Chocolate no cuzinho da minha sogra

Um conto erótico de tarado pela sogra
Categoria: Heterossexual
Data: 06/10/2012 11:12:25
Nota 9.60

Minha sogra e eu temos um caso, que começou por uma tara que tinha, e ainda tenho, por seus pés. Essa história já contei em "Minha sogra e seus lindos pés".

Sou ainda apaixonado por minha sogra e seu corpo inteiro. Ela tem 60 anos e me deixa maluco com sua elegância e seu corpo natural, nunca fez plástica. Adoro lamber todo seu corpo, começando pela sua boca, que sugo toda a saliva que consigo. Depois gosto de lamber seus pés demoradamente, todos os dedinhos, seus peitos murchos que são deliciosos, suas axilas depiladas, lisinhas, e então vou para sua buceta cheirosa e termino no seu maravilhoso cuzinho.

Fazemos muito sexo anal, sou muito sortudo por ela também gostar. É incrível como ela gosta da minha rola no seu rabo. Fazemos sem pressa para não machucá-la, por vezes fico com minha pica atolada em seu cú por muito tempo sem mecher, para ela se acostumar.

Uma vez aconteceu de tocar o telefone enquanto eu estava com o pau todo dentro do seu cuzinho. Ela mesmo assim atendeu o telefone e teve uma conversa, ao que me pareceu muito longa, e no meio da conversa começou a rebolar sentada no meu colo. Eu toco seus seios gostosos e chupo eles com muito tesão.

Num dia de semana normal, durante o café da manhã, ela me perguntou de forma discreta e com uma cara safada: "Hoje você vai saborear meu cuzinho, você quer?". É claro que respondi que sim e fiquei o dia inteiro pensando nela.

Tive uma ideia de comprar um chocolate "batom" para fazer uma brincadeira. A noite chegou, tomei um banho, e encontrei minha sogra linda de camisola. Tínhamos a noite inteira somente para nós dois, muito sexo a espera.

Quando comecei a lamber seu cuzinho, mostrei para ela o "batom" de chocolate e passei na entradinha do seu cú. Era uma delícia. Colocava o chocolate e depois eu lambia. Com seu corpo quente, o chocolate derretia e eu lambia tudo. E então eu enfiei o batom no seu cú, e esfreguei bastante para eu poder enfiar a língua bem fundo no seu ânus e saborear aquele chocolate com gosto do seu cuzinho, ou saborear seu cuzinho com gosto de chocolate.

Depois dessa brincadeira transamos loucamente, e gozei muito dentro de seu cú. Quando tirei meu pau, estava bastante sujo, não sei se apenas de chocolate ou se de fezes, e adorei pensar que era de suas fezes também. Adoro quando ela me suja, adoro pensar que entrei tão fundo que encostei nas fezes da minha sogra tesuda.

No início, quando acontecia esse tipo de coisa ela ficava incomodada. Mas com o tempo, por perceber que eu realmente adorava ela ficou mais a vontade. Eu chegava a pedir em seu ouvido, com meu pau dentro do seu cú maravilhoso, para que ela me sujasse.

Com o passar do tempo, nossas brincadeiras de colocar coisas gostosas no seu cuzinho para eu lamber e comer foram aumentando. Ela já colocou uma banana e foi fazendo força para sair e eu comer. Que delícia, a banana mais gostosa que já comi. Morangos também ficam uma delícia no cú da minha sogrinha.

Depois de um dia de trabalho, ela me diz que acabou de colocar dois "batons" de chocolate inteiros no cuzinho e que era para eu tomar um banho enquanto eles derretiam. Ela ia me der o chocolate na boca. Acontece que chegaram visitas nesse meio tempo, eu saí do banho, e ficamos um bom tempo conversando. Eu ficava imaginando como devia estar gostoso aquele chocolate no rabo daquela mulher deliciosa, charmosa. Nunca alguém poderia imaginar que ela fazia essas loucuras comigo.

Quando enfim as visitas foram embora, fui correndo para pegá-la, mas ela disse que não daria certo, porque tinha passado muito tempo, e o chocolate poderia ter misturado com outras coisas. Fiquei com mais tesão ainda, e disse pra ela que eu adoraria comer o chocolate e algo mais, se fosse o caso. Ficamos com tanto tesão que ela deixou.

Lambi muito seu ânus, enfiando minha língua fundo para sentir o chocolate. E então ela começou a forçar e eu via aquela cena linda do chocolate saindo daquela bunda, e eu comia tudo. Junto veio um pouquinho da merda mais gostosa do mundo, a merdinha da minha sogra gostosa! Que delícia! Adoramos fazer isso e ficamos mais apaixonados um pelo outro. Só de pensar naquele rabo na minha boca fico louco de tesão esperando a próxima vez.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive agamenon a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/10/2012 01:00:47
Cara, tu gostas literalmente de olho de sogra, hein? ... kkkk
06/10/2012 15:54:25
Me diz uma coisa e a corninha da sua Mulher, sabe ou desconfia, onde ela está quando vc fode a maezinha dela?
06/10/2012 12:39:16
Bela safadeza...pode nos relatar mais sobre a sua deliciosa sogrinha.

Online porn video at mobile phone


casa dos contos- gays- autor faunosr mauro adora fude um rabinho do novinho contos eroticosComo devo uza vazelina navagina para lubrifica?marido goza batendo uma vendo mulher agarrada por outro machomulher punhetou assaltante de ruaContos eroticos minha mae faz facina em casa so de roupas curtasporno e escondim uma camera e vim a putarinhaconto erotico gay cunhadosso marrento cacetudomamãe dar a buceta para mimsexo a 3 casal liberal chama amiga de chortinhoporno buceta fudrndo em varias provisõesXVídeos HD pornô rola no cú de tinininhoxisvido mai perdi no jogo fodiforçamos ele a dar conto gaypornodoidocoroa deitad na cama so de calcihaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaconto lesbico com luanaConto com chortinha da maeX vídeos Keane vs roludoincesto mamãe cuidado do filho que ta debilitado com buceta molhadaxxvideos com branquinha rabuda leva gosada na bucetaamiguinhos gay loirinhos fazendo troca trO jenro na ponheta na tencao de sogra e chama de gostosa xnxx.comconto crente bundeiraContos eroticos em presidiosmulheres nojona de tanto tesaotitio caralhudo noivo corninho safado noiva putinha contos eroticosconto.erotico.mulher..da..oi.velox.ttansandoxvidreo neta maecontos eroticos minha mulher amou o pau do ladraoenteada novina doida pra dar o cu. pro padrastopingola pantera selvagemprofesor gozano dentro da buceta da japonesa alunaCasa dos contos erótico Gnpcontos eróticos menino dá o c* pro padeiroprocuro um contos eróticos de pastor safado adora comer garoto novo da igrejacontos eroticos fode Frouxolesbicas se vingando da rivalintiadinha so vestidinho limpondo casa pornoporno video bem grudadinho com a empregadaxvidiossexodormindosexo.dormiu.ma.casa.do.aimgo.e.acordo.com.o.braruho.do.amigo.fudemo.com.a.irmacumadre magra de bermudinha sexonão sou nada guardar minha branquinha novinhax videos clacudosconto erotico entrevistadois pauzudo fodendo duas vadias das beradas grosa de cabeça para baixowww.xvideod.com estourando o cu da filha des malhada e gritando muito de dro no cumagrinha e a amiga desputando o mesmo homem dotado analSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaconto erotico gay novinho fimoseRemedio caseiro tirar mancha verilha butetacontos eróticos surpenatural incestoApaixonei pelo amigo do meu pai contos eroticos agyevangelica ainda nao tinha dado o cupadrasto promete que vai colocar devagar quando a enteada abre as pernas ele enterra a picanao acreditei que fudi o cu da minha filhaquero ver um vídeo de mulheres transando com cachorro t***** de quatro com a bunda empinada engatada e urbano gayfoto devigilante pintudoatropelei o pauzudo xvideospunhetamdo no cinema boafodaconto erotico de carol cavalaYoutube xvideos.comporno nisei tratandocontos dei p meu chefequanto a mãe tava cantando a repressão a novinha tá f****** com padrasto quero ver no vídeoesposinha puta veste roupas curtashttps://zdorovsreda.ru/texto/2014011789pornodoidozoofiliacavaloxxx acordou com o irmao botando o pau na sua bucetaconto erótico morena baixinha sendo pindurada na picamundobichairmaosexo brutal adulterio irmao fundendo irma de 12 aninhosSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos de cú de solteironacontos gay luiz virando mulherzinha na cadeiavideo porno amor virei corno que delicia