Na mão da cunhadinha ninfeta

Um conto erótico de CasalTT
Categoria: Heterossexual
Data: 02/04/2008 02:14:06
Nota 8.00

Na época eu namorava uma garota do interior de são paulo que morava em uma fazenda de gado que conheci por acaso em uma festa da cidade. Vamos chamá-la de Gabi. Realmente lindissima e super gostosa 21 aninhos, tinha 1,70m 55kg cabelos castanhos claro, olhos verdes, peitos médios mamilos rosadinhos, cinturinha fina com piercing, bumbum redondinho com o cuzinho rosa, pele branquissima porém bronzeada de tanto ficar de bikini na piscina da fazenda, aliás fio dental.

O começo do namoro foi complicado pois os pais dela são muito rígidos e não deixavam agente sair da fazenda, ficavamos o dia todo lá e a noite eu voltava pro hotel apenas pra dormir lá. Porém agente sempre conseguia dar umas escapadas não tem jeito mesmo, no meio do mato, atrás da porta, no celeiro etc. Com o tempo ganhei confiança dos pais dela e passei a dormir na casa deles com um quarto só pra mim. Nem precisa dizer que minha namorada aparecia no meu quarto qdo os pais dela dormiam, que dormiam bem cedo como de costume no interior.

Tudo estava uma maravilha, mas um dia a irmã mais nova dela a Bia me pegou dando creu forte na Gabi. Neste dia eu tinha acordado um pouco cedo porém lá o pessoal acorda bem mais cedo e não havia ninguém na casa, provavelmente todos fazendo serviço da fazenda, fui chamar a Gabi pra acordar e não aguentei vê-la dormindo de bruços com a bunda dela pra cima a safada dorme de camisolinha mas sem calcinha e chuta muito a coberta então entrei no quarto dela e vi o bundão dela pra cima. Meu pau q já acorda durasso não teve dúvidas dei uma cuspida no meu pau e meti mesmo, qdo ela acordou joguei meu peso sob teu corpo e abafei tua boca, e praticamente violentei minha namorada. Ela já de 4 passou a gemer e me arranhar tentando me puxar pra mais dentro dela. Já não aguentando mais justo no momento que eu tava gozando e atolando minha pica o mais rápido e forte possivel ouço na porta a irmã dela:

-"Gabi acoorda a mãe ta..."

Desculpem mas justo na hora que eu tava gozando fica mil vezes mais gostoso e eu não parei de meter mesmo com o choque de ser pego no flagra, pior que fiquei metendo e olhando pra Bia. A Gabi pulou desesperada fechou a porta e ficou coxixando com tua irmã que já tava com a maior cara fechada porém ela não tirava os olhos do meu pau todo melado já amolecendo pendendo pro lado direito. Gabi deve ter falado pra ela não contar pra mãe e tudo aquilo de irmãs.

Bia tinha 15 anos e já mostrava sinais de que ia ficar tão inda quanto a irmã, a bundinha já estava ficando redondinha, os peitos fazendo volume na camiseta porém ela ainda era realmente uma menina, andava de bermuda e só ficava brincando. Meu relacionamento com ela sempre foi de irmã mais nova, ou seja, ela me xingando e eu tirando ela:

-"Olha o Tiririca na Record Bia, teu namorado vai se igual ele, namora ele Bia!"

-"Ah vai seu idiota, eu não quero namorado!"

Depois do flagra tudo voltou ao normal, mas Bia sempre olhava pra gente com olhar censurador, principalmente qdo a coisa começava a pegar fogo ela já vinha separar agente e chamar pra comer um bolo etc. No fim das contas eu e minha namorada resolvemos apenas dar as nossas no quarto a noite qdo todos estivessem dormindo.

E toda noite era o seguinte, ela vinha pro meu quarto agente transava depois ela voltava pro quarto dela dormir e eu depois de um tempo ia no banheiro fazer um xixizão e lavar o rosto de suor.

Passou ae algumas semanas e aconteceu uma coisa que me fez ver Bia com outros olhos. Depois da transa com a Gabi ela volta pro quarto despencando de cansaço e já deita dormindo, eu vou pro banheiro fico la um tempo, mijo, tomo um banho de pia mesmo soh lavo o essencial etc e voltando pro meu quarto ao deitar na cama.

-"Gabi linda, melhor vc voltar pro teu quarto pois se tua mãe te pega de manhã aqui ela mata agente."

-"Sai da cama agora..." ouvi uma voz firme porém sussurada

Levantei acendi a luz e não acreditei no que vi era a bia, só de calcinha d lolita e um topzinho tipo uma camiseta baby look cortada dxando aparecer parte do seio só tampando os mamilos pra cima.

-"Bia o que vc ta fazendo menina?"

-"Menina é?" enfiando os dedos na lateral da calcinha e descendo ela e arqueando os peitos pra cima, parou até aparecer os pelinhos ralos daquela vagina rosinha virgem mas seus mamilos pularam pra fora daquele top.

-"Bia..." já não conseguia dizer nada, ela realmente pelo menos naquela hora não era aquela menina travessa.

Desceu a calcinha ate os joelhos e com a mão direita passou a se masturbar na minha frente, enquanto a mão esquerda apertava seus seios alternadamente. O corpo dela já tava lindissimo a pele extremamente branca por se esconder do sol sempre e nadar de shorts e camiseta criaram um contraste enorme com o edredon azul escuro, eu parei de pensar, não conseguia nem falar e fui ver já estava em cima da cama e engoli um seio dela.

Nessa hora fui jogado pra fora da cama, Bia me olhou firme:

-"Nunca mais me toca seu idiota! Vou gritar aqui e dizer que vc está me violentando seu safado! Eu vi você comendo minha irmã e mesmo assim vc não parou de meter nela! E vc acha que eu não sei que vc come ela toda noite aqui nessa cama que eu to deitada?! Vc é meu cunhado oh tudo isso aqui não é pra vc não, vc já tem minha irmã agora quer me comer também seu cuzão?!"

Juro pra vocês que nunca fiquei tão desnorteado aquela menina de 15 anos me tendo na palma da mão dela. Qdo ela falou "tudo isso aqui não é pra mim não" ela se postou de 4 igual uma cachorrinha empinando o rabinho querendo brincar. Me levantei e fui ao pé da cama ver a maldita se masturbar na minha frente sem eu poder toca-la. Não perdi tempo, depois que vi aquele cuzinho e bucetinha virgem totalmente sem pelos e rosadinhos meu pau durasso novamente me fez pegar ele na mão e salta-lo pra fora. Eu ia entra no jogo daquela ninfeta. Olhei cada detalhe da buceta e cuzinho dela, cheguei bem perto vi os dedos dela entrarem de leve na buceta e sairem molhados, e irem brincar no cuzinho.

Fui ao lado da cama batendo uma devagar ela olhou pra mim, olhou pro meu pau, sorriu satisfeita de me ter excitado com ela, fingiu q ia lamber minha pica mostrando a lingua pra fora, eu soh fikei balangando minha pica na cara dela.

-"Tem razão Bia, meti na tua irmã mesmo, meti com esta pica aqui que já ta super dura por tua causa, a cabeça da mihna pica tá brilhando por vc safadinha. Realmente vc já não é mais menina, é uma mulher que sabe excitar um homem, vc é linda."

Vi ela fechar os olhos e percebi que enfiou mais os dedos dentro dela q a fez perceber novamente um detalhe.

-"Sou virgem..."

-"Não tenho pressa Bia"

(pausa)

-"Quem disse que vc vai me comer?"

-"Tua bucetinha molhada me falou"

(pausa)

-"Vai doer sou apertadinha"

-"Apertadinha e deliciosa"

(pausa)

Bia fechou os olhos e timidamente abocanhou minha pica, fiz cafuné nela ajeitando o cabelo dela inclinei o rosto dela pra poder vê-la me chupando, ela ficou com a lingua pra fora e eu passei toda a extensão da minha pica nela. Deixei ela explorando todo o potencial dela com meu pau, ela lambia lambuzava no rosto dela tentava engolir, engasgava mas voltava. Olhou pra mim:

-"Ai que pau gostoso de sentir na minha boca" sorrindo feito uma ninfeta

-"Espere pra sentir ele aqui então" atolei a mão na bucetinha dela q estava de4 me chupando

-"Vem, me come então"

Ahh com um pedido assim eu não tinha como recusar! Pincelei gostoso meu pau na bucetinha dela, q ficou rebolando esperando com ansiedade perder o cabacinho dela. Mas peguei ela de 4 com as mãos fincando meus dedos na bunda dela abri bem e lambi bem de leve o cuzinho dela ela começou a gemer e rebolar na minha cara, eu tentando praticamente penetrar ela com minha lingua forçando minha cara contra aquela bunda virgem deliciosa, tanto q ela acabou deitando e ficando de bruços. Sou louco por essa posição e não aguentei. Apontei meu pau pra baixo pedi pra ela separar as pernas e finquei minha estaca grossa e quente na buceta dela.

Confesso que não estava com muita paciencia e apesar de devagar eu fui penetrando sem parar até bater minhas bolas. Percebi o corpo dela arriando e mordendo o travesseiro. Parei um pouco me debrucei e comecei a beijar sua nuca, sua orelha e a fazer pequenos movimentos de vai e vem.

-"Me come vai seu vagabundo, me arromba inteira seu safado, tirou minha virgindade vou vir aqui toda noite e vai ter que me comer inteirinha! Vai mete!"

Pronto tinha tirado o cabacinho da minha cunhadinha e transformado ela numa safada. Não deu outra meti sem dó mesmo, afundei a coitadinha na cama, joguei todo meu peso sobre ela que se contorcia toda e empinava a bunda dela pra sentir meu pau totalmente atolado dentro da buceta dela.

-"Me come vai me come de 4 e goza dentro de mim! Me puxa pela cintura!"

Nossa fiquei louco louco, não quis nem saber de nada, metia forte mesmo, a cama tava denunciando agente e pra piorar eu dava tapas na bunda dela todo inconsequente. Qdo senti o gozo chegar montei em cima daquela cachorra no cio jogando a cada estocada meu peso sobre ela e ainda puxando o cabelo dela pra trás! Gozei gozei gozei o gozo não acabava e a bucetinha apertadinha dela transformou o gozo em delirio!

Cai em cima dela sem forças nenhuma, tentei abraça-la mas ela logo se levantou, procurou as roupas dela se vestiu e foi pro banheiro. Tentei espera-la acordado mas capotei de cansaço e sono.

Acordei assustado pois estava nu e minha namorada já se esfregando em mim. Pensei no meu pau todo sujo e o lençol tambem pois tinha tirado o cabaço da irmã dela, mas qdo levantei percebi que não tinha mais lençol e que meu pau estava limpo, a minha cunhadinha tinha cuidado de tudo já.

Realmente acordado então parti pra cima da minha namorada...

Espero que gostem,

Abraços a todos!


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Casaltt a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
13/03/2011 02:10:06
mentiroso descarado
24/12/2009 04:06:42
A Bia tinha pelinhos no início; depois perdeu os pelos, foi?
02/05/2008 10:26:08
gostei do conto, embora um cabaço mesmo sendo bem preparado, doa um bocado! parabens pelo conto
05/04/2008 15:03:58
O conto é bom. Mas fica o alerta quanto a relatos envolvendo menores de idade... http://ana20sp.sites.uol.com.br
03/04/2008 08:17:47
Vc é danado hein!!, se for verdade mesmo. PARABENS, caso não seja, tudo bem, seu conto é muito bom.

Online porn video at mobile phone


conto erótico Levei minha mulher na pescaria da perdiçãoxnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachosexo na madrugada prudentinaseminarista transa colega de quartoconto erotico gay com padrasto velho coroa grisalhocontos eróticos_-fio dental ai ui oh fode contos irma criaçao fudendo namoradogoza corno na pungeta que vou gozar nesta rolonaginecologista contos novinha bucetaCONTODE INCESTONU CUcontos pornos sexo amado cabra do pau grandemeninas novinhas galeguinha indo até o chão de calcinha fio-dentalsexo explicito sogro de olho nanora de fio dentalcalçinhas dentro dos reguinhos da buceta e do cucontos eroticos filha novinha fazendo uma chupeta pro seu pai do pau de trinta centimitroxnxxxxvibeocomxvidiocasada se fudeu na camahttp://porno contos eroticos meteu e gozou dentrocomjj ninha irma todinha pornonovinha 18 aninhos foje pra cama do papai pra trepax vídeos a empregadinha galeguinha u vei comendo nu so facontos eróticos minha esposa bebeu porra no leite sem sabercontos eiroticos leilapornconto erotico tio salva vidaconhada batendo ponheta escodidaminha vizinhançaxvideosconto arebentei cu velha gordacontos eróticos de esposa meu amigo na garupa da moto delasexo dormindo mesma cama mae se rendeu as caricias do filho cunhada morena cabelos enrrolado arretada ela grita mas picudo atoxacasa dos contos gay brincando de se escondecaete na porca pornonovinha dado cu viguimulheres fudendo na obra fqwaposa gostosa de mini saia arretando amigo do marido so de sainhafrutaporno manorada e cunhada da o cu pro cunhadocontoerotico eu namorada mae e tiocontos eiroticos leilapornporno irmãos quege são fragados pela mãexvideos coroas enpegada faxineira limpando a louça e o patrao chega em casa e acaba fazendo sexo com elaporno.mae.estrupra.finhaContos eroticos incesto com titias e crentesContos me foderam muito por perder a apostaconto erotico pego usando calcinhaxvideos minhonsinhogay sendo estrasalhado sem querer xvideos.comdesenhos pornô caipiras no vídeo nnxx e comadre da o c****** para o vizinhohomem chupando mulher que cor de roupa que insistir vídeo soca peladacontos sexo pecado incestuosocontus estupro de novinhascontos eroticos de cm fuder uma velha mocambicanaconto gay contei pra ele que queria dar pra elecomjj ninha irma todinha pornoconto erotico minha filha fasendoxixicontos eróticos cuzinho da mendigapauzao para meu marido e eu, exibidacontos erotico de puta querendo rolaesesso de leite no cu www.putariabrasileirabaixar pornô mulher casada dando o cu para o marido e pedindo para amiga morder seu grelinhoporno caiçaras mae tia rabuda transando primoEu Queria arranjar uma queria que passasse um filme para mim né e mulher pelada para mim entendeucontos erodicos comi minha netacasa dos contos eu mudei por ela 2 marisXVídeos mulheres de baby doll calcinha quando a pele já mostrando para os visitantesanimopron.com lara umcavalotia insistente anal contossafada se solta no swing contoscontos eroticos verdadeiro minha namorada so deichava eu surra o pau na sua bundaxxvideo as cordeirinhasporno novia nai aquetando 2 negro