Tesão de estagiária

Um conto erótico de chapocando
Categoria: Heterossexual
Data: 24/03/2009 11:32:59
Nota -

Esse conto é a continuação do “sexo antes da prova”.....

Fiquei na expectativa, pois a morena estava me deixando doido, 1,70, coxas longas,bum-bum arrebitados e uns seios durinhos de dar agua na boca. Passou-se uns três meses e fiquei sabendo que o namoro havia acabado!

Como nesse tempo todo eu sempre à estava cercando uma semana depois do termino do namoro, estávamos batendo altos papos, e em uma conversa destas, indaguei a ela o porque de tanto nervosismo, ela prontamente respondeu que era falta de sexo, pois, ela precisava fazer sexo por pelo menos 2 vezes por semana, e quando ela tava de tpm então, sua vontade ficava a flor da pele, pediu pra que eu tocasse sua cintura, e ao toca-la apertando forte, ficou arrepiada e me disse: Viu! Imagine se vc tocar em outro lugar! Resolvi parar pois fiquei quase alucinado e o pau completamente duro.

Ficamos mais uns dias nos instigando, até que eu falei que não agüentava mais que eu estava doido de tesão por ela, ela pediu que esperássemos, pois a nossa primeira vez seria quando ela quisesse, mas deu uma colher de chá naquele dia. Era uma sexta feira eu teria uma prova e ela também, sendo assim pediu uma carona.

Quando ela entrou no carro estava com uma calça leg(preta) uma camiseta (lilas) e bota, e disse vim preparada pra você, erguendo a camiseta, vi que estava sem sutian e seus peitinhos, ficaram eriçados apenas com o roçar de meus dedos e tem mais ela disse levando a mão em direção ao seu sexo, mostrou que não tinha a calcinha por baixo. Me deu um beijo muito quente e disse que ela veio assim porque sabia que a primeira vez nossa seria bem gostoso em um motel e não dentro do carro, e como nos teríamos a prova e faríamos só as preliminares.

Dirigi o carro sem pensar no transito e chegando na praça dos expedicionários(Alto da xv) encostei ali mesmo e chupei seus seios, passando os dedos em sua xaninha encharcada, beijava sua boca e levava meus dedos cheios de seu suco para disputarmos com nossas línguas. Ela parecia estar no cio, confirmou se meu carro dava pra ver alguma coisa lá de fora, eu disse que quase nada! E a promessa de que não faríamos nada dentro do carro, foi por água abaixo.

-Eu quero cavalgar essa vara! Disse ela. Caindo de boca e deixando ele todo molhado. Feito isso tirou a leg por cima da bota e sentou em meu pau , cavalgando muito gostoso, em seguida gozou escandalosamente gritando dentro do carro.

Saímos do local e deixei-a na faculdade e fui para a minha. Durante toda minha prova eu imaginava aquela deusa comigo em um motel, logo após a prova liguei para ela e confirmei que estava louca para fuder com ela, combinei com ela que as 10h eu a pegaria, e ela aceitou. No horário combinado lá estava eu, na esquina de sua casa. E do jeito que eu gosto ela apareceu pontualmente, e estava maravilhosa, de calça branca e uma blusa vermelha. Simplesmente linda!

Entrou no carro e eu senti o cheiro de seu banho e sua pele.

-Sai daqui logo que não quero que meus vizinhos vejam que eu saio com você!

Toquei o carro e logo ela se aninhou em mim e passando a mão no meu cacete que àquela altura estava pedindo para se ver solto. Fui no Fifo's Motel que fica ali próximo de sua casa. No caminho que é bem curto, percebi que ela queria muito uma rola, pois deu um jeito e sacou meu pau, fazendo uma chupeta divina, sem sombra de dúvidas ela gostava e muito da coisa. Ao entrar na suite do motel fiquei surpreso; Ela me agarrou e me jogou na cama. Abriu sua blusa e deixou à mostra seus seios magníficos e eu puxei seu corpo, abocanhando ora um ora outro.

Como ela estava por cima de mim, me empurrou, desafivelou meu cinto, abriu a braguilha e puxou meu pau duro para fora da calça e começou a chupá-lo. Parecia que aquela mulher tinha encontrado o último pau da sua vida. Chupava meu cacete com gosto. Lambia a glande como se fosse um picolé. Colocava meu sapo na boca e voltava a sugar meu pau com maestria. Ficou de pé e arrancou o resto da roupa. Só de calcinha me olhou com um jeito que me deixou até impressionado.

- Vem me comer, filho da puta! Disse isso quase gritando.

- Vem foder minha xavasca, seu puto!

- Me come, seu viado. Me come.

- Agora eu quero ver tiozinho, se vai agüentar a menininha!

Confesso que me assustei, mas aquilo deixou com um tesão danado.Resolvi topar a parada, ela estava de bota de salto bem fino e uma minúscula calcinha vermelha. Peguei-a com força e joguei-a na cama. Arranquei sua calcinha com uma certa violência.

- Vou te foder a buceta, sua diabinha!

- Vem, vem foder minha xaninha.

- Vou enterrar meu caralho inteirinho na tua perereca sua safada. Vou bombar lá no teu útero.

- Vem filho da puta, vem me comer.

Subi sobre o seu corpo e meu pau foi achando o caminho do prazer. Encontrei a passagem já regada pelo suco do desejo. Meu cacete foi entrando naquela xana quente. Dei algumas estocadas com força.

- Isso filho da puta. Me mata de tesão. Enterra esse pau na minha xana. Vai! Me fode gostoso! me enche de gala, pode gozar lá dentro! Tesudo.

Enfiei meus dedos em sua boca. Ela mordeu minha mão e continuou gritando.

- Fode, filho da puta. Fode desgraçado, mete essa rola em mim. Fode filho da puta. Fode filho da puta. Você não queria me comer? Agora trate de dar conta. Vai mete forte! Vai meeeeeeeete! Meeeeeeeete. Isssssssssssssssssssssso!

- To gozando, lazarento. To gozando! Vai! Vai Vai isso despeja essa porra lá dentro! Isso . Ai Ai Aiiiiiiiiiiiiiiiii! Que gooooooooooooooooooostoso!

Saímos do motel depois da uma da manhã, ficamos quase umas três horas metendo sem parar. Eu sentia a sensibilidade do cacete tocando na cueca, eu estava esgotado, nem lembro quantas vezes eu gozei e por ela, teríamos continuado fodendo até de manhã. Na hora da despedida ela me beijou, passou a mão no meu pinto, perguntou brincando com uma cara de safada, quando iríamos nos encontrar novamente.

- É tiozinho! Até que deu conta!

- Na próxima vai ser melhor, respondeu ela. Estaremos mais entrosados e mais íntimos, concluiu.

Fui pra casa e minha esposa comentou!

-Que cara é essa?

-A prova na faculdade foi foda! Estou exausto.


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


MEU PRIMO COMEDOR ME OBRIGOU A MOSTRAR MINHA ESPOSA RABUDAapaixonado por um hetero cap 16Comtos namoradas fodidas por velhosveterinaria zoofilia conto eroticoaprendendo a ser puta no tapa/contosconto gay diemersonnovinho foi bater uma punheta no fundo do quintau. e ficou passandu o dedu no cuzinho e nao sabia que tinho um cara pauzudu venduamiga foi estudar e terminou deixando chupalacontos eroticos de idosas mendingaspadrasto cavaloporno gay pai malhado e i filhonovinha se esfregando um cano com tesão no futebolcontos eiroticos leilapornwww.videos de fodas noiva deixo o cachorro bem dotado fuder fua bicetaenganada patriçinha pornô dinheiroficou entalada levou pica porno frrexnxxxxvibeocomcontos domestica me viu to cando pueta em familiamulheres distraidas xvidiis.compulheta cueca apertadaporno empurrou de uma vez que ela pinotoucache:PjjgrxSVmoYJ:zdorovsreda.ru/texto/2013011214 tefone fixo de coroa rica tarada pra transa 40contos gay faculdadedestraiu no telefone e filho emrabou xvideopai picudo comendo filha em Belémcontos eroticos meu cachorrinhoporno gay pai malhado e i filhoContos me assustei com a quantidade de porra que meu padrasto despejou no cu da minha mãeela aregacou meu pau e depois chupou pornodoidowww.mulherpornocachorroDepois de uma pessima massagem uma transa muito quente-pornodoidocontos eróticos fui da o cu e cagueitomando piricada no riogritos choros edelirios no porno curtovó que confessa que adora chupar o pau do seu netoxvideo negras espiando upadrastocontos eróticos_-fio dental ai ui oh fode casadoscontos/encochadas nas crentestava pastor ver a mulher de mini saia gostosa e não aguentei e transeicontos eroticos tenho um amigo roludo tento fazer dp eu ele espoda ta com medomostrando abuçeta pedindo para alguém comerwwwxxvideo filhinha muito tempo sem gozarcorneagem xvideos.combaixinho Galeguinho fazendo sexo com jumentapeguei minha sogra de vestido ei so olhando por debaixocontos eroticos filha e pai caminhoneirocontos eroticos comi o cu do amigo da faculdadegay fazeno sexo com cachorro e fica engatadoSexo com aprima no casamento da minha maexvideonovinha fechar o olhos e faz biquinho pra levar gozada na carawww.testedefudeludade coroas.brcontos eroticos feminizaçao do garotinho maexvidio novinha cesú xvideos reais acontecidos cara come sua intiada novinha e filma toda a fodacontos eroticos comi a filha da minha inquilinacontos de machos dominando cornos submissoscomendo a sobrinha de 13 aninho conto eroticospontoerotycocasadinha contosxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa e pede pra nao goza dretronegao pega a loira gostosa de conchinha e corno adorauma piroca cabecuda e cheia de veia me arrancou sangue do meu cu contos eroticocontos com fotos a safadinha da minha entiada queria rola metir nela sem donovinha se masturbando pelo Cantinho da calcinha e g******esposa bem dotado contos sandracontos eiroticos leilapornabaixar vídeo de putaria de mulher fresca daquelas gostosas do cuzãoninfetaa porbodoidorelato erotico haitianopadrasto comendo a novinha dentro da sua casa me amarrotavinha perdendo a virgindadevizinha casada e safada espera marido ir trabalhar e chama seu vizinho beto q goza na boca da safada