Não resisti e transei com a nova esposa do meu pai

Um conto erótico de Filho desnaturado
Categoria: Heterossexual
Data: 09/02/2006 18:21:24
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Infelizmente nem tudo é perfeito e digo isso, pois trago na consciência a dor de ter traído meu pai e transado com minha madrasta. Não estou aqui para inventar histórias, por isso vou retratar a realidade dos fatos com maior brevidade possível.

Meu pai tem 45 anos, é um cara bem sucedido, relativamente bonito, nenhum corpo atlético, carrega consigo um certo charme, digamos que faça o tipo “tiozinho vaidoso e charmoso”. Após separar-se de minha mãe ele acabou conhecendo a Fernanda, 27 anos, loira, cabelos longos, magra, bunda deliciosa, seios durinhos, mas não tão bonita de rosto; no começo imaginamos tratar-se de uma garota de programa, mas após conhecermos sua família concluímos que não, éramos contra o casamento, mas mesmo assim ele casou. Por incrível que pareça sempre julguei tratar-se de uma relação estranha, nunca confiei na garota, na verdade acho um disparate a diferença de idade entre os dois, de qualquer forma, passei a notar que de 6 meses para cá sempre que visitava meu pai, a Fernanda direcionava com maior intensidade suas conversas para mim e quando meu pai ausentava-se da sala eu sentia que ela deixava rolar um certo clima entre nós; no começo achei que estava louco, até porque tenho namorada, a Fernanda sabe disso e além de tudo sou filho de seu marido.

Tudo aconteceu no último sábado, era meu aniversário, precisava pegar minha câmera digital com meu pai, pretendia bater algumas fotos no decorrer da festa, quando cheguei ele estava retirando o carro da garagem, já de saída, disse que não havia ninguém em casa, me deu as chaves e pediu para que eu pegasse a máquina na sala, pois estava com pressa, tinha uma reunião marcada, me cumprimentou pela data e disse que me encontraria à tarde, nos despedimos e entrei, fui até a cozinha, abri a geladeira, tomei uma água gelada, peguei a máquina e já estava saindo quando para minha surpresa a Fernanda chegou, ela disse que como meu pai tinha compromisso, saira para comprar meu presente mas esquecera o cartão de crédito, eu agradeci e respondi que já estava de saída quando ela resolveu me convidar para conversar; sentamos na sala, ela começou a falar sobre meu aniversário, perguntar como eu estava, meu namoro e outras coisas mais, em determinados momentos nossos olhos se cruzavam mas eu buscava evitar tais encontros a todo custo, foi quando percebi que ela estava muito gostosa, tinha uma calça jeans agarrada em sua cintura apresentando toda silhueta de sua bunda, uma camisa branca um tanto transparente que destacava seus seios, um batom vermelho e brilhante que me deixava estonteado de tesão por àquela boca e um salto alto que lhe dava um certo ar de potranca, não houve jeito, meu pau endureceu...mesmo assim eu me contive, lutando com todas as forças, até que não resisti e durante uma de nossas trocas de olhares eu não fugi e travei meus olhos em seus olhos, senti um frio incrível na barriga e para minha surpresa ela correspondeu ao meu olhar...na hora eu pensei ‘ferrou, não vai dar para segurar”, perdi o controle, levantei e sem rodeios fui em direção à sua boca, ela não esboçou resistência, me agarrou e disse que já esperava por aquilo, que eu era muito bonito e que não conseguia mais disfarçar, nos agarramos e comecei a beijar aquela boca gostosa com toda vontade do mundo, beijava e mordiscava seu pescoço, agarrando-lhe forte pela cintura, eu estava de moleton e sem dificuldades ela já embrenhou suas mãos em minha calça e passou a apertar o meu pau, foi loucura total... nos jogamos no sofá e ardíamos sexo, tirei sua blusinha e passei a mamar naqueles peitos gostosos, ela gemia e tirava minha camisa mordendo e lambendo vagarosamente meu tórax, ela retirou os saltos, desabotou as calças, pude ver sua calcinha branca de rendinha, tudo que eu pensava era “que merda estou fazendo?”, mas não podia me segurar mais, abaixei sua calcinha vagarosamente, me ajoelhei e passei a sugar aquela vagina com todas minhas forças, seus pentelhos estavam tingidos de loiro, eu sugava sem parar, mordiscando e saboreando com a língua aquele clitóris maravilhoso, eram gemidos e mais gemidos até que pude sentir ela gozar, ela gozou na minha boca! Eu não acreditei! Ela relaxou gostoso por alguns segundos, pediu para que eu levantasse, se ajoelhou na minha frente (meu pau pulsava e já vazava porra de tanto tesão), olhou para minha rola e de uma só vez abocanhou meu pênis, engolia freneticamente meu pênis e alisava minhas bolas sem parar, eu sentia a cabeça do meu pau bater contra aquela garganta, mas ela não parava mesmo engasgando, ela não parava, parecia que não via uma rola há séculos, nesse instante eu disse “ VOU GOZAR!” sem rodeios ela respondeu com meu pau na boca “GOZE, MAS EU QUERO NA BOQUINHA”, eu não acreditei, minha madrastinha era uma vagabunda perversa...a essas alturas eu já havia esquecido meu pai e sem dó eu soltei um jato potente em sua garganta, minha porra corria por seus lábios, ajoelhada, de baixo para cima ela olhava para mim, esboçava um sorriso de safada e lambia meu pau de um lado para o outro, aquilo me deixou indignado, mas eu queria mais e sem culpa eu a deitei debruço no apoio do sofá, pude por trás vislumbrar aquela vagina, era fantástico, que buceta maravilhosa, inchada, volumosa, molhadinha, me esperando, eu sentia o cheiro daquela buceta, eu sentia o meu caralho ainda duro e louco para penetrá-la, novamente não me contive e de uma só vez enfiei com tudo, com força... então ela gemeu e gritou “fode! Fode! Fode sua cadela! Era isso que o filhinho do papai queria, não é? foder a madrasta putinha! Soca tudo! Soca a rola!” eu não acreditava no que ouvia, mas sem dó comecei a dar fortes tapas em sua bunda e violentas bombadas contra sua vagina, sentia aquela bucetinha apertada, quentinha, molhadinha, agasalhando toda a minha rola, meu pau voltava a tomar força, eu sentia ele potente dentro dela, ouvia gemidos, ela xingava, gemia, me lavava completamente com o liquido que provinha daquela vagina, eu sentia ela totalmente excitada prestes a gozar novamente e foi o que aconteceu, ela gozou! Gozou gostoso! Gozava e sussurrava ”tesão!tesão! pau grosso, forte e gostoso! Soube me foder! Puto! Seu puto, filho da puta!me comeu, como se come uma vagabunda! Filho da puta gostoso!”. Eu ainda não havia gozado pela segunda vez e aí resolvi judiar, coloquei ela de pé rente a parede, de costas para mim e sussurrei em seu ouvido “quem brinca com fogo sempre acaba se queimando, eu quero o cúzinho”, ela disse “não, o cuzinho não”, deitei a putinha de quatro no chão, agarrei sua nuca com uma das mãos e com a outra apontei o meu pau em seu cuzinho, ela repetiu “não! o cuzinho, não!”, mas eu não tive compaixão, enfiei a cabeça da rola, ela gritou baixinho, forcei, entrou à metade, forcei com tudo, ela gritou e meu pau entrou por inteiro, era um cuzinho todo apertadinho, gostosinho, agarrei em seus cabelos, forcei sua nuca contra o chão e passei a bombar naquele rabo com força, com potência! Eu batia violentamente contra aquela bundinha e percebia o quanto ela gemia de dor, mas não parei, aquele era o castigo por ela estar traindo o meu pai, ou seja, levar toda minha rola no cuzinho e agüentar, mesmo lacrimejando agüentar! Aos poucos o tesão foi tomando conta de mim, eu dava tapas em sua bunda e gritava “Vai puta! Chora! Ta gostando de levar a rola do filhinho do papai? Vai puta! Chora com toda a minha rola no seu cúzinho! Segura essa vara vagabunda!”, era a minha vingança contra aquele cú apertadinho, não tive dó, arrombei todo aquele cuzinho até que explodi em um gozo tremendo! ejaculei, eram jatos e jatos de porra a penetrar aquele cú, quando puxei minha rola para fora, observei minha porra à escorrer por sua perna, foi muito bom. Após o sexo não falamos nada, permaneceu um silêncio, um vazio, ela disse que me ligaria, eu disse que precisaríamos ter cuidado, ela disse que minha namorada era uma menininha tola e infantil, mau havia saído das fraldas e não era mulher para mim, disse que eu precisava de uma buceta de verdade..., tudo que se passava pela minha cabeça “aquilo era uma loucura...loucura”

Não sei como consertar meu erro, mas sei que errei. Se estivesse no lugar de meu pai, não gostaria que meu filho fizesse isso comigo, mas aquela puta me descontrolou, não consegui conter o meu pau, agora entendo porque as mulheres dizem que homens pensam com a cabeça de baixo.....estou ferrado, o que fazer para reparar meu erro? O que fazer para não trepar naquela buceta novamente? Meu pai casou com uma vadia, eu comi essa vadia...o que fazer? A puta me liga quase todos os dias, tem me assediado e não sei o que fazer para desvencilhar da situação...o que fazer?


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Super Ganso a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/08/2009 17:24:11
come a filha daputa logo se ñ eu mesmo faço, falei e disse
06/07/2008 21:41:02
Se é verdade. Não sei. O que eu sei é que se fosse verdade e isso acontecesse comigo perguntava para ela se era só sexo ou apenas amor. Se fosse só sexo teria que continuar. Não tinha jeito. Se fosse amor. Ai se fosse amor teria que arrumar forma de meu pai conhecer outra mulher e que ele ficasse afim de se separar desta actual para eu ficar com ela. Se não dé-se desse mesmo teria que ser ela a largar meu pai. Falar que não gostava mais dele, que se tinha apaixonado por outra pessoa e que se queria separar para ele não sofrer. Aí ela ficaria um tempo, como se tivesse meditando, e depois falaria para meu pai que se tinha apaixonado por mim. Que só soube realmente o que era amar alguém depois de me conhecer. Dizia também que achou estar apaixonada por ele, mas o que sentia por ele era um carinho muito forte e aquele tesão que sempre teve por homem mais velho. Mas depois tinha muitas coisas que faltava em meu pai, mas que em mim ela achava. Espero que tenha ajudado as minhas palavras!!!
Roludo
21/02/2006 23:26:05
Ganso acho que vc e uma BICHONA
Novo usuário
13/02/2006 14:18:41
Faz as coisas depois se arrepende,continue comendo a madrasta pq ñ é todo os dias que aparece um dessas...aproveite..
shena
12/02/2006 01:30:35
mentiroso
Ricardão
11/02/2006 18:14:23
Muito BOM!!!
Alexandra
10/02/2006 19:00:07
concordo com o tal do todo mundo sabe. agente sabe que os contos nem todos são reais, mais dai a um cara usar o espaço pra fazer todos de palhaço e inclusive se passar por varias pessoas inclusive mulher e foda. Olha eu até estava achando ele interessante mas depois desta atitude de criança eu vi que é um merdinha.
Super Ganso p/ Todo mundo sabe
10/02/2006 18:43:44
Obrigado..obridgado!hehehe
Lisa2 para Ganso
10/02/2006 18:36:45
Que inveja! É que eu tava aqui na^platéia da paquera e fiquei curiosa ehhehhe
todo mundo sabe
10/02/2006 18:06:57
PUTA QUE PARIU O FILHO DA PUTA DO GANSO E A VACA DA DRICA SÃO A MESMA PESSOA. SÓ OS FILHO DA PUTA DO GANSO QUE SUBESTIMA A INTELIGENCIA DE TODOS AQUI. ALIAS ESTE FILHO DA PUTA ESCREVEU UM CONTO E DEPOIS VOLTOU E FALOU QUE ERA MENTIRA E QUE ELE QUE TINHA CRIADO ISSO TIRA O TESAO DE LER O CONTOS SEU FILHO DA PUTA, VAI DAR 1 HORA DE CU VAI!!!.
dricap/super ganso
10/02/2006 17:43:04
qualquer um desde q ñ seje longo d+.
Super Ganso p/ Drica
10/02/2006 17:38:39
Super Ganso p/ Drica Vc quer um conto veridico ou prefere deixar por conta da imaginação?
Super Ganso p/ Drica
10/02/2006 17:38:05
Vc quer um conto veridico ou prefere deixar por cotna da imaginação?
dricap/super ganso
10/02/2006 17:35:50
escreve então,um conto super excitante para eu ler,esse espaço ja esta curto demais,ok?vou aguardar.
Super ganso p/ Drica
10/02/2006 17:33:45
E ontem? Transou com o maridão e pensou em mim?
Super Ganso p/ Drica
10/02/2006 17:32:37
Sou eu fofucha...é que hoje eu tô bonzinho!
dricap/superganso
10/02/2006 17:30:44
conheço o super ganso,e definitivamente ñ é vc.vc é copia.
Super Ganso
10/02/2006 17:14:29
fofucha...fofucha...vc é casada...tá com saudades de mim? O que vai dizer para o meu arqui rival, ou seja, seu marido? Como vai explicar que tem sentido saudades do seu gansinho fofucho?
dricap/super ganso
10/02/2006 16:29:46
pela primeira vez senti saudades sua.bye!!!
dricap/super ganso
10/02/2006 15:51:30
agora em meu relogio são 14:35,talvez vc ñ esteje no site agora,so quero saber se vc tem msn,se tiver quero q vc me adicione,falou?

Online porn video at mobile phone


cuiada provoca cuiado d xortiu de dorminovinho filho contoerotico cnnxvideos encochei mha irma na festarelato erotico cheirei a calcinha gozadao DIU forçando a sobrinha chupar o pau delenovinhas as srnas apertas cachorrolevei a minha noite também nua da filha me trata nua mandando minha pelada nua e vizinha tá na loja com meu pequenohttp://contos eroticos rasgaram minha buceta e meu cu branquelovideos caseiros de estrupos de vuneravrlcachorro tapete lamber ppkmargarinas na buseta e no cuMenina asusta com tamanho da pica saindo dabucetadamaexvideo novinha reclama quando sente pica entra travada ela grita pra tira ta tuendovidei porno de nivinha cendi estrupada por negraoler contos eroticos menagepornosacanaxsonho meu sobrinho transado comigoNando Mota-Casa Dos Contos Eroticos| zdorovsreda.ruHistórias Eróticas de velho com siliconadaconto erotico de minha titia rabuda nua do rabao la em casa de sainha curtaDei para meu irmão novinho contos eróticoseu quero uma mulher metendo com dedo e g****** jogado para fora piscando o c*Contos eroticos minha esposa na praia de nudismoincedto mae forcando filha a dar o cuzinho pro padrasto arrebentar as preguinhasconto gratis branquelo chupou a buceta da mulatacontos eroticos com novinhas atiçadaschicao corno submisso ao negao 4 conto cornocontos sobre chantagiei minha tia e q comienfermeira tarada fudendo com seu pascienteconto eróticos marido manda o cara irá cortar a forçavideos esposa convida a comadre pra fazer suruba com maridoponodoido padrasto fudeno a enteada dolada da mãegarotinhos sendo asediados por mulheresConto erotico com penis pequenoxvido molhe faz morido trasa com ela e a amegraminha vadia aprontou comigo mas pago me dando cuconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancoconto erotico velha casada banca negao pirocudoeu mostro a Deus e o Diabo que eu como esse comer aquikkkkenrabada pelo negao contosesposa linda apanhando de2machoscontos eroticos de senhoras peidadonovinha dando o cu e a buceta e convesando com voz de tesaoxvideoconto gay contei pra ele que queria dar pra elevoleiexcitadogostosa infia bolinha explovisa na buceta e vai treparcache:ldh9BdSAKNMJ:gtavicity.ru/texto/201703301 entregei uma pizza e mepagou com boquetecontos erotico de puta querendo rolacorno manso otario contosvideo cooelho mamano no homemm zoofiliadormir em clchao sujo sem cueca fere o peniscontos porno de incesto, interior da bahia com o irmao acidentado de moto, contos pornoNovinha reboa gostosa yotubAs Panteras pornô padrasto fode enteadqeabrir vídeo de pornô de negão mongolóide metendoeu, minha namorada, mae e tio contoeroticocontos eroticos sou novinha e vi meu pai fudendo com minha mae e ele tem uma tora gigante e eu provoquei ele ate ele me comer ele me deichou arrombada mas gosei muitoPegadinha rolando xsvidioLuana da nova temporada do quadro rola ou enrola em porno tia dando uma licao no subrinho por ir mau na escola xvideos videosdois gatoto tarado xvidioaprendeu a gostar de pica com mulherXsvideos exibindo o pau pras mulheres mo metroX video comendo ninazinha menor 18o croch me cumenocontos eroticos padre nao e homem o substitutoflagra convecendo a enpregada fazer sexoIconto erotico noiva mal comidavídeo de sexo cazeiro com novinha tranzando co padrasto. e ele fala pra rla fica quieta para mae não ouvirxvideo irmã frsga irmão tocano ums punheta nao sguenta de tants tesao e pede para ele rnfia a pica nelaContos irronicos fodendo a minha namoradowww.tatarada.com/garotinhas com xota apertada libera para roludovídeos grátis novinhas akita gritando de dor ao ser penetradacontos eróticos minha esposa queria saber do apelido do meu amigo negaoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaconto gay guilherme e felipevarios roludos comendo a mocinha no campoConto erótico de corno msconto erotico huntergirls71deixa eu por só a cabecinha, conto eroticoapaixonado por dois brutamontes da faculdade 12surpreendi mamae a ser comida pela vizinha boazuda conhtosobrinha degosa contosxexo porno menino dado umaio namenina infiando odedo nabucetinha delaeu virei mariquinha de negão xvideos gayamamentando os meninos na praia contos eroticocontos eroticos, isso chupa meu peito esfrega meu grelinho faz sua putinha gozar"mete só um pouquinho"Soquei fundo o consolo na mamae gostosaconto erótico pomba gira conto erotico huntergirls71Conto erotico de coroa casada chupano novinho da frente do marido velho brochavidio g demenor marrentobonezinho é bem novinha pornô abrindo a sua x********mulequespauzudoAutor do padre. Não é. Homem contos. EróticosXVídeos cavalgando papai notado fininho fininho