Minha Mulher e o Zelador.

Um conto erótico de Somas
Categoria: Heterossexual
Data: 18/01/2009 16:57:28
Nota 9.00

Tomei conhecimento deste e de outros sites de relatos sexuais após minha esposa e eu termos finalmente resolvido criar coragem e publicar nossa aventura....realmente uma aventura, da qual quase nos arrependemos depois.

Tenho 58 anos e minha esposa 48. Loira, fofinha, 1.68 de altura, seios medios, bundinha não muito saliente, pernas grossinhas e é muito bem conservada apesar da idade e de dois partos. Nossos filhos já estão na faculdade, temos um casal, ela com 19 e ele com 21.

Moramos em um prédio com 2 aptos por andar, uma boa area como podem ver, e muito conforto. De uns tempos pra cá, começamos a falar de fantasias sexuais e fomos aumentando nossa já ótima cumplicidade. Na verdade já há tempos que durante nossas transas verbalizamos coisas picantes, falamos no ouvido um do outro uma ou outra história que nos aumente o tesão, enfim, coisas que um casal que está junto há 25 anos precisa pra manter a "chama" acesa.

E me descobri um voyeur de carterinha......percebi como me excitava ver minha mulher ser cobiçada na praia, nos shoppings, e ela sabedora disso, "inventa umas situações" que ocorreram durante o dia, e me conta qdo transamos coisas que me alucinam......mas tudo estava no terreno da fantasia.

Até que um dia qdo estavamos transando, ele me vem com uma bomba: "Sabe o seu Dirceu? O zelador?.....hj me comeu com os olhos quando veio aqui em casa falar do condominio." Na hora achei que era mais uma "invenção" dela, aquelas famosas, mas como vi o carne do iptu sobre a mesa, comecei a suar frioEle veio mesmo aqui?...perguntei a ela. "Veio mesmo, ela respondeu.

Percebendo que fiquei mais quieto ela foi contando o resto: Veio quando a empregada ja tinha saido, eu estava só em casa, e tinha acabado de sair do banho. Ele interfonou e disse que vinha trazer o carnê, e eu naquela situação...nem deu tempo de dizer a ele pra deixar na portaria...Coloquei o roupão que estava em cima da cama e fui atender a porta....e te digo, ele não tirou os olhos dos meus seios.

Com qual roupão vc estava, perguntei, pq sei que ela tem dois bem distintos em termos de transparenciaatoalhado de banho, que nem com frio vc ve os bicos dos seios, e um de cetim, que qualquer arrepio maior já se nota ..

"Com o de toalha ela disse, mas não é aí que pega...Meus seios ficaram mais à mostra do que deveriam..percebi depois".....voce está bravo comigo? ela inqueriu.

Do susto passei pro tesão, embora ela tenha contado isso sem saber realmente qual seria minha reação. Jogou verde, achando que eu ficaria com tesão, mas correndo o risco de ter "exagerado" na facilitada que dera pro Seu Dirceu.

Não estou bravo, continuei, ao contrario, mas quero saber o que vc sentiu durante o tempo que ele esteve aqui.

Olha, querido, disse-me ela, pra falar a verdade não fiz nada pra diminuir a visão que ele estava tendo, e pra ser bem sincera..até dei uma debruçada sobre a mesa quando li o carne, querendo mesmo que aparecesse ainda mais.

Gozei quando ela disse isso.

Então ela tinha aproveitado toda a situação, a sabedoria da minha tara, e dado um showzinho de improviso pro Dirceu. Aquilo abriu inumeras possibilidades, comecei um interrogatório. quis saber mais e mais, o que ela tinha sentido, o que ela achava daquilo tudo, se tinha ficado excitada, se ele tinha ficado, se ela tinha percebido, etc...etc....etc.....e as bombas foram caindo todas, uma após a outra em cima de mim......e eu adorando aquilo tudo.

Ela tinha, sim, ficado molhada, tinha sentido tesão durante o tempo todo, e o pior, ou melhor, ela tinha visto o estado que ele ficou, olhando pra braguilha dele, e constatado que seu Dirceu deveria ter um "trabuco" daqueles. E quando ela levantou os olhos percebeu que ele tinha visto ela olhando.....

Nem quis saber o resto....de medo de saber demais em um dia só, mas a curiosidade e o tesão começaram a voltar, e fui enchendo ela de perguntas, cada vez mais incisivas...

Me conta tudo, quero saber de todos detalhes, falei.....ficando de novo de pau duro...

Olha, querido, a coisa parou por aí, mas tava na cara que se eu tivesse dado uma provocadinha a mais....ele tinha me comido alim mesmo na sala. Voce queria que isso tivesse acontecido?

Retornei a pergunta a ela...."E vc? Queria?" Deu vontade de dar pra ele?

Deu, ela disse, logo que vi o volume das calças dele, e de saber que eu era a causadora daquela ereção tremenda....

"Quis pegar?" eu disse.

"Claro, um exemplar desses deve encher a mão...porque meus olhos ele encheu de tal maneira que não me saiu da cabeça até agora"...

Percebi que minha mulherzinha de tantos anos estava balançada pelo ocorrido, e no fundo eu tb estava. O que fazer? Ela sentiu que tinha dado um passo na direção de todas as coisas que nos falavamos, que nos excitava muito, e sentiu que aquilo me agradaria. E como me agradou....

Perguntei se ela criaria uma situação como aquela outra vez, mas agora eu estaria em casa, vendo de algum lugar, escondido, e começamos a transar de novo, uma coisa que havia anos não acotecia, de fazermos duas vzs em seguida, com um intervalo tão pequeno......O que o tesão e a novidade não fazem...

"Tem certeza que quer que eu faça isso?"

"Tenho, e vc?...eu disse.

"Está preparado pra ser corninho????"!Eu não sabia o que responder.

Mas achava que estava pronto pra o que desse e viesse.....

"Quer mesmo ver ele me comendo bem no seu nariz?"....

Ela teria conragem de dar pra ele?

"Claro que tenho, querido, ainda mais sabendo que vc está ali, me vendo com outro homem, sendo penetrada por um penis bem maior....o que vc acha?"

Gozei de novo, e tinha se passado só quinze minutos da nossa primeira transa.

O assunto parecia inesgotável, o tesão tambem. Parecia que se continuassemos a falar daquilo, ficariamos na cama o dia todo, gozando até não poder mais.

No dia seguinte eu achei que o assunto iria perder força por si só. Nós homens damos muito mais valor a essas coisas de sexo que as mulheres, e achei que ela iria perder o pique inicial...Engano meu!!!

Logo depois do bom dia tradicional ela me perguntouse eu voltaria pra casa na hora costumeira. Disse que sim. Ela me pediu se dava pra vir mais cedo pra casa.....Comecei a ficar ansioso, pq sabia onde ela queria chegar..

"Tá mesmo afim de levar isso adiante?"...me sentia a mulher da relação...ela disposta e eu ponderando.

"Se vc quiser eu topo!"..ela disse. Ok, dei o aval, ficando com uma coceira na cabeça que durou o dia todo..

Passei o dia com tesão, imaginando o que haveria de ser, ligando pra casa toda hora, controlando ela, como uma forma de diminuir minha ansiedade, e achando que a qualquer momento ela desistiria.

O tempo todo ela me dizia que estava se preparando pro fim da tarde.

Nessa hora, a mulher do seu Dirceu saia pra trabalhar, e ele sempre ficava sozinho. Ela ja tinha pensado em tudo.

Cheguei e fui tomar um banho e já achei a danadinha com o roupão de cetim..

"Pelo jeito vc já está vestida pro sacrificio"....binquei.

"Vestida??""..ela abiru o roupão e não vi nada a não ser a pele dela....estava nua, inteirinha nua, e descalça.

"Querido, já estou molhada, e não consigo parar de sentir tesão....arrume-se que vou interfonar o Dirceu.

Ela foi até a cozinha e escutei falando algo e desligou. "Pronto, querido. Hoje viveremos a experiência que tanto queremos. Não saia do corredor por nada. Disse que precisava que ele me explicasse algo sobre o IPTU e vc n estava em casa. Rss...acho que ele entendeu o recado."

Tanto havia entendido que em menos de 5 minutos já estava tocando a campainha.

Ela o atendeu pela porta social, como antes. Até Seu Dirceu se assustou quando a viu com o roupão de cetim. Tentando dar uma disfarçada inútil, ela se dirigiu até a mesa, onde estava o carnê, e se inclinou sobre ele. Começou a tagarelar sem parar, sem olhar pra ele. Percebi que isso era nervoso. Ele pelo jeito tb, pq logo chegou por tras dela, passando os dois braços em volta do corpo e puxando pra si.

Parecia que agora era tarde pra voltar atras, e mesmo que eu quisesse como iria fazer ela parar???...Aparecendo na sala do nada e dizendo que a brincadeira tinha acabado?..Ele perceberia que eu estava conivente com aquilo. Ia me chamar de corno manso, e dai pra fora. Minha fama correria o predio, e logo os porteiros estariam batendo em nossa porta querendo tb tirar uma casquinha dela. Não tinha volta, a não ser que ela resolvesse isso.

O que vi em seguida quase me fez gozar nas calças.......Ele começou a apertar os seios delas, ainda por cima do roupão, e ela se deixando levar, olhos fechados, boca levemente aberta e cabeça deitada pra tras, nos ombros dele.

Pronto....já era.

Ele abriu o cinto do roupão, deixando a nudez dela toda exposta. Agora os seios estavam em suas mãos, e os biquinhos duros com pedra, mostrando que ela estava adorando aquilo e com muito tesão. Num gesto brusco ele virou ela de frente e começou a chupar seus bicos...Só escutava a respíração e uns gemidos baixinhos dela. O roupão foi tirado, deixando ela nua em pelo na sala de jantar. Ele sentou-a na mesa fazendo com que ela deitasse e ficasse pronto pra ser chupada por ele...Agora os gemidos eram mais altos e mais longos.

Ela segurava a cabeça dele como que conduzindo, direcionando, e pedia mais, que lambesse o grelo durinho, que por sinal é bem avantajado. Vi uma coisa que ela por estar deitada não via.....ao mesmo tempo que chupava a xana dela, abria a calça e tirava um pau já duro pra fora, que me deixou assustado e com uma certa inveja.....Seu Dirceu tinha mesmo um cacete capaz de abrir qualquer mulher, mesmo depois de dois filhos...Era grosso, muito grosso, mas não tão comprido. Pelo menos não judiaria do útero.

Ela gemia e mexia com a cabeça, e ele chupava sem parar.

Aí chegou a hora.....

Quando parou de chupar, ela levantou instintivamente pra ver pq ele havia parado, e deparou com aquela cobra no meio de suas pernas, cabeçuda...brilhante...Soltou um pequeno grito de susto...e pediu pra ele ser gentil e carinhoso com ela, pq nunca havia transado com nada parecido.

Ele disse pra ela n se preocupar que seria bem delicado, que se estivesse doendo era pra ela falar.

E começou a pincelar aquela cabeça na rachinha dela, dando umas forçadas as vzs. Aos poucos foi entrando, pq foi isso que ouvi minha mulher dizer: Tá entrando, devagar por favor...

"Aíii Seu Dirceu, como é grande essa cabeça....doi um pouco sim, mas é boa a sensação",...

Safadinha, tava gostando de ser arrombada pelo Dirceu..

Eu via tudo to corredor, e me masturbava como um louco, pouco me importando se iria gozar no chão, ou se iria espirrar na parede...Estava hipnotizado pela cena daquele pinto enorme estar entrando onde só eu entrava já havia anosCom um pouco de jeito ele acabou entrando todo, e ela gemendo cada vz mais alto, a ponto de eu começar a ficar preocupado com os vizinhos.

Falava coisas desconexas, gemia, ria, gritava, como nunca tinha visto. Nunca ela agiu daquela forma comigo, e eu n sabia se gostava ou sentia ciumes.

Qaundo ele começou o vai e vem, ela endoidou. Falava que sentia como se a xana fosse virar do avesso, que ela ja ia gozar, pediu pra fazer rápido, pra n parar nunca mais...e dai pra fora.

Eu gozei. Gozei como nunca havia gozado na minha vida, senti a visão escurecer, uma tontura, a boca seca......ao mesmo tempo que ouvia ela gozar.

Seu Dirceu tb n demorou a gozar.

N tinhamos pensado nisso. Ele gozou dentro, sem proteção, e agora era tarde.

Parecia que isso aumentava o tesão....na hora ninguem pensou..

Ele foi puxando o pinto já meio mole, que saiu com um barulho, e junto uma boa quantidade de sperma caiu na mesa.

Ela ainda arfava e ele visivelmente preocupado de estar ali.

Quando percebeu a inquietação dele, ela disse que saisse logo, pq eu podia mesmo estar pra chegar.

Não teve beijinhos, carinhos, nada disso...ela foi usada pelo macho, numa situação de cio, de puro sexo....sem romantismos. Ainda bem....iria só me doer mais os cornos.

Logo que ele saiu e ouvi o elevador, fui ate ela, que ainda estava deitada na mesa...chamando baixinho por mim.

Ela disse; "Vem meu corninho querido, veja como minha xaninha deve estar....bem que eu queria ver como ela está...o que vc achou, me conta, diz o que viu...etc...et..." ela n parava de falar, estava ainda muito eufórica e eu ainda com sentimentos variados.

Quando vi a bucetinha dela, meu pau levantou na hora. Que afrodiziaco!!

Muito vermelha, aberta, usada, e um filetezinho de porra ainda escorria sobre o anus dela e caia na mesa.

Meti sem dó, sentindo a vagina totalmente frouxa em volta do meu pau.

Ela disse: "Ele me deixou bem abertinha pra voce, não?" Mal sinto seu pau em mim, mas estou com tesão....vc gsotou de ver sua mulherzinha sendo fodida por um estranho e ainda por cima bem dotado?

Respondi com o gemido do meu segundo gozo da tarde.

Misturei meu esperma ao dele, dentro da minha mulher, que nunca mais seria a mesma na camaSomas


Este conto recebeu 0 estrelas
Estamos testando um novo formato de votação. O ranqueamento será feito não mais pela média, mas apenas pela soma das notas oferecidas. As notas também serão apenas de uma, duas ou três estrelas. Isso deve evitar que haja quedas repentinas do ranking por conta de ataques por alguém que queira manipular os resultados. Se tiverem dúvidas, .

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/07/2011 08:31:01
Ótimo conto. Senti o mesmo tesão quando minha esposa contou foi comida por seu colega de trabalho, Israel, aqui em Matinhos, Pr. Só que a minha deu para o Israel durante nove meses, até a sua mulher descobrir.
20/07/2011 08:31:00
Ótimo conto. Senti o mesmo tesão quando minha esposa contou foi comida por seu colega de trabalho, Israel, aqui em Matinhos, Pr. Só que a minha deu para o Israel durante nove meses, até a sua mulher descobrir.
15/03/2010 21:54:34
Comigo foi ao contrário, eu é comi a mulher do zelador, uma nordestina bonita e gostosa! O marido estava viajando pro Maranhão, para fazer o enterro de sua mãe, e eu, comendo o cu e a buceta da mulher dele!
03/02/2009 11:07:39
Fantástico. De cada vez que leio seus escritos fico excitada.Parabéns
19/01/2009 13:04:56
SE TIVER MNS ME ADD POIS TENHO CASOS PARECIDOS
19/01/2009 13:03:10
parabéns pelo conto nota 1000
19/01/2009 12:11:49
eu gostei....
18/01/2009 18:29:07
com
18/01/2009 18:19:50
Só de pensar fico com muito tesão, quem sabe um dia tomo coragem e realizo essa fantasia também.Somos de minas, gostaria de falar a respeito com vc.Meu MSN é,
18/01/2009 18:11:26
Só de pensar fico com muito tesão,quem sabe um dia tomo coragem e realiso essa fantasia também.Somos de minas, gostaria de falar a respeito com vc.Meu msn é,
18/01/2009 18:08:41
Uau!!! (http://ana20sp.sites.uol.com.br)
18/01/2009 17:46:58
Corajoso mais, gostei.
rrc
18/01/2009 17:42:03
meus parabens, vc teve uma esperiencia que todos gostariamos de ter um dia, agora so falta vc tbm ter a sua esperiencia e deixa-la observando, ai sim ambas as fantasias estaram saciadas... Caso vc tenha um outro relato semelhante me contacte para que eu possa lê-lo...gostei muito
18/01/2009 17:08:40
Ótimo conto, muito bem desenvolvido. Espero que nos brinde com mais contos de qualidade como este. Nota mil.
18/01/2009 17:04:52
Que delicia de conto parabens...
18/01/2009 16:55:03
cara gostaria que acontcese comigo morro de vontade de minha esposa transando com outro homem mas nao sei como convense-la
18/01/2009 16:49:28
que corno velho !
18/01/2009 16:24:36
excelente

Online porn video at mobile phone


vídeo de pornô de alunas transando tirando a virgindade 2012/12contos eroticos de enteadas loiras com padrastos negrosxvdeos de sexo de mae ver o filho dormndo e da o cúnegão barbarizou a novinha de bruçosvideocurto brasileiro de corno humilhadoContos eroticos chantagiei e chupei minha maninha gosada no trem lotadoxxvideo enviando abraço na buceta chupando o cassetao do viado gay dos peitaovideos porno munher xupade baxo da mezacontos eróticos negão coroa comendo o cuzinho de menino virgemXvideo.com irmãn boba chupando pau fino cabesudoContos eroticos menino de onze anos pauzudao com mulher amigas segurando a amiga pa ser estrupada na despedida de solteiraLipeSonhador-CASA DOS CONTOS EROTICOS |zdorovsreda.ruXVídeos atormentavam televisãomulheres bostas scatminha esposa me falou q quer sentir outro pau na sua bucetacontos com fotos encoxada no ônibusvideos porno e sensuais de mãe de Santos que dizem que as pomba giras gostosas mais gostosasporno levantado a saiao pauzao preto forteChoupana dentro das Canas canavial pornôvilma levando rola do barneiBundinha lisinha da filhinhacontos eroticos comi o cu do amigo da faculdadecontoerotico eu namorada mae e tioMeu marido espera na sala enquanto sou arrombada na cama delemulher branquinha r***** com a b***** grande espelhinho pretinhopornodoido lesbicas ate os pulçosconto de encesto filho 32 de pau quadrinhocorno arma asavirei mulher na cama contos wesperou seu marido ir trabalhar e deu po ceu cunhado xnxxhttp://contos primeira vez com dog hiper bem dotadohomem fode a buceta dabesta i goza jemendominha esposa saiu comigo sem calcinha so pra me provocar meus amigosConto erotico sou madura e consolo lesbicaflagrei minha filhinha mamando o irmao com um mastro enorme contos eróticosporno gay medico aroba com gosadas no pasiemtequero ver todos os filme que As Mulheres Ricas pegando a xoxota na cara dos homens com a imagem bem grande e g****** na boca descendo embaixo na boca deleSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhafruta porno fudendo a sogra gordinha com rachafui pago pra dar o cu pela primeira vez hetero , sexo gay amadorcontos eróticos dei pra estranhos pelo buraco na paredecontos eroticos-obreiro pegando a crente novinhamarciano novinhopeladocontos eróticos publicadosPorno contos eróticos sexo entre irmaos romance final feliz o filho da minha madrastaconto meu senhorio pirocudofudedo com roupa de dormimxvídeos i****** filho tenta fudera mãe e ela não quer dar mas acaba conseguindonovinho nao aguentou cagou na pica do padrasto bota sem dovidios pono minininhas. fisadas a fude com velhos e a faze fil teraconto erotico de neto vai morar com a vovó e mete nelavidio tio trepamo ma sobrimhaporno cazeiro com novinhs do zp so cu pretofilme porno filho da mae corno froxo ta cansado do trabalhoassistir uma piriguete trepando pela primeira vez coleirinha e virgemvideo de sex com pauzaoassistir agoraxvideo menino trocando cu por bola de gudewww xvideos.mulher.de.che.o.marido.dorme.tra.fode.cunhadomeu filho adora analdeleabri xvideocomas coroas do rodeio no xividioConto de sexo entre madrinha e afilhadocontos de zoo gaysxvideos.com judiei da minha alunatodos os vilões em um só corpo versus Goku com cabelo azul ninguém trisca nelefilme pornô a mulher transando com homem dentro da piscina se afogando na piscina em cima da cadeira na camavideos pornos de mulheres gravidas com sua buceta peluda dando pra varios homens pisudoschorei no cavalete contos eroticosmulher contando que nao aguentou a rola grossa na buceta e começou a peidarvideo belmiro o caseiro caralhudogostosa mae encurralando o namorado da sua filha no pornodoidoxxvideos cproas exibindo seu cu videosistoria da netinha qui o banhava lavando su cuvídeo pornô de novinha do grelo apertadinho obrigada a chupar a rola do Vandocavalo ebcima da loirinha de pau atoladocaso erotico irmã entrega de bandeija a irmã caçula para seu maridoxvideos velho pegando novinha sem nigeui saberazsmamilos grande emfiando na bucetapapo pijama asunto e puetaconto erótico menino bonequinhaxvideol gay novinho favoritomiguel tesudo8pega baixa vidio pornoporno em desenho popai comendo a olivia sem pedir idadeConto gay - "fodido por um tritão"Porno contos incesto maes ensinam suas meninas como chuopar bucetas paus dos pais dar os cuzinhiosconto meu marido me chupou cheia de porra do meu amanteconto gay virei a puta de varios machos na saunavideo de porou dirano vigidade da namoradafe vedtidosexp.conto.mae.filho.com