Minha mãe tirou o cabaço do ajudante de pedreiro

Um conto erótico de Tiago
Categoria: Heterossexual
Data: 04/09/2005 22:05:11
Nota 7.75
Assuntos: Heterossexual

Meu nome é Tiago, tenho 15 anos, moro em Goiânia e esta história aconteceu no final do ano passado, quando reformamos a casa. Estávamos reformando o banheiro e o quarto da minha mãe, e estavam trabalhando diariamente aqui em casa três predreiros de confiança do meu pai. Só que um dos pedreiros de vez em quando trazia o filho dele, que tinha mais ou menos a minha idade, pra ajudar, acho que pra já ir aprendendo a profissão. Os três eram negros, meio baixos mas bastante fortes e já na casa dos 30 anos. O moleque tb era negro, mas já era mais alto que o pai e muito forte também. Acho que tudo começou quando comecei a reparar que os pedreiros sempre ficavam secando muito minha mãe, que sempre foi muito bonita mesmo, loirona, alta, corpão. Me incomodava um pouco, mas não deixava de achar normal, ela sempre foi muito bonita mesmo. Os caras só disfarçavam quando meu pai tava por perto. Mas ela nunca dava bola nem fazia nada de mais, e eles ficavam só no olhar mesmo. Ela nem costumava usar roupas muito reveladoras nem nada. Mas teve um dia que fiquei meio com raiva. Cheguei em casa do colégio à tarde e não tinha ninguém em casa. Meu pai e minha mãe trabalhando, a empregada na cozinha e os caras lá reformando. Estava indo num armáriozinho perto do quarto da minha mãe que estava sendo reformado pegar qualquer coisa quando escutei a conversa dos pedreiros e parei. "Po, a dona Beth é muito gostosa, não é não?" "To ficando louco com aquela bundona, é muito gostosa...vontade louca de comer aquele rabão" "e ela é sempre tão legal com agente... será que ela libera pra gente?" "Sei lá homem... quem sabe? O coroa já é meio velho, acho que num dá no tranco mais não... ela deve tá precisando hehe..." Fiquei com raiva, desisti de pegar o que quer que fosse que eu ia pegar e fui pro meu quarto. Depois desse dia comecei a reparar e ficar com raiva de qualquer contato que os pedreiros tivessem com minha mãe. E eles estavam sempre perguntando alguma coisa sobre a obra pra ela, e ela sempre acompanhando, e eles sempre devorando ela com os olhos, e comecei a achar que ela percebia e na verdade gostava disso. Mas o foda mesmo foi mais ou menos uma semana depois disso, quando cheguei em casa mais cedo porque não ia rolar o futebol de sempre à tarde. O carro da minha mãe estava em casa. Era pra ela estar no trabalho... perguntei pra empregada e ela disse que minha mâe tava no quarto, vendo como tava ficando a obra. Perguntei se os homens estavam lá e ela disse que não, o que já me deixou mais aliviado. Fui para o quintal botar comida para o cachorro quando ouvi vozes vindo do quarto reformando, parei pra escutar e percebi que era o moleque ajudante que tinha voltado pra pegar uns materiais. Fiquei olhando escondido pela janela do quarto que dava pro quintal, pra ver se ele fazia alguma coisa ou se ele ia também ficar comendo minha mâe com os olhos. Eles tavam conversando qualquer coisa sobre a reforma quando minha mâe disse que queria ver alguma coisa e subiu numa escada que tava lá. Nesse dia, ela tava usando um vestidinho azul que ela tem, desses bem leve, de verão, bem curtinho. Deu pra ver que o moleque ganhou uma baita visão das coxas e mesmo da bunda dela, pq o vestido era muito curto. Fiquei com mais raiva ainda pq o moleque ainda se ajeitou um pouco pra frente pra ver melhor, e ela ficou lá em cima falando qualquer coisa de costas pra ele mais ou menos um minuto. Quando ela desceu, virou pra ele, olhou com uma cara meio estranha pra ele e falou: "Que isso menino? Ficou animado assim só por que eu subi na escada?" O moleque devia estar de pau duro, não dava pra ver. "Que showzinho você ganhou, hein? Nem tinha reparado que dava pra ver alguma coisa...e logo hoje que to sem calcinha por causa desse calor infernal...vai te faltar sangue na cabeça desse jeito menino hehe..." Não gostei nada da minha mâe rindo e brincando assim com o moleque de pau duro pra ela, mas ele respondeu meio sem graça "É que a senhora é muito gostosa, não deu pra segurar..." tava indignado com aquela conversa, mas mais ainda com a cara de safada, um sorrizinho maroto na cara da minha mâe, dava pra ver que os olhos dela tavam brilhando olhando pro pau duro do moleque. "Vc me`acha gostosa, é? Mas assim não é justo, vc mê toda exposta e eu não vejo nada? Ah não, quero ver tb hehe..." O moleque não respondeu nada. "Vai, deixa eu ver o tamanho da sua empolgação hehe..." O moleque continuou meio sem graça, mas desabotou e baixou as calças, e botou o pau pra fora. Queria entrar naquele quarto gritando, xingando todo mundo e parar com tudo aquilo, mas tava paralizado, chocado com a cara de tarada da minha mae quando viu o pau do moleque. Parecia uma cadela no cio, os olhos brilhando de olhar pro pau duro do moleque, que tinha a minha idade, pior de tudo. "olha só, tá muito duro mesmo hein, tá até pingando. E como é grande, nunca pensei que seria tão grande assim, vc é tão novinho..." O moleque respondeu "É que eu nunca vi a bunda de uma mulher pelada desse jeito dona, ainda mais tão gostosa como a senhora...", "Como assim nunca viu, não acredito, vc ainda é virgem menino?" "Sou." "Ah, mas vc tá ficando muito velho pra ainda ser virgem... quer que eu te ajude?" O moleque balançou a cabeça positivamente, acho que não acreditando naquela situação tanto quanto eu..."Vem cá então vem, se preocupa não...vem cá vem, vc vai chupar minha bocetinha...tem que aprender essas coisas logo cedo..." O moleque se ajoelhou na frente dela, ela se apoiou num móvel e abriu bem as pernas, levantando um pouco o vestido e mostrando bem a bucetinha, que tinha só um filetinho de pelo em cima e raspadinha em baixo. O moleque caiu de boca, meio afobado, mas ela foi instruindo, ensinando mesmo "Calma, devargarzinho...chupa mais em cima um pouquinho... isso, vai.. devargazinho...gostosinho vai, chupa minha bucetinha chupa..." O moleque devia estar pegando o jeito, porque ela começou a rebolar que nem uma louca na boca dele, agarrando a cabeça dele e forçando a buceta contra o rosto dele, num vai e vem frenético. Acho que minha mâe já ia gozar, quando parou e falou "agora é a sua vez, sua recompensa por ser um garoto tão obediente...levanta" O moleque se lavantou e ela que se ajoelhou, pegou com vontade no pau dele e botou tudo na boca, e isso pq era grande. Não podia acreditar naquela cena, minha mae com aquele pau na boca, se deliciando, se lambuzando com vontade. Por maior que fosse minha raiva, nessa hora meu pau ficou duro. A boca dela cheia com o pau dele, fazendo aquele volume nas bochechas. Depois ela tirou e ficou lambendo só a cabeça, gemendo que nem uma puta o tempo inteiro. Descia até a base e subia, banhando o pau dele com a língua. Depois começou a esfregar o pinto dele na cara dela toda. Nas bochechas, na testa, na boca e no nariz, ficava esfregando com força e batendo com o pau na cara toda, gemendo horrores que nunca pensei que minha mãe falaria "Hum...que pica gostosa" e abocanhava de novo "Hum...hum..." lambia mais, "que delícia essa sua pica dura...hum..." De repente o moleque explode na cara dela, jorrando porra e mais porra na cara dela toda. Ela parou e ficou apertando o pau dele bem forte, espalhando a porra pela cara toda, gemendo que nem uma vagabunda. Ela falou "Deita ai, deita, antes que meu garotão virgenzinho fique mole, vai...", o moleque deitou e ela sentou no pau ainda duro dele, sem tirar o vestido,só segurando ele um pouco pra cima, com muita facilidade, de tão molhada que ela devia estar, escorregou pra dentro mesmo. Ela estremeceu e fechou os olhos "hum...que pica gostosa...tá sentindo tá... ela dentro da minha bucetinha... bem gostosa..." o moleque não respondia nada, só pegava nos peitos dela enquanto ela se contorcia no pau dele. Ela gritava e rebolava sem parar, até gozar numa força assutadora. Quando achei que aquela putaria toda tinha terminado, ela saiu de cima e ficou de quatro "Vem, garotão, me come de quatro vem...me fode que nem uma cadelinha..." Levantou o vestido até as costas, empinando aquele bundão pra ele, com a bucetinha escorrendo os líquidos do gozo dela e com o rabo piscando. O moleque se levantou em dois segundos e ficou cutucando com o pau o rabo dela, querendo comer o cuzinho "não...aqui meu querido..." Ela pegou o pau dele e direcionou pra bucetinha. Ele estocou com força de uma vez e recomeçou a foder minha mae, que agora gemia "isso...fode sua cadelinha...goza dentro da sua cadelinha goza, quero sentir essa porra gostosa dentro de mim vai..." Foi a senha, não deu cinco segundos e o moleque jorrou de novo, dessa vez dentro dela, deu pra ver pq ele parou de meter nela e começou a escorrer da buceta dela a porra, pelas coxas e pingando no chão. E minha mae gemendo, ainda meio que forçando a bunda no pau dele. Eles ficaram assim, parados uns dois minutos... Minha mãe saiu, se levantou e falou "Pronto, chega né? Acho que vc já se satisfez, e já perdeu esse cabacinho seu que tava na hora, né? Pode ir embora agora" Ela se recompôs e ainda deu um beijo na cabeça do pau dele antes dele se vestir e ir embora com a cara mais safada do mundo, enquanto ela foi tomar um banho. Mais tarde ela me viu e presumiu que eu não tinha visto nada e quando meu pai chegou ela agiu como se nada tivesse acontecido. Já tive muitas vezes vontade de contar pra ele, mas não consigo, fico com muita vergonha, não sei como fazer. E ela nunca mais deu pro moleque, pelo menos que eu saiba, e olha que eu fiquei em cima depois disso tudo. Mas não consigo mais ver ela com os mesmos olhos, não depois de ter visto ela que nem uma puta tarada, fazendo o que ela fez e falando o que ela falou...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/06/2014 19:59:26
top
06/06/2010 03:21:16
Cara se eu foçe vc, mano eu entraria lah e pegaria os dois na pancada.
05/05/2010 18:55:39
garoto vou te dizer uma coisa, eu tenho 23cm de pura pica fala pra sua mamae me add
20/10/2009 06:37:46
Entrega esta vagabunda pro seu pai, apesar de ser tarde, se fosse eu eu entrava no quarto e queimava o muleque na bala.
24/08/2009 05:47:11
Queria uma dessa pra comer gostoso. Adoro comer as casadas cujo marido não compareçe....Como com gosto, tesão carinho e vontade, se der o rabinho então huuummm....Se alguem de São Paulo, capital ou interior,quiser minha pica de 20 cms meu e-mail é
24/08/2009 05:43:04
queria uma mãe dessas pra fuder gostoso com meus 20cms de pica dura
17/08/2009 23:15:09
Este é um relato que assimilo como possivelmente verdadeiro. Todos os detalhes são perfeitamente inerentes às pessoas envolvidas. Nãp cabe crítica a ninguém, o filho vai saber disso com o tempo, não deve sentir culpa por nada, nem mesmo por ter ficado de pau duro, é natural aos 15 anos no ápice do tezão. Que tenha a mesma sorte de encontrar uma mulher, que assim como a sua mãe, entendeu a situação e sabe da real importância para seu próprio égo e para o garoto até então virgem, que é um começo bem começado. Ela não foi nem é menos esposa do marido por ter ocorrido o momento circunstancial, e muito menos uma boa mãe. Ela foi incrivelmente mulher, e nisso ela está de parabens. Gostei muito deste relato. Nota 10. Deixo meu e-mail para quem quiser tc
17/08/2009 23:00:00
Éo primeiro relato que interpreto como possivelmente verdadeiro. Tudo é muito coerente e nenhum dos perssonagens merece receber algum tipo de crítica. Aos 15 anos o tesão smepre fala mais alto
18/10/2008 03:24:10
um conto regular,não foi cativante,mas conseguir perceber que vc tem potencial,para escrever contos que possa marcar o leitor duma maneira que dificilmente esqueça.que não é o caso deste.aguardo outros contos seu.nota 2
22/09/2008 11:06:42
q nojo
19/03/2008 18:23:04
cara na minha cidade sou conhecido como o comedor de mãe e fcaria satisfeito se passassse me email para sua mae
19/03/2008 18:23:01
cara na minha cidade sou conhecido como o comedor de mãe e fcaria satisfeito se passassse me email para sua mae
edgar
05/07/2006 01:33:36
acho q sua mãe eh livre pra fazer p q ela quiser cara, vc tem muita sorte cara, eu daria a maior força para minha mãe se ela quisesse dar p/ alguem ou um amigo meu, ver a mão transando não acontece todo dia. aproveite cara.
Neguinho pedreiro
19/02/2006 02:27:17
Olha cara eu nao tive culpa hein foi ela quem quis
ai
08/02/2006 15:01:31
c tu ta perdendo tempo pede pra tua mãe tirar o teu cabaço tambem
Dra Sarah - Psicóloa
07/02/2006 21:39:35
Seu problema é muito comum. Vc sofre do mal de comeram mamãe e nem toraram meu cuzinho. Simples resolver.... libera seu cuzinho garoto. Quem gosta de tu é rolla.
marcos
28/01/2006 22:56:01
nada
nem
25/01/2006 21:21:18
q vaca a sua mae hein
pedro
24/01/2006 17:25:47
nossa cara deixa eu cume o cu dessa sua mae gostosa vo fase ela jeme ate
alcione
20/01/2006 16:52:50
não li direito mas vou ler e comentar ok?

Online porn video at mobile phone


miaesposa.trepanucontos de sexo no carro com um cara aiii metiii maisSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaxvidio porno mulher é Chapada ante goza muitoMeu marido espera na sala enquanto sou arrombada na cama delecontos novinha bunduda e sogro tarado e pauzudoginecologista sedou e violentou pornocasada e crente contosSOU CRENTE Fui encoxada no ônibusdei pro meu sobrinho contos eroticosConto erotico gay traficante funkaperntando bunda videomeu namorado quer fazer sexo comigo menstruada conto eroticomeninas virgens engatada varias vezes com caes na zoo contos eroticosminha enteada fez sexo comigo doidona de cervejammulheres contando qe 03homens comeram suabuceta em frente a seu maridocdzinha quer ser empregadinhaXvideo irma uza massage para seduzircontos eroticos empregada idosa e a patroaxvideo corno filma esposa bebendo caldinho na cabeçacontos eroticos meu pai me comeu quando estava dormindo wattpadnovinha g****** pelo c****** o carbono tudo no c* dela e ela gritabolinei amigo ate ele mi daver só putinho brasilero se cumendo gemendo muintogozei na boca dela sem pedirmundobicha.historia de matuto brasileiroContos porno bucetinha da bisnetinhaquero ver pênis de homem buceta de mulher vídeo de safadeza unha sendo mortoNega de causinha mostrando a berada da bucetacontos eroticos menage bixvideos filmes antigo com mulatas fujonastirei a virgindade do meu irmão novinho contolenbi pinto bebi porraxvideos dotado resolveu medir o picaoNegrão.estrupando sobrinhavirgem a forca sem.os pai ver atras de casacontos eroticos tirei meu cabacinho com um consolopiroquinha durinha contosFlagrei minha filha de dez anos se masturbando fiquei espantada mas espliquei a ela o que estava acontecendo e encinei a se masturbar so qiue ela quere que eu faça direto agora corno brasileiro vendo sua esposa sendo emrrada pelo um picudosexo tesao caricia exitante gemido passadas de maos nos seiso na bucetagostosa safada senta toda arreganhada destraida na fente do padrastroarombei minha mae contos eroticos pornoAE cristal de futibol Amador de CristalinaEu confesso mimha cunhada fica muito bunduda de suplexmulher chora no cacete para cicatrizesimagens do negão enfiando o pinto na b***** da mulher que ela geme até a alma"noivo me liberou"metessao pai e filhanovinha nao aguento negao junento se contorseu de dorContos eroticos:Fui fodida por varios roludos no cinema chorei de dor e pedir para pararemprovoquei meu irmao so de calcinha e ele me arrombou todinhacontos eroticos sogras na praiavidio de pono gya com tio com briquendo polo cu do seu afilhado mundobichaxvideo novilhas jemeno na picacontoseroticos.vip/hetero/eu-minha-esposa-e-meu-amigo-da-adolescencia-parte-6/Meu padrasto comendo a vizinhaWWW.As Panteras.como inimigo do meu marido me comeumetendo com enteada nova E que gosto de uma quentinhax videos enpurou no lekecontos eroticos fode Frouxomorenas prudentinas goza.ndoos melhores vídeos de sexo de cachadaçofernanda puro desejo gamg bang contosmeu cunhado quer me chupar todinha e eu aceiteipezinhos suados e com chule contos eroticosquando a mulher e chantagiada e humilhadaA bunda do engraxatee'ncoxada no metrosexo dormindo mesma cama mae se rendeu as caricias do filho mulher ve cara batendo punhwta e pede pa chupar e beber