FUI VISITAR O MEU CUNHADO E ACABEI TRANSANDO COM A MULHER DELE E A FILHA I

Um conto erótico de Ângelus
Categoria: Heterossexual
Data: 23/02/2009 00:03:07
Nota 8.38

FUI VISITAR O MEU CUNHADO E ACABEI TRANSANDO COM A MULHER DELE E A FILHA I

Fazia muito tempo em que não via o meu cunhado, irmão único de minha esposa. Ele é casado e tem um casal de filhos. Como agora em janeiro estive de férias aproveitei logo e juntamente com a minha família fomos visitá-lo, na cidade litorânea do Piauí, onde mora.

Pegamos a estrada diae durante o percurso curtimos as paisagens e a viagem. Os meus filhos estavam eufóricos e Kátia (minha esposa) ansiosa por matar as saudades do irmão e de sua família. Já fazia 10 anos que não se viam e lembrava que na última vez Rose (a esposa do irmão dela) estava um pouco acima do peso ideal, mas demonstrava-se feliz, principalmente com Paty (sua filha, na época com 06 anos) que estava muito bem na escolinha e com Beto (seu filho, na época com 02 anos).

Quando chegamos fomos muito bem recebidos e com aquela alegria. Bruno (meu cunhado) sempre alegre e prestativo, Rose nos surpreendeu com um corpaço esbelto e malhado, Beto parecia com o pai, Paty não se encontrava. Distribuímos os presentes e logo festejamos com churrasco e Brahma gelada.

Devido ao cansaço da viagem e ao álcool já ingerido dormimos cedo. Na madrugada levantei-me e fui ao banheiro, ao passar pela cozinha vi uma cena maravilhosa, Rose curvada à porta da geladeira. Meus amigos vocês não imagina a excitação daquela cena, ela vestida apenas com uma blusa branca, devido à posição e por não ser comprida descobria suas partes íntimas do corpo, e sua bunda e vulva explicitamente à mostra mostrando toda a exuberância abundante de seu sexo. Fiquei algum momento parado, ali apreciando, até que ela notou a minha presença, tomou um susto e aproveitei para elogiá-la. Ela gostou e sorriu.

Viu também o volume que meu membro duro de excitação fazia sob o meu short, desses que se usa para dormir, não tive como esconder. Ela disse:

- Hum! Acordou com vontade de fazer...xixi, foi?

- Não estava assim até te ver. – Disse (sorrindo) a ela.

- Eita! Quer dizer que eu sou a culpada de seu...cacete tá duro?

- Não diria culpada, mas inspiradora, excitadora... Deixa-me ver novamente?

- Hum! Acho que não, pode aparecer alguém. Kátia pode vir te procurar ou Bruno ver o que estou a fazer.

- Vai mostra, só mais um pouco, você é linda e gostosa! E tenho certeza que tem um fogaréu dentro de ti que me deixaria de joelhos.

Ela sorriu safadamente, os olhos brilhavam, colocou uma das pernas sobre uma cadeira, levantou vagarosamente a blusa, me deixando mais excitado, mostrando-me as suas coxas firmes. Cobriu seu sexo com uma das mãos, e foi deslizando de baixo para cima, descobrindo vagarosamente e me mostrando a volúpia de seu sexo, caprichosamente pelado, volumoso, excitante! Não resistindo a tanto tesão e desejo, me ajoelhei e feito um cachorro me aproximei dela e fui beijando-a e lambendo-a a partir de seus pés. Entre suas coxas passeava com a língua e me aproximei de seu sexo, que já escorria e exalava um cheiro gostoso tamanho a sua excitação. Aquilo me deixava mais louco de tesão, lambia, penetrava-a com a língua, sentindo o gosto prazer que fluía de seu interior. Ela nessa hora já me segurava pela cabeça e rebolava gostosamente, se esfregando freneticamente. Minha boca foi inundada pelo seu gozo, ela me apertava mais, pedia mais, gozava intensamente. Mordeu os lábios, segurando a vontade de gemer, gritar, uivar...e gozava extasiadamente.

Eu ainda estava ajoelhado, servindo ao prazer daquela mulher, mulher do irmão de minha esposa, quando ela empurra minha cabeça para trás e beija-me alucinadamente, sussurra ao meu ouvido gostosamente o quanto estava prazerosamente satisfeita. Que realmente tinha um fogo dentro de si e que me deixara de joelhos. Agradeceu dizendo que depois me recompensará. Foi para o seu quarto e eu para o meu.

Pela manhã nos tratamos como se nada tivesse acontecido, mas com muito mais simpatia. Estávamos na sala quando entra com toda alegria uma menina distribuindo alegria e vitalidade, era Paty que chegava, havia dormido em uma casa de amiga. Fomos à praia, escolhemos ficar na Praia do Coqueiro, uma das mais bonita e bem freqüentada. Como era domingo e tinha muita gente, acompanhei as crianças a banhar no mar. Estava distraído quando Paty pulou em minhas costas, me abraçando. Conversamos bastante e fiquei a observá-la. Pude perceber o quanto havia crescido aquela menina, com corpo de mulher, já estava prestes a completar 17 anos. Morena clara, cabelos longos e pretos, olhos bonitos e brilhantes, boca sensual, seios médios, bunda empinada, carinhosa, distribuía sensualidade, “uma ninfetinha”, eu pensava. Ela me puxou pelo braço convidando para mergulhar, estávamos nos divertindo e uma onda veio e nos cobriu, ela se abraçou a mim e uma parte do biquíni superior deixou à mostra um de seus seios, que fiquei vidrado olhando. Ao perceber que eu a olhava sorriu, me deixando vermelho de vergonha.

À tardinha, já na casa, Rose nos convidou para irmos à casa de sua irmã, preferi não ir e Bruno foi dirigindo o meu carro. Estava sentado diante da tv quando Paty entra e pergunta por todos, ao saber da resposta diz “beleza”.

- Tio aqui na geladeira tem cerveja gelada, você quer uma agora?

- Boa idéia, Paty! Sim quero.

Ela trouxe e me serviu, logo depois foi tomar banho. Distraído com o programa na tv, despertei-me ao ouvi-la me chamar e ao me aproximar ela pedia que levasse a toalha rosa que estava em seu quarto. Ao entrar no quarto vi em cima de uma cadeira uma blusa, uma saia jeans e uma minúscula calcinha rosa claro de transparência na frente. E quando voltei ao banheiro ela abriu a porta e se mostrou toda nua, sorriu e disse:

- Tio, você pode enxugar as minhas costas?

Minhas pernas tremeram, mas não foi de medo, foi de tesão ao ver aquela moça, sobrinha de minha esposa, com a bundinha toda empinada em minha direção e me deixando louco. Passei a toalha sobre suas costas e comecei a beijar-lhe a nuca, soltei a toalha e com as mãos passei a percorrer-lhe o corpo, sentindo a sua pele, seus seios duros e de mamilos enrijecidos. Ela fica de frente a frente comigo, me beija e eu passo a beijá-la todo o seu corpo. Ficamos algum tempo naquele esfrega e esfrega, mamando em seus peitinhos e deixando-a com muito tesão. Então ela com o meu pau na mão, com uma das pernas sobre o vaso sanitário, esfrega o meu pau na entrada de sua buceta e sussurra para que eu a coma. Sabe, o tesão era tão grande que logo gozamos deliciosamente.

Banhamos e fomos para o seu quarto, lá nos beijamos fervorosamente, sugava-lhe os mamilos, apertando-os com os lábios fazendo-a gemer:

- Hum! Tio que delícia, quero o meu titio enfiando o pau em mim

Seu sexo estava todo molhado, lubrificado de tesão, exalava um cheiro bom e que me deixava mais excitado. Lambia sua xana, enfiando a língua e passeando levemente sobre seu clitóris. Ela gemia, erguia o corpo, e começava a estremecer. Sentia que ela gozava. Ela me pedia:

- Vem titio, enfia o pau em mim. Tá muito gostoso e quero gozar contigo.

Enfiei-lhe o pau, dando lhe estocadas firmes, nos abraçamos, nos beijamos até que ela gemeu mais alto um gozo intenso e prazeroso, ao mesmo que eu não resistindo mais, gozei intensamente. Que delícia de sobrinha...

Aquela viagem estava demais, já havia feito a mãe dela gozar ao chupar sua buceta e agora havia trepado com a filha, a sobrinha de minha esposa.

Em breve conto como eu e a cunhada da minha esposa gozamos prazerosamente em trepadas deliciosas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/03/2009 22:23:13
A continuação está no conto "A mulher do meu cunhado", pois não aceitou o mesmo título continuação. Aproveitem e se deliciem. Votem.
24/02/2009 16:55:51
Oww...que sobrinha é essa... Senti firmeza nela... Acho que ela só queria que você enxugasse as costas, claro...kkk Abração aê...nota 10
24/02/2009 13:11:31
Só pela maneira como foi feita a narrativa já vale 10, além do mais bati 2 punhetas com sua história maravilhosa. Olha só eu não me importo se é verdade ou não o bom é que a história me deixou de pau duro do começo ao fim.
24/02/2009 02:17:56
Nossa cara!!! Sei como é issoAcredito em voce porque eu ja fiz coisa que ate Deus duvida, por que nao os seres humanos??? Bjus,
24/02/2009 01:21:32
Seu pau deve ser muito gostoso. Gostaria de sentir o sabor de seu esperma, como faço? Conto nota 10!!!!!!!!!!!!
24/02/2009 00:55:08
Legal, muito bom mesmo. Mas eu sou o único que não acreditou que isso é verdade?
23/02/2009 22:48:23
porra meu irmao que conto massa , vai ganhar um dez logo de cara , mais quando vc for visitar seu cunhado de novo , me leva no bagageiro , e deixa o churra por minha conta , vai ser tranquilo deixar todo mundo comer carne , enquanto empurro a linguica na cunhada e na sobrinha , acaba de contar as outras trepadas logo , que vou tocar uma pra comemorar , valeu um abraco do Guerreiro !!! fui .
23/02/2009 17:43:15
Meu amigo esse e dos que vale 10, conta logo o resto...
23/02/2009 17:40:02
Fala aí comedô kkkkkk......
23/02/2009 15:33:34
MALVADA UHUM QUE DELICIA DE TIO HEIM
23/02/2009 15:32:52
UHUM QUE DELICIA DE TIO HEIM ,...
23/02/2009 11:43:34
adorei o su conto e as gathinhas que virem esse conto me add no msn
23/02/2009 08:10:43
conto maneiro gostei..msn
23/02/2009 01:25:28
gostei do seu conto amigo,tbm tenho dois contos sou novo por aqui estou fazendo novos amigos meu msn abração!!
23/02/2009 00:59:54
muito bom o
23/02/2009 00:14:04
maravilhoso o contooooo

Online porn video at mobile phone


senhora crente saia longa buceta contoContos incesto dei pro meu filho mesmo gravidamenininhas fazendobrincadeiras de mostrar a xoxotinhas pras outrasvideo porno de menina que viu o caralho muito grande e nao quiz foder mas foi agarrada e enrrabada á forçaestripulia caseira na cama com a chananovinho fodemdo a madrasta a forsax video . comconto comendo cu na marra da santistax vidii da beluxa rabudaSofia esporrando na mão da mãebrasileiras f****** gostosa r***** toda queimadinha de biquíni com grelo g****** na b*****contos gays-categoria incesto gays forçado- maduro vs menino ninfeto- meu padrasto pauloXvideos saindo da pedra acrisgang bang no onibus contosContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemmeus patroas adoram chupar a minha bucetacontos eroticos de gemeas rabudas estupradas por mecanico do pau giganteComente aluguel xvideos.comler contos eroticos menagegordo tenta escapar do negão mais ele pega ela na pose frango assado faz grita XVídeostia gostosa forçada xvideoksalswing2011vidio de bucetilha novilhaxvideos irma dormimdi de ladinho com seu irmaoxisvido sobria tia tiuviciado em estrupa rabuda cu d negra gorda comtos eroticochupando a buceta ejaculando chamastegay medico dando tratamento vip pornodoidocontos eronticos buraco na paredeConto erotico sou madura e consolo lesbica"felipe e guilherme - amor em londres"mulhergostosax.comvideestórias eróticas de sequestrogrita puta selvageria braba xvideospassando a mao no decote e chupando os peitosconto um mulato superdotado para minha esposinha branquinha e magrinha b*******kelly tesudinha encochando ate gosar ne onibus lotado xxvideosContos eroticos eu e minha amiga viramos putinhas desde pequeninhacontos eroticos meninas de oito anos transando com cachorro com calcinha preta de lacinhos rosaMulheres enfiando dildo animalesco na buceta xvideoscontos meu primo safado me vizitougravei a brexinha da safadavídeos de arretando do Duqueome corri atras de mule ate pega e ifia opiru nela pornocontos eroticos.meu avo me abusoucontos/comi a mae e tirei o cabaco da filhaevangelicas na zoofilia com cachorronovia fudeno com escadlocontos eróticos minhas amiguinhas de infanciavidio de bucetilha novilharapazes pegão moças na estradas aforça para fudelassou marinheira contos eroticoscontoerotico eu namorada mae e tioContos eroticos feitiço virando mulherperdeno as prega saino bosta caseiroesposa trai o esposo na fantasia c mulato de 1:90xxnx de mulher pirando muntada no superdotado gozando como loucavideo de sexo a três homen comendo aboceta e a outra enfiando uma pica de burracha emessa no cu delaporno mae tepa com namorada filha com a filha pezetemorenhnha querua esperimenra uma rola grossaxxx bucetas família sacanamulhre pelada rezei ponoconto zoofilia papai eu e nossa cadelaapaixonado por dois brutamontes da faculdade 12contos eiroticos leilapornmaduras no meu cu nao porraaa paraaa aiiiiifila pra enrabala x vidiover videos irmao sonabolu traza com irmanA Vizinha Evangélica do quadril largo Contos casadoscontos minha sobrinha branquinhahttp://zdorovsreda.ru/texto/201610917no motel eu não tava acreditando que eu tava fundendo a buceta virgem da minha cunhada solteira coroa conto eróticocontos eróticos esposa ficou bebada marido distraiuhd xxx descabaca teencontos eiroticos leilapornContos pornos-fodi a mendigaConto com cheirador short da maesexo oral e vavinal com a quelas danadinhasestruparao ate inche o rabo de porraconto erotico escrava canil nuaconto gemo muito ai ai dando cu para outro na frente do meu corno ele fica com tesaõporno brasilero ela queria fujir de tanta fodanao cnseguiofudedor de viado vorais e tarado fudendo xvideos gaymarido pega mulher.trazando com oltrocontos de incesto sograporno atedente.da.claro.tocando.siririca.no.zpcontos porno casadas no estadio de futebolMuleque hxh belem paraconto comi minha eguaxvios meninas chupando pau grossodando apora desse cabaçoxsvideo Historias e relatos reais esposa pega marido dando o cu pro negraocontos eroticos eu e minha mulher seduzimos nossas fihamulher mostrando o capô de fusca na academia bichão Grandecontos eróticos pastorapitiu comendo o priquito da mulhercomendo o cu ajuda do sonifero contoscontos eroticos de mulheres ricas tendo o cu arrombado pelo borracheirochupar e engolir esperma comentariospai tem pauzao descomunnal e soca tudo no cusiho da filha gostozinha