A Primeira Vez Que Nos Fizemos Amor

Um conto erótico de Casal50Thoms
Categoria: Heterossexual
Data: 26/05/2014 19:34:32
Última revisão: 28/05/2014 12:13:33
Nota 10.00

Olá boa tarde este e meu primeiro conto depois de ler muitos contos decide escrever o meu tudo que contar aqui cera baseado em minha vida amorosa e sexual... Não citarei nomes para não comprometer ninguém...

A Primeira Vez Que Nos Fizemos Amor

Tudo começou em 2002 quando tinha 17 anos, era um garoto esperto já vivido estava no mundo da curtição desde muito jovem, tinha muitos amigos, mas existia um amigo em particular que estávamos sempre juntos, nos ainda estudávamos, mas em escolas separadas então em belo dia ele me convidou para ir a uma festa de aniversario de uma amiga que iria completar 15 anos não estava muito a fim de ir porque tinha outros planos queria ir para uma balada um show que teria em uma casa de samba, mas pela amizade acabei cedendo e disse que iria com ele, e combinamos então as 21:00 horas nos iriamos nos encontrar na avenida próxima das nossas casas e também na mesma avenida onde era o salão de festas. Fui para minha casa separei as minhas roupas decidi que usaria uma camisa social preta e uma calça preta também, aproveitei fui cortar o cabelo depois era só tomar um bom banho e me perfumar bastante, adoro perfumes e gosto de estar cheirando sempre bem, pois chama atenção das meninas elas adoram homens cheirosos. Então chegando horário depois de pronto fui para o lugar combinado encontrei o meu amigo e fomos para festa, chegando à festa notei que havia varias pessoas que conhecia, pois aniversariante e eu tínhamos alguns amigos em comum apesar de não nos conhecermos muito bem somente de vista, logo fui me enturmando conversando com amigos fui da os parabéns para aniversariante, quando me sentei em uma mesa junto com o pessoal da escola do meu amigo que havia me convidado, na mesa estava ele a namorada dele e junto com ela tinha uma loira linda olhos verdes mais ou menos 1,55 de altura ela estava vestida em uma calça apertada que marcava sua bunda redondinha e uma blusinha com um decote bem generoso mostrando o tamanho da fartura dos seus seios eu já havia visto ela algumas vezes, mas nunca tive muito interesse só que desta vez os meus hormônios ferveram quando olhei para ela, até ai tudo bem conversa vai e vem e nada quando ela se levantou e falou vou lá para fora um pouco, pensei agora era hora logo que ela saiu fui atrás dela cai matando encostei ao lado dela comecei a falar elogiar falar o quanto ela estava bonita quando do nada ela vira para mim e diz por que você não para de falar e me beija logo eu nunca havia escutado aquilo, pois estava acostumado a conquistar e não ser conquistado, mas não demorou 5 segundos agarrei e beijei com muita intensidade daí em diante foi aquela pegação com beijos quentes ela tinha uma boca carnuda mordiscava os lábios dela e dava leves mordidas na orelha e no pescoço, mas assanhado do jeito que era já fui logo tentando passar a mão na que ela bunda gostosa, mas ela me brecou, e disse ei mocinho vai devagar não sou do jeito que você esta pensando, a, mas aquilo me deixou com mais excitação, mas infelizmente ficou só nos beijinhos nada mais que isso ficamos juntos o resto da noite ela foi embora, mas me deixou seu telefone dizendo para ligar para ela, nossa fui para casa louco de excitação pensando naquela loira gostosa bate umas duas. Punhetas mas meu tesão não passava, dormi pensando que precisava comer aquela loira de todo jeito. No dia seguinte já logo liguei para meu amigo falei vamos no shopping você chama sua namorada e pede para ela chamar a loira, ele então ligou para ela falou, ela disse que tudo bem que iria mas ainda ia confirmar com amiga se ela ia poder ir pois com ela era mais difícil os pais dela eram meios chatos para deixar ela sair sozinha mas mesmo assim ela convenceu os pais pode ir, eu já tinha alguns planos para o dia íamos para shopping e depois ia levar as meninas para minha casa pois ia estar sozinho em casa maravilha tudo certo fomos para shopping encontramos elas lá no horário de almoço convidamos para almoçar pois elas se recusarão a comer alegando que já tinha almoçado mas mesmo assim eu quis comer pois ainda não tinha almoçado comprei um lanche para mim meu amigo também elas não quiseram mas tomaram refrigerante, demos umas voltas no shopping demos uns amaço, mas nada mais que isso então eu disse para meu amigo vamos chamar para ir ao cinema este horário e mais vazio da para ficar mas a vontade, convidamos para ir ao cinema não podiam ir pois para ir ao cinema ia demorar um pouco elas não poderiam demorar muito pois tinham que voltar logo para casa coisa de meninas novinha os pais não são muito liberais ai já percebi que meus planos tinham ido por agua abaixo, então fomos embora do shopping levamos elas em casa e voltamos, mas estava frustrado nunca havia passado por isso pois sempre que queria alguma menina sempre conseguia de tudo mas esta estava resistindo bem mas bolei um novo plano mas com o final de semana havia acabado voltamos ao dia, dia trabalhar e estudar mas eu estava fissurado nela ainda sabendo que ela era virgem toda puritana estava louco para quebrar aquele cabacinho, sabe aquela coisa de ser o primeiro então estava nesta, como a escola dela era próximo do meu trabalho e ela saia da escola bem no meu horário de almoço ou como eu trabalhava de office-boy estava sempre na rua passei a ir na porta da escola para ver ela pois estava decidido vou conquista-la quero ela toda para mim e não iria parar até conseguir, passei a vela todos os dias pois era o único jeito de conseguir o que queria. Bom se passou algum tempo e eu segui nesta minha rotina mas não consegui tão rápido o que queria mas até ai já tinha me apegado a ela quando dei por mim já tinha largado as baladas e já estávamos namorando não ficávamos um só dia sem nos ver ou nos falar, mas não tinha esquecido do meu proposito, eu queria de todo jeito aquela bocetinha virgem mamar naqueles peitos grandes porem bem durinhos o máximo que havia conseguido foi passar a mão, foi então que decidi dar um passo maior falei para ela que queria conhecer os pais dela pois era o que eu precisava de confiança, tinha que ser daquele jeito se ou não iria funcionar o meu plano, fui até uma loja de joias e relógios que tinha perto do meu trabalho comprei um par de alianças de prata mandei gravar nossos nomes então ela ligou marcando comigo para final de semana, para ir a sua casa eu estava pronto para conquistar o que eu precisava passe livre para entra na casa dela porque só assim eu iria conseguir o que eu tanto almejava aquela bocetinha gostosa, eu me masturbava quase todos os dias pensando como seria bom sentir o meu cassete entrando naquela bocetinha apertadinha onde jamais alguém havia chegado perto. Chegou o final de semana fui até sua casa ela morava em um prédio ela pedi para anunciar na portaria que eu havia chegado ela desceu para me encontra então subimos finalmente iria conhecer os pais dela e com isso estava crente que conseguiria o meu plano de passar a frequentar a casa dela, então ela me presentou para os pais eram bem simpáticos passei uma boa saia justa com pai dela que era bem ciumento mas gente boa conversa vai conversa vem pedi ela em namora para os pai dela ele aceitou numa boa falou para nos termos juízo coisa que não adiantou muito mas vocês vão entender porque lá na frente, entregue i a aliança para ela ficou toda empolgada e muito feliz com tudo isso mas mau sabia ela que tudo isso fazia parte de um plano para poder foder bem gostoso aquela bocetinha apertada, chegou a hora de ir embora já era um pouco tarde ela falou para pai dela que ia me levar na portaria e se despedir e dali em diante estava autorizado a frequentar a casa dela me despedi do pai dela do irmão mais novo e da mãe dela que por sinal era uma bela loira assim como ela só que mais velha, despedidas feitas vamos embora chamamos o elevador mas como o elevador estava no 18º andar e não vinha decidimos descer de escada pois como ela mora no 3º ia ser mais rápido que espera o elevador assim fomos de escada, quando entre o segundo e o primeiro andar ela me puxou e me deu um grande beijo com aquela boca carnuda e gostosa fui ao céu e voltei, eu safado do jeito que era estava doido por ela encostei ela na parede e comecei a me esfregar nela logo ela sentiu meu cassete duro que nem uma pedra esfregando na bocetinha virgem dela, e ainda por cima estava de moletom fino deu uma risadinha mas continuou a me beijar foi que percebi que ela gostou eu estava a um passo para fara alcançar o que eu almejava tanto, continuamos nos beijamos percebe que já estava liberado para fazer tudo que quisesse então virei ela de costas continuei beijando seu pescoço ela deu um suspiro uma mistura de medo e prazer , comecei a acariciar os seus seios e esfregar o meu cassete na sua bunda gostosa senti que ela deu uma leve empinada no seu rabinho gostoso para sentir o meu cassete que já estava tão duro que quase saia da calça estava todo melecado de tanto tesão, já pensava comigo vai ser aqui na escada mesmo quando escutamos uma porta bater era alguém descendo de escadas como já estamos bem perto da saída do hall paramos tudo que estávamos prestes a fazer e continuamos a descer ela me levou até o portão me deu um beijo de tchau e disse no meu ouvido os meus pais saem para trabalhar cedo amanha vem na minha casa amanha sedo, respirei fundo falei serio ela é sim vamos continuar de onde paramos hoje, não pensei duas vezes dei um beijo nela disse amanha cedo estou aqui pego meu serviço de rua antes de fazer venho para sua casa. Fui embora para casa então ansioso pelo dia de amanha mas também com muita dor no saco de ter ficado com o cassete duro e não ter gozado mas mesmo assim já nem ligava mais para dor finalmente iria me deliciar com aquela bocetinha gostosa , bom fui para casa dormir mas antes tive que bater uma bela de uma punheta pois só depois que colocasse toda aquela porra que acumulei hoje na esfregação da escadaria meu saco iria para de doer. Chegamos no dia seguinte acordei cedo como de costume fui para escritório peguei o serviço para fazer na rua, estava tudo conforme havia planejado sai do escritório fui direto para casa dela chegando falei para porteiro o apartamento que eu iria ele tocou interfone ela atendeu e autorizou minha subida cheguei no andar dela bate na porta bem devagar para os vizinhos não ouvirem ela abril aporta para minha surpresa estava só de camiseta cumprida até o seu rabinho gostoso e de calcinha dei um beijo nela e entrei, ela me perguntou se queria tomar café manhã com ela aceitei comemos sentados no sofá conversamos um pouco logo nos já estávamos se agarrando no sofá mesmo nos beijamos com muita intensidade ela passava a mão em meus cabelos em meu pescoço eu beijava seu pescoço mordiscava sua orelha soprava respirava fundo perto de seus ouvidos e sentia ela se arrepiando toda, fui passando minhas mãos pelas suas pernas em um toque bem sutil fui apreciando aquele momento, deslizei a mão por dentro de sua camiseta alcançando seus seios eles eram grandes e bem durinhos deite ela no sofá e fui beijando sua barriga levemente ate chegar na sua bucetinha ela se levantou e me puxou para dentro do quarto dos pais dela, disse para ela na cama dos seus pais você esta ficando louca foi ai que ela deitou e tirou a calcinha bem devagar me dizendo foi assim que aconteceu nos meus sonhos então eu sem demora tirei camisa os sapatos as meias deite na cama ao seu lado ela estava só de camiseta e sem calcinha comecei a beija-la como se fosse devora-la meu pau explodindo de duro que estava e quando eu senti a sua mão deslizando pela minha barriga abrindo o botão da minha calça era a primeira vez que eu iria sentir ela tocar no cassete ela então segurou com um pouco de medo com as mão um pouco tremulas mas estava determinada a fazer aquilo, ela alisava o meu cassete bem de vagar quase que uma masturbação então tirei a minha calça e minha cueca com os meu lábios grudados no dela e sentindo a sua respiração profunda ao tocar no meu pau, coloquei aminha mão sobre a dela comecei a mostrar para ela como fazer soltei a mão dela e continua vagarosamente então com um toque bem sutil deslizando bem devagar cheguei com a mão até sua bocetinha já conseguia sentir ela molhada comecei a esfregar a o grelhinho bem de vagar para sentir ele inchando em minhas mãos nos beijávamos a todo momento, quando percebi que ela estava pronta deslizei meu corpo sobre o dela até me debruçar sobre ela segurei em meu cassete e colocando bem de vagar na portinha de sua boceta já toda molhadinha pelo tesão que tomava conta do seu corpo mas mesmo assim sentia suas pernas tremulas e um suor frio escorrer pelo seu corpo, uma mistura de medo com prazer falei para ela ter calma que iria fazer isso com muito carinho e bem devagar que ela sentiria um leve desconforto mas para relaxar que tudo iria ser exatamente como ela sonhou, então neste momento penetrei meu cassete dentro de sua bucetinha podia sentir ela se abrindo e envolvendo o meu pau era húmido e quente ao beijar sentia seus lábios tremendo quando um leve som sai de sua boca gemido de dor pois foi o momento que seu hímen a via se rompido, parei de me mexer beijei a sua boca com muita intensidade para ela poder relaxar e devagar fui retomando o movimento de penetração já sentia e ouvia leves gemidos de prazer exalando de sua boca seu corpo demostrava que estava em êxtase e estava próxima a ter seu primeiro orgasmo sua excitação era tão grande que ela pediu para ir mais rápido e mais força, foi quando acelerei os movimentos comecei assentir ela se contorcer por baixo do meu corpo ela havia chegado ao ápice do seu orgasmo ela gozava com tanta intensidade que a pressão que ela fazia apertando sua boceta sobre o meu cassete quase me levou a gozar , ela parecia que tinha lutado em uma guerra de tão exausta que seu corpo estava em tamanho o êxtase do seu primeiro orgasmo, então avirei de bruços e penetrei novamente meu cassete na sua buceta, aquela imagem da sua bunda gostosa virada para cima e eu penetrando profundamente me excita até os dias de hoje de tão gostoso que era sentir o encontro dos nossos corpos pois aquele momento estava prestes a gozar sentia que iria gozar como nunca havia gozado antes acelerei a intensidade dos movimentos sentia sua bucetinha gostosa e apertada latendo em meu cassete sinto que ela vai gozar novamente faço um esforço me segurando para não gozar quero que ela tenha um novo orgasmo e se delicie com o prazer de seu gozo quando ela começa a gozar não aguento me segurar e naquele momento gozo também com muita intensidade todas as forças que tinha em meu corpo se acabaram pois também estava exausto com a intensidade de minha gozada, nos levantamos exaustos tomamos um bom banho juntos me troquei fui trabalhar. Lembro dos momentos que aconteceram como se fosse hoje pois finalmente alcancei o meu objetivo que era desfrutar-me daquele corpo gostoso e macio, aquela boceta apertada e sedosa aminha vontade de somente se aproveitar de uma menina inocente se tornou em um dos momentos mais importantes da minha vida na primeira vez em que fiz amor. Hoje a linda loira é minha esposa temos um filho de quatro anos estamos juntos até hoje.

Esta foi a primeiro conto os próximos contos vão depender da avaliação de vocês pois tenho muitas coisas para contar, pois nos dias de hoje vivemos um momento muito diferente com sexo inovador e realizando todas as nossas fantasias

Um grande abraço valeu

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/05/2018 06:01:47
Excelente
27/05/2014 07:41:57
Lindo e intenso!
26/05/2014 23:06:29
Muito bom cara, nota 10!

Online porn video at mobile phone


abaixar comendo cu fa subrinhaponou pau inome grosso socando putia e putia gritana dedó.Conto gay dominação- "lobinho"contos eiroticos leilapornconto erótico- flerte com filhinhomonlne da boseta grande gosando sozinha da boseta bem traquinhasou amante do meu sobrinho novińhas xvideo gozando sem fazer parulhover mulhet de sainha rebolando no motelvideos. evangelicas. sendo. encoxadas. e. gozadassexo gostoso de sainha e short rodadinha dança gostosa comendo a forçafiume porno.amulher chama vizinho pra conserata pia e entra n varajebas veiudasmolhadinha vídeo abrindo as pernas para o cara lambe a b***** dela no canavial tá o c***** dela do interiortia gostoza peituda seta no colo do sobrinho vigem deixa loucoxvideos de puto corneteira caseiracoroas. de shortinho mostrando os. beicinhos. da chanasetonas-com-belas-xoxotvideo cazeiro namorqda disendp e o cuzinho e so dele vide pornoporno meninas cortido asferias brasilxvideos. pica. guande. brancamai ensenado a filha. chupar a pica. do paiCONTOS EROTICOS CASAIS PUTA CORNO PALAVRÕES ESCADALOS XVIDEOSmulher entupida forçando para cagar sexofazendo sexo com gravidas enquanto elas dormian pornodoidoxnxx o kara metendo no cu dela ela cumessa a si batemeu vizinho gordinho passo aqui so pra mim da uma chupada videos xvideo sexo mulherzinha nova traindo seu marido com cunhado mulekãoabaixar porno gratis amor no cu nao amor vai doer eu vou botar so a metadetomou comprimidos de tesao e ele tesou forte mulher pornomuher oha irmao mesturbanoquero assistir vídeo de sexo de patricinha filha de empresário rico trepando com namoradomacho arregaca o buraco da xana da safada cm aparelho para ver o fundo do buracoVidio pornô de gay de pratao fazendo sexo com a impregnados até ele goz conto minha esposa no onibusfotos de bucetas q nhca tranzouA ara a perereca da.comvizinhaxvideo pais fodenos suas filhas na mara pisudosporno velha colocando cabrestotravesti super roluda pega a mulher casada que goza so de ver o tamanho ahhhhcontos eiroticos leilapornassestir vidio sexo grupalchupando buceta e colando velcox videContos lambendo chuleporno gay derramou agua na calçacontos de coroas iperdotados comendo comadres e afilhadasconto erotico de carol cavalaconto cracudo noiado gay contogordo tenta escapar do negão mais ele pega ela na pose frango assado faz grita XVídeospresidiarios na felisidade um putawww.sobrinhacontoerotico.com.bresposa abriu a bundinha para aquele homem barrigudo e pirocudo/relato eroticotransas em araruamavídeo pornô com boneca de silicone de 80 kilos pela XVídeo pornôtravestis peitudas e dotadas rasga cu da mulheres dos peitos gigantesxvideos comi e fis ela caga no meu paux videos sexo gratis marido masturbando passeirasexocuneteeu e meu marido adoramos fazer sexo grupal contos3 julho 2015 8445 paguei para deflorar a filha do caseiro casa dos contos eroticonegao do pausao lascano putinha lindapadrasto enteada falei de sexo brasileirocrente errabadaquero ver moças dentro de casa de baby doll bem gordinhoConto erótico por vingança me deixaram peladaporno gey cunhadinho chega en casa seu cuhado se decrarafilhinha Caçula imitando a rola grande do seu paitirando vingidade de novinha com o negao do lado da maeizinha gostosa tambemmacubeiro comendo a foça novinhacontos contos eróticos de gay dando para o pastordoce nanda parte cinco contos eroticostira do meu cu garanhao asssim doe tira vai. eu emploro pornorenteada flagra transa de adoria participarfilho chupa mae dormindo vifeo gratiscontomulheres que redola e os homem beijam a dundafotos de jeba descomunal dura