Corno Verdadeiro

Um conto erótico de CORNELIO 2009
Categoria: Heterossexual
Data: 08/06/2009 17:39:14
Nota 4.40

Este eh o meu primeiro e provavelmente ultimo conto que passo a narrar aqui, pois trata-se de fato que vivenciei e que, tem o proposito de tentatr ajudar outros que tenham necessidades similares as que tive durante um tempo longo. Tenho certeza que nao sao poucos.

Começarei a partir do final das fodas e do banho tomado em um motel:

- "Como eh bom foder fora do casamento e como eh bom ter um marido que me incentiva a ir para a cama contigo, Marcos. Voce eh muito gostoso e ja estou viciada na tua pica. Pena que sejas marido da minha melhor amiga e confidente das nossas intimidades, com excessao disso, pois acho que ela jamais me perdoaria se descobrisse que sou sua amante ha mais de 2 anos."

- "Marcia, esse segredo deve ser mantido, amo demais a Carolina e jamais desejaria magoa-la."

- "Sei disso e que ela tambem o ama muito , mas, ja me confidenciou que apos 6 anos de casados, a relaçao sexual de ambos anda desgastada por falta de novidades, ate porque, as sucessivas fases de sexo normal, oral e anal ja nao os satisfaz plenamente. Confidenciou ainda , que nos ultimos tempos o tesao e as melhores gozadas dela se dao graças a certas fantasias que vem alimentando em proporçao cada vez mais avassaladora."

Perguntei acerca destas fantasias, mas a Marcia disse que a Carolina jamais teria coragem de contar a quem quer que seja, mesmo a ela, a quem considerava uma amiga de total confiança.

Ao perguntar porque ela nao realizava essas fantasias comigo, a Carolina afirmou que comigo jamais as faria, primeiro porque eu nao fazia parte delas e em segundo lugar porque o respeito pelo casamento e pelo amor que por mim nutria, iria para o brejo.

"Lhe digo mais, ainda nao te traiu por ser uma mulher muito honesta e por crer, firmemente, nao mereceres chifre por nunca a teres traido. Coitada, como esta enganada. Sendo bonita e gostosa come ela eh, voce nao imagina a quantidade de cantadas que leva quando, juntas saimos para os shoppings e mercados."

Dentro do carro e na saida do motel resolvi me abrir:

_ Marcia, ha mais de 1 ano que as minhas melhores fodas com a Carolina acontecem quando fantasio que ela esta levando a pica de outro macho, mas nao tenho tido competencia para insunuar isso a ela. Nao adianta voce dizer para que eu faça o mesmo que fez o teu marido, quando te pediu corno. Minha fantasia eh ser um corno verdadeiro. Corno verdadeiro para mim eh quando a mulher fode fora de casa sem conhecimento do marido. Trocando por miudos, fantasio saber ser corno e minha mulher nao saber que sei."

- "Entendi, voce quer que a Carolina foda com outro, pensando que o esta traindo, quando na realidade eh ela que esta sendo traida. Eh meio confuso, mas fantasia de cabeça de homem nao ha quem entenda."

- "Nao devia dizer, mas como julgo poder ajuda-lo no desejo de ser corno, lhe adianto que tua mulher me disse que tem muita curiosidade e tesao de dar para o Antenor da mercearia da esquina da tua residencia. O Antenor vive a assediando a mais de 4 anos, no inicio ela se chateava com isso, mas, depois de certo tempo passou a gostar das cantadas dele e ate a lhe dar certas esperanças. No entanto, ela nao deixa ele se aproximar por questoes de honestidade matrimonial, mas eh com ele que ela fantasia quando mete com voce."

Essa novidade me encheu de tesao, minhas fodas caseiras melhoraram muito em razao de minhas fantasias recairem sobre minha mulher com o Antenor, mas, nao passava disso. Passados uns 6 meses, a fantasia começou a se desgastar, a vontade da cornitude aumentou demasiadamente e, entao, tracei um plano para vestir a peruca de touro que tanto almejava.

A pretexto de fazer algumas compras, num domingo cedo fui na mercearia e falei ao Antenor que necessitava falar com ele acerca de um assunto confidencial, em local discreto. Disse que poderia ser na noite do dia seguinte, em um bar que frequentava sozinho e que nas segundas feira estava sempre vazio.

O Antenor era um homem corpulento, com cerca de 36 anos, solteirao e que tinha a fama de gostar de comer mulheres casadas.

Depois das amenidades de praxe e com os constrangimento de ambas partes que o assunto envolvia, disse que sabia dos desejos que ele alimentava em relaçao a minha mulher. Tentou negar, mas, logo o sosseguei assegurando que ao contrario de que imaginava, eu nao so estava gostando daquilo como desejava que ele consumasse todas as minha fantasias, inclusive lhe dizendo que a Carolina jamais poderia saber que eu era o idealizador do corno que necessitava levar dele.

"OK! Meu candidato a corno, para começar, voce tem de me informar onde a posso encontrar sozinha para estabelecer o primeiro contato."

Na quarta feira daquela semana, a Carolina disse que iria ao supermercado com a Marcia. Liguei para que a Marcia nao fosse e ao Antenor para encontra-la, CASUALMENTE, no horario que geralmente ela se dirigia para la.

Ao final da tarde o Antenor ligou afirmando que o encontro foi bem sucedido, fizeram compras juntos, lancharam, conversaram demoradamente e marcaram encontro para a tarde do dia seguinte, mas que a Carolina nao abriu a guarda para que ele entasse no assunto que mais nos interessava, embora ela desse demonstraçoes claras do mesmo desejo. Marcaram encontro para o outro dia, em outro mercado maior e mais distante.

- "A coisa esta evoluindo e o seu chifre ja esta na forma, porque uma mulher casada aceitar encontro com outro e em local discreto, significa que, com 99% de probabilidade, esta querendo ir pra pica."

Nesta noite nao meti com a Carolina, alegando falta de vontade, mas com a intençao de deixa-la mais tesuda para foder com o Antenor.

Dia seguinte novo telefonema:

- "Esta quase no papo, hoje abri o jogo dizendo a quanto tempo e o quanto a desejo como mulher. Ela confirmou o tesao por mim, mas so ira para a cama comigo se apresentar um atestado de estar livre de doença sexualmente transmissivel, uma vez que nas suas fantasias, o uso de camisinha esta fora de cogitaçao. Ela quer carne na carne e semen a vontade. Alem disso, afirmou que tem certas fantasias comigo, que algumas so ira relatar quando estivermos a sos e ouras que terei de adivinhar."

Passados 10 dias para sacar amostras e realizaçao dos exames, os resultados foram entregues para a mina esposa que entao, marcou a primeira foda fora do casamento para a sexta feira, afirmando que este eh o dia universal do adulterio.

Como primeira fantasia pediu ao Antenor que levasse a filmadora dele, pois desejava gravar, para depois relembrar a sos, a foda que ansiosamente vinha desejando ao longo dos ultimos anos.

Eu, como aspirante a corno, para incrementar o tesao dela por foda fora de casa, nao meti com ela durante toda essse tempo de espera por parte do Antenor, sempre alegando cansaço e outras desculpas esfarrapadas.

Pedi e o Antenor me prometeu e depois cumpriu, me entregar a fita, pois desejava ardentemente assistir a trepada deles e saber quais eram as misteriosas fantasias sexuais da minha esposa.

Cerca das 22 horas daquela sexta feira historica, com minha esposa muito feliz e assistindo alegremente um programa de televisao, como se nada tivesse acontecido naquela tarde, o Antenor ligou pedindo que fosse ao encontro dele.

"Que mulher gostosa que voce tem, que tarada, como sabe e gosta de fuder, eh insaciavel na cama, pensei que nao ia aguenta-la. Parabens meu nobre e mais novo chifrudo da regiao, pela belezura de esposa. Marcamos novas fodas para a semana que vem e, daqui pra frente vou encher essa tua testa de corno.Aqui esta o filme e nao se assuste com aquilo que vaes ver, porque as fantasias da tua mulher sao de cagar no chapeu."

No dia seguinte, pedi que a Marcia a levasse para um shopping e que a retivesse por pelo menos 3 horas, pois era esse o tempo de foda que o Antenor tinha gravado e que desejava ardentemente assistir.

Claro que na sexta, apos saber ja ser um chifrudo, a minha tesao pela Carolina foi a mil e a fodi a noite toda, ainda que achasse a sua buceta e o seu cu bem mais dilatados que o normal. Serviços do Antenor.

Nao se pode narrar aqui 3 horas de foda, por isso so citarei as partes mais picantes.

Tao logo saiu pelada do banheiro, onde foi lavar as partes intimas, a Carolina se deparou com o Antenor deitado e, ainda de cuecas na cama. Tao logo a viu, o mastro erigiu e ela mandou que ele se levantasse e que nao sacasse a cueca. De sua sacola tirou uma faca e a introduziu entre a cueca e uma das coxas do Antenor e, de imediato cortou um dos lados da cueca que ficou pendurada na outra perna. Nesse momento apareceu a pentelheira e o enorme cacete cabeçudo do Antenor. Fez o mesmo ma outra coxa e a cueca, inutilizada, tombou no chao e o Antenor ficou desnudo e a merce da nova putana que estava surgindo.

Apanhou aquela coisa grossa, comprida e cabeluda em suas maos, avaliou bem e disse: "Nao sei se tenho bainha para toda essa espada."

Quando o Antenor pegou em seu seio esquerdo, deu um tapa nele e disse: "Quem te deu essa liberdade, seu filho da puta". "Por enquanto, para mim voce nao passa de um veado. homem que eh homem sabe se impor com uma mulher e ate agora voce se comportou como o filha da puta que eh." E passou a agredi-lo fisica e moralmente com palavras de baixo calao. Nem parecia aquela esposa recatada que eu e toda a vizinhança conhecia.

Como o Antenor nao reagia, ela começou a se vestir dizendo que ia embora, porque jamais treparia com uma bicha. Foi a gota d'agua, o Antenor se enervou e lhe tascou um violento tapa na cara de depois outro.

"Ai meu amor, assim que eu gosto, bate mais por favor, estou louca para apanhar do macho que vai me comer. Bate, bate bastante que isso me enche de tesao. Me bate e me humilha, eh assim que quero ser tratada. Me chama de vagabunda, de prosituta, de galinha, de vadia e de tudo que for baixaria que voce conhece".

Depois de surra-la bastante o Antenor perguntou: "Voce ja deu para outro depois do casamento". "Nunca, sou uma mulher decente.^ "E, vai dar para mim". "Vou". "Vai dar tudo". "Tudo meu amor". "Voce acha que nao aguenta o tamanho da minha pica". "Aguento, pode me rasgar tudo, a boca, a buceta e o cu".

"Antenor, meu querido, antes de me foder, gostaria que voce realizasse a minha fantasia suprema, que eh a maior das humilhaçoes que eu julgo que uma mulher pode receber do seu macho e que he aquela que me da mais tesao."

Entao ela o levou sob o chuveiro, se agachou, tomou o pinto na boca por uns 5 minutos e em seguida ordenou: "Mija em mim, mija na minha cara, nos meus peitos, na minha barriga e em todo logar que puderes".

O mijo saiu farto e a molhou por inteiro. Se banharam juntos e foram para um 69 longo e cheio de gozo.

"Goza na minha boca Antenor, quero tomar o caldo que nunca tomei do meu marido".

Descansaram uns 10 minutos e a Carolina falou: "Vem que agora quero ser tua mulher. Me enche a buceta com esse caralhao que da o dobro do meu marido. Vem cornea-lo, vem".

Apos fazer a introduçao que foi lenta e um pouco dolorida:

_ Vem, me abraça, me beijafaz carinho, assimVai, vai,devagar, com cuidadopouquinho mais rapido, isso, assim, ta bom, de leveIsso, agora vai fundo, tudo, TUDO ! ! !

- Mais rapido!

- Continua, vai! Mais! Mais! Por favor nao pare!

- Agora, com força! ! !

- Isso ! Isso !

- Continua ! Se parar eu te mato !

- Isso ! Mais rapido ! Nao acabe antes de mim !

- "Ai meu Deus ! Que gostoso.... vai, vai ! ! !

- "Ta quase, AAAAIIIIIIIIAAAHHH, OOOHHH, HUUUMMMMM !

_ "Isso, Ai, Vai, Assim, Mais rapido ! Nao pare ! ! !

- "Ta vindo ! Ta VINDOOOOOOOO ! ! ! !

Depois o Antenor ainda comeu o cu dela e marcaram nova foda para a semana seguinte, em dia que ele comunicaria telefonicamente a ele.

A foda de cu foi tao complicada que no domingo a tarde ela desenvolveu uma enorme hemorroida externa, cujo tratamento medico ela teve de fazer na segunda.

Hoje, passados 8 meses desta primeira foda, nosso casamento esta maravilhoso, nossas fodas sao de altissimo tesao e o Antenor continua comendo a minha esposa todas as semanas e a inocente imagina que eu ignoro tudo.

Resumindo, sou um corno feliz, minha esposa se sacia com 2 machos e o Antenor tem foda garantida, sempre que desejar. Enfim, somos 3 pessoas totalmente saciados sob o ponto de vista sexual.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive casado18 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
06/08/2009 17:06:39
Mas tu é ruim mesmo.
13/07/2009 12:30:57
Nota 1,
13/07/2009 12:30:12
Antes de escrever, alfabetize-se...
11/07/2009 14:15:48
Show,show. muito excitnate. nota 10
08/06/2009 18:40:02
Gostei muito. Preciso fazer o mesmo com o meu marido, embora algum chifre ele ja tenha. Nota 10.

Online porn video at mobile phone


contos quentes de padrasto tarsdovonto gay engraxatefilme pornô pai comendo a filha e a mãe olhando batendo atiribavideos pornos mulher que fala brasileiro dando o cú e gritando fode minhas pregas até estorarconto erotico huntergirls71conto erotico transado com costureira bucetao inchadahistórias de filhas deixando seu pai depilar suas bucetasporque.menina.uza.shortinho.agarado.na.bumdaPorno caseiro pegando o cedente de predeirogostosa do rabo ggg de fio dental de vestido levantou o vestidoContos eróticos meu marido solbece quantas rola já levei no cuporno para ampunhetarSarra novinha tudo tudo tudo cansada dançando na frente da calcinharoludas veudas xvideoContos eroticos fui fazer intercabio ele sarou tanto q minha piriquita inxou conto eróticofoto.flagas.itiadas nuascontos eroticosinha mulher viu eu dando o cupau mostro q gata nao aguenta e pede pra da um tempo pq sua buceta ta doendovídeo porno de mulher com negrão sedo estrupadas no cu e gozando muitoFotos d padrasto comendo imtiadoscontos eroticos gay o doce nas suas veias`conto erotico` Gabrielxvideos gay fui estuprado por que nao paguei as drogasporno provisional com casal apaixonadoseu perdi a minha virgindade com ca ca pica de 40cmnovinha magrinha mija na pica grandecontoprimeirafodanovınha fudeno a prımeıra vezLoirinha Gata Magrinha Recebe Pau Enquanto Ler Um Livro baixar olinehttp://muher bunda grande fiudentau na praia gostosameninas sendo encoxadas no onibus lotado/casadoscontosquero ver o cara fazendo pipa nas pernas da mulher com short bem curtinho deitado na camacontos eróticos_-fio dental ai ui oh fode engolindo porta no ônibus na viagemvideos de sexo bruto gostosa na posiçao que intslei tudocontos eróticos bem depravado de bem picanteEroticoscontos.com /casadas 23cm dupla contos erocos apenasfilmes de sexo so conegao do pao grosso e negona da buceta inchadaconto erotico n puque esconde comi o cu da menina.que se escondeu comigocontos eroticos.meu sogro me enrabou na barraca de campingcontos eróticos sinhozinho comendo negrascorno dopado meio sonolento vendo mulher fudendo com quatro machos e sorrindotadinha dela.... dormindo e seu tio fudendo elaAutor do padre. Não é. Homem contos. Eróticoswww gostosas do zaptkEnpregada sendo encoxada por trs de sainhacache:cB0rtZ1uQCMJ:https://zdorovsreda.ru/texto/2015051133puta fudeno pela da motoxcamisolacontostaradinhocontosa xaninha da verinhagay aprumando o pau no cu e sentando gostosomae deixando filho olhar por baixo da saia dela vendo calcinha sokadaAs novinha que adora chupar i tamar a porraporno obeza dano o cuComo se escreve “ manda video porno ” em inglesvideo de gozano na cueca boxervídeo pornô meu marido chegou em casa ficou surpreso porque eu estava limpa cheirosadando com dorbuceta pro pai irmaocontos eroticos de mullheres que aman barbeariax videos cu exfoladoexvideos comendo a funcioria escondidocomtos papai me fez a pita do analloirinha perguntava se fodia gostoso xvideosincesto irmão bota irmã no colo e ficar bolinando elacontoeroticosfudenogay conto chuléa cadela aguenta meu pau todinho zoofiliasexocontoerótico espinhei meupaiNovosContos fudendo com velho tarados pauzudoxvideoe gemendo efalando.contos eroticos de mulheres fazendo sexo durante amamentacaonegao roludo mente ei gey vijevelhas festejando c negros cacetudosnovinha.peitudinha.d.sutaovídeos tratantes no ônibus fudendo a irma no sofá depois de chantagealaesposa bunduda vergen anal e ovelho cacetudo contos eroticos quero ve os telefoni das mulhe de curitiba casada que gosta di da a buceta para oto omhe deixa teu telefonehomem emdurece o cacete na bunda da rabuda no bus emcoxadaviadinho fui tomar sorvete contos eroticoscontos eu meu padrasto fodemos gostosorelato meu prazer analfesta crioula pornoiradocontos eroticos depois da balada em osasco 11/2016xvideo membrudonegao pedreiro cumeno cu dá patroa deleenteada tarada querendo dar todinho Comente a rola no cú delacontos eiroticos leilapornAjudante de pedreiro dando a bunda grandecontos eiroticos leilapornconto erotico me vestindo de garotinhaXVídeos mulheres de 50 anos fazendo depilação em um homem cera líquida ecasada fica excitada ao ver o cavalo cruzar com égua no YouTubecontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgexvideos ela acodou com o marido chupando