Pure Séduction II – Pai e Filho.

Um conto erótico de mrpr2
Categoria: Homossexual
Data: 08/04/2013 19:08:43
Nota 10.00

Otavio entrou no banheiro e foi mijar, estava com o box aberto, o vi mijando com seu pau meia bomba devido ao fluxo da urina, que cacete bonito me lembrei das minhas aventuras antes de casado, meu filho olhou para mim e me perguntou o que eu estava fazendo olhando para ele com meu cacete duro daquele jeito parecendo um tarado rimos e disse que estava apenas vendo como meu filho cresceu. Otavio olhando para mim ainda com seu pau para fora começou a sacudindo para meu lado e disse:

_ Esta dizendo que cresci apenas por isto?

_ Não Otavio, não só por isso, mas por todo o conjunto olha como você esta forte, bonito.

_ O Senhor também e muito bonito pai, me espelho no senhor, posso entrar ai também? Estou morrendo de calor.

_ Não sei se é uma boa idéia.

_ Vergonha de mim papai?

_ Não, não é isso, bobeira minha, vem ca filhão.

Otavio entrou, nossa aquele tesão de garoto tão próximo, todo molhado, nos corpos se esbarrando, se tocando pela proximidade, meu pau não amolecia por nada, o de Otavio também duríssimo, resolvi sair, Otavio disse que ficaria mais um pouco, ouvi Otavio gemendo baixinho e o som de punheta. Eu também estava louco de tesão e bati uma no quarto limpando o gozo no lençol, deitei e fechei os olhos, logo depois sinto Otavio se deitando ao meu lado, continuo de olhos fechados fingindo dormir, meu filho passa a mão bem de leve em meu rosto, e em meu peito, beija minha face e deita em meu peito, da alguns beijos em meu peito e fica alisando, passando as mãos em meus pelos, aquilo me deixa ainda mais excitado e digo:

_ Ai meu filho faz isso não, sabe como papai esta carente.

_ Esta falando disso papai _ Diz pegando em meu pau

_ Otavio, o que esta fazendo?

_ Não posso bater uma punheta para meu pai? Quer me dizer que nunca bateu uma para um amigo do senhor quando era mais jovem?

_ Você já?

_ Não, pois sempre fui muito tímido e o único que tinha vontade era...

_ Quem meu filho me diz, tinha vontade de bater punheta para algum amigo seu? Não vou brigar apenas confie em seu pai.

_ Não pai, não era para nenhum amigo era para o senhor mesmo.

_ Ouvir aquilo, a falta que estava de sexo e sentir a mão de meu filho me masturbando lentamente, me tirou de mim, trouxe seu rosto para perto do meu eu e o beijei, chupava seus lábios, sugava em sua língua, passava a mão por todo seu corpo, Otavio retribuía, percorrendo cada centimentro de meu corpo com suas mão macias, começou a deslizas seus lábios em meu peito e passou a lamber meu cacete, lambeu tudo ate meu saco e colocou tudo que pode na boca, babou, mamou, beijou chupou um pouco desengonçado no começo mas assim que pegou o jeito foi ainda mais delicioso, aprendeu rápido e me fez gozar em sua boca, fiz mensão de tirar mas ele apertou com a boca informando que queria minha porra, o alimentei com meu leite e depois foi minha vez dei um banho de língua em meu garoto, lambi todo seu corpo seu peito suas axilas chupei sues mamilos, lambi toda suas co stas, mamei em sua rola de 16 cm e seu saco passei a enfiar e a babar em seu buraquinho peludinho, que delicia, que loucura. Gemendo Otavio pedia para que eu o enrabasse, que eu o comece que a muito esperava por aquilo, todo suado excitado, cheio de tesão, lubrifiquei bem seu botãozinho e o alarguei o maximo com meus dedos. Coloquei meu cacete na porta de seu cu e forcei. Otavio Gritava e gemia de dor e prazer, fui devagar enfiando aos poucos, parava e voltava a enfiar Otavio pedia mais comecei a bombar, gemia cada vez mais me apertava me puxava para seu encontro enquanto eu o comia de frango assado, me beijava e me lambia suávamos de pingar, dizíamos coisas sem nexo, pedíamos mais, gemíamos, e gozei litros no rabo do meu filho, transamos a noite toda em varias posições ate que caímos exaustos, suados e gozados e adormecemos.

Acordei com Otavio dormindo ao meu lado, nu, que corpo lindo, parecia um anjo, mas um arrependimento uma sensação de culpa se abateu sobre mim, levantei tomei um banho e fui correr. Ao chegar encontro Otavio tomando café da manha apenas de cueca e como se nada tivesse acontecido me chama para acompanha lo e me pergunta porque eu não o chamei para correr junto comigo, disse que precisava pensar em algumas coisas e que ele estava dormindo tão profundamente que ficou com pena de acorda lo. Otavio terminou o café e saiu, voltou na hora do almoço, almoçamos e fomos assistir tv, depois de um tempo sentados em sofás separados, meu filho vem e pede para deitar comigo para assistir ao filme. Em poucos minutos fico excitado com o contato de sua pele, seu perfume, seu calor, ele percebe e começa a me aca riciar e logo já estamos nos beijando e agarrando, tranzamos novamente, muito, varias vezes em todas as posições, fui penetrado por Otavio e como comia bem o garoto que cacete gostoso, não sei se foi o tempo que passei sem, mas foi muito bom, conversamos expus a situação e Otavio disse que nada mudaria entre nos apenas ficaria mais interessante pois agora tínhamos algo a mais em comum e so nosso, ninguém precisaria saber. Aquela maneira de pensar, aquele jeito maduro e ao mesmo tempo angelical me deixou orgulhoso, comovido e excitado.

Os dias se passaram minha esposa voltou, voltamos a rotina de antes com algumas diferenças, meu alibido tinha sido despertado, meu desejo aumentado, eu estava com um fogo novo, transava com minha esposa de manha, com meu filho após a natação, às vezes antes de dormir novamente e com minha esposa a noite, tudo isso quase todos os dias.

Após alguns meses minha família foi convidada para ir a um casamento em uma cidade proxima, o casamento foi muito bonito a festa ótima, o casal era de amigos de longa data, conversamos muito com pessoas que não víamos a anos, nos divertimos muito. Conversando com alguns amigos moradores da cidade descobri algo que me deu uma idéia de imediato, a cidade não tinha muita diversão para os jovens e um sonho antigo voltou, contruir uma boate, poderia caso não desse certo alugar para festa que sem duvidas daria resultado, pois ate para o casamento que fomos foi complicado encontrar lugar pelo fato de ter poucos salões na cidade.

A idéia madurou durante alguns meses, pesquisei sobre o empreendimento, as possibilidades fiquei em contato com meus amigos e resolvi ir ate a cidade para sondar melhor, ver terreno, concorrentes em fim estudar o terreno, tudo com total apoio de minha esposa e filho. A estrada não estava muito boa um pouco depois da entrada na cidade meu pneu furou, para variar o stepe estava furado e não pude trocar, o celular sem sinal, esperei um pouco e como não passava ninguém resolvi ir andando quem sabe encontrava alguém ou uma borracharia. Um carro parou depois de alguns minutos de caminhada, um rapaz me perguntou o que tinha acontecido espliquei e me foi oferecido uma carona, pouco papo, mas solicito o rapaz me deixou na borracharia mais proxima, busquei meu carro c om o borracheiro, porem uma peça do carro estragou ainda bem que o borracheiro era também mecânico e meu carro já ficou por la mesmo para o reparo a peça demoraria para chegar pois na região não tinha variedade de peças do modelo que precisava de pronta entrega, ficaria na cidade por dois dias o que me possibilitaria pesquisar e avaliar meu projeto com mais calma.

Fiquei em um hotel e acordei com um puta tezão bati uma punheta e depois fui correr, passei em uma corretora para verificar os terrenos e para minha surpresa encontro o rapaz que me deu carona na estrada, o mesmo se apresentou como filho do corretor e como o pai estava doente por aqueles dias, iria me mostrar a cidade e os terrenos disponíveis, conversei sobre meu projeto e o mesmo me mostrou as duas casas noturnas da cidade. Meus concorrentes eram menores e tímidos perto do que estava planejando, o rapaz disse que lucro eu teria, pois a cidade tinha varias outras menores por perto e nelas não haviam boates, apenas bares e praças usadas pelos jovens e que a novidade seria bem vinda.

Samuel um rapaz muito bonito, moreno forte, pernas grossas e bunda redonda arrebitada, parecia ter pelos no peito, pois dava para ver alguns pelos pela abertura da camisa pólo que usava, parecia ser tímido, pois ficava um pouco sem graça quando eu falava sobre mulheres, perguntava sobre as moças da cidade, sobre ele, quando passava alguém na rua cumprimentava com sertã timidez, aquilo me deixou um pouco atento ao rapaz, me chamou atenção, alem da excitação por estar o dia todo sem transar depois do meu alibido ter ganho força.

Liguei para a casa, fiquei falando varias sacanagens com meu filho por telefone, bantendo punheta e assistindo filmes pornô dormi.

No outro dia logo cedo após me masturbar fui correr e encontrei Samuel, convidei o para me acompanhar mas o mesmo com o rosto corado dispensou meu convite, o rapaz estava com um shorte curto de jogador de futebol mostrando sua bundona e uma camisa velha apertada nos braços e peito, me deixando louco, corri mais, comprei depois o terreno, e comecei a busca pela documentação do empreendimento, dado inicio voltei para casa e louco de tezao tranzei muito com minha esposa e meu filho, mas Samuel não me saia da cabeça.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
09/04/2013 02:17:34
Legal
09/04/2013 00:50:57
Como diz o ditado...O importante é gozar! Continua...
08/04/2013 21:29:57
Gostei, e que fogo você tem, mulher,filho e já quer outro? Poxa rsrs mal posso esperar pra saber o que vai rolar entre vocês

Online porn video at mobile phone


gay afeminsdo de calçinha apertsdinha x videosfilme porno das pantera meu tio foi passar um fim de cemana na minha casaX video comendo ninazinha menor 18porno brasil a emtiada amadrasta i o travestiscontos eroticos comi minha irmazinha tati.comwww.xvideos/fodasse eu empurro com forca mesmoassistir porno online o sogro e a nora no celeirocontos eroticos eu e meu amigo batemos uma punheta bem gostosacapeta rasgando e toturando cu de putaminha prima tem um vagina peludahomemfudendooltroxvideo conto corninho"felipe e guilherme - amor em londres"A Rezadeira a virgindade da filha novinhaContos eróticos- bem novinha é desvirginada e grita de doreu quero assistirum filme pornografico lesbicas amor lesbico inesperado no pornodoidocontos eroticos provocando meu cunhadorabuda na garupa da moto o vesdidinho sobi e mostra a caucinhaxvidio intiada novinha epega enquanto trocava de roupaxvideo pai chegando bebo e a filha subindo ele na escada ate seu e depois traza com elapegadinhas porbodoidosarando na novinha nxvideosteste de fedelidade que mue darao bucetaconto sexo gay maconheirocontos pornôs mulheres lindas super gostosas que seus maridos liberaram para dar para seus amigos que tem paus bem grandes maior do que os deles elas adoramas novinhas andado de xotinho dinsporno-fodas no quarto e o vinnho malcontos eróticos de bixesualcontos eróticos de Lucy dando pro caseiro na frente do maridomulher da buceta ruıvaxvidro fudendo a imao vigemXxvido forçanda contos eroticos maduras peludawwwxvideo brasileira na tora xingandoputinho brasilero gemendo muinto dando cuzinho pro novinho na sua primera vezporno com a madrasta passando a mao na buceta dela afilhadoxvideos gpstosa dando pro entregafoprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017cunhado fazendosexocunhadaeu quero ver somente conto erotico de freira lesbica fudendo a buceta da noviça com opau de borrachameu ex ele nao mim beijava mindava so um selinho e ele fazia sexo ne mim quando ele queriaai calma tua rola ta entrando no meu cu contos erótico conto erotico primeiro boquetenovinha de sainha sem calsinha perverssaxirica na pica de mulher chorando na pica foi filmadoquero ver um pauzao numa buceta e o negao batendo com uma pinhola p dar o cu gostosoIrmanzinha linda dando o cu apertado apunsofragas reais de mulheres centadas de pernas aberta mostrado o bocetaocomo fazersrxo pinto vibradormulher a mos tado a buceta de fiu dentau205XVDEOfui uma menina malcriada e como castigo tive que chupar o pausao do padrasto exivideocunhada sai.do.banheiro so.de.tualha mostrando a poupa da bunda e da para o cunhadoacanpou com entiada efodeuxvideo chapeu zinho vermelho mandando nasua punhetacontos eroticos meu pai aloha a rola no meu cuzinhoela ficou amarrada por dois dias com uma bola no cucarolzinha na surubaconto erotico funk peladaxvidio .com cahalho monstro arregasdaconto erótico pomba gira Esposa putinha mostrando abcta pela boca d shortiPorno contos eróticos sexo entre irmaos romance final feliz o filho da minha madrastacontos eriticos minha sogra levo ninha rola grandetia viu o ..neto pelado e xipou rlecrente fudendo e narrando pro maridocontos de sexo depilando a sograloira linda enfia sextoy grande e gfoso at gosarcontos eróticos de enteadas zangadaschoupana cuzinho virgem gay xvideosirma boa noite cinderela contos erótico Comto lesbica flagante Pai a tresConto erotico virando gay cem quere e a força e chnegao pedreiro cumeno cu dá patroa delecontos eroticos esposa na baladasexo ruiva nu riuXsvideos primo se masturba no quarto na frente da primafilme velho cadeirante fica de pau duro quando nora da banho nelegarotas.do.colejio.todas.piranhas.chupando.gostoso.piru.ategosacontos fiz tesoura bem gostoso com maninha caçulaNovinha vijen tentando en fiar o dedo na bussetacoroas descuidando da calcinha e da bufeta gostosaconto gay acordei com a pica do meu irmão atolada no meu cúcontos eroticos gloryholeeu encontro meu genro me pegou à forçaxvideos.comi o'cuda maexupando gksngatadas anais zofilia contosermau tranzando com ermanxvedeo filho na aquenta ve sua mae de calsinha e acoxa elaContos picantes ainda virgem fui abusada por um entregador velho