AMIGAS DA FACULDADE

Um conto erótico de gabi
Categoria: Homossexual
Data: 11/04/2005 21:50:58
Nota 10.00

Oi, meu nome é Gabi, tenho 20 anos 1,74, sou morena e modéstia a parte sou muito bonita e desejada. Vou contar uma experiência que me aconteceu a alguns meses atras e mudou minha vida completamente. Eu fazia o segundo ano de faculdade, morava numa cidade e estudava em outra. Tinha uma prima que também fazia faculdade, mas morava em uma república com outras duas garotas. Minha prima e eu éramos muito amigas e por isso ela me convidou para que eu morasse com elas na primeira oportunidade que surgiu. Logicamente eu topei na hora, pois seria ótimo morar e estudar na mesma cidade, além disso eu estava louca para arranjar um emprego e aquela era uma ótima oportunidade. Minha prima me levou pra lá na segunda-feira de manhã, me mostrou a casa que era bem apertada, porem muito organizada, e me disse que as garotas já tinham ido trabalhar e logo pelo meio-dia eu iria conhecer a Fabiana, porem a Fátima só trabalhava até as duas da tarde, depois ficava em casa até a hora da faculdade. Achei isso muito legal, pois eu não ficaria sozinha no período da tarde, então minha prima se despediu e disse que iria para o serviço, que era pra mim ficar a vontade e me habituar com a casa, que ela voltaria ao meio-dia. Fiz o que ela me pediu e desarrumei minhas malas. A casa só tinha dois quartos e eu ficaria no mesmo que a minha prima. Terminei de me acomodar e comecei a olhar a casa. Me deparei com o quarto das duas outras colegas e comecei a olhar as coisas delas. Nunca imaginei que ficaria excitada olhando as roupas íntimas de outras garotas, mas isso aconteceu, por isso até eu mesma fiquei assustada, então decidi tomar um banho e fiz isso, um longo e refrescante banho. Quando terminei já era quase hora do almoço, então fui para a cozinha e comecei a mexer nas panelas, queria impressionar as outras meninas. Não demorou muito e minha prima voltou, disse que o cheiro estava ótimo e que a Fabiana estava quase chegando, e não demorou muito ela chegou, era lindíssima, tinha um sorriso contagiante, ela me deu um abraço e disse que eu era muito bem vinda. Simpatizei com ela na hora, e já começamos a conversar enquanto terminávamos o almoço. Almoçamos e eu lavei a louça, minha prima logo saiu de novo e a Fabiana também. Logo eu estava novamente sozinha, arrumei a cozinha e sentei no sofá assistir televisão, foi quando a Fátima chegou. Ela era mais linda que a Fabiana, tinha um corpo perfeito e o volume de seu seio no decote me chamou a atenção. Ela me comprimento e me deu um beijo no rosto com um lindo sorriso, disse que era um prazer me conhecer e que seriamos grandes amigas. Sem pressa ela foi pra cozinha enquanto conversávamos, arrumou um prato de comida e colocou no microondas, ela me metralhava de perguntas, queria saber que curso da faculdade eu fazia, quantos anos eu tinha e até se eu estava namorando. Também não fiquei atras e lhe fiz várias perguntas. Descobrimos que éramos muito parecidas e que faseamos o mesmo curso só que ela era do primeiro ano, por isso combinamos que eu iria ajuda-la em alguns exercícios mais tarde. O tempo todo nos olhávamos nos olhos enquanto conversávamos. Depois que ela terminou sua refeição, disse que iria tomar um banho e logo viria para conversarmos mais. Eu estava um pouco perturbada pelos meus sentimentos, estava completamente encantada por ela e não podia de maneira nenhuma deixar de observar aquele corpo maravilhoso e eu tinha certeza que ela também sentia a mesma atração por mim. Ouvi o barulho do chuveiro ligando e imaginei ela nua tomando banho, aquilo me deixou muito excitada. Comecei a andar de um lado para o outro da casa, perturbada com aquilo que eu sentia, até que ouvi o chuveiro desligar e fui até a sala disfarçando o meu tesão. Alguns minutos depois ela saiu de toalha, e eu fiquei mais maluca ainda. Ela entrou no quarto e não fechou a porta, então eu podia vela da sala. Eu não sabia se olhava ou disfarçava, então ela tirou a toalha do corpo e começou a passar no cabelo. Eu olhava seu corpo nu e sentia um calor no meu corpo, minhas mãos suavam e minha respiração ficou ofegante. Ela parecia se mostrar para mim e desfilava pelo quarto de um lado para outro, então ela se sentou nua na cama, de onde ela também podia me ver. Eu disfarçava meu olhar, ora na televisão, mesmo sem ter a menor idéia do que passava ora admirando seu maravilhoso corpo. Quando eu á olhava, ela também olhava e sorria marotamente, como se tivesse pleno domínio do que estava fazendo. Logo depois ela vestiu uma camiseta bem cumprida e uma calcinha, e foi novamente ate a cozinha. Voltou logo em seguida e sentou-se perto de mim no outro sofá que ficava na sala. Não pude deixar de perceber o bico de seu seio por debaixo da camiseta, ele estava durinho. Ela começou a puxar conversa e logo eu comecei a me acostumar com a situação e ficar mais tranqüila. Só que dessa vez nos falávamos de temas mais picantes, como nossas primeiras vezes e sobre os rapazes mais bonitos do nosso curso. A essa altura nos já estávamos muito íntimas e falávamos sobre tudo, abertamente, nem parecia que tínhamos nos conhecido a umas duas ou três horas atrás. Depois disso eu disse que iria tomar banho e ela perguntou se depois eu iria ajuda-la nos exercícios e eu disse que com muito prazer, então fui paro banho. Foi o banho mais refrescante da minha vida, a água escorria pelo meu corpo deliciosamente e eu só conseguia pensar nas coisas estranhas que eu tinha vontade de fazer. Quando saí do banho ela estava me esperando no quarto dela. Eu, apenas de toalha, dei uma espiadinha, ela estava sentada na cama escorada na parede, com os pés encima da cama e lendo uma apostila. Naquela posição, eu podia ver com detalhes seu bumbum, coberto apenas pela calcinha. Dei uma paradinha na porta, então ela olhou pra mim e sorriu, eu sorri também e disse que já voltava, então eu fui para o quarto estava muito excitada, então tirei a toalha e pendurei no cabide atras da porta, depois fui procurar minha roupa. Coloquei um calcinha, então ela bateu a porta e perguntou se podia entrar. Nessa hora, meu coração quase saiu pela boca, então eu disse que sim, se ela não se importasse que eu estivesse sem roupa, ela nem respondeu e foi logo entrando. Fiquei um pouco envergonhada, mas fiz como se fosse a coisa mais natural do mundo. Ela entrou e sentou na cama, sempre me olhando e sorrindo. Nessa hora eu fiz uma piadinha, perguntando se ela nunca tinha visto, e ela disse que bonito daquele jeito era a primeira vez, então eu sorri mais uma vez, perguntei a ela se nunca tinha olhado para o espelho, que tinha o corpo lindo e os seios volumosos e firmes. Ela sorriu e disse que os meus seios eram mais bonitos que o dela, então ela se levantou, ergueu a camisa e se posicionou ao meu lado, comparando o seio dela ao meu. Eu disse que definitivamente o seio dela era maior que o meu então ela disse que o meu era mais durinho e me convidou a tocar o seio dela. Nessa hora pensei que meu coração sairia pela boca, então ela pegou na minha mão e a conduziu em direção ao seu seio bem lentamente. Então eu apalpei aquele seio grande e macio, apertando suavemente e passando o dedo suavemente em seus mamilos. Nessa hora eu já estava gaguejando e já tinha certeza do que minha amiga estava querendo. Convidei-a para que também sentisse o meu, então ela se posicionou na minha frente e colocou as duas mãos em meus seios, apertando-os suavemente, nessa hora eu não agüentei e dei um gemidinho de tesão. Era o que estava faltando para que ela me atacasse. Com uma das mãos ela terminou de tirar sua camiseta e com a outra abraçou por traz de meu pescoço, conduzindo minha boca em direção a sua. Até então, a única mulher que eu havia beijado na boca era a minha irmã, e isso a uns 10 anos atrás. Aquela sensação, no entanto, era completamente nova. Eu estava completamente tomada pelo tesão e só conseguia pensar em me entregar por completa para aquela mulher. Beijei aquela boca maravilhosa, então ela começou a esfregar sua mão pelo meu corpo, ainda semi-úmido do banho. O tesão era cada vez maior, então ela me deitou na cama e tirou minha calcinha, entrou pelo meio de minhas pernas e começou a beijar meios seios e a minha barriguinha. Por um instante lembrei de um ex-namorado meu que adorava lamber minha xaninha, então ela pediu que eu deitasse de bruços, eu obedeci rapidamente, então ela começou a esfregar os seios pelas minhas costa. Eu mau podia respirar de tanto tesão. Ela foi esfregando seu corpo pelas minhas costas e descendo suavemente até a minha bundinha. Ela enfiava seus seios bem lá no fundo, e eu podia senti-lo tocar minha xaninha. Eu ia arrebitando a bundinha para sentir melhor seus seios e para ela poder me alcançar. Depois disso ela começou a beijar minha nuca e me falar sacanagens no ouvido. Ela disse que eu era muito gostosa e que estava louquinha para meter a língua na minha xaninha. Eu ficava mais louca ainda. Com uma das mãos ela esfregava minha bundinha, com a outra acariciava meus seios e a boquinha ia descendo pelas minhas costa bem devagarinho. Parecia que ela nunca ia chegar no meu cuzinho, mas quando ela chegou parecia que eu estava no céu. No início foi meio desconfortável, mas eu comecei a relaxar, então ela esfregava a língua na minha bundinha de cima para baixo, até que ela começou a introduzir um dos dedos a dentro. Um tesão incontrolável foi me tomando, foi quando ela passou a lamber minha xota, que estava completamente molhada de tesão. Eu só pensava em arrebitar mais a bunda, para que ela conseguisse me lamber melhor. Sentir aquela língua tão feminina me chupar foi a coisa mais maravilhosa que já me aconteceu. Não resisti e gozei na boca dela. Fique parada por alguns segundos, foi quando ela saiu da minha bundinha e se deitou ao meu lado na cama, me deu um beijo na boca e eu pude sentir o gosto de minha própria xaninha. Eu ainda estava acesa, então levantei meu corpo e fui a beijando e me deitando por cima dela. Falei bem baixinho no ouvido dela que agora era a minha vez, então ela se deitou e eu fui beijando seus seios e a sua barriguinha, enquanto com uma das mãos ia acariciando sua cocha. Eu nunca havia feito aquilo antes, mas já havia assistidos vários filmes, portanto eu sabia exatamente o que fazer. Primeiro eu tirei sua calcinha bem devagarinho, e percebi que sua xaninha estava completamente encharcada. Não resisti e caí de boca antes mesmo de terminar de arranca-la. Enquanto eu passava a língua em torno daquela xaninha saborosa eu tentava me livrar de sua calcinha. Quando consegui, pude me posicionar mais confortavelmente para poder suga-la com mais facilidade. Ela só consegui gemer e se debater de um lado para o outro. Enquanto beijava aquela xana esfregava uma das mãos em sua barriga e passava a unha bem de levinho, com a outra mão, explorava a porta de seu cuzinho, fazendo movimentos giratórios com um dos dedos, até começar a introduzi-lo lá dentro. Ela gemia ainda mais com aquilo, então eu comessei a beijar seu cuzinho também, só que agora passava o dedo em sua bucetinha encharcada por minha boca. ela me mandava enfiar o dedo e eu não fiz por menos. Ela erguia o corpo para que eu passasse minha língua em seu cuzinho, enquanto isso eu colocava dois dedos dentro de sua bucetinha, foi quando ela passou a gemer com mais intensidade e a se debater, então ela disse que estava quase gozando e aquilo me fez chupa-la com mais vontade, então ela deu um gritinho e eu pude sentir claramente a xaninha e o cuzinho se contraindo no meu rosto, antes que ela relaxasse completamente o corpo. Ela tinha gozada. Ainda assim eu continuei a chupa-la, porem ela não reagia. Então ela me puxou para si, me abraçando com força e dizendo que eu era maravilhosa. Depois disso, ficamos deitadas por alguns minutos, com os nossos seios se tocando, trocamos algumas palavras de carinho e começamos a nos beijar dinovo. No entanto já estava na hora de nossas amigas começarem a chegar, por isso corremos as duas para a banho, tomamos um ducha juntas e prometemos que no dia seguinte repetiríamos a dose. Mal deu tempo de colocarmos as nossas roupas e a minha prima chegou. A Fabiana chegou quase junto a ela. Disfarçamos começamos a preparar a janta enquanto minha prima foi tomar banho. De vez em quando, nós nos olhávamos na cozinha e dava-mos um beijo, para corrermos o risco de sermos pegas e sentirmos mais tesão. E durante o jantar sentamo-nos uma do lado da outra, e de vez em quando esfregávamos uma perna na da outra. Fomos pra faculdade juntas, e combinamos o que faríamos no dia seguinte. Nos fizemos muitas outras loucuras juntas, até sermos descobertas pela minha prima e pela Fabiana, daí então começamos a fazer loucuras a quatro. Mas isso eu conto em outra oportunidade.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/10/2009 20:52:12
Nota 10,muito bacana!
30/04/2005 13:36:17
ola estou me recuperando ainda, pois nao tem como nao gozar ouvindo essa história não quer chupar a munha bucetinha tambem, nesse ommento ela ta toda molhadinha e meus peitinhos bem durinhos...
TaRaDiNhA
23/04/2005 05:46:16
muito bom o conto...tenho uma amiga de infância que sempre demonstra interesse em fazer algo a mais comigo...mas tenho medo d que depois fique um clima chato, nós duas temos namorados de mais de 3 anos...e ela já chegou a confessar pro namorado dela q acha q é apaixonada por mim, não sei o q fazer...mas sinto muito tesão pensando em como seria!!
17/04/2005 17:37:20
deveria mostrar fotos
17/04/2005 17:37:15
deveria mostrar fotos
Tarcisio Marcio P. Cordeiro
15/04/2005 15:21:06
Adorei sua história fiquei super excitado, acho normal as pessoas decobrir seus desejos sexuais com pessoas discretas bonitas e inteligentes
12/04/2005 12:45:44
DE NOVO!!!! Acho que esse conto tá tentando bater o recorde de repetição do site!
Carlinhos
12/04/2005 11:59:00
Fora o "comessei" (o correto é "comecei",do verbo começar)o conto é otimo... vc descreve tudo maravilhosamente bem...fiquei excitado...

Online porn video at mobile phone


mulheres gostosa fazendo borquete eu quero ver o sexo entre lésbicas sadomasoquismo com lactofilia ela outras mulheres mamando nela e amamentando três mulheres chupando peitocontos anais + caminhoneiro enrabador da jeba grandeCavala e umcavali xexopornordoido menagemmeti no cuzinho virgem da naninhaesposa comenta da grossura da picacontos heroticos cuzinho da japinhacontos eróticos minha esposa e seus pequenos delitossexopornodoido engolindo muita esperma sendo penetradafalo putaria mesmoe trepo video caseirogatinho Eu Quero uma galeguinha assim trepando mesmo em cima do Cacete mesmo sabewww.xvideos.negrao de 40 ctm de pau comendo uma viagemtezãozinho fodendomadrasta de beydollConto gay - "veio todo dengoso"contos eiroticos leilapornMamando o caralho do vovo contoseroticoscasadoscontosnorasó as novinhas dando o c****** na maletinhacasos de zoofiliacontos filha no barco c amiguinhachupando minha bucetinha lisinha contos eroticosgemendo e gozando gostosas espirrar esperma longe. porno atitudicontos eiroticos leilapornsexo velho etiadas vazounovinha fazendo exame toxicológico xvideos.comporno doido eu e meu filho estuprano minha mulhernegona do zoinhao gritano na picacao gigante fica emgatado na buceta da nefinha que gene de tesaonovinha parece um anjodando o cu fotosmenina vigen metno udedo nabusetaCachorro cumedor video zofilia pagecrente safada contoseu, minha namorada, minha namorada e meu tiohistorias de desespero para urinarquero assistir mulher do berço carnudo de sexo chupando rola na boca todamae foi na missa e ilha toco siririca pornôgozando na entrada da bucetinha minúsculas de frango assado bem devagarmaiza e carolzinha trepanoxxxvidos buchechinhasviu os peitos da enteada nifestinha no corredor levatou a bluza chupou avontade xvideo.comcontos eroticos de virei subimissa do meu cunhado"jussara"capitulo18novinha que derao boceta e firmarãoContos eroticos a neta da vizinhaincestossexo com animaiseguas taradinha no cio pigandolevantei o vestido dela no beco e plantei rola x videoWww.contoeroticocomcunhada.com.brcontos eroticos Nao mexa nas calcinhas da mamae parte 3contos erticos novinhos roludos comendo coroaso votarde corme um cu um bucetabonitinha de 18anos quadril grande e largo bunda durinha comeu.xxxstrapon sangue e bostax videos. Voyer . Sexo. poe so a cabecinha senao eu gozovidio porno piqueno conhadanovinhos se esfreegam de cueca mundo bicha pornocontos eróticos a esposa e os velhos da Senzalafrutaporno escondendo do paicachorro pisudo fudendo mulher no matonovinhobonitinho de quatro pede rola grossano cubucetinhadeindiacontos eroticos gay me apaxonei pelo traficante 7xnxx porno gey contos eroticos novinho pegando priminho no riachoConto erotico virando gay cem quere e a força e chgordo careca e sua esposa chupando um pinto juntoscontos eiroticos leilapornfestas na casa de amigos e depois de tanta bebidas um porno com muita violênciahttp://esposas perdendo a virgindade com seus maridos: contos eróticoshomens com rolas veiúdas transandovídeos mulheres brasileiras chupano e morde pau DOS homensXevedeos cumendo a filha do delegado vedeos casero relato meu prazer anal14 centímetros conto heteroxvideos estrupo a adigogada em2 marmangosQuero dar minha buceta e meu cuzinho em um encontro casualoq e o liquido branco melecado q saio do xibiovídeos porno em mendigos pede esmolas e a safada dá pra ele a bucetaNinfetas mamando rola no cinema contoseroticoscontoerotico eu namorada mae e tioviadinho fui pagar o aluguel contos eroticosconto erotico homem mais velhovideos de porno cazeiros no mato no riu em todo cantocontos eroticos com nulheres de uberlandia assustando com o tamanho da rolasexocunetexxvido apontei sevageve novınha fudendonomatovadia dando o cu fechadíssimocontos eroticos coroa casada bancaria viajo a trabalho e traiu pela primeira vezchupou a buceta da india ate ela gozarlesbicas transam e rebolam na boca da aparceira ate ela chupar o grelo e gozar fotosubrinha chupando eu conto dancei com meu cunhado e senti um p*******Contos eróticos procurando aventura no clube de camposexo gay homens velhos contosXvidio entiada finge que está dormindo e deixa o pai acariciar su bucetaconto sou casado e adoro um plug anal inflavel