Mih, a vadia do anal

Um conto erótico de Moreno Gostoso SJCampos
Categoria: Heterossexual
Data: 23/01/2012 11:07:16
Última revisão: 11/06/2012 10:41:44
Nota 8.17

Bom, esse conto é fictício, pois a Mih está namorando e é fiel. Mas ela sabe que na primeira brecha, iremos meter e muito, pois quero sentir seu cu guloso de vadia.

Antes de prosseguir, ao pedir para homens não me add, não precisa me criticar por isso, peço respeito. Escrevo contos, com detalhes, pois sou um homem que procura ser amigo das mulheres, que busca a beleza interior e o prazer delas na cama. Ou seja, escrevo contos para mulheres que buscam amizade e prazer e para homens que se preocupam em dar prazer a mulher. Ou seja, quem deixa críticas negativas, sem ser construtivas, acredito, eu, que são homens que buscam apenas o seu prazer, pois, ao ver o perfil e ler conto, se publicam, estão preocupados em dizer que são sarados, de pau grande, etc. Ou seja, se escrever, apenas irei deletar.

Voltando ao conto, a Mih é uma falsa gordinha, de 1,70 m, olhos verdes, bumbum e seios grandes, buceta lisinha, culta, gentil, discreta e muito gostosa.

Marcamos de nos conhecer em uma cidade do interior, onde ela passava férias. Ao chegar, ela logo me levou para o quarto onde estava hospedada, pois não poderíamos perder tempo.

Pelo tesão criado nas conversas pelo msn, ao entrar no quarto, nossos olhos se encontraram e parecíamos hipnotizados pelo tesão.

Sentia seu cheio delicioso, de fêmea perfumada e cadela no cio. Estava ficando cada vez mais tesudo.

Demos um passo a frente e nos abraçamos, passando as mãos por nossos corpos... logo nossas bocas colaram uma a outra, ela gemeu alto: “Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii... até que enfim meu machoooooooooooooooooo...”. Ela me agarrou pela nuca, segurando meus cabelos curtos com os dedos.

Puxei seu corpo junto ao meu e nos aprofundamos em um beijo delicioso, empurrando Mih até a parede, para pressioná-la. Minha língua invadiu sua boca, como em uma dança louca... Percorri cada canto de sua boca, passando a língua, sem deixa-la respirar. E que sabor de boca, fiquei imaginando no beijo o sabor de sua boca...

Soltei seus cabelos que estavam presos, deixando cair sobre os ombros... me afastei dela, olhei e disse: “Finalmente você vai ser todinha minha, sua vadia cadela...”>

Invadi sua boca novamente, em um beijo alucinado. Chupei sua língua com vontade, mordi seu lábio inferior... ela gemeu suspirando com tesão: “Uhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh...”.

Comecei a desabotoar os botões de seu vestidinho e deixando cair no chão...

Mih arrancou minha camisa, dando mesmo destino de seu vestidinho... depois passou a acariciar meu peito e puxar um pouco os meus pelos enquanto nos beijávamos...

Ela ali, encostada à parede, bem ofegante, sentia meu pau duro roçando na sua buceta... seus seios volumosos queriam saltar por meio de seu sutiã preto, de rendas... eles estavam duros... seus bicos denunciavam...

Só disse: “Mih, você é um tesão, hoje vai ser minha e farei você gritar de prazer!”.

Tirei minha calça, tênis e meia, ficando apenas de cueca... Encostei novamente em seu corpo, deixando meu pau colado a sua buceta...

Minha boca caiu em seu pescoço, com beijos molhados e mordidinhas que senti as pernas de Mih ficarem bambas...

Virei a de costas, arrastei sua calcinha e rocei meu pau no seu cu... depois, comecei a lamber sua nuca, beijar e morder... fui descendo por seus ombros... lambendo cada pedaço...

Tirei seu sutiã, sua calcinha, deixando a nuazinha...

Voltei lamber sua nuca e dizer besteiras no seu ouvido: “Nossa Mih, você é muito gostosa, vou te comer até esfolar meu cacete vadia...”.

Virei a de frente, olhei em seus olhos, beijei sua boca e mordi seus lábios... meu pau estava com a cabeça fora da cueca, de tanto tesão...

Disse: “Quero te possuir já”.

Ela me responde: “Possui, sou sua cadela, sua vadia...”.

Meu cacete duro, apontando para o céu... cabeça roxa e convidativo a um boquete...

Mas...

Não queria boquete, queria Mih...

Fiquei nuzinho e disse: “Compensarei por esse pecado...”.

Virei a de costas, segurei em suas coxas, elevei sua bunda e encaixei meu pau na sua buceta... sua buceta, ao encaixar meu cacete, percebi que escorria melado da xota...

Fui entrando lentamente até atolar todo meu cacete...

Já possuída, me disse: “Aiiiii... fode a buceta de sua cadela... vaiiiiiiii...”.

Comecei a estocar bem gostoso, forte e delicioso... tentava beijar sua boca, mas não dava... a vadia estava muito ofegante...

Mordi o lóbulo de sua orelha e disse, virá de frente cadela...

De frente, minha boca caiu naqueles seios volumosos... comecei a morder os bicos dos seios... e com uma mão atolei dois dedos na sua buceta... mas como ela deu brecha, com a outra mão, atolei um dedo no seu cu e continuei a beijar sua boca e mamar seus seios grandes e deliciosos...

Ao morder os bicos e girar dedos na buceta e cu, ela gemeu no meu ouvido: “Seu FDP, que delícia... adoro isso... vaiiiii maissssssssssssssssssss... maissssssssssssssssssss...”.

Ela sentia meus dedos cada vez mais fortes dentro dela, nosso suor escorria pelos corpos colados e logo ela pediu: “Enfiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa... querooooooooooooooo caceteeeeeeeeeeeeeee...”.

Fui apertando suas nádegas, deixei meu pau escorrer dentro de sua buceta... melada como estava, não perdi tempo e passei a socar forte, com ela ali colada a parede... meu pau entrava e saia... e como estava tesudo demais, não demorou muito e gozamos juntos... ela gemendo: “Vou gozarrrrrrrrr...”. E eu: “Goza comigoooooooooooooooooooo...”.

Gozamos juntos, fazendo a sentir o calor da minha porra e eu sua buceta melada... ao abraçar seu peito para segurar seu corpo, senti seu corpo acelerado...

Deixamos nossos corpos cair no chão acarpetado do local... cheios de tesão... aos poucos, com nossa respiração voltando ao normal, olhei em seus olhos e disse: “Que loucura, desculpa a rapidez, mas sua buceta estava deliciosa...”.

Deitada sobre meu corpo, com aqueles olhos claros, acariciou meus cabelos e me beijou todo, a testa, olhos, bochecha... chegaa...ndo a minha boca...

Sua boca percorreu o contorno de minha boca, sem pressa, de beijinhos a metidas de língua...

Foi descendo sua boca, chupando meu pescoço, meu peito...

Parou para chupar meus mamilos... foi descendo pela minha barriga até chegar em minha virilha, onde deu mordidinhas bem gostosas...

Sentindo a umidade de sua buceta, fiz a virar em um 69 antes de abocanhar meu cacete...

Apenas pincelei minha língua em sua xota, deixando a louca... mas parei antes de sentir ela mamar todo meu cacete...

Mih sentia que minha respiração estava normal...

Mas ao sentir todo meu tesão, pedi a ela que parasse... pois seria minha vez...

Quando fui descendo, sentindo seu corpo, minha respiração aumentou... e quando encostei minha boca naquela racha, dando pequenos beijos, ela passou a se contorcer...

Foi quando ela me pediu: “Macho não me tortura mais... me chupa... aiiiiiiiiiiiiiiiiiii...”.

Passei a abocanhar sua buceta, esfregando ela na mina cara, deixando minha puta doida...

Sentia seu corpo sendo possuído pelo meio... até que sua voz rouca gemeu: “Estou gozandoooooooooooooo...”.

Não parei e disse: “Quero chupar todo seu mel”.

Agarrei seu grelo, passei a mamar lento e ritmado... aos mesmo tempo enfiei dois dedos dentro, penetrando com giros... ela que havia gozado a segundo, gritou: “Estou gozandoooooooooooooo de noooooovoooooooooooo...”.

Lambi tudo, não deixei nada do seu mel ser desperdiçado... subi até sua boca e a beijei...

De beijo lento, virou intenso...

Ela provou seu gozo junto com o meu em sua boca... devorou minha língua e disse: “Meu macho, agora quem manda sou eu...”.

Mordeu meu lábio inferior, desceu pela lateral do meu pescoço e foi mordendo o que via pela frente...

Sua respiração era ofegante e deliciosa... sua boca melada e maravilhosa...

Ao chegar no meu umbigo, enfiou a língua e foi descendo até a virilha... sentia meu tesão no meu corpo duro, tento...

Suas mãos passavam as unhas pelo meu peito...

Abriu minhas pernas e lambeu minha virilha... passou a lamber meu saco, colocou uma bola na boca e lambeu...

Acho que ela estava imaginando o meu leite, ao mamar minhas bolas...

Depois de me torturar, foi deslizando a boca pelo meu cacete até chegar a cabeça dura e inchada de tesão...

Colocou na boca, chupando com força, num vaivém delicioso...

Ela passou a fazer sucção ao mesmo tempo em que enfiava a língua no buraco do meu cacete...

Chupava deliciosamente... sugava como vadia no cio... ao acelerar os movimentos, retirava da sua boca e abocanhava de novo... fazia minha glande deslizar pelo céu de sua boca...

Ao sentir meus gemidos: “Cadela, assim gozoooooo...”.

A puta, massageando minhas bolas, passou a engolir meu cacete... não demorou muito e ela sentiu a minha golfada de porra... a safada engoliu tudo... com gozo... e apesar de ter enchido sua buceta, gozei demais na boca da minha safada...

Engoliu cada gota que saiu... me deixando trêmulo... deitou ao meu lado, nos abraços e ficamos nos acariciando...

Ela adormeceu e eu fiquei acordado, mas logo meu pau ficou duro de novo e eu resolvi acordá-la beijando o pescoço... ao abrir seus olhos, ela já sentia minhas mãos tocando seus seios... novo beijo intenso se deu...

Troquei os toques de minhas mãos em seus seios pela minha boca... sugava os bicos, deixando bem vermelhos...

A minha mão agora acariciava sua buceta melada... ai deslizei o dedo até seu cuzinho e comecei a fazer movimentos circulares... sentia seu cu piscando em meus dedos...

Ao sentir os piscar do cu, disse: “Sempre desejei seu cu, vai ser hoje... vou comer ele todo...”.

Só disse: “Fodeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...”.

Sentiu a cabeça do meu cacete no seu cu, esfregando bem devagar... aos poucos fui passando lubrificante...

Então, fui entrando aos poucos até atolar dentro dela todo... fiz seu corpo girar contra o meu...

De ladinho, tocado sua buceta, comecei a meter...

Comecei a estocar forte... retirando em seguida e sentindo o gel escorrer...

Enfiei um dedo dentro de sua buceta, molhando bem...

Fiz a ficar de quatro... abri suas nádegas e enfiei o pau sem dó naquele cu... ela gritou: “Deliciaaaaaaaaaaa...”.

Ao atolar tudo, ela enfiou dois dedos na buceta... e aos poucos, passei a estocar forte no seu cu... ela começou a sentir minhas bolas batendo na sua buceta melada...

Ela dizia: “Tô sentindo seu cacete no meu cu... como dar o cu é bom... vaiiiiiiiiiiiii... fode meu cuuuuuuuuuuuuu...”.

Socava com gosto e com vontade... sem dó naquele cu...

Acho que meti uns cinco minutos naquele cu... então tirei meu cacete do seu cu e enfiei na sua buceta que babava...

Lubrificando, voltei a enfiar no seu cu... comecei a fazer movimentos de rotação... sentia seu cu comprimindo meu pau...

Tirei do cu e meti na buceta de novo... e como seu cu estava arreganhado, meti dois dedos no seu cu e fiquei metendo na buceta e no cu...

Fazendo movimentos circulares, ela rebolava no meu cacete...

Fiz a ficar de frente e encaixei no seu cu, no frango assado...

Ao estocar forte, suas mãos passaram a massagear seu grelo...

Logo ela gritou: “Vou gozar pelo cu... goza comigooooooooooooooo...”.

Fechei os olhos, mas nisso ela gozou, pois senti meu cacete apertado...

Não deu outra, segundos depois: “Tô gozandoooooooooooooooooo cadelaaaaaaaaaaaaaaaaaa...”.

Ficamos colados e logo adormecemos... mas a noite era uma criança...

Antes de terminar e salvar o conto, minhas amigas que tc pelo msn [email protected], me add neste [email protected], pois tive de deletar o outro... mas conto pessoalmente no msn... me add e vamos ser amigos, se rolar, sexo, será delicioso, caso não, amigos... mas apenas mulheres... mulheres decididas e afim de amizade, papo bom e quem sabe muito sexo...

Bjsssssssssssss molhados... aguardo vocês mulheres...

E por gentileza, homens não me add... Obrigado pela compreensão...


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive hsxsjc a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
12/03/2016 09:14:30
Cada qual com a sua opinião.
23/01/2012 15:19:34
Delícia de conto...parabéns. se puder dar uma olhada nos meus, especialmente na continuação do BURAQUEANDO A FECHADURA... eu agradeço. Valeu
23/01/2012 13:12:30
Gostei do conto !
23/01/2012 11:30:54
legal cara!
23/01/2012 11:25:40
legal seu conto muito excitante a maneira com descreveu se tiver afim me add mundinhallima @hotmail .com curtto bastante anal tambem so que sou baixinha e gordinha.alis vc tem mais contos?

Online porn video at mobile phone


buçétas buraco grande xvideofoi pular carnaval com amigo levou esposa virou cornoquadradinho erotico incesto COM HUMORconto erotico amiga da esposa da muito molexxx amigo. covida. marido ele. muihe. dele. come. xora. pau. olhaconto erótico gay namorado descomunalContos encoxei a pastoraContos eróticos sobre marido militar e sua esposa na lua de melcontos heroticos cao doidao para chupar a donaroselena insaciávelvideo de virgem se entregando pata o pauzudocangapor hd pronpai caindo na filha nova dorimindo de calcinhanovinha de sai deincha ver a bucetax vidio porno pegui a mulhe casada de saia na festa puchei a calsinha comitalam e pene trAsandoxvideo sexo com mAgrınhasou travesti eu tirei a virgidade da minha amiga ela chorouContos me assustei com a quantidade de porra que meu padrasto despejou no cu da minha mãeconto erotico gay negao dominador gosta de viado obedientecontos eróticos representadosvideo de porno mulir ipinadihaconto gay tio e promo safaospastor alguma pausado comendo novinha apertadinhatarada nuonibuporno gey contos eroticos perdi cabaso c meu primo guando criansaxvedeo filho na aquenta ve sua mae de calsinha e acoxa elabelo sexo dormindo de conchinha com a titiaContos eroticos pilotarVampiros e lobisomens-Casa Dos Contos Eróticoscontos eroticos gordinha foi provocar macho se deu mao ele com baita dum pau socou na buceta dela ela chorava ai minha bucetinhavov chorando na pisa do negao pisudocontos eiroticos leilapornxvivdeos gay .magros lancando cu com forçaporno doido ze buscape transaContos de cornoconto porno apaixonado pelo meu primo brutamonteso tarado do negao quis enfiar no meu olho enrugadotravestidepiladoracontos erotico esposa submissacontos erotcos gay se vesti de mulher pro seu machoporque pau grande da mais prazer a mulherconto zoofilia papai eu e nossa cadelaxvideos cazero.chuponas. coroa. sebosaporno pai e filhinha no maio saroborgui falando filho da putahttp//eternahelga.blogspot.com.brXvideo anal mao levamtado a barogabrincando escanchada contos pornocontos eroticos rapidinha com sobrinhoBaxa.sex.de.menina.guniada.de.tanto.fude.sua.busetinha.cabiluda.contos eroticos novinho gay viciei em mamar viajandomelhores vídeos de GTA da pegando padrasto pelado debaixo do chuveirodepois que eles gozam ela não param de bater p****** só para judiarlevei a minha noite também nua da filha me trata nua mandando minha pelada nua e vizinha tá na loja com meu pequenocontos trai com o inquilinomãe bem velha tropa do com filho sexo incesto contos vídeos todos novoscontos eiroticos leilapornXVídeos mulher melancia na calcinha e outra no varal para secarsexo desleal com meninas na xotacazadas..trazas.moteu..baixadas.rjconto anal veridico negronamorado de pau cabeçudo arrebenta o cabaço da namoradaporno sobrimisaContos eroticos novinhos que gostao de pica pretavoce ficara ipinotizado negao xxnncontoerotico com mulher casada e negroestupro esposa contos eroticosnovinhas brazileira tesuda pediu pro macho todado soca ate o talo ela por cima pra levantar mesmo taradagordinha bem feitinha gosadowww.relato mulher cazada tramza com outro macho.com.brcontos de sexo com meu pai metiii vaii issocontos picantes de amor gaysAte o primo do corno ja me fudeuconto incesto ai pai quero da cu vem fude sua puta mete gostoso no meu cu ai que tesao de pica me ffilme pornô pai comendo a filha e a mãe olhando batendo atiribabonequinhacontosContos eroticos de mae da banho filho com braço e perna quebradaPapai rasgou minha bucetinha ainda menina contos de incesto