Minha vida de sexo - Juju e filhinha

Um conto erótico de RICARDO MARTINS
Categoria: Heterossexual
Data: 07/01/2010 01:01:10
Nota 9.00

Gostaria que os que não leram os 13 contos anteriores os lessem e deixassem comentarios

No sábado como não tinha aula acordei, tarde já devia ser quase11 horas, fiz minha higiene, tomei um refresco de pozinho com pão e mortadela e sai para soltar pipa, na rua encontrei com Juju que me olhou estranho e não falou comigo, cocei o saco olhando pra ela, dando uma boa apalpada no pau, eu sabia o segredo dela e iria me aproveitar, ela tinha me visto fudendo a mãe dela que se dane, eu não ia falar nada pra ninguém, agora se elas falassem eu desmentiria, fui pro terreirão soltei pipa até quase a noitinha quando minha mãe mandou me chamar, quando cheguei em casa levei uma bronca por ter ficado o dia todo na rua, ninguém tocou no assunto titia quando já tinha me banhado e estava sentado almoçando titia entrou em casa, procurando minha mãe, que estava na cozinha, ao passar por mim arriou-se beijou-me na face, deu um leve apertão em minha coxa quase chegando ao pau e murmurou,

- - depois quero falar contigo só nós dois, saiu falando alto.

- - Vera! Vamos ao Shoping quero fazer umas compras,

- - Pó Jú não vai dar to cheia de roupas para passar e amanhã nós vamos pra Realengo, tenho que passar hoje.

- - então deixa o Pedro ir com a gente Juju quer ir ao cinema eu deixo eles lá enquanto faço as compras.

- Por mim tudo bem se ele quiser ir,

- - quer ir querido? Você fica no cinema com Juju e Filhinha enquanto eu faço mercado e compro algumas coisas que preciso.

- Pó era tudo que eu queria ficar sozinho com elas.

– quero sim tia.

- Tem dez minutos para se aprontar te esperamos lá no bar.

- Pedro! Falou minha mãe, tem bermuda limpa e passada em cima da minha cama camisa vai com azul do teu pai vai ficar um pouco grande mais não faz mal.

- Normalmente eu não ia concordar em vestir a camisa de meu pai mais uma coisa compensaria a outra, me vesti rapidamente e antes dos dez minutos eu já estava no bar, saímos Juju e Filhinha não falando comigo, no ônibus as duas sentaram-se juntas eu sentei um pouco mais atrás com titia que foi direto ao assunto,

- - olha o que aconteceu ontem ninguém pode ficar sabendo,

- - o que aconteceu ontem eu já esqueci, - ta bom assim que é bom depois se você quiser a gente pode repetir, mas não lá em casa tenho uma amiga que pode me emprestar a casa dela se você quiser a gente vai lá.

- - ta eu quero depois você me fala onde é, eu quero sim,

- - ta bom, depois a gente acerta, poxa já fazia quase dois anos que eu não fazia essas coisas, tu é novinho mais sabe das coisas ta aprendendo com quem com Glorinha, vem meninas vamos saltar, vem vamos, cuidado ai, motorista espere sem pressa, hem!

- No cinema sentei ao lado de Juju.

- - Por que você não quer falar comigo hoje?

- - Eu te vi você e mamãe,

- - ela que me puxou, ai eu fiz,

- - mentira,

- - você sabe que não, eu estava no quarto te olhando e você sabe,

- - olhando! não sabia que olhava com as mãos,

- Coloquei minha mão em cima da perna dela ela não se mexeu,

- - Você estava acordada?

- - estava,

- - comecei a subir minha mão ela segurou meu braço aqui não Filhinha pode ver,

- ela já viu de noite menti.

- Tem certeza?

- Claro ela tava acordada também,

- - você mexeu com ela?

- - não, mas ela tem uma bundinha linda,

- - ela gosta de dar,

- - e você gosta também? Já estava com os dedos tocando sua boceta por cima da calcinha.

- - gosto muito não,

- - mas dá? Enquanto conversávamos fui afastando a calcinha e colocando os dedos em sua bocetinha ela já estava mordendo os lábios enquanto abria mais as pernas Filhinha do lado olhava de soslaio.

- Peguei sua mão e coloquei em cima do meu pau, puxei sua cabeça e lhe dei um beijo na boca que ela correspondeu, o lugar ao meu lado estava vago Filhinha levantou-se e veio sentar-se ao meu lado, meus dedos já estavam dentro da boceta de Juju que não colocava a mão em meu pau por mais que eu a puxasse,

- Logo senti Filhinha começando a apertar meu pau por cima da bermuda, como era de elástico puxei para baixo prendendo embaixo do saco deixando o pau liberto, fiquei beijando Juju para que ela não visse o que Filhinha estava fazendo,

- Ela me punhetava com consciência do que fazia molhava as mãos com cuspe para deslizar melhor, dava apertões na cabeça e ainda alisava meu saco levando os dedos até o períneo,

- Puxei Juju para mim a abraçando com o braço esquerdo a puxando bem para minha mão esquerda alcançar sua boceta e com a mão livre comecei a apertar seus seios ela olhava em volta para ver se tinha alguém olhando mas o cinema estava quase vazio e estávamos quase na ultima fileira,

- Filhinha massageava meu pau calmamente de repente senti algo diferente ela começou a me chupar ai quem se assustou foi eu olhei para ela, que tinha se abaixado entre as duas poltronas engolindo meu pau,

- Quando me afastei de Juju ela viu a irmã e rindo falou,

- - goza na boca dela, ela engole tudo,

- Voltando a me beijar. e alisando os cabelos da irmã

Gozei na boca de Filhinha que de fato engoliu tudo, deixando meu pau limpinho

- Voltando a sentar-se chamou a irmã par ir ao banheiro,

- Quando voltaram sentaram-se do trocando de lugar Filhinha do meu lado esquerdo.

- Juju falou beija ela agora.

- Abracei Filhinha como tinha abraçado Juju e comecei a procurar meter o dedo em sua boceta, ela falou,

- – não mete o dedo não só alisa. Se quiser atrás pode meter.

- A beijei a alisei como tinha feito com a irmã, só que metendo um dedo em seu cu e a outra mão alisando sua boceta, senti seu cu piscando, ela começou a se remexer gemendo baixinho a putinha estava gozando. quando o filme acabou quase não tínhamos assistido, Filhinha falou para Juju. Fala pra ele fala.

- O que Juju fala.

- Bem mamãe a manhã sai de casa cinco horas da manhã pra ir pra feira arrumar a barraca dela se você quiser vai lá pra casa eu deixo a porta dos fundos aberta, ai você trepa com nós duas.

- Tu não respondeu tu da também?

- o que?

A bunda.

Vai lá amanhã que tu fica sabendo.

Continua

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
24/05/2019 14:35:38
Muito bom
14/01/2010 23:56:08
Muito bom continua...
08/01/2010 00:30:38
muito bom seu conto. escrito tão livre, tão coloquial. realmente nm estilo bem adolescente. muito tesão.
07/01/2010 17:25:21
Cara,eu sou seu fan!!!
07/01/2010 09:16:21
LEGAL, MEIO FRAQUINHO. MAS DEU PRA FICAR DE PAU DURO. QTOS ANOS TINHAM AS GURIAS?

Online porn video at mobile phone


A empregada coroa negra da vizinha ta me querendo contos eroticosxvideos mulhe subindo escada de chortinho homen bate punlheta egosa muintoconto erotico lesbica favelada fode patricinha a forcaprica cavalacontos eróticos de presídioscontos eiroticos leilapornzoofilia paixão relatosContos eróticos de tulaxvideos novinhas de shot jogando bola sabaoVideo do zapmulher escovando dois denteporque pau grande da mais prazer a mulhervidios de filha que ver mae enfiando vidrado na sua buceta e fica doida e vai fazer pornocontos erotico cumir o cuzinho da minha irmazinha deficientecumando procurra a filha videosmagrinha lavano a lapa bucetona granderelato chupando na escada do predioCasa de Contos fodas a uma cadela pitbull da vizinhacontos eroticos mamaram minha namoradafilme porno chantagem com a sograconto erótico menina bebê pai e filha puta ninfeta gosta de mamar peituda casete tbmrelato picante de esposa cavalona e marido pintudoxvidio.c miha mae n siriricafodendo o putynho gayprono doido morena predendo a gividade escadaloconto erotico com nora puta e gostosaencoxou a gostosa de calca bramca ate gozar na bumdimhaContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemesperma saindo na cueca cagada/pornoporno. jafaleii nãosafadinha em cima da cama com hugo e cunhadoirmao pintudo com 35 centimetro comendo irmagozando no cu do netinho gay contos eroticoaver porno com diarista da buceta cabeluda com zeladorconto erotico meu/marido transou comigo e meu sobrinhover vídeo pornô de homem chupando a b***** da mulher enfiando o pinto do KuduroContos eróticos Trasei com amigas da minha namoradarapariga lanterna cima da cama e comendo ela estrupando as mulheres que eu quero verdando com dorbuceta pro pai irmaoBrinquei com minha prima de camisola e tranzei vidio caseiroemfregando a bçeta no buzu e metou pornoContosmulherbebadacasa do conto armadilha para esposa eroticosporno estrupo vidas oposta conto no cinepornovideos porno negao so os tapas estralandofoda a força sem a mulher querer pau gicanyeclarinhasafadinhacontos a.freira viu meu pausexo com monstrosirma0 cumen0 abunda da irma g0rdasogra deu mochila a sogra e a buceta para o genroconto erotico novinha caseiro negronovinha chorando na varacabeçudochantagiei minha comadre contoscontos eiroticos leilapornnoviha de jortiho pano leviho no piaoxvidio das coroas tezudo gordasescravizada por chantagens contos eroticosfudendo a mae dormndoxvidio alegria do corno ve oroludo em asaocoroâs xvideòs boquetes çasadaseu sou uma mulher casada eu vi minha amiga cheirando minha calcinha no banheiroCavalo pauzudo coloca tudo na jumentinhaitaliano porno escurinho do cinemapescado comedo a morena e a loiraxvideocarolzinha baixinha gostoza trepanonítido comendo o c* de lingerieconto erótico gay com o Batoréconto sapequinha gulosapai esfrega a ponba n clitoris d filha e faz goxarwww.brincandodaquilo.com vídeos pornoņovinhas metendo com play boymundo bicha homens de corpo gostoso e pintu dutosler contos eroticos de padres reaisSodomizando mãe e filha contosxvideoscontospornoscontos eiroticos leilapornmeu cuzinho amanheceu melado e doendo contos gayannyelle safadinhavidei eu sabia que meu pai me espiava pelada e gostava