticos filha 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 aninhosvideo porno gay dois amigos vão dar uma corridinha e finda se pegando xvideovideocurto brasileiro de corno humilhadomãe gordinha dê mini saia arregalou a buceta para o filhowww.xvideos.com/negao rasgando a esposa do fornocontos eiroticos leilaporncontos de sexo selvagemcom velhoseu, minha namorada, minha namorada e meu tioesposa caladinha com estocadasenrabei a baininha contoscontoseroticos de prima e seus primoscontoerotico eu namorada mae e tioguei dando cu p avestraz s zoofiliaContos de coroa casada gostando de ser humilhadatetinhacontosa buseta e bundao maio dk mundo e peitoXnxx esposa do concunhadocontos foto peituda amamentadowww.xvideos.com gay chorando no pau de gutaoboafodagostoxvideo comendo gay letametevideos como fazer um pau mole fica duro mundobichacetona e da bundona tomando banho pelada no banheiro XVídeopadrasto covarde dano o pau pra sua entiada de nove anos chuparirmalouca pra perdero cabaco pro irmarcampeonato de ciriricacontoerotico eu namorada mae e tiocontos de casadas o cara atrevido me comeu na filaA irmandade da anacondadesenho zeque estoueeu e minha mãe e minha irmã moramos sozinhos juntos eu tenho 22 anos de idade minha irmã ela tem 18 anos de idade eu sempre eu fodo minha mãe quando eu tou sozinho em casa com ela a noite eu cheguei em casa da faculdade minha mãe disse pra mim filho vem comigo no meu quarto eu entrei com a minha mãe no seu quarto minha irmã tava nua deitada na cama minha mãe disse pra mim filho eu disse pra sua irmã que você me fode sua irmã que perder a virgindade da buceta dela com você conto eróticonovinhas de camisola no desafio e vou tomar banhominha esposa cely e nosso caseiro negrao nosso machoxvdio esposa ensenado garoto a fuderaluna novinha boqueteira eu confessosobrinha descarada trepono cm. seu tiuver vidio defilho meteno .na mae gozano na buceta delaExcitantes Contos Eroticos Contados Por Noivas pelos Seus Paes Padrinho Padre E Tioscontos eiroticos leilaporn "virando uma mulher com hipnose"contos erotico saido escola onibus